Os muros da Cabuçu

Aos 60 anos, posso dizer que o que mais me ajudou a compreender o mundo foram as pichações que os irmãos Francisco dos Santos, comandados por Luiz Carlos, o mais velho, fizeram, nos anos 70, nos muros construídos para separar os prédios de um pequeno conjunto do IAPI, entre as ruas Cabuçu e Mar de Espanha, no Lins de Vasconcelos: “nós não somos vacas”, “pra quê o muro, ficaram ricos?”.

Olhando a foto de hoje, na capa de O Globo, onde militares norte-americanos estendem rolos e mais rolos de arame farpado contra a “manada” de latinos que vêm subindo para sua fronteira desde a miserável Honduras, não tenho nada a acrescentar ao que diziam os guris, meus vizinhos de então.

Não conseguem entender o óbvio, que a exclusão crescente, evidente, aumenta o número dos que estão fora e reduz o dos que estão dentro e, portanto, os torna mais passíveis da “invasão” que tanto temem.

Está na cara deles que o Rio das Pedras cresce mais que os condomínios da Barra da Tijuca, que Paraisópolis amplia-se mais velozmente que o Morumbi, e tal como hondurenhos, salvadorenhos e mexicanos, há um limite para contê-los com muros e farpas de metal.

Mas os homens do dinheiro tocam a flauta de um passado que já não pode existir para encantar a classe média, prometendo segurança com grades, com polícia e com balas para deter as multidões que não param de crescer.

Ficaram tão ricos, consideram a si mesmos como algo tão raro, valioso e superior  que pensam em si  como em algo a ser guardado em um cofre.

Eles não querem mais construir um mundo de paz para seus filhos, apenas uma jaula segura para protegê-los.

Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
Share on whatsapp
WhatsApp
Share on email
Email

32 respostas

  1. Pois senhor Brito,sempre começo com o infalível “POIS”,de quem tem muito a dizer,mas as limitações intelectuais,impedem essa pretensão,desde que se olhe o UMBIGO DE 70 E PICOS,mas está implícito no testo,o MAL QUE FAZ AO MUNDO ATUAL,o que outrora se denominava,”PEQUENA BURGUESIA,que se encolheu nos nossos dias,e passaram a ser somente,NANICOS.São eles ,os responsáveis,por tudo que estamos a assistir.

  2. Que santa aliança ein !!! Uma cleptocracia que precisa se escorar na escória política e num par de alpinistas sociais (parvenus) para manter seu exclusivo de domínio e predação; logo abaixo todos nós, mais ou menos conscientes dessa realidade, buscando sobreviver e escapar do azar e da triste sina de não conseguir nis livrar desse destino.
    Obrigado e parabéns Fernando por não desistir nunca e manter a dignidade e o juízo sempre.

    1. me lembro agora de memória de Lima Barreto no Triste fim de Policarpo Quaresma…naquelas montanhas passeavam os índios….e também da mediocridade do político em Numa e Ninfa !!

  3. Nossa classe mérdia já está difundindo nas redes, uma campanha para que se doe um kg de alimento não perecível, no dia da posse do Monstro. É para isso que eles lutaram pela destruição do Bolsa Família, para poderem distribuir de novo seus quilinhos de alimentos e sentirem-se santificados. Já estou respondendo a esses hipócritas da forma que merecem.

    1. Essa gente adora lavar sua consciência suja com a “atos beneméritos pra ajudar pobre”. É isso o que almejam: ter para sempre uma sociedade em que a classe alta continue privilegiada e o resto da população dependa de suas esmolas, feliz por lamber os sapatos da Casa Grande.

    2. O ponto é sempre o mesmo: o pobre, como objeto de sua (deles) caridade, o negro do passado e o índio do José de Alencar são maravilhosos. Quando porém os pobres, negros e índios de hoje se organizam e lutam por seus direitos, viram bandidos e vagabundos. Quer fazer uma experiência interessante? Pergunte a alguém conhecido o que acha de Canudos. Vc só ouvirá elogios. Logo a seguir, pergunte sobre o MST. Ambos, cada um a seu tempo e a seu modo, tem um inimigo comum, o latifúndio

    3. Minha esperança é que alguns, lá no Nordeste, abram os olhos dos nordestinos e, ao chegarem esses “alimentos”, façam um monturo e metam fogo. Depois coloquem no Youtube, com o dedo do meio em riste pros vagabundos!

  4. E o pior é que tem ou teve ( a imensa maioria ) dos Kochinhas/bolsonaricos que diziam, e ainda acreditam, que foi o PT e a esquerda que “inventou”, e espalhou o “NÓS contra ELES…” Quanta inocência !!!!

  5. Fernando Brito, como diziam por aí, você é o cara! Texto pequeno, objetivo profundo e verdadeiro. É nisso que nos transformamos.

  6. O pior, Fernando, é que é necessária apenas uma inteligência mediana para se ter consciência de que temos que viver harmoniosamente em sociedade. Somos uma nação doente e isso me deixa triste e preocupado.
    Espero que esteja totalmente recuperado.

  7. Complementando um comentário, caso eu o tenha feito neste post: Outra providência importante seriam todos os cartórios eleitorais varrerem as mídias – cartões de votacao – com um antivírus antes da transmissão dos votos.

  8. Há uma lei da História da qual não há império, país nem região que escape. Quando um certo lugar, ou um certo país fica muito rico, atrai os pobres que vivem perto dele. O país rico se torna decadente pelo ócio que a riqueza favorece, enquanto os pobres são moralmente superiores e provados na vida dura da escassez. Estes pobres se organizam e invadem aquele país, miscigenam-se e recriam um novo país, com uma nova orientação política e uma nova cultura. Ibn Khaldun formulou esta teoria em fins do século XIV, e ela até agora tem respondido positivamente a qualquer teste de tempo. Foi a grande inspiradora de Arnold Toynbee.

    1. Os EUA me lembram o império romano em decadencia. Os bárbaros atuais, que tentam invadir as fronteiras do império , são os hondurenhos, guatemaltecos,salvadorenhos, nicaraguenses, mexicanos etcc…(na época de Roma, se chamavam godos, ostrogodos, visigodos, vikings etc..etc..). Assim como os EUA, Roma também tinha avançado sobre outros territorios, dominando-os, saqueando suas riquezas e escravizando as populações locais.Assim como aconteceu com o império romano, o império americano, após o apogeu (as décadas de 60,70, 80 e 90), inicia seu irreversível declinio hegemônico.

  9. Olha, em breve esse método americano de isolar quem não lhes são bem vindos vai apartar por aqui também, os fascistas já nem disfarçam mais a sua ira contra o povo sofrido….. Onde essas eleições nos colocou?

  10. Brito, você voltou com força total. Esse texto é um soco no estômago. A dengue aqueceu sua mente, em vez de fritá-la. Seja bem vindo! Seus textos argutos nos fazem falta. Pego na sua mão?

  11. OPINIÃO
    PT reconhecer os erros, o cacete!
    EDMO SINEDINO

    0 PT reconhecer seus erros, o cacete! Não suporto mais essa ladainha idiota de doutorandos, doutorados, mestrados, cientistas iluminados cheios de frescura e pompa. Erros do PT a puta que os pariu! O Partido dos Trabalhadores leva pau desde que nasceu, apontado várias vezes como depositários de todos os cães do inferno, e mesmo assim, desde a maldição da ditadura vem se sustentado, segurando essa bandeira esburacada, amassada, vilipendiada por não atender aos anseios da elite canalha desse Brasil.

    PT reconhecer seus erros, o cacete! A imprensa podre, inominável, principal responsável pela desgraça que vivemos é poupada e não diz, não mostra, ninguém mostra que esse país viveu democracia de verdade somente sob o comando dos “comunistas” do partido. Entreguistas sebosos responsáveis pela lavagem cerebral, colocando todos os políticos no mesmo saco podre e fazendo surgir esses zumbis dementes eleitores de Bolsonaro.

    PT reconhecer seus erros, o cacete! O melhor governo que esse país já teve, que diminuiu a desigualdade social e mortalidade infantil, deu emprego, renda, moradias, poder de compra, salário melhorado, faculdades construídas, outras tantas recuperadas, IFs; brancos, negros, índios, gays, tendo direitos iguais, sorrisos iguais. Um país feliz com programas elogiados no mundo todo, obras maravilhosas como a transposição e outras mil que a gente nem fica sabendo, e esse mequetrefes borra botas boçais com essa história doente, repetida à exaustão.

    PT reconhecer seus erros, o cacete! Dos 518 anos de Brasil, o PT governou quatorze, mas ninguém fala da rapinagem dos portugueses, dos monarquistas, dos coronéis eleitores dos republicanos, se passa a mão na cabeça dos escravagistas, dos ladrões da política “café com leite”, dos bandidos milicos impunes responsáveis por trazer à tona todos os ladrões que estão em voga, da nova e velha república dos assaltantes tucanos da inominável privataria de todos os escândalos encobertos, entre eles o do Banestado ignorado pelo “paladino” e vêm querer apontar o dedo na direção dos vermelhos!

    PT reconhecer seus erros, o cacete! O partido tem o Lula da Silva que ganharia eleição no primeiro turno, amado pelo povo, preso de forma canalha, injusta, e esse político , que é “O CARA” não ter o direito de escolher, de planejar seu substituto? Tinha que oferecer, arregar, se abaixar, bajular um porra louca que já havia feito sinais para o Deus e o Diabo na terra dos corruptos de direita, inclusive? Nunca no Brasil! Eu também mandaria o Ciro Gomes procurar sua turma.

    PT reconhecer seus erros, o cacete! Reconhecer, agradecer, os acertos do PT e cobrar, isso sim, uma unidade que nunca tivemos dos partidos de esquerda, aí sim, concordaria, vamos reconhecer os erros de todos nós, principalmente os erros de omissão em relação a tudo que não fizemos pelo nosso estado e país, numa junção de partidos e ideias que podem mudar e nos trazer algo de bom.

    Por fim, neste meu texto desabafo, de um lascado que mal sabe juntar frases, que aprendeu o pouco na marra, na leitura e no sentir, um apelo para as mentes brilhantes ajudarem numa “relavagem cerebral” no Brasil (mais a sul que a norte) com a criação de uma imprensa alternativa, decente, democrática que tenha coragem de apontar os erros de todos, mas de todos, de forma democrática, pois tenho a mais absoluta convicção que vem daí, reafirmo – Veja, Globo, Estadão e afins; tevês com seus programas policiais podres, com seus sujos apresentadores candidatados a candidatos, dos bispos de igrejas evangélicas canalhas, dos altares de alguns católicos malditos e etc – a maior desgraça do povo brasileiro.

    1. Emilson, por favor, onde encontro esse texto? Esse é o autor? Achei otimo. O unico texto pos-eleiçoes que faz sentido nessa hora sombria. Vour adotar: “PT reconhecer seus erros, o cacete!” Por favor envie esse texto para o Ciro, Cafezinho, os estressados DE e aquele louco raivoso da esquerda extrema que não sai do cangote do Lula: o Rui Pimenta, comandante de um exercito que nunca existiu mas que se acha a ultima estrela derradeira de Marx. Se Marx estivesse vivo estaria vomitando. Muito bem, obrigado pelo texto Emilson. Abraços

  12. Li no UOL: ‘Vivemos mudança perigosamente conservadora, diz Cármen Lucia’. Eu queria dizer para a ministra que as escolhas do cidadão feitas com a vontade manipulada por fake news no WhatsApp não são escolhas emocionalmente livres.

  13. a crise é biológica… a administração Trump que negava o aquecimento global, agora admitiu em relatório a mudança climática como inevitável, e ligaram o foda-se…

    a Amazônia e seus “rios voadores” serão objetivo de grandes forças…
    https://youtu.be/Hlgk-rf0uZ8

  14. Brito ja vejo a segregação econômica assim dissendo ate mesmo em família onde os pobres não são bem vindos ou não são convidados para ser mais claro ou seja a rale não pode entrar .mas o serviço escravo e muito bem vindo vejo ate mesmo pobres rotulando pobres de igual tamanho se achando burguês ate as crianças ja se acham superiores as outras não sei o que e a onde vai chegar o governo do mito estou vendo muita cerca sendo erguida para separar petista de bolsominion eo pior é que não to vendo ninguém tomar partido contra a barbárie o grande acordo de romero juca nunca teve mais claro fechar com stf stj pm polícia civil marinha aeronáutica e exército judiciário com o supremo juiz moro criaram a casta suprema de os intocáveis eo resto eo resto a constituição ea democracia ja viraram pó a muito tempo

  15. Um aspecto interessante desta marcha de desesperados rumo aos EUA. Em Honduras houve o primeiro golpe constitucional para derrubar um presidente eleito. A situação por lá, pelo visto como aqui, não melhorou em nada as condições de vida da população. Interessante também a pouca ou nenhuma presença de cidadão de Nicarágua nesta leva de desesperançados .

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *