Bolsonaro sai do script e chama Moro de ‘traidor’ e ‘palhaço’

Estava demorando e Jair Bolsonaro se soltou e deixou a linha do fingir que nem se preocupava com Sérgio Moro, o que é muito ruim para os dois, eleitoralmente, do que tratarei adiante.

Curiosamente, lembrou do mesmo episódio a que, mais cedo, me referi aqui, quando passou a levar Moro a estádios de futebol e a outros eventos quando o ex-juiz começou a ser exposto na Vaza Jato, para mostrar seu apoio. Sem meias-palavras, disse que “deu moral” ao ex-juiz:

“Quando estourou a Vaza Jato, para fortalecê-lo, porque ele estava abatido, e reclamou aqui: ‘Dallagnol não apagava as mensagens, eu apagava’. Fui com ele no evento da Marinha para dar moral para ele, prestigiando o Moro porque ele estava muito abatido. Tive acesso a muita coisa que aconteceu lá, vergonhosas trocas de informações que eu tive conhecimento depois, mas dando moral para ele”…

Reagiu com fúria à improvávl afirmação de Moro de que ele teria “comemorado” a libertação de Lula:

“Agora, ele chega aqui, que ser candidato, é um direito dele, tá certo? Agora, atacando aí, dizendo que no dia 8 de novembro de 2019 –ele era ministro– e eu comemorei Lula livre. Pelo amor de Deus. Falta de caráter. Saiu do governo pela porta dos fundos. Traindo a gente”.

Para ele, Moro é um “mentiroso deslavado”, que faz “papel de palhaço” e “fica fazendo campanha na base da mentira.”: ” Aprendeu rápido, hein, Sergio Moro?”

E afirmou que a suposta revolta do ex-juiz sobre uma tentativa de interferência na Polícia Federal seria, na verdade, um momento de tentativa de chantagem por uma indicação ao STF:

“Querendo trocar o chefe da Polícia Federal, o diretor-geral da Polícia Federal, com a sua indicação para o Supremo: ‘Você me indica para o Supremo e daí você troca o diretor-geral’.

Bem, já deu para ver que Bolsonaro não tratará com lenço rendado o seu desafiante Moro e, portanto, o obrigará a atacar de frente o seu ex-chefe. Idem farão os eleitores de cada um, eleitores que precisarão se somar num segundo turno, se quiserem ter alguma chance contra Lula.

Seguindo assim as coisas alguém consegue ver Moro no palanque de Bolsonaro no 2° turno ou Bolsonaro no de Moro?

Qualquer marqueteiro de dez reais diria a ambos: não queimem as pontes. Eles irão queimá-las.

Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
Share on whatsapp
WhatsApp
Share on email
Email

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.