Olavo: o “líder” de Boldonaro e de Paulo Guedes

O Brasil virou um deboche.

O presidente da República desfila salamaleques a um alucinado que se define “apenas um véio lôco” e “chefe dessa porra na empresa Seminário de Filosofia – Olavo de Carvalho”.

Lê se que ele, no jantar de ontem, chamou todos a um brinde em homenagem ao guru, seu e de seus transtornados filhos.

O ministro da Economia, em terra estrangeira, saúda o transtornado astrólogo como “líder de nossa revolução liberal“.

Que, por sua vez, não se acanha de chamar, diariamente, opositores, militares, jornalistas e professores universitários de gays, drogados, traidores, venais, froxos, golpistas, covardes e uma salada infindável de impropérios.

Exagero? Veja as últimas postagens do “líder” de nosso governo nas redes:

“Chamar jornalistas de drogados é bondade minha. Atribui o seu desempenho medonho a uma causa farmacológica em vez da malícia pessoal.”

Sobre Mourão, o vice-presidente: ‘Prefiro acusá-lo de sonsice caipira para não me atraver a sondar motivações torpes na sua conduta”.

(…) “a esquerda de hoje é apenas um imenso cu de aluguel a serviço das megafortunas internacionais. Só pensa em sexo e drogas e despreza o voto popular.”

“O mesmo sujeito que ameaçou o Jean Uiui ameaçou a mim e até disse que estava nos EUA para me matar. Mandei-o chupar uma pica, mas o Jean Uiui preferiu sair correndo.”

Ele não é um parasita do governo, é seu “líder”, confessadamente.

Está claro para quem quiser ver que somos governado por uma seita de alucinados, cheios de ódio, de estupidez e de uma grosseria desclassificante para relações civilizadas.

Não dá para se calar diante disso e muito menos deixar de ver que é preciso reunir o que resta de sadio nesta nação para barrar o avanço desta corja.

Que os doutos e refinados senhores que permitiram a ascensão destas monstruosidades vejam bem o que roduziram.

E que assumam que o Brasil chegou a este quadro de vergonha e horror por sua culpa.

 

 

 

Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
Share on whatsapp
WhatsApp
Share on email
Email

11 respostas

  1. Eu tava olhando a foto da outra postagem com um jantar (as flores na mesa estão bonitas) e pensei: tem gente que sabe que Bolsonaro é ruim da cabeça porque é guiado por Olavo de Carvalho. E tem gente que sabe que Olavo de Carvalho não pode ser uma pessoa sensata porque catou esses Bolsonaros de pupilos. É uma mistura indecifrável, mesmo que a simbiose, compreensível, seja repugnante.

  2. Brito,

    Não deixe barato. Cobre dos lavajateiros, dos militares vira-latas e entreguistas, dos jornalistas e colunistas do PIG/PPV, da banca, dos tucanos e outros da direita, dos cooptados no sistema judiciário brasileiro, dos latifundiários e dos que se dizem “empresários” a parcela de responsabilidade que lhes cabe.

  3. É uma imensa tristeza tal constatação. Tento acreditar que vamos acordar deste pesadelo a qualquer momento. Não tem como explicar o Brasil nesta situação. É inominável.

  4. Bolsonar foi o presente de alguns generais, da midia, e da lava-jato, ao Brasil. Devemos a eles “isso aí”.
    Que desgraça!

  5. Sempre cabe dizer: o único que não goza de imunidade diante da histeria coletiva que tomou conta do país é o Biroliro. Olavo, os milicos (não me esqueço do Mourão de 2016 muito menos do das eleições de 2018), Paulo Guéba, o marreco das araucárias, toda essa renca podre vai sobreviver ao bonossauro. E pra quem acha que a eleição de 2022 vai demonstrar alguma renovação, especialmente no que diz respeito ao legislativo, já vai preparando a decepção desde já.

  6. Só mesmo uma pessoa completamente débil mental elegeria esse “astrólogo” demente como seu guru. Que vergonha para o país! Que vergonha!

  7. “Que os doutos e refinados “…Quem são e onde estão estes senhores, Brito?
    No empresariado? Na Universidade? Nas gringas empresas? No Congresso? No Funcionalismo? Estão nas FFAA? Rarrarrara
    Lamento Brito! Eles desapareceram, escafederam-se de vergonha e para contar seus “metais”!
    Nossa elite econômica e cultural é de lacaios e/ou predadores locais. Assassinos de sonhos e direitos.
    Darcy disse na TV que “nossa elite econômica era subornada e a intelectual, subordinada”, lembra?
    Resta-nos caminhar com os trabalhadores pobres e nada mais!
    O Brasil vinha se imolando até 2002, mas acabou suicidou-se quando prendeu Lula!

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *