Contato

Obrigado

Processamento...

Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
Share on whatsapp
WhatsApp
Share on email
Email

340 respostas

  1. Olá Fenando Brito. Importante no Estadão, talvez mais importante até do que esse artigo é o outro, que está escondido pequenino debaixo desse daí.
    Note a tortura que precisam aplicar ao infográfico para representar que (a) o capitalista brasileiro só ganha dinheiro com juros do governo, é um parasita e (b) ganha tanto que precisaram fazer 2 joelhos na barrinha do infográfico, ficou ridículo a obscenidade do rentismo. https://uploads.disquscdn.com/images/e7f3b4276de21f7c3fed206aae6a7bdc85079c81a40772c91cfc605ea9aece77.png

  2. Há a informação errada na materia sobre a rádio do Aécio. Ele não era sócio da Rádio Itatiaia conforme informa o texto, mas sim da Rádio Arco Iris, que é Jovem Pan FM de Belo Horizonte.

  3. Por favor!
    Investiga esse fórum da água.
    Fiquei sabendo que o entreguista quer vender o aquífero Guarani.
    IMPORTANTE!!!!

  4. Olá tijolaço, onde você se localiza? Estou desenvolvendo uma pesquisa sobre comunicação alternativa, popular e comunitária e gostaria de esclarecer isso.

  5. Cancelei a assinatura da Netflix por conta dessa propaganda golpista descarada!
    Atenção: sugiro aos blogs e portais progressistas que se unam e formem um fundo de financiamento coletivo.
    Eu explico a razão: com a assinatura individual por cada portal, o serviço acaba por se tornar caro para o assinante.
    Exemplo: se eu assinar vários portais/blogs o custo mensal passa facilmente dos R$ 100,00…
    Se houver uma espécie de fundo coletivo para os blogs progressistas, com contribuições a partir de R$ 10,00 / R$ 20,00 / R$ 30,00 /mensais, tenho certeza que o número assinantes aumentaria consideravelmente.
    Pensem nisso!

  6. Olá, Fernando Brito. Fiz uma pequena contribuição para o Tijolaço por depósito em conta corrente. Como aposentado, é o que deu pra fazer. Seu trabalho é muito importante para todos nós, seus leitores e eleitores que acompanham a política nacional.

  7. Olá Fernando Brito! Quero alertá-los que denunciem as agressões a 4 mulheres militantes do PT de Cruz Alta/RS, durante a caravana de Lula pela região. Uma delas foi covardemente agredida tendo que dar baixa hospitalar por vários dias. Peço que façam uma matéria sobre o caso,considerado grave e praticado com muita covardia pelos seus autores. Abraços!

  8. Olá, Brito!
    Parceiro, há tempos gostaria de falar contigo.
    Creio que chegou o momento.
    Admiro demais o seu trabalho e sua capacidade de traduzir em excelentes artigos este momento trágico da nossa história.
    Tenho contribuído com o site, porém, gostaria de ajudar mais de forma sistemática.
    Você sempre nos diz do seu trabalho quase solitário. Portanto, estou me oferecendo para ajudá-lo.
    Estou à sua inteira disposição.
    Creio que o momento vai nos exigir muita disposição e luta.
    Tenho me sentido muito deprimido por não conseguir ampliar a minha participação neste momento histórico do Brasil.
    Penso que te ajudando de alguma forma além da minha mísera contribuição seria uma maneira de participar da luta de maneira mais efetiva.
    Aguardo o seu contato.
    Marco Antônio

    1. Farei, caro amigo, apenas me dê um tempo, ando superenrolado. E grato, a você e a todos, pela leitura

  9. Brito, estou em Goiânia e parto pra São Bernardo no início da noite com grande parceiro que virá de Brasília para seguirmos juntos. Caso você precise de algo, estarei à sua disposição.
    Abraço

  10. Compartilho com milhares de companheiros esta dor que ora vivenciamos, com este singelo poema:

    SOFRÊNCIA

    Angústia
    vem ao dedo
    poema,
    terra arrasada
    brasilis.
    Medo abissal,
    turbulência,
    tempestades no meu
    coração.
    É o cenário do ser vil
    que agora sou, vulnerável.
    Desesperança,
    uivos, agonia…
    O poema brota.
    Sangue no papel.
    Ferido de morte,
    guerra Brasil.
    Lá fora da janela da tv
    tomaram meu gato
    e meu cachorro,
    arrebataram meu grande amor,
    assassinaram meu bebê.
    Gargalhadas mil.
    Hordas solenemente trajadas
    saqueiam, esmagam a aldeia.
    A floresta arde,
    o povo foge.
    O poema explode
    da alma podre
    para o Brasil cordeiro.

    Cleanto Beltrão de Farias

    28/11/2017

  11. O aparelhamento do STF ficou fácil de entender. Transferiram Fachin para a segunda turma e foi dado um jeito de ele ficar com a relatoria da Lava Jato. Como a Segunda Turma é garantista (garante os direitos da constituição), o Fachin, em casos emblemáticos (do PT de preferência) leva os casos para o Plenário, onde ele faz maioria, pois na turma iria perder. Simples, não?

  12. Que Lula há muito tempo deixou de ser homem e se tornou uma instituição é consenso à direita e à esquerda. O que está em jogo, em disputa, é o significado da instituição, o que ela representa.

    Lula é o maior corrupto da história do Brasil ou a principal liderança popular que esse país já teve?

    A disputa está ai. No atual estado da situação não sobrou muito espaço para meio termo. Ou é uma coisa ou é a outra. Cada um que escolha seu lado.

    Na condição de instituição, todo gesto de Lula tem dimensão simbólica, é lido e interpretado por todos, por detratores e admiradores. Lula pega o microfone e o país paralisa em frente à TV. Os admiradores choram. Os jornalistas a serviço da mídia hegemônica silenciam. Ninguém fica indiferente a uma instituição desse tamanho.

    Lula sabe perfeitamente que está sendo observado, conhece muito bem o tamanho que tem e explora com extrema habilidade sua capacidade de fabricar símbolos.

    Aqui neste ensaio, trato de uma parte muito pequena da biografia de Lula, mas que talvez seja, na perspectiva simbólica, a mais importante. Talvez seja até mais importante que os oito anos de seu governo.

    Falo das 34 horas em que Lula esteve no sindicato dos metalúrgicos, sob os olhares do mundo, construindo a narrativa de seu próprio martírio.

    Não falo em “resistência”, pois desde a condenação no Tribunal da Quarta Região, em 24 de janeiro, que o destino de Lula já estava selado. Os advogados cumpriram sua função, recorrendo a todas as instâncias e tentando um habeas corpus, mas todos já sabiam que Lula seria preso.

    Por isso, seria ingênuo dizer que o que aconteceu em São Bernardo do Campo foi um ato de resistência. Lula é um político experiente demais para resistir em causa perdida.

    Alguns companheiros e companheiras, no auge da emoção, tentaram usar a força. Lula fugiu da custódia dos trabalhadores e se entregou à Polícia Federal, pois sabe que contra o braço armado do Estado ninguém pode. Lula sabe que aqueles que ali estavam eram trabalhadores e trabalhadoras, pais e mães de família. Não eram soldados. Não eram guerrilheiros. A resistência não era possível.

    Lula sabe que seria impossível sustentar aquela mobilização durante muito tempo e por isso não resistiu. Mas daí a se entregar resignado como boi manso para o abate a distância é grande, muito grande.

    Penso mesmo que Lula fez mais que resistir, já que a resistência seria quixotesca, irresponsável. Lula pautou a própria prisão, saiu da posição de simples condenado pela justiça para se tornar o dono da narrativa. Lula foi sujeito do próprio encarceramento, deu um nó nas forças do golpe neoliberal.

    Muitos achavam que Lula deveria ter fugido para uma embaixada amiga e de lá partido para o exílio no exterior. Confesso que também pensei assim. Mas Lula é muito mais inteligente que todos nós juntos.

    Lula sabe que já viveu muito, sabe que não lhe sobra muito tempo de vida. O que resta agora é a consolidação da biografia, o retorno às origens, seu renascimento como ícone da esquerda brasileira, imagem que ficou um tanto maculada pelos oito anos em que governou o Brasil.

    É que no capitalismo não existem governos de esquerda. Governo de esquerda só com revolução e Lula nunca foi revolucionário, nunca prometeu uma revolução.

    Todo governo legitimado pelas instituições burguesas será sempre burguês. No máximo, no melhor dos cenários, será um governo de centro sensível às demandas populares. O lulismo foi exatamente isso: uma prática de governo de centro sensível às necessidades dos mais pobres. O lulismo transformou o Brasil pra melhor, com todos os seus limites, com todas as suas contradições.

    Mas para encerrar a vida em grande estilo carece de algo mais. Era necessária a canonização política. E só a esquerda canoniza líderes políticos. A direita é dura, cinza, sem poesia.

    O golpe neoliberal conseguiu reconciliar Lula com as esquerdas, o que há poucos anos parecia algo impossível de acontecer.

    É que pra ser canonizado pelas esquerdas nada melhor que ser perseguido pelo poder judiciário, habitat histórico das elites da terra. Basta lançar no google os sobrenomes da maioria dos nossos juízes, procuradores e desembargadores e veremos os berços de jacarandá que embalaram os primeiros sonhos dos nossos magistrados.

    É claro que Lula não planejou a perseguição. É óbvio que ele não queria ser perseguido. Se pudesse escolher, estaria tendo um final de vida mais tranquilo, talvez afastado da política doméstica e atuando nas Nações Unidas. Mas já que a vida deu o limão, por que não espremer, misturar com açúcar, cachaça, mexer bem e mandar pra dentro?

    Lula fez exatamente isso: uma caipirinha com os limões azedos que seus adversários togados lhe deram.

    Primeiro, ele fez questão de esgotar todos os mecanismos legais. A sentença de Moro, os votos dos desembargadores, os votos dos Ministros da Suprema Corte não são palavras ao vento. São “peças”, para falar em bom juridiquês, que ficarão arquivadas e disponíveis para a consulta, para análise.

    Imaginem só, leitor e leitora, os historiadores que no futuro, afastados da histeria e das disputas que hoje turvam nossos sentidos, examinarão a sentença de Sérgio Moro, verão que o juiz não foi capaz de determinar em quais “atos de ofício” Lula teria beneficiado a OS para fazer por merecer o tal Triplex do Guarujá.

    É como se Moro estivesse falando: “não sei como fez, mas que fez, ah fez”.

    E o voto dos desembargadores do TRF 4, atravessados de juízos de valor, quase sem relar no mérito da sentença?

    E o voto de Rosa Weber? Por Deus, o que foi aquele voto de Rosa Weber?

    “Sei que estou votando errado, mas vou continuar votando errado só porque a maioria votou errado. Uma maioria que só vai votar porque eu vou votar errado também.”

    Lula, ao se negar a fugir, obrigou cada um desses togados a deixar impressos na história os rastros da própria infâmia.

    Uma vez decretada a prisão, o que fez Lula?

    Deu um tiro no peito? Se entregou em São Paulo? Foi pra Curitiba? Fugiu?

    Não!

    Lula se aquartelou no sindicado mais simbólico da redemocratização brasileira, o sindicado que representa as expectativas que nos 1980 apontavam para um Brasil mais justo, mais solidário.

    No apogeu da crise que significa o colapso do regime político fundado na redemocratização, Lula decidiu encenar o seu martírio onde tudo começou.

    Naquele que talvez seja o último grande ato de sua vida pública, Lula voltou às origens.

    Protegido pela massa de trabalhadores, Lula não cumpriu o cronograma estipulado por Sérgio Moro. Cercado por uma multidão, o Presidente operário transformou o sindicato dos metalúrgicos numa embaixada trabalhista.

    A Polícia Federal, o braço armado do governo golpista, disse que não usaria a força. A Polícia Federal sabia que o povo resistiria, que sem negociação não tiraria Lula do sindicado sem deixar uma trilha de sangue.

    Lula negociou e, nos limites dados por sua posição de condenado pela justiça, venceu e humilhou a instituições ocupadas pelo golpe neoliberal.

    Lula não estava foragido. O mundo inteiro sabia onde ele estava e mesmo assim o Estado brasileiro não foi capaz de prendê-lo no prazo determinado pela justiça golpista. Durante um pouco mais de 30 horas, Lula foi um exilado dentro do Brasil, como se São Bernardo do Campo fosse um República independente, a “República Popular dos Trabalhadores”.

    Lula fez de uma missa em homenagem a Dona Marisa Letícia um ato político e aqui temos mais um lance simbólico do Presidente operário: restabeleceu as pontes entre a esquerda brasileira e a Igreja Católica, aliança que tão importante nos anos 1970, quando sob as bênçãos da Teologia da Libertação foi fundado o Partido dos Trabalhadores.

    No palanque, junto com o Padre, estavam Lula e as futuras lideranças da esquerda brasileira. Lula dividiu seu epólio em vida, tomou pra si esse ato mórbido ao abençoar Boulos, Manuela e Fernando Haddad.

    Lula unificou em vida a esquerda brasileira. Não só unificou, mas pautou, apresentou o programa, cantou o caminho das pedras.

    Lula deixou claro que o povo mais pobre precisa comer melhor, precisa consumir, viajar de avião, estudar na universidade. Lula, o operário que durante a vida inteira foi humilhado por não ter diploma de ensino superior, foi o professor de milhões de brasileiros que sonham com um país melhor.

    É como se Lula estivesse dizendo: “num país como o Brasil, a obrigação mais urgente da esquerda é transformar o Estado burguês em agente provedor de direitos sociais”.

    Lula discursou durante uma hora em rede nacional, se defendeu das acusações. Não foi uma defesa para a justiça, mas sim para o tribunal moral da nação. Não foi um discurso para o presente. Foi um discurso para a história.

    Não, meus amigos, acuado pelas forças do atraso, Lula não deu um tiro no próprio peito.

    Lula mandou trazer cerveja e carne e fez um churrasco com seus companheiros e companheiras. Foi carregado pelos seus iguais, foi tocado, beijado. Saliva, suor, pele.

    Lula não deu um tiro no próprio peito.

    Getúlio é gigante, sem dúvida, mas também era herdeiro das oligarquias. Lula é o único trabalhador que, vindo da base da sociedade, conseguiu governar e transformar o Brasil. Lula já é maior que Getúlio.

    Diferente de Getúlio, Lula entrou pra história sem precisar sair da vida.

    Texto de Rodrigo Perez Oliveira, professor da UFBA

  13. Fernando Brito, a cracolândia no momento está sem ninguém, cheia de policiais e GCM. Sabe o que está acontecendo?

  14. Governador Rui Costa confirma presença na Sessão Especial proposta por Coronel em solidariedade ao ex-presidente Lula

    assembleia legislativa da bahia é a primeira no brasil a repudiar publicamente a prisão do líder político

    O governador Rui Costa já confirmou presença na Sessão Especial em Solidariedade ao ex-Presidente Lula, convocada para amanhã, dia 13 de abril, às 10h, pelo presidente da Assembleia Legislativa – ALBA, Angelo Coronel. Além do Governador do Estado, também já confirmaram suas participações o vice-governador João Leão, os senadores Otto Alencar, Lídice da Matta e Roberto Muniz, o ex-governador Jaques Wagner, secretários de Estado, deputados federais e estaduais, prefeitos e vereadores, sindicalistas e dirigentes de diversas associações da sociedade civil. Trata-se da primeira manifestação pública de repúdio à prisão de Lula realizada por uma casa legislativa do Brasil desde que o ex-presidente foi encarcerado em Curitiba, no último dia 7 de abril.

    “A solidariedade ao ex-presidente Lula é uma obrigação de qualquer cidadão minimamente preocupado com as garantias constitucionais. Enquanto não se alterar a Constituição, qualquer brasileiro só pode ser condenado depois do trânsito julgado da sentença. E isso vale para todos, inclusive para Lula. A presunção de inocência é uma garantia do estado democrático de direito e só pode ser alterada pelo Legislativo – com muita dificuldade, advirto, porque está associada a uma cláusula pétrea – mas não pela vontade de um juiz ou mesmo um Ministro do Supremo”, justifica Coronel.

    O presidente da ALBA diz que além da questão jurídica, os baianos têm uma permanente dívida de gratidão com o ex-presidente Lula. “Além de ter sido, talvez, o maior presidente do Brasil de todos os tempos, Lula foi o governante do Planalto que mais atenção deu ao Nordeste e à Bahia. Programas como o Minha Casa, Minha Vida, Bolsa Família e grandes obras de infraestrutura, como o Metrô de Salvador, impulsionaram a economia baiana e tudo isso só foi possível porque Lula tem uma relação de muito carinho com a nossa terra. Ninguém esquece, por exemplo, que Lula escolhia a praia de Inema, na Baía de Todos os Santos, para os seus dias de refúgio e lazer”, diz o chefe do Legislativo.

    Angelo Coronel diz que o fato dos baianos gostarem muito, a cada dia mais, do ex-presidente Lula é reforçado pelas ações desastrosas do atual mandatário da nação, Michel Temer. “A política temerista de sucateamento da Petrobras é um desastre para os baianos. Com Temer no Planalto, não tem baiano que não tenha saudades de Lula. A refinaria Landulpho Alves corre sério risco de desmantelar e o iminente fechamento da Fafen, no Polo de Camaçari, impactará no funcionamento de pelo menos mais 15 fábricas. Se a fábrica de fertilizantes realmente fechar, serão 700 empregos a menos para os baianos”, exemplifica Angelo Coronel.

    11.04.2018

    Assembleia Legislativa da Bahia

    Assessoria da Presidência – 71 3115-0966/3115-0953

  15. Escancarado o motivo do apoio do PTB paulista ao desconhecido governador Marcio França

    Em troca desse apoio, o PTB vai ganhar a Secretaria de Justiça do Estado (quem sabe, talvez, a de Segurança Pública), segundo informa noticia publicada em Valor Econômico. O posto deverá ser ocupado por Luiz Flávio Borges D’Urso, ex presidente da seccional paulista da Ordem dos Advogados do Brasil (OAB/SP) e advogado do condenado no petrolão João Vaccari Neto.

    De acordo com a notícia do jornal, o apoio à Marcio França foi discutido por Flávio D’Urso em reunião no PTB, onde o advogado preside o conselho político no estado.

    Marcio França (PSB) “deve render ao PTB um posto na Secretaria de Justiça do governo Alckmin, que seria ocupado por D’Urso”. Daí, também, os motivos da presença de D’Urso e do deputado estadual Campos Machado nesta semana no Palácio dos Bandeirantes, nessa conversa fecharam o apoio do PTB à França.

    Inclusive, nesse apoio a França, está embutido o golpe e enfraquecimento que sofre a Polícia Civil de São Paulo, com a sua retirada da pasta da Segurança Pública e entrega do seu comando à Secretaria da Justiça.

    Segundo fontes ligadas à D’Urso, o advogado só aceitaria a pasta da Justiça se o comando da Polícia Civil viesse à reboque; caso contrario, sua preferencia seria ficar com a visibilidade oferecida pela pasta da Segurança Pública. O único obste nessa empreitada estaria na falta de experiência do advogado D’Urso em gestão pública.

    A manobra agora engendrada pelo PTB, é a reedição outra tentativa do partido em emplacar D’Urso como titular da pasta da Justiça; quando o advogado, então candidato derrotado à vice prefeito, costurou o seu apoio à José Serra em troca dessa indicação, inclusive nos mesmos termos dos agora negociados.

    E agora, França?

    Como se vê pela notícia de Valor Econômico, o toma lá, dá cá, já está a pleno vapor no Palácio dos Bandeirantes,QG da campanha do PSB e Marcio França, se mostra um fiel discípulo do princípio franciscano do “é dando que se recebe.

    É inerente e normal nas regras do jogo, é legal, legítimo e não tem nada demais a participação em um governo de coalizão das forças partidárias que o apoiam e ajudaram. O problema com França é que ele posa de vestal, acusa quem faz isto de aparelhamento da máquina, mas na surdina faz o mesmo.

    O apoio do PTB, agora, nestes termos, simplesmente indica que França é um expert na distribuição de cargos em troca de apoio. É esse loteamento de cargos públicos por apoio político, feito de forma fisiológica sabe-se lá a que preço, e não em torno de princípios e programa de governo, que tem de ser execrado e banido, bem como denunciada esta política de moralismo de pé de barro do governador e do PTB paulista.

    França x Dória

    Bom lembrar que D’Urso, amigo próximo do também candidato do PSDB João Dória, está numa saia justa.

    Parceiro de empreitadas do tucano, especialmente na LIDE, o advogado está balançando entre apoiar o amigo e manter as alianças partidárias costuradas por Campos Machado. O deputado estadual e presidente do PTB, já inclusive liberou D’Urso para tentar costurar a sua indicação à Segurança Pública, com a condição de manter a pasta da Justiça para o PTB. Quanto mais, melhor!

    Fabio D’Urso – Jornalista – MTb 80566/SP

  16. Caro Fernando Brito,
    O processo contra Lula tem que na reforma do triplex foi instalado um elevador privativo. Nas filmagens do divulgadas recentemente se vê que não existe o tal elevador, mas no processo tem até foto de um elevador. Ou seja, plantaram provas. Pergunto: isso não é motivo para uma nulidade sumária do processo e investigação de quem plantou estas provas?

  17. Olá, Fernando Brito. Foi publicado no BOATOS.ORG matéria tentando desmentir o vídeo do MTST. A fonte é o UOL e tem um vídeo onde aparece um apartamento bem mais cuidado, com o tal elevador. Fiquei intrigado. Você conseguiria esclarecer ? Obrigado, abraço.

  18. O mtst entra no triplex e mostra o que sempre foi escondido. Investiguem essas NF, essa reforma simplória, as afirmações contraditórias do Moro com relação às reformas. A falta da verdade, com relação ao que o mtst mostrou em vídeo, é tão gritante que fico boquiaberta com o olhar de paisagem dos senhores. O cavalo vai passar selado por vossas vistas e vai embora.

  19. Agassiz Almeida: A ira do condenado

    A ira. Que sentimento humano é este e de onde vem? Vem pelos saecula saeculorum, na dor dos injustiçados, nos prantos dos infortunados, na vida sem vida dos desencontrados do mundo. Vem da ira que abate tiranos e tiranias. Vem na palavra dos fortes que não se venceram mesmo combatidos por portentosas mídias mercenárias. Vem no carrilhão dos tempos e chega na consciência dos justos que jamais se perderam no oportunismo. Vem de Demóstenes combatendo Filipe II contra a invasão de Atenas. Vem na oratória de Cícero contra Catilina, no Senado Romano: “Quo usque tandem abutere, Catilina, patientia nostra?”. Vem com Rui Barbosa no Senado Federal: “Justiça não é aquela que condena cegamente, mas a que julga e absolve um injustiçado”. Vem no brado inflamado de Castro Alves: “Oh Deus, onde estás que não respondes? Há 2.000 anos te mandei meu grito”. Vem com Luiz Inácio na força libertária deste operário que se fez estadista e batizado sob o sol inclemente do Nordeste teve a estatura dos fortes, e que diante dos seus poderosos algozes no momento de ir para o cárcere, deixou estas palavras às atuais gerações e às que hão de vir: “A história julgará o delegado que me acusou, o procurador leviano e o juiz que mentiu. Podem matar uma rosa, duas, três, mas jamais impedirão a primavera”. E exclamou: “Eu sou um construtor de sonhos. Eu não sou mais um ser humano, sou uma ideia!” E lá, nos chapadões do planalto de Brasília ouvimos o ecoar de melancólicas e medíocres palavras da presidente do STF: “Ide, oh condenado, para as masmorras de Curitiba”.
    Cesse o eco dos tempos e olhemos cinquenta anos à frente e ouviremos então a voz da posteridade: “De onde tu vens, oh magistrada e como te chamas”? Faces pálidas e mãos trêmulas, com um enxame de fantasmas a povoar a sua mente, ela diante do pantheon da História estremeceu de remorso.
    Paremos um pouco. Que desencontrado Brasil é este que se esfarrapa entre o ódio e a insensatez? Examinemos este grave atentado. Na noite do dia 06 de abril, por volta das 22:00 horas, no momento em que a aeronave que transportava o condenado de Caetés estava prestes a aterrissar no heliporto em Curitiba, criminosos raios de laser foram direcionados com o propósito de derrubá-la.
    Que inquérito para apurar esta tentativa de assassinato a Aeronáutica ou o Ministério da Segurança Pública mandaram instaurar? Um silêncio foi a resposta. O juiz da Lava Jato, tão imperioso na condenação do ex-presidente Lula, deve saber que ele está sob a sua custódia e responsabilidade. Defenda-o!
    Observemos este vulto que veio dos sertões nordestinos para São Paulo, num pau de arara ao lado de seus sete irmãos e de sua mãe dona Lindu, e que hoje caminha nas páginas da História: “Eu não sou mais um ser humano, sou uma ideia”. Onde está esta ideia e em quem se materializa? Em milhões de brasileiros arrancados dos rincões da miséria e dos flagelos das secas e que encontraram o caminho da cidadania com salários dignos e as portas abertas para o saber. Esta ideia está em Nelson Mandela, na sua luta contra o apartheid racial. E no Brasil, no nordestino dos sertões de Pernambuco, Luiz Inácio, que lutou contra o apartheid social de milhões de brasileiros. Que fale o amanhã dos tempos sobre estes vultos!
    Que cenário de incerteza sobressalta a nação?
    Despertada pelo clamor da imprensa mundial, a ONU, decerto irá se posicionar. E o que encontrará aqui, revolvendo aquele processo-crime? Um monstrengo cujo objeto do crime é um apartamento em Guarujá, do qual o condenado jamais tomou posse e nem dele é proprietário. E as provas, onde estão? Estão nas delações premiadas de psicopatas destroçados por torturas psicológicas. Estarrecida o que concluirá a ONU? Condenaram por intencionalidade e se basearam em provas por convicção. Que aberração! Escancarada esta pantomima promanada do ridículo e da insensatez, o que responderá o mundo? Com uma enorme gargalhada e ao mesmo tempo com forte indignação.
    Charles Chaplin, na sua genial obra, “O grande ditador”, pincelou com maestria o bufante ditador que montado no seu Olimpo berra: “Eu sou a justiça, depois de mim o dilúvio”.
    Esparramadas nas suas torres de marfim, nos seus jatinhos e luxuosas mansões em Miami, as elites burras e egoístas do Brasil, instrumentalizadas nas vozes dos seus sequazes, praticaram este ato criminoso de profunda gravidade: “Joguem este lixo fora; joguem esta coisa no lixo!” Que loucura! Isto ocorreu quando a aeronave do ex-presidente decolava do aeroporto de Congonhas para Curitiba.
    Da cabeça do juiz da Lava-Jato eclodem estas palavras: “Aqui, nesta prisão ninguém tem privilégios, todos são iguais”. Como assim? O condenado de Caetés vai para o cárcere nos braços do povo e acompanhado por mais de cem mil pessoas; os verdadeiros corruptos são lançados no camburão da polícia. Por que caminhos tão opostos? Perguntem ao destino!
    Cesse este furor carcerário que sobressalta e amesquinha a nação, desencadeado por aqueles que em nome da justiça a violam. Até um doente terminal foi lançado na prisão da Papuda.
    Urge que a nação reencontre o seu desenvolvimento.

    OBS.: Agassiz Almeida, escritor, ativista dos direitos humanos, ex-deputado federal constituinte, promotor de justiça apo, professor da UFPB, e autor dos livros: “500 anos do povo brasileiro” (Ed. Paz e Terra), “A república das elites” (Ed. Bertrand Brasil), “A ditadura dos generais” (Ed. Bertrand Brasil), e “O fenômeno humano” (Ed. Contexto); Em pesquisa o livro: “Por que o Brasil ainda não deu certo”.

  20. Olá pessoal, Tudo bem?

    Aqui quem escreve é o Billy Valdez, sou baixista da banda Hempadura e faço parte do Coletivo Catarse. Somos de Porto Alegre (RS)
    Estou aqui para divulgar o último clipe da banda Hempadura intitulado 5 tiros, a música é um single que estará no nosso 3º álbum intitulado art.331, com lançamento ainda em 2018.
    Á música retrata de forma direta e clara o uso e abuso de poder que é implantado contra o povo instaurando a ordem através do medo, para favorecer interesses de governos, a luta de classe e grande empresas.
    Acreditamos na desmilitarização da policia, pois polícia desmilitarizada, mata menos, morre menos e, a sociedade como um todo, ganha! É o que pensamos.

    Bom sobre a banda.
    Somos uma banda de rock pesado que percorre entre o hardcore e o rap, somos uma banda relativamente nova com 5 anos de estrada, porém cada integrante vem de outras bandas do underground gaúcho.

    Desde o 1º disco abordamos em nossas músicas problemas sociais e políticos, algumas vezes com sarcasmo.

    Temos uma visão de mundo e posicionamento ideológico que compactuam com o site de vocês, por isso o contato para divulgar o nosso trabalho, e acreditamos que o publico que o site atinge pode vir a se identificar e conhecer a banda.

    Link do clipe:
    https://youtu.be/ffcUbRNTy5I

    Desde já agradeço pela atenção.

    Fico no aguardo. Um Abraço!

    contato: [email protected]

  21. boa tarde ..apesar de estar cadastrado via diskus, percebo que meus comentários NUNCA entram ..a não ser depois de passado um enorme espaço de tempo aonde as discussões e pautas já não estão disponíveis

    será que, apesar das oportunas e precisas análises, será que posso continuar a contar como sendo este espaço um ambiente plural e democrático ?

    grato

  22. A boutique Farm RJ lançou coleção com …Tucanos. A camiseta feia, de tela, com a palavra TUCANO e um coração azul, vendida por mais de cem reais, esgotou

  23. Prezados redatores e formadores de opinião, desse importante meio de comunicação nacional.
    Submetemos o texto abaixo, ao vosso conhecimento e apreciação, com vistas ao seu aperfeiçoamento, por vocês e, multiplicação aos demais cidadãos e organizações públicas e privadas, de vosso ciclo de amizade, afins ao assunto, “Conscientização do povo e Cidadania Para o Bem de Todos”.
    Informamos que o presente texto é de cunho particular, não tendo qualquer compromisso com nenhuma tendência ideológica, nem com organizações partidárias. Tem sim, interesse que todas essas organizações que a ele tenham acesso, meditem sobre o que fizeram ou, porque não fizeram nesse sentido, já que também, têm, em sua função social pública, a incumbência de instruir e conscientizar as pessoas, com foco na verdade, para melhor avaliarem os programas de cada partido e propostas dos candidatos e, a partir daí, votarem com convicção, melhor e, saberem na hora certa, como cobrarem responsabilidades.
    Façam pelo Brasil, o que suas consciências mandar.
    Obrigado e sucesso.
    Sebastião Farias
    Um cidadão brasileiro nordestinamazônida

    “Para todas as pessoas de boa vontade interessadas no assunto e às organizações de defesa da cidadania do Brasil, nossa contribuição, para se quebrar a inércia e o comodismo cívico sobre a situação do país:
    Caros cidadãos brasileiros e, solidários aos direitos, igualdade, fraternidade e liberdade de todos os irmãos pátrios. Urge uma iniciativa fraterna de todos nós, pelo resgate do estado de direito; pelo resgate da democracia; pela valorização do cidadão e respeito ao seu voto; pelo resgate da governabilidade pacífica, justa, responsável e comprometida com o bem-estar da nação e do país; pelo repúdio público aos cidadãos, as organizações, as autoridades e aos políticos infiéis aos cidadãos e aos eleitores, que desrespeitam a Constituição Federal, a ética do serviço público e que, estimulam o preconceito, o ódio, a injustiça, a desigualdade e a divisão entre patrícios; pelo resgate de uma justiça que seja imparcial, justa e igual para todos os brasileiros; por um Brasil forte, independente, justo, soberano e que tenha como objetivo, servir e beneficiar aos brasileiros e povos acolhidos, etc.
    Urge também, que as pessoas e entidades de boa vontade interessadas, lancem uma Campanha Nacional de Instrução e Conscientização Popular dos Cidadãos Brasileiros, com petição ao Congresso Nacional, dentre outros temas importantes à , para que àquela Casa de Leis, aprove em caráter de urgência, Emenda Constitucional ou algo similar, Disciplinando e detalhando em caráter obrigatório e transparente que, “todos os parlamentares das áreas Federal/Distrito Federal, Estaduais e Municipais, através de suas Comissões de Fiscalização e Controle-CFCs ou Similares, dos Poderes Legislativos competentes e, no que couber e, aos Tribunais de Contas afins, monitorem, acompanhem e fiscalizem em tempo real, a execução pelos Poderes Executivos competentes, desde o início, até a conclusão final da contratação de obras, aquisições ou prestação de serviços públicos, afins às Políticas Públicas de interesse do povo”.
    Em função desse novo comportamento prático dos parlamentares, em benefício do povo, “que suas instituições legislativas/Fiscalizatórias/Controladoras, apresentem publicamente à população, Relatórios Bimestrais de Acompanhamento e Avaliação da Execução, detalhando cada Objeto das Políticas Públicas em andamento, para conhecimento e acompanhamento dos cidadãos e contribuintes; do status de cada obra em execução ou executada e/ou status de cada tipo de serviço público prestado pelo Poder Executivo competente, no âmbito dessas Políticas Públicas”.
    Essa prática cidadã, deve se dar com foco: i) na conformidade da boa e correta aplicação dos recursos públicos: ii) na agilidade dos cronogramas estabelecidos; iii) na qualidade técnica e padrão dos materiais utilizados; iv) na segurança e adequação das obras públicas contratadas; v) na boa funcionalidade das instalações públicas existentes e; vi) na boa e responsável funcionalidade, buscando-se, a excelência dos serviços públicos prestados à população; etc,.
    Obrigação de todos os Poderes Legislativos, Federal/Distrito Federal, Estaduais e Municipais, “de divulgarem em todos os meios de comunicação existentes e que atinjam todos os municípios brasileiros e, de apregoarem em locais públicos de considerada frequência e trânsito de pessoas, para conhecimento dos cidadãos, de Relações Nominais dos Parlamentares: Presidente, Secretário e Membros das Comissões Permanentes (Temáticas)-CPs e/ou Comissões de Fiscalização e Controle-CFCs ou Similares, existentes na Câmara Federal, no Senado Federal, nas Assembleias Legislativas Estaduais de cada Estado/Distrito Federal e nas Câmaras Municipais de Vereadores de cada Município. Da mesma forma, Relação Nominal dos representantes fiscais de acompanhamento de cada Política Pública ou temática existente, dos Tribunais de Contas competentes”.
    Assim, no âmbito dos serviços públicos, dentre outras, são essas as competências e/ou atribuições fiscalizatórias dos parlamentares e das CPs e/ou CFCs: federal ( Artigos. 44 a 46, associados aos Artigos 49 e seus Incisos IX a XI; 50 e 51 da CF); estaduais ( Artigos 8º; 9º; 29 e seus Incisos XXXVI e XXXVIII; 36; 46 a 49 e 135. exemplo da CE/RO) e municipais (Artigos 47; 48 e seus incisos VII, XVI e XVIII; 49; 50; 73 e 74. Exemplo da Lei Orgânica do Município de P. Velho/RO), por serem elas, auxiliadas pelos TCs, as primeiras instâncias da cadeia pública de Fiscalização e Controle Cidadã.
    Para que se tenha noção clara, o que se passa com a gestão pública, a fiscalização e controle proativo no Brasil, hoje, pode ser comparado com uma família, cujo patriarca, ao necessitar realizar uma obra em sua residência, contrata a empresa prestadora dos serviços que, conhecido o projeto, inicia os trabalhos de qualquer jeito, constrói, termina os acabamentos, cobre, pinta, termina o piso, por fim, conclui e entrega a obra.
    Agora, duas realidades fictícias para sua avaliação e comparação com o setor público:
    i) A empresa, durante o seu trabalho, não foi uma única vez, incomodada pela fiscalização do contratante;
    ii) A empresa, durante o seu trabalho, esteve sobre permanente fiscalização do contratante;
    Pergunta-se: desses cenários, qual o que não é desejável e, que tem mais chance de resultar em problemas para o contratante? Não há dúvidas de que, é o primeiro ítem, certo?
    Pois bem, a gestão de um País, de um Estado ou de um Município, segue o mesmo princípio de uma família. Se a família que tem o Patriarca como gestor e fiscal, as unidades federadas possuem os Poderes Constitucionais e todos os meios legais e físicos, para gerar, planejar, executar, fiscalizar, controlar e produzir boas obras públicas, bons produtos públicos e bons serviços públicos para seus beneficiários, os cidadãos e contribuintes.
    Mas, sem instrução e consciência cívica e cidadã do povo, que é dono do PODER, mantenedor do tesouro e beneficiário das Políticas Públicas, para conhecer seus direitos e responsabilidades e, para no momento certo, exigir, cobrar e responsabilizar os seus gestores e fiscais; sem Fiscalização e Controle responsável e em tempo real das Políticas Públicas pelos Representantes e Fiscais Constitucionais do povo, não existe, como na atualidade, efetividade da conformidade da boa aplicação dos recursos públicos; da economicidade; da qualidade; da boa funcionalidade das instituições prestadoras de serviços públicos; de justiça imparcial e equânime para todos; da segurança e da paz social e, do bem-estar e de felicidade e satisfação dos cidadãos, como deveria acontecer . Pensem nisso.
    Tudo isso, se faz necessário, para que, a população, ou seja, o povo, que é o Patrão de todos, tenha conhecimento de quem é quem e responsável de que, na cadeia pública de fiscalização e controle, interno e externo, do que lhe interessa e, para que saiba a quem se reportar para exigir protagonismo e reclamar.
    O povo deve tomar consciência de que, nas reclamações de seu interesse no âmbito do serviço público, em vez de se dirigir ao executor da obra ou prestação de serviço público ( Poder Executivo), deve dirigir-se ao seu Representante e Fiscal Constitucional, para reclamar e se informar até onde, essa autoridade está harmonizada com a situação do objeto, causa da reclamação do cidadão ou omisso em sua função de fiscalização proativa e corretiva.
    A justificativa para tudo isso, será: o combate aos corruptores e à corrupção na sua origem; a minimização de desvios de conduta e comportamentos aéticos no serviço público, dos homens e agentes públicos, no exercício da função; concorrerá para a minimização do desperdícios de recursos do tesouro público, daí decorrentes; concorrerá, também, para a eliminação de contratos superfaturados, de da mal versação de recursos públicos, de obras/serviços atrasados e/ou inacabados, de objetos sem sem qualidade; concorrerá ainda, para o aumento da boa e correta funcionalidade e da qualidade das obras e da prestação de serviços públicos à população; etc.
    Acho que vocês, cidadãos brasileiros e formadores de opinião, podem muito, melhorarem essas ideias e multiplicá-las, para que todos os cidadãos de nosso país, conheçam e tomem consciência de seus direitos, responsabilidades e de seu Poder Constitucional e, complementado sua iniciativa sobre esses assuntos, se interessando em lê e consultar com maior frequência, as Constituições Federal e a de seu Estado, assim como a Lei Orgânica de seu Município e, para se instruírem e se prepararem para melhor defenderem seus interesse e da Comunidade, bem como reclamarem e cobrarem com maior constância e amparo legal, os Presidentes e Membros das CFCs ou Similares de sua Assembleia Legislativa e/ou Câmara Municipal de Vereadores de seu município
    São essas, nossas singelas contribuições e sugestões para a melhoria de nosso ambiente comunitário e, um país que acreditamos e amamos, que é o nosso BRASIL, Terra da Santa Cruz e Coração do mundo e Pátria do Evangelho de Cristo. Façam sua parte amando ao seu próximo e, confiantes na liberdade, na fraternidade, na igualdade e na justiça imparcial, dons de Deus, que não tardarão a se manifestar na defesa de nossa pátria. Que Deus salve o Brasil.
    https://www.brasil247.com/pt/colunistas/carlosdincao/337148/Sobre-a-ignorância.htm
    Sebastião Farias
    Um cidadão brasileiro nordestinamazônida”

  24. O que achaste, Brito, da ameaça do tal Lupi em coligar até com a direita no segundo turno, ou talvez mesmo no primeiro? O que o Engenheiro faria com ele? O que o chefe faria com o número de governadores que se curvaram e continuam se curvando aos golpistas sem nada fazer? Ele que fez tudo SOZINHO (o Mauro Borges pegou o bonde já andando). Entrei no artigo do Miguel e reclamei. Mostrei aum resumo da Legalidade e indiquei um texto que escrevi e que o Kiko e o Nassif tiveram a gentileza de publicar. Sei que não tens tempo nem de te coçar, mas em dois minutos de pausa para respirar, se puderes dá uma lida. Se não achares (a fila anda rapidamente nos blogs) eu posso te enviar o texto. Um abraço.

  25. Bom dia!
    Gostaria de saber como encontrar as matérias sobre a Petrobras, neste blog.
    Eu acompanho este blog desde o início, e sei que tem centenas de matérias sobre a mesma, será que tem uma maneira de juntar tudo?
    Tomara que sim, fico no aguardo.
    Grato.

    Opa. Foi muito fácil, eu achei no próprio buscador do site. Eu não estava usando certo. Agora sim.
    Grato mais uma vez.

  26. Olá, Fernando Brito!
    Sou usuário de e-mail do Yahoo e tenho constatado, nos últimos dias, que o Yahoo Notícias tem dado destaque a artigos,para não dizer panfletagem política, de Mariana Diniz Lion, que atacam Lula, Maduro, etc. Sou grato pelo seu trabalho.

  27. Mandei uma mensagem há pouco te pedindo pra comentar sobre o evento Expert XP 2018. Minha mensagem foi preterida por algum filtro?

  28. Caro jornalista,

    Em assembleia no último sábado, os professores da rede privada de São Paulo aprovaram por unanimidade paralisar as aulas dos colégios particulares nesta quarta-feira (23). Dezenas de escolas importantes da capital, como Colégio Santa Cruz, Escola da Vila, Colégio Santa Clara, Escola Vera Cruz e Escola Nossa Senhora das Graças devem ser afetadas.

    O motivo do protesto é o rompimento unilateral das negociações em torno de sua Convenção Coletiva de Trabalho pelo Sindicato dos Estabelecimentos de Ensino do Estado de São Paulo (Sieeesp). A disputa pelas cláusulas da convenção está diretamente ligada ao debate em torno das condições necessárias para a construção de uma educação de qualidade e dos impactos da Reforma Trabalhista sobre o ensino.

    Estão planejados, para o dia 23:
    7h30 – Aula pública na Praça Elis Regina

    10h – Aula pública no Largo da Batata
    10h30 – Aula pública no Largo Santa Cecília
    14h – Assembleia no Sinpro para deliberar sobre possível greve por tempo indeterminado 16h – Ato estadual no vão livre do MASP

    Confira mais informações abaixo.

    Contato: fb.com/avozrouca
    ———————–
    EM DEFESA DE CONDIÇÕES DIGNAS PARA O TRABALHO DOCENTE

    A relação entre professores e colégios é regulada por uma Convenção Coletiva que vinha, há mais de vinte anos, sendo aperfeiçoada pela negociação entre ambas as partes. Este ano, porém, o Sieeesp propôs a alteração ou retirada de quase metade das cláusulas da convenção. Representados pelo Sinpro (Sindicato dos Professores de São Paulo), os professores não aceitaram e propuseram a manutenção do acordo de 2016-2017, mas a entidade patronal simplesmente abandonou o diálogo. Atualmente, o dissídio está sendo analisado pela Justiça do Trabalho e toda a Convenção está em risco.

    Como isso afeta o trabalho do professor? A convenção regula uma série de itens que determinam a remuneração, a carga de trabalho e a estabilidade da categoria. Retirados esses direitos, o professorado receberá menos, terá que trabalhar mais e verá aumentar sua rotatividade no emprego. Isso impacta fortemente a vida não só do professor, mas do estudante.

    Como isso afeta os estudantes e as famílias? Sem convenção, é possível, por exemplo:

    – Trocar professores no meio do semestre, prejudicando a continuidade do plano pedagógico. Isso porque a mudança na Convenção modifica a “garantia semestral de salários”, segundo a qual, caso um professor que trabalha há mais de 18 meses na escola seja demitido no meio do semestre, a escola será obrigada a pagar os salários dos meses subsequentes até o encerramento do semestre.

    – Reduzir a remuneração dos professores, obrigando-os a dobrar ou até triplicar o turno – o que o sobrecarrega e o deixa sem tempo para correções e planejamentos. A ampliação do tempo da hora aula para mais de 50 minutos sem ampliação da remuneração é um dos itens em disputa nas negociações favorecem essa redução.

    – Realizar contratos de trabalho intermitente, nos quais o professor não cria vínculos com a escola em que leciona. A nova reforma trabalhista permite que essa forma de contratação seja feita também em escolas. Sem a convenção coletiva, o que vale para os professores é a atual CLT. Ampliar a rotatividade dos professores é prejudicial à construção de um planejamento pedagógico adequado.

    Como tudo isso se insere no cenário atual da educação brasileira? A proposta de mudança nas cláusulas da Convenção Coletiva da rede privada acontece em um momento em que a educação enfrenta diversas mudanças que podem afetar sua qualidade, já tão precária. É fato conhecido que os professores brasileiros estão sobrecarregados, mal remunerados e desmotivados; nessa situação, torna-se impossível realizar um bom trabalho. Nos acostumamos a menosprezar as condições de trabalho como fator decisivo para concretizar uma educação de qualidade, isso é um erro. O professor não deve ser visto como um herói nem um mártir, mas um profissional. Seu trabalho só pode ser bom se contar com remuneração adequada, planos de carreira, investimentos em formação pessoal, tempo de descanso e estabilidade profissional. Não surpreende, pois, que, no contexto atual, haja tantos professores se mobilizando, como os docentes de Minas Gerais, que garantiram seus direitos graças a uma greve de dez dias, e os de Campina Grande, que decidiram entrar em greve na sexta-feira, dia 18.

    Leia a Convenção Coletiva de Trabalho que rege os direitos dos professores da rede particular de São Paulo aqui: http://www.sinprosp.org.br/convencoes_acordos.asp

    page2image3697056.png page2image3696432.png page2image3697680.png page2image3696848.png
    Conheça algumas das cartas produzidas por professores, donos de escolas, pais e alunos sobre o tema até agora: https://cartaspelaeducacao.tumblr.com/archive

  29. Os blogs sujos não entenderam, não são só os caminhoneiros que querem derrubar o governo, é o povo!!! Nem que todo o povo passe fome, 64 por cento da população está combo nome sujo, 30 milhões de desprezados e desempregados, não estao sendo manipulados, todo o povo exaurido de todo o senso de luta e de esperança, decidiu apoiar e apostar e o default dos caminhoneiros, com consequências desastrosas. A grande mídia não esta entendendo que é a greve do povo, não só dos caminhoneiros!

  30. Sou leitor e participante do Blog desde sua fundação por Brizola Neto.
    Sempre fui progressista, petista para ser mais exato.
    Todos meus comentários, postados aqui, são censurados, retirados. simplesmente.
    Porquê?
    Posso pelo menos saber?
    Vou tentar uma última vez e, então, caso a censura continue, deixarei de frequentar este espaço.

  31. bom dia Fernando

    nessa postagem – http://www.tijolaco.com.br/blog/em-londres-sindicalistas-de-todo-o-mundo-pedem-lula-livre/

    esse fake é gente da turma do MBL-Antagonista
    eles infestavam o 247, foram todos expulsos de lá e desde então procuram sites de esquerda onde possam despejar suas sandices anti-PT, e me deparo com eles aqui.

    Abraços

    https://uploads.disquscdn.com/images/2637bd37a23c9d3b2844cab2ee51a1dd0e00bf765e9d25d3f2e729f175846ad2.png

  32. Bom dia Fernando Brito,

    No dia 20 de junho de 2018, saiu publicada a seguinte frase do iluminado, na verdade mais um déspota desesclarecido:

    Barroso, porta-voz de Moro e da Globo, pressiona STF contra Lula Livre
    https://www.brasil247.com/pt/247/poder/359016/Barroso-porta-voz-de-Moro-e-da-Globo-pressiona-STF-contra-Lula-Livre.htm
    20/6/2018

    “Sobre
    a atuação do juiz Sergio Moro, acho que ele é um juiz competente,
    técnico, sério e que serviu muito bem ao país. Já estive em mais de um
    evento com ele e não acho que seja uma pessoa deslumbrada. Pelo
    contrário, acho que é uma pessoa séria e discreta. Todos nós estamos
    sujeitos a erros, não estou dizendo que ele acerte sempre, porque
    ninguém acerta sempre. Mas acho que ele, sobretudo fora do Brasil,
    passou a desempenhar um pouco o papel simbólico do enfrentamento da
    corrupção em um Estado em que ela havia se tornado sistêmica. Acho que
    esse símbolo é relevante”.

    Observe: “Acho que esse símbolo é relevante”.

    Mas
    relembre o que ele declarou no voto dele, em 26 de fevereiro de 2014,
    na Ementa: EMBARGOS INFRINGENTES. EXTINÇÃO DA PUNIBILIDADE PELA
    PRESCRIÇÃO DA PENA MÁXIMA APLICÁVEL EM TESE. PROVIMENTO DOS EMBARGOS.

    Barroso lembrou que a Justiça trabalha com provas, diz PML
    https://www.brasil247.com/pt/247/midiatech/131661/Barroso-lembrou-que-a-Justi%C3%A7a-trabalha-com-provas-diz-PML.htm
    26/2/2014

    “Fontes
    diversas divulgam o sentimento difuso de que qualquer agravamento das
    penas é bem-vindo e de que a imputação de quadrilha, em particular,
    teria caráter exemplar e simbólico. É compreensível a indignação contra a
    histórica impunidade das classes dirigentes no Brasil. Mas o discurso
    jurídico não se confunde com o discurso político. E o dia em que o
    fizer, perderá sua autonomia e autoridade. O STF é um espaço da razão
    pública, e não das paixões inflamadas. Antes de ser exemplar e
    simbólica, a Justiça precisa ser justa, sob pena de não poder ser nem um
    bom exemplo nem um bom símbolo.”

    Observe: “Antes de ser exemplar e simbólica, a Justiça precisa ser justa, sob pena
    de não poder ser nem um bom exemplo nem um bom símbolo.”

    Coerência não é tudo para o exemplar e sinistro-símbolo, digo ministro-símbolo, que, de jurista, se tornou um justiceiro.

  33. Olá, boa tarde.

    Por favor, precisamos jogar luz no trabalho desse rapaz, Mc CESAR, negro, capixaba, campeão do duelo de Mc’s nacional de 2017.

    Atualmente, é considerado o melhor MC de batalha do Brasil.

    Mas, essa apresentação inicial, é referente aos vários trabalhos que vem realizando, e agora chega ao seu ÁPICE.

    A riqueza dessa letra, é a realidade vivida pelo povo brasileiro negro desse País.

    Perfil #60 – Cesar Mc – Quem tem boca vaia Roma (Prod. Giffoni)

    Vejam, escutem, leiam essa letra:

    https://www.youtube.com/watch?v=or43G_BMPc4

  34. Boa noite Brito
    O Tijolaço tá no favoritos faz tempo!!!
    Senti falta, no seu blog e na mídia livre, de uma analise mais profunda, e com mais propriedade, sobre a condenação da Claudia Cruz… Saiu nota no estadinho sobre a confirmação da rigidez do TRF4 em condenar a inocente esposa do Cunha, quase 2 anos depois do golpe, a 2-3 anos de prisao domiciliar (e trabalhos comunitarios), tendo sido contemplada ainda com a liberação de um cascalho de ~ 800 mil reais (em francos suiços).
    Cabe uma análise sobre os critérios do julgamento do nobre, imparcial e apolítico Moro?!?
    Imagine se Dona Claudia tivesse sido condenada quando julgada pelo Bolsomoro?!?
    Será que o governo golpista, entreguista teria sobrevivido?!?

  35. Olá! Sigo tem algum tempo esta página. Há muito tentei sem sucesso uma pesquisa para resgatar um vídeo de 1989 sobre o Programa Palanque Eletrônico da Rede Globo, programa de entrevistas com os presidenciáveis de 1989. A entrevista de Leonel Brizola foi icônica, excelente, mas creio que a Globo a guarde a sete chaves.

    1. Os arquivos de vídeo de entrevistas do Brizola pertencem ao PDT, não a mim. Por isso, não tenho como verificar se existe esta gravação, na qual estive presente, em São Paulo.

  36. Gostaria de deixar sugestão para que possamos compartilhar os conteúdos pelo watsapp assim como no Viomundo, e que seja breve, seria muito útil agora no período pré-eleitoral

  37. Olá, Fernando. A mais escabrosa notícia dos últimos dias frequentou os rodapés. é um tapa na cara do povo brasileiro. Um banqueiro pagar 90 MILHÕES DE REAIS de fiança para ser solto é um acinte. Passou despercebida esta notícia. Tem que investigar profundamente. Quantos seres humanos existem na terra com disponibilidade para arcar com tal loucura?? Creio que não lotam um pequeno teatro. Isto é mais que o orçamento anual da imensa maioria de municípios do Brasil. VERGONHA

  38. Estou inscrita no “Push” (aquele sininho) para me notificarem das suas postagens. Eu recebia os anúncios regularmente, mas já faz uns dois meses que não recebo notificação alguma. Se quero ler algo seu, tenho que procurar na rede, entrar no blog. O “sininho” facilita. Já verifiquei diversas vezes, e sempre consta que estou inscrita, mas não recebo notificação. Qual seria o problema?

  39. Bom dia Fernando,
    Sou assinante do Tijolaço e gosto muito dos seus textos e gostaria de ler sua opinião a respeito dos cenários apontados pelo Luis Nassif. Na opinião dele, com o desempenho péssimo de Geraldo Alckmim, TSE/STF vão dar um novo golpe impugnando não somente Lula, mas a chapa inteira. Chegariam a este ponto?

  40. Olá Fernando Brito, queria sugerir que faça uma matéria em seu blog, questionando porque Sérgio Moro aceita que seu nome seja usado na campanha de Álvaro Dias, ou seja, o tal candidato se utiliza em sua campanha eleitoral televisiva o nome de Moro (herói dos tolos) para se auto promover…

  41. Procurei a matéria sobre o João Amoêdo , uma postagem preconceituosa desse cara .

    Esse foi um comentário que coloquei em um grupo de Whatsapp , estávamos discutindo política.
    Segue :

    ” Bom dia !!!!
    Essa foi uma postagem desse canditado !!!
    Ele afirma que a sua intenção é combater a pobreza , e não a desigualdade .
    Porque ele se acha diferente , felizmente !!!
    Ele representa a elite milionária, que em hipótese nenhuma quer abrir mão de suas riquezas.
    O acúmulo de heranças se da pela exploração do país, que gera a desigualdade !!!
    Ele faz parte desse mercado , se não me engano , banqueiro, o país em crise e os bancos com altos lucros , os recursos do país que são para investimento em nossas vidas , desviados para um pequeno grupo de famílias, usando regras criadas por eles par dar legalidade ao desvio ,que se sentem superiores e defendem que a solução para o país é retirar as migalhas que são os direitos vinculados a nós, a população pobre , leis trabalhistas , aposentadoria, saúde etc.
    Somos todos iguais perante Deus , e essa proposta desse canditado conflitua diretamente com o Conceito !!!
    Um ótimo assunto par pastores e padres debaterem em suas comunidades !!!
    Pessoas de todas as religiões, no mínimo estariam enxergando nesse candidato , um anti Cristo!

  42. Caro Fernando, publiquei esse texto no FB que queria compartilhar com você. Algumas considerações que fiz ao ver a minha certidão de crimes eleitorais. Talvez goste.
    Saudações democráticas
    Marcelo
    Numa postagem minha mais cedo, chamei a atenção que na minha certidão de crimes eleitorais, emitida pelo oficialmente pelo TSE via o app e-Título, diz que “verificou-se NÃO CONSTAR registro de condenação eleitoral, transitada em julgada, para o(a) eleitor(a) abaixo qualificado.”
    Eu confesso que nunca tinha dado importância ou talvez mesmo entendido o que uma condenação “transitada em julgada” viesse ser. Vou supor aqui que a grande maioria da população tão pouco saiba. Talvez atá porque a gente acha que quando condenado em uma primeira instância em qualquer lugar, já era. Vamos pagar a multa, ir para a cadeia ou o que juiz decidir. Se tivessemos pena de morte no Brasil, iríamos ser mortos rapidinhos etc. Na real, é quase isso que acontece com milhares de pessoas: condenadas em primeira (ou segunda) instância, mesmo sem trânsito em julgado, cumpre-se a pena logo, pra que esperar nê. Detalhe, vou apostar um dobrão que a razão entre o tempo que alguem começa a cumprir a pena sem a condenação transitada em julgado é diretamente proporcional a suas condições financeiras ou influência política, ou seja, quanto mais rico e influente mais tempo levará para cumprir ou não irá cumprir a condenação sem transito em julgado. Ou ainda, quem tem dinheiro e está do lado do sistema, tem direito á lei. Quem não é, não tem os direitos garantidos. Ricos tem o previlégio, ou “lei privada” ond elementos da leis são ou não válidos ou usados, em acordo com os seus interesses e dos seus aliados.
    O Crime Eleitoral é diferente de outros crimes, como de corrupção e seus recursos também alguns me dirão. Isso é fato mas não é isso que chamo atençao na certidão. O meu foco é ainda no que quer dizer “transitado em julgado” e que é um elemento válido e reconhecido na lei. Existe para garantir que a presunção da inocência seja dada ao cidadão enquanto esse ainda possa recorrer em todas as instâncias. É portanto a sua garantia de que pode continuar com os seus direitos democraticamente adquiridos, seja de ir e vir, seja de votar e ser votado, entre outros.
    O perigo jaz quando o “trânsito em julgado” para de valer em qualquer instância. Já não vale para milhares de brasileiros que estão presos mesmo lhes cabendo recursos. Mas pode também deixar de valer para milhões de brasileiros em relação ao seu direito de voto, ou de ir e vir. Tem um nome quando tudo isso acontece e só pucos tem direitos ou a sua “lei privada”, chama-se DITADURA.
    Uso o meu direito ao voto, pois o certificado diz que posso votar pois não tenho condenação por crime eleitoral transitado em julgado, para mostrar à milhões de outros eleitores, como é tênue a linha que nos separa de uma estado democrático de direito e uma ditadura.
    Portanto, cuidado com o seu voto, cuide bem dele para continuar tendo o direito de usá-lo hoje, amanhã e sempre.

  43. Professor Lage, brigar com as FFAA é burrice mas brigar com a ala formada e perpetuada pelos militares golpistas de 1964, não.

    O professor Wanderley Guilherme dos Santos encontrou na figura do blogueiro Miguel do Rosário o aluno aplicado que o Chico Anisio (professor Raimundo) encontrara na aluna Zezé Macedo. Ainda bem que a coisa é diferente aqui no Tijolaço
    embora o Brito ache o Villas Bôas “moderno e inteligente”, o comandante supremo de jagunços e lesa pátria que declarou numa entrevista para BBC: «As FFAA continuam as mesmas de 1964, com os mesmos objetivos. E’ chegada a hora de consentir que o período que engloba 1964 é história e assim deve ser percebido.» ???

    Essa é a posição de quem humilha a memória dos civis e militares que lutaram e deram suas vidas pela nossa democracia e soberania.

    História não é a simples catalogação de fatos ocorridos no passado. O passado continua vivendo e produzindo seus efeitos sobre nós. Não houve transição democrática. A lei de anistia garante impunidade aos militares e civis criminosos e ladrões. O Estado Maior não pediu perdão ao Brasil por não ter honrado o juramento de obediência à Constituição e de ter violentado o próprio povo. Os militares patriotas que disseram —Não— aos milicanalhas não foram reabilitados. E’ perfeitamente coerente o Villas Bôas reconhecer como porta-voz das FFAA o terrorista Bolsonaro (colocou bomba na academia militar para obter um soldo melhor).

    Que compromisso esses militares da ditadura guardaram e guardam com o Brasil, professor Lage? Basta ler os vários artigos do Santayana para ficar sabendo o que o governo do PT fez para o Brasil e as FFAA em apenas treze anos. Segundo ele nenhum governo fizera a mesma coisa antes. O que eles estavam fazendo, em peso, no STF no julgamento do habeas corpus do Lula?

    Aconteceu em 07 de setembro de 1970; o professor Lage lembra disso? «Em Belo Horizonte (MG), o Exército desfilou comemorando a formação da primeira turma do curso de ”Guarda Rural Indígena” formada por índios que se deixaram treinar para coibir rebeldes no campo, se preciso, torturando pessoas. A iniciativa não foi adiante entre os índios e a prática de torturar seres vivos seguiu sendo uma demonstração de capacidade do chamado “homem branco”.»

    link: http://jornalggn.com.br/noticia/aconteceu-no-brasil-em-um-7-de-setembro-por-eugenia-augusta-gonzaga

  44. Boa tarde, Fernando! Isso não é cortina de fumaça. Lembre-se que a mulher de Moro está envolvida em irregularidades à frente a APAE. E o Flávio Arns, que está em terceiro na briga para as duas vagas de senador do Paraná, é o candidato das APAES. Tem muita maracutaia por lá e quem financiou a candidatura do Flávio Arns, quando senador eleito em 2002, pelo PT, aproveitando a onda Lula, foi um empresário, ex-secretário de Fazenda do Paraná, Francisco Simeão, dono da Bs Colway, que abriu várias empresas de pneus no Paraná, com o intuito de aprovar uma lei que permitisse o Brasil ser importador de pneus usados. Como a lei não passou, saiu disparando em direção a Lula e ao PT e voltou par ao ninho tucano. Ou seja, essa prisão é o tiro de misericórdia na candidatura do Beto Richa, usado e descartado pela República de Curitiba.
    https://tj-pr.jusbrasil.com.br/jurisprudencia/5234001/habeas-corpus-crime-hc-1693892-pr-habeas-corpus-crime-0169389-2/inteiro-teor-11633109
    Moro, sua mulher, APAEs e Flávio Arns
    https://www.revistaforum.com.br/nassif-o-caso-das-apaes-e-esposa-moro/
    ..
    https://www1.folha.uol.com.br/fsp/brasil/fc0211200102.htm
    ..
    http://g1.globo.com/Noticias/Economia_Negocios/0,,MUL209434-9356,00-BS+DE+PNEUS+REMOLDADOS+AMEACA+FECHAR+E+DEMITIR.html

    http://stf.jus.br/portal/cms/verNoticiaDetalhe.asp?idConteudo=92402

    Olha como agem, tudo cria do Lerner
    http://www.cmc.pr.gov.br/ass_det.php?not=15222#&panel1-1

  45. Proponho um hashtag contra o Barroso (STF) depois de proibir até o nome do Lula com as palavras usadas da Carmen Lucia quando falou sobre a liberdade de espressão…

    #CalaBocaJáMorreu

  46. Por gentileza… tenho tentado em vão… Onde encontro novamente o vídeo do rapaz que faz o depoimento dramático sobre o Lula. Ele comentas as dificuldades pra se chegar a curso superior … Creio que foi gravado no Tuca. Desejo repassar ou postar em vários lugares promovendo os feitos do Lula. Agradeço antecipadamente!!

  47. Prezado Brito,

    Estou com um comentário pendente naquele artigo de ontem sobre o comentário do Noblat e o editorial da Época. Vejo que entraram outros comentários mais recentes de outras pessoas. Houve algum problema?
    Att.

    P.S.: enquanto eu escrevia aqui, você liberou por lá. Problema resolvido. Abçs

  48. Boa tarde. Entendo a necessidade de rentabilizar o blog. Não me incomodo com propagandas popup. Mas propaganda com som é uma desgraça: estou num lugar que pede silêncio e do nada entra um anúncio da cocacola fazendo esporro.

    1. eu vou tentar reconfigurar, mas o script de programação vem pronto. peço desculpas enquanto não consigo, por ser um só e não muito versado em programação

      1. não precisa se desculpar. pede pra alguem com menos de 20 ajudar. é como resolvo essas coisas de celular e internet…

  49. Caro Fernando, apesar de ser alguém com pensamento mais liberal de direita tenho muito respeito por suas opiniões e considerações. A sua matéria sobre os leilões de hoje traz um erro muito comum na valoração do que você chama de ‘reservas’. Se sua intenção foi causar impacto independente da ‘desinformação ‘ tudo bem. Se foi um erro por desconhecimento e quiser ouvir meus argumentos, terei prazer em discutir a questão com você. Forte abraço e parabéns pelo Blog.

      1. Fernando, se você estiver dispoto a gastar um tempinho eu te explico. O equívoco que é comum em quem não é da área é justamente esse. Observe que na apresentação da ANP é “volume não riscado in-situ” ou seja, primeiro não há certeza que o óleo esteja lá. Pode se furar um poço exploratório que custará entre 100 e 200 milhões de dólares e esse poço dar seco isso já aconteceu em algumas áreas do pré-sal. Mas supondo que se ache o petróleo não é possível retirar todo óleo de lá . Na mesma apresentação da ANP você verá que eles falam do ‘fator de recuperação ‘ no caso desses campos um fator de recuperação relativamente alto seria algo em torno de 25%. Ou seja apenas 1/4 do volume in-sito será produzido .O resto vai ficar lá no reservatório. Assim você já viu que tem que dividir aquela sua estimativa de valor por 4. E finalmente não é correto, aliás é muito errado, multiplicar os barris produzidos pelo preço do barril e dizer que é isso que o campo vale . Ao fazer isso você está desprezando o gigantesco investimento para desenvolver um campo desses , todos os custos de produção e principalmente desprezando que na partilha uma parte da produção vai em óleo para a União .veja nos resultados do bid que nos blocos maiores esse percentual foi de 60% para um e 40% para o outro. Ou seja , a cada 100 barris , 60 são do governo. A empresa vende os outros desconta seus custos operacionais apura o lucro, paga 35% de imposto de Renda .ganha dinheiro ? Claro que ganha, mas nem de longe ganha a conta que fizeste. Se quiser discutir estou ao seu dispor.

  50. Num sonho que votava acordei voltando.
    Fitava pela janela entreaberta quatro militares, coturnos brilhosos, trajando verde oliva, colocando ordem toda arruaça. A cena se repetia no meu país inteiro. Enfim, a segurança, calejada pelos tempos ainda inseguros, já dava sinais de normalidade. Orava piamente todos os dias, pois, após anos de pura violência, já sentia suavemente o doce cheiro da tranquilidade, do destemor. A ordem chegou e o progresso era apenas uma questão de tempo! E, tempos atrás, pouco tempo, eu, ciente de todo o processo, pela via do voto, tinha sonhado mesmo voltassem a existir dias assim.
    Amava voltar ao que sonhei votando. Já dizia à época: Ó negrada imunda! Ó miseráveis desajustados! Ó artistas safados! Ó monte de degenerados! Ó gays impetuosos! Ó raparigas sem escrúpulos! Ó corruptos nefastos! Ó bandidos! Ó mulheres impuras! Ó gloria. Ó Deus. Ó família! Amém! Conseguimos e, dois ou três meses depois, nosso projeto vencedor já dava sinais de puro êxito, purificando, aos montes, tudo o que eu mais odiava.
    E não coube no pesado sonho tudo o que eu sonhava. É que eram tantas classes, tantos odiados, tantos que ao meu padrão não se ajustavam, que, nem mesmo se os mortos sonhassem poderiam decantar o que socorreu a cada um. Mas, por sorte ou azar, certo é que neste conto coube apenas a canto sofrível da negrada.
    Sim, como se fosse canto, eu ouvia, embora agora um pouco mais distante, o chicote açoitar a pele alheia todo o ódio que vibrei quando votei. Era uma sinfonia na qual eu entrava em transe, gozava mesmo de tanta felicidade. Ó negada safada! Ó negada safada!Ó negada fedorenta! Ó negada cabeluda! Ó negada imunda! Ó negada nojenta! Ó negada marrenta! O ritmo não era dado pela rima, mas o cacete, os gritos, o choro e a falta de consolo bem faziam o papel da melodia, embora já despertasse um tom melancólico.
    Correu, então, não a negada já acoitada, pois, como se sabe, quem açoitado é mal pode andar quando consegue sobreviver. Ocorreu mesmo é que já não havia negada suficiente, embora ainda restassem milhares de chibatas levantadas e valas no aguardo.
    O comandante, que, de branco mesmo pouca coisa tinha, sem perceber seus próprios traços, passou logo a profetizar por meio de um decreto para conferir ares de justiça. Bem analisado e interpretado, principalmente pelo cabo que segurava o cabo do cacete, logo se chegou a conclusão que negro não é apenas o que negro aparenta ser! Doravante, não apenas os negros de pele, mas também e por consequência todos os que se achem próximos estão infectados pela pele negra da negada. Ainda, apenas não seria considerado negro quem fosse totalmente branco e até os bronzeados entraram no rol dos desafortunados.
    Assim, pelo preconceito nascente nasceu um novo conceito, mais abrangente por excelência, de que apenas não era negada quem estivesse bem longe dos guetos, das favelas, dos costumes e da vida e morte de toda àquela gente preta encardida. Apesar de o sangue revelar a igualdade dos homens, brancos e negros, pardos ou mestiços, o que importava agora era cumprir à risca o novo conceito. A chibata passou a alcançar mais gente. Os que eram apenas suavemente morenos passaram duma tacada só a ser tão fedorentos quanto seus irmãos.
    Acordei desesperado! Olhei e percebi que minha pele não era tão clara quanto imaginava e que tinha vivia próximo aos negros. Caminhei duas quadras e já avistada três ou quatro favelas que nunca deixaram de ser meus vizinhos. Gritei alto: Ó senhor, já sou um nego pelo novo conceito legal. Ó profecia do inferno!
    Desesperadamente, vasculhei algumas fotos e logo deu para perceber que nos meus ancestrais também corria o sangue forte da negada. Olhei ao meu derredor, já com olhos lacrimejando, e percebi que minha filha tinha cabelos encaracolados, típica derivação dos negros importados. Cerrei a janela inteiramente! Corri, mas antes de conseguir fechar a porta o coturno grosso surrupiou casa adentro e anunciou que eu agora também era negro segundo a nova profecia já inteiramente legalizada. A chibata estancou qualquer reação minha enquanto o sangue espiava pela casa. Chorei. Agonizei. Já pensava na minha vala e nas dos que me são próximos. Somente agora percebia como dói a chibatada no lombo. Era tarde. Acordei querendo voltar, mas já havia votado!
    Hallyson Juca, setembro de 2018.

  51. A campanha Haddad, sempre sem rumo, sem estratégia, sempre surfou no que o Lula construiu. Até que o povão entendesse que H não é Lula, não tem sua força, sua coragem, seu carisma. Não conseguimos nem chegar ao topo do Edifício Lula. Cansados, estamos descendo.

  52. Estamos numa luta de muai tai. O adversário está na arena, com grandes ferraduras. Nosso lutador continua de fora, girando em volta da grade e pedindo paz e amor. Os indecisos e os escondidos aderem aos gritos dos adeptos do ferrabras: “Mata, mata”.

  53. Alex Solnik foi incisivo ontem: Haddad tem que ir pro enfrentamento. Estamos procurando culpados, apontamos a Globo, Fux, Moro, Ciro etc. Está na hora da imprensa de esquerda perceber o que se passa. Na reta final, pouco resolvem análises e opiniões, temos que pisar no barro.

  54. Esquerda,(jacobinos), Direita,(Girondinos), não importa aonde se assentem, seja do lado direito, esquerdo, no centro, na frente ou atrás em relação ao poder, seja do executivo, do congresso ou da toga, o q importa é que antes de tudo, o interesse individual se sobreponha ao coletivo. A influencia, seja ela cultural, econômica, social ou mesmo familiar, será sempre dividida em castas, ou em faixas uma sobre a outra, criando uma interdependência dependente da sua posição, ou seja, as pessoas ou grupos de interesses comuns só poderão ascender ou descender de suas posições desde que provoquem uma mudança gradativa dos seus vizinhos seja para melhor ou pior, o que significa que a interação entre todos os agentes da sociedade seja imperativa, isto e, obrigatória. Não importa de qual perspectiva vc veja uma determinada situação, seja ela interna ou externa, conservadora, liberal, revolucionária, ditatorial ou mesmo totalitária. O maior desafio está na tentativa da conciliação e do entendimento, pois como se sabe nada se desenvolve quando impera o individualismo que cria o egoísmo e faz aparecer o litígio nos interesses, até mesmo nos mais banais, aonde todos perdem sem exceção.

  55. Fernando Brito, bom dia!
    Escrevo para lhe pedir autorização de publicação do texto abaixo, onde aproveitei seu título e algumas argumentações e fiz um texto para a militância do PT, PCdoB e agregados, sobre este momento, visando um reforço na moral de nossa tropa. Segue:

    A GUERRA SE GANHA OU PERDE NAS MENTES, ANTES DA BATALHA
    Companheiros,
    Prestem atenção neste título acima e reflitam sobre ele. Estamos numa grande batalha para definir os rumos do nosso país e temos a certeza de que o outro lado é uma grande ameaça civilizatória.
    A eleição é comparável a uma guerra, onde temos de ganhar as mentes do povo mostrando-lhes a razão e mobilizando também as ações de cada um, visando somar forças juntos e vencer as batalhas ganhando a disputa.
    Então o que está em disputa é a nossa mente!.. A nossa força é a nossa disposição de luta e o entusiasmo que transparecemos aos que nos cercam. Uma pessoa esmorecida é reconhecivelmente sem capacidade de convencer.
    Aí está o grande jogo da mídia com suas pesquisas e suas coberturas enviesadas. Estão contra nossa luta ao não mostrar os fatos favoráveis (multidão no sábado “EleNão”) e maximizar os desfavoráveis (denúncias, delações, pesquisas falseadas). Martelam diuturnamente para nos esmorecer e desmobilizar. Querem enfraquecer a nossa mente e impedir nossa vitória.
    É impressionante como algumas pessoas lúcidas e esclarecidas, ainda assim, entram de inocentes no jogo da mídia.
    Sábado, depois de multidões encherem as praças com o “EleNão”, estavam eufóricos.
    Segunda à noite, com a pesquisa Ibope, passaram a deprimidos.

    Então de alguma maneira temos que fortalecer a nossa mente. A grande força da razão é saber que estamos certos e do lado da civilização, temos o melhor programa e queremos o bem. Precisamos de um reforço?… quem crê façam orações, meditem, estufem o peito, oxigenem a alma!
    Mas principalmente, vamos à luta e conversemos com o povo nas ruas, nas casas, nos locais de trabalho. A cada boa conversa, que depende do nosso espírito de luta, ficamos mais fortes e cientes do dever cumprido.

    BOAS BATALHAS A TODOS E ATÉ A VITÓRIA SEMPRE!

  56. Tarcísio Arruda • 18 horas atrás
    Caro Brito,
    Há um ano ou mais colaboro financeiramente com o TIJOLAÇO. Os depósitos, entre os dias 20 e 30 de cada mês, são efetuados em sua conta
    no Banco do Brasil, tendo meu nome completo como depositante: José Tarcísio Furtado Arruda; entretanto, minhas postagens vão sempre para a verificação. Gostaria, por obséquio, que tal fato não mais acontecesse. Um grande abraço e HADDAD PRESIDENTE!
    PS – Aprecio muito os seus artigos.

  57. Bom dia. Acabei de ler o artigo de Fernando Morais sobre Dias Tofoli, que se transformou num lixo golpista, sobre o despacho do covarde que proibiu Lula de dar entrevistas. E Morais só discorreu sobre o obvio para esse golpista, o pária estará em lugar de destaque na lata do lixo da história. Mas sinto que o consciente coletivo ainda não sabe bem o que significa a “lata do lixo da história”, isso precisa ficar bem esclarecido. Ir pra “lata do lixo da história” é sinônimo de uma vida lixo, recheada de atos perversos, traiçoeiros, golpistas, macabros, medonhos, um cara que trve uma personalidade vil e desonesta, ilegal, torpe, assassina, safada, cretina, podre, um indivíduo que atrapalhou, atacou desonesta e covardemente, um sujeito que foi mais nocivo em vida do que mil Susanas Richtoten, ou mil Champinhas, porque os males cometidos pelos que vão pra lata do lixo da história, prejudicaram, judiaral, maltrataram, assassinaram e fizeram sofrer um nunúro muito maior de pessoas. Por isso que já estão na a lata do lixo da história Tofoli, Fux, Gilmar Mendes, Moro, JB o capitão do mato, Carmen vergonha Lúcia, todo o STF golpista, TRF4, lixo de toga, temer, bolsoneca, serra, Aluísio, FHC, Aécio, os generais, todos os golpistas, os jornalistas mentirosos, os mervais da vida bandida, estarão lado a lado com Hitler, Mussolini, Geisel, Roberto Marinho, Pinochet, etc…

  58. Fernando Brito! … quanto do dinheiro dos contribuintes esse seu blog NOJENTO recebe? que lixo! você é um LIXO igual as vermes petralhas. O que me conforta é que todos vcs. estão próximos do fim!

    1. Quanto você acha? Diga e vou ganhar algum de um canalha que acusa por ódio político, num processo judicial.

  59. CHEGOU A HORA DE CHAMAR O CIRO! A DEMOCRACIA ESTÁ NA BERLINDA! Precisamos conversar sério sobre isso! Ou então que se estabeleça um pacto garantindo a candidatura em 2.022 para Ciro! Mas isso para ontem! E o Ciro deve falar na TV do Haddad todo dia, toda hora!!!!! já!!!!!!!! Ou isso, ou a vaca vai pro brejo! URGENTE!!

  60. Fernando Brito. Tá na hora de dá outro puxão de orelha no Paulo Herique Amorim. Os Gomes assovacaram o Conversa Fianda.
    Abraços.

  61. FERNANDO, NÃO ESTOU CONSEGUINDO TWEETAR SEUS POSTES, SEMPRE DA UMA RESPOSTA QUE PARECE COM SE FOSSE UMA MENSAGEM AUTOMATIZADA…

      1. É a terceira vez que o twitter faz isso, é um porre!

        Da primeira vez há uns meses atrás Fernando explicou:

        ” O problema do Twitter, Marialice, não foi criado por nós, mas pelo
        próprio Twitter, que bloqueou as replicações, talvez por alguma
        sabotagem de alguém que “denunciou” como spam. Pedimos o reparo
        anteontem e eles nos prometeram resolver em 48 horas. Estamos
        aguardando.”

    1. Também não consigo. Já perguntei isso anteriormente. Existe alguma regra do Tijolaço que direciona o compartilhamento só para o Face eimpede compartilhe através do twiter

    2. Eu também, aparece a mensagem em inglês: This request looks like it might be automated. To protect our users from spam and other malicious activity, we can’t complete this action right now. Please try again later.

  62. Não consigo compartilhar o Twiter, quando tento aparece o aviso, Este pedido se parece com pedidos automatizados. Para proteger nossos usuários contra spam e outras atividades maliciosas, nós não podemos completar essa ação agora. Por favor, tente novamente mais tarde.

    1. Nem eu, a mesma situação. Tbm o twitter do blog @tijolaco a última postagem que aparece pra mim é 17/10

  63. Atenção o Twitter está impedindo repassar as mensagens Classifica-as como possível spam (fake) e perigoso. Pede para tentar mais tarde. Pelo Face, Google e mensagens está normal.

  64. Não consigo compartilhar no Twiter. Tbm o twitter do blog @tijolaco a última postagem que aparece pra mim é 17/10, já enviei msgs e nada, vários posts importantes sem conseguir compartilhar.

  65. Fernando, Não estou conseguindo twiitar as matérias usando o botão do twitter. Aparece um aviso:
    “Este pedido se parece com pedidos automatizados. Para proteger nossos
    usuários contra spam e outras atividades maliciosas, nós não podemos
    completar essa ação agora. Por favor, tente novamente mais tarde.”

  66. ATENÇÃO o Tweeter está bloqueado o reenvio (compartilhamento) das suas mensagens, assinala como provavel fake Alega proteger os seus assinantes. Já a alguns dias Comuniquei ontem a vocês.

  67. OS BOLSONAROS COMETEM VÁRIOS TIPOS DE CRIMES: SEGURANÇA NACIONAL; AGRESSOES; MORTES; CAIXA 2; AMEAÇA A INSTITUIÇOES DEMOCRÁTICAS; AMEAÇA A MINISTROS; AMEAÇA A FECHAMENTO DE INSTITUIÇOES E VEMOS ESSAS INSITUIÇOES PUBLICANDO NOTINHAS? EXIGIMOS TRANSPARENCIA. SUSPENSÃO DO 2 TURNO, POIS COMPROVADAMENTE ESTA FRAUDADO. PERMITIR A REALIZAÇÃO DO 2 TURNO, É COMPACTUAR COM O CRIME

  68. É irritante não poder compartilhar nada no twitter, e não ter resposta do blog é mais ainda, são vários dias e sem resposta. Pra que então o “Fale Conosco”?

  69. Olá Fernando Brito,
    Parabéns pelo blog e obrigada por seu excelente trabalho. Aprecio muito seus textos e já estou contribuindo para o Tijolaço. Jornalistas como vc, com seu talento, sua história, sua honestidade intelectual e compromisso com a verdade tem feito toda a diferença!!
    Mas mando uma dica. Hoje não estou conseguindo compartilhar seus textos no twitter. A mensagem que aparece é a seguinte:
    “Este pedido se parece com pedidos automatizados. Para proteger nossos usuários contra spam e outras atividades maliciosas, nós não podemos completar essa ação agora. Por favor, tente novamente mais tarde.”
    Espero que possa ser solucionado. Abraços.

  70. CHAMADO À RAZÃO

    Renato A. Souza

    Que qualidades e atributos deve ter um governante de um País? Para toda função, seja pública ou privada, seja para uma tarefa simples ou complexa, exige-se e espera-se que que os indicados ou candidatos preencham certos requisitos indispensáveis para o bom exercício da função.

    Que qualidades e atributos são esperados de um presidente de uma República Federativa como o Brasil? Que qualidades e predicados têm os candidatos Jair Bolsonaro e Fernando Haddad para liderar a nação brasileira?

    O que se sabe sobre esses candidatos é o que é veiculado, dentro e fora do Brasil, nos meios de informação massivos – jornais, revistas, televisão, web/internet e redes sociais. Resumidamente,

    Fernando Haddad – 55 anos, bacharel em Direito, mestre em Economia, doutor em Filosofia, advogado, acadêmico (professor de Ciência Política na Universidade de São Paulo (USP), ministro da Educação de 2005 a 2012, prefeito da cidade de São Paulo de 2013 a 2016. Antes, foi subsecretário de Finanças e Desenvolvimento Econômico da Prefeitura de São Paulo e atuou no Ministério do Planejamento (2003-2004), onde integrou a equipe que instituiu as Parcerias Público-Privadas (PPPs) no Brasil. Durante seu mandato como ministro da Educação foi criado o Programa Institucional de Bolsas de Iniciação à Docência (PIBID) e o Sistema de Seleção Unificada (SiSU), foi implementado o programa Universidade Aberta do Brasil, o Programa Universidade para Todos (ProUni), o Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia e foi feita a reformulação e ampliação do Fundo de Financiamento ao Estudante do Ensino Superior (FIES) e do Exame Nacional do Ensino Médio (Enem). É autor de cinco livros. Defende a valorização (e não privatização) das estatais e a manutenção e ampliação das conquistas sociais, que compreendem o direito universal à educação e ao atendimento às necessidades básicas da população, como alimento e moradia.

    Jair Bolsonaro – 63 anos, militar da reserva, formou-se na Academia Militar das Agulhas Negras e serviu nos grupos de artilharia de campanha e paraquedismo do Exército Brasileiro, atualmente deputado federal desde 1991. Ainda quando na ativa do Exército foi preso por quinze dias por divulgar artigo criticando salários dos oficiais militares.
    Como parlamentar, sua atuação é considerada controversa e medíocre; sua carreira política inclui a passagem por nove diferentes partidos políticos. É conhecido por seu ideário político de extrema-direita e manifestações a favor da ditadura militar e da tortura e contra direitos sociais adquiridos e movimentos de minorias, que incluem mulheres, negros, índios, quilombolas, homossexuais, imigrantes, trabalhadores sem terra e sem teto. Defende abertamente a privatização e venda de empresas e organizações estatais, como Petrobras, Banco do Brasil, Caixa Econômica Federal, BNDES, Embrapa, Nuclebras e outras. Tem declarado que pretende instituir o ensino pago nas universidades públicas, o que significa a elitização do ensino e a exclusão dos mais pobres ao direito à educação.

    Para a cidadã e o cidadão conscientes, a comparação do histórico curricular dos dois candidatos deveria ser suficiente para decidir o seu voto. Ocorre que a população em geral tem sido massivamente exposta a informações que falseiam a realidade (com mentiras e distorções), manipulam dados e imagens, difamam o candidato progressista Haddad e seu partido e incensam o outro candidato, buscando influenciar o voto – que deve ser expressão da vontade consciente de cada um e não induzido “porque ouviu dizer”, em meio a tantas falsidades.

    Lamenta-se que pessoas esclarecidas se deixem influenciar pelas manobras sujas dos grandes meios de informação e de indivíduos radicais, venais, que são pagos por entidades e endinheirados, brasileiros e estrangeiros, que só querem manter e ampliar privilégios e o saque às riquezas do Brasil. Desgraçadamente, além desses abutres e corvos (quanto jornalistas sabujos, vis, infames, sem sentimento pátrio!), os órgãos judiciais brasileiros estão maculados, poluídos por magistrados também serviçais do poder econômico e da mídia, copartícipes dos golpes contra a Democracia, ávidos apenas por mais privilégios, vantagens pecuniárias e poder, e que estão contribuindo para o estado atual de degeneração da Justiça e da Política.

    Em meio a essa situação, e de declarações estúpidas de cerceamento da Justiça, quando deveria esta ser valorizada (verdade que deve ser purgada de pessoas daninhas, acovardadas e interesseiras que hoje envergam a toga), surgem mais recentemente manifestações da caserna, de militares na ativa e na reserva, soldadecos saudosos dos tempos da ditadura que tanto mal fez a esse País e à Democracia. São bravateiros que não se manifestam contra o assalto às riquezas e à soberania do Brasil, mas se acham no direito de manifestar e insurgir contra a vontade popular e as conquistas sociais, incapazes de avaliar o momento histórico e a trajetória desse país nos últimos sessenta-setenta anos.

    Mas ainda há a esperança de que se abram os olhos e as mentes e que se unam forças para fazer avançar as conquistas democráticas e evitar os retrocessos anunciados pelo candidato Bolsonaro.

    Por uma nação progressista, pela Democracia, pela paz social e por um povo feliz!

    Vote consciente!

    #EleNão

  71. Oi, Brito.
    Sou professor e juiz do trabalho.
    E admiro o seu ofício.
    Parabéns pela sua dedicação.
    Vc é um exemplo, independentemente da ideologia, pq a democracia só se edifica com o jornalismo independente.
    Eis um dos meus poemas…
    Inspirado na intolerância q sombreia os nossos dias.
    Fraterno abraço.
    Gustavo Cisneiros

    ?
    Viva o amor, sem frescura ou conceito ????
    Viva o amor, com a sua premissa, q é o respeito ????
    Viva o amor, pois a vida, sem ele, é só dor ????
    Viva o amor, em abraço, beijos e leito ????
    Viva o amor, sem preconceito ????
    Viva o amor e ensine a amar, amando quem de você se aproximar ????
    Ame e não se engane, pq sem paixão não há, para a vida, razão????
    Ame até o infinito, pq para o amor não há limites ????
    ?

  72. Fernando, o Twitter está bloqueando post com links para o teu blog. Já me aconteceu mais de três vezes.
    A mensagem é:
    Este pedido se parece com pedidos automatizados. Para proteger nossos usuários contra spam e outras atividades maliciosas, nós não podemos completar essa ação agora. Por favor, tente novamente mais tarde.

  73. Eu gostaria de não receber mais notificações da página. Perco tempo lendo e de uns tempos pra cá, NUNCA deixam eu tuitar.
    Como faço pra não mais receber notificações?
    Meu nome é Marialice Morgan de Aguiar. Este é o meu nome. E estou estou no facebook com este nome.
    Por favor, resolvam isso pra mim.
    Agradeço se o fizer.

    1. Para desativar as notificações, basta clicar no balão, à direita, abaixo, na sua barra de tarefas e marcar “desativar notificações”. O problema do Twitter, Marialice, não foi criado por nós, mas pelo próprio Twitter, que bloqueou as replicações, talvez por alguma sabotagem de alguém que “denunciou” como spam. Pedimos o reparo anteontem e eles nos prometeram resolver em 48 horas. Estamos aguardando.

  74. Bom dia, Fernando, primeiramente gostaria de parabenizá-lo pelos artigos sempre lúcidos, seu blog é minha referência de notícias.Desde a atualização de seu blog para tijolaço.net, não consigo compartilhar no twitter, para sua análise e avaliação, segue o texto de retorno: “Este pedido se parece com pedidos automatizados. Para proteger nossos usuários contra spam e outras
    atividades maliciosas, nós não podemos completar essa ação agora. Por favor, tente novamente mais tarde”.

  75. O meu companheiro, estava sentindo falta das suas brilhantes análises , espero que tenha um pronto restabelecimento . Abcs

  76. intrigante Fernando: buscando no google Brazil Bolsonaro cai em um vídeo em inglês da turma do Bolsonaro *um tal instituto Borborema) onde o palestrante é apresentado como o acessor para assuntos internacionais do PSL e que tem no curriculo o fato de já ter trabalhoado na embaixada dos USA:
    https://www.youtube.com/watch?v=5IeZztlJwvw
    é difícil, pois tá tudo dominado!

  77. Brito, com a pseudo(falsa porque dirigida pela CIA) vitória de Bolsonaro e os resultados gerais, agora urge uma união mais pragmática dentre os estados do nordeste e do norte, onde Fátima foi eleita. Digo pragmática, porque Bolsonaro e sua corja irão querer minguar os recursos destes estados onde perdeu. Daí a necessidade destes estados formarem uma frente de cooperação econômica, financeira, tecnológica, fiscal, de educação, sob uma coordenação política forte. Somente assim poderão trocar recursos valiosos para o desenvolvimento recíproco. Esta frente é para ontem…

  78. Bom dia, Fernando. Você não tem atualizado o Tijolaço. Está com algum problema? Talvez possamos ajudar. Espero que seja somente férias.
    Abraço

  79. Fernando, estamos sentindo falta dos seus textos. desde segunda nenhum post…. o que está acontecendo?

  80. Ao tentar contribuição avulsa entro com o valor em price per item, não é aceito e recebo a mensagem enter a valid price. Ou seja, não é possível fazer contribuição avulsa.

  81. OPINIÃO
    PT reconhecer os erros, o cacete!
    EDMO SINEDINO

    0 PT reconhecer seus erros, o cacete! Não suporto mais essa ladainha idiota de doutorandos, doutorados, mestrados, cientistas iluminados cheios de frescura e pompa. Erros do PT a puta que os pariu! O Partido dos Trabalhadores leva pau desde que nasceu, apontado várias vezes como depositários de todos os cães do inferno, e mesmo assim, desde a maldição da ditadura vem se sustentado, segurando essa bandeira esburacada, amassada, vilipendiada por não atender aos anseios da elite canalha desse Brasil.

    PT reconhecer seus erros, o cacete! A imprensa podre, inominável, principal responsável pela desgraça que vivemos é poupada e não diz, não mostra, ninguém mostra que esse país viveu democracia de verdade somente sob o comando dos “comunistas” do partido. Entreguistas sebosos responsáveis pela lavagem cerebral, colocando todos os políticos no mesmo saco podre e fazendo surgir esses zumbis dementes eleitores de Bolsonaro.

    PT reconhecer seus erros, o cacete! O melhor governo que esse país já teve, que diminuiu a desigualdade social e mortalidade infantil, deu emprego, renda, moradias, poder de compra, salário melhorado, faculdades construídas, outras tantas recuperadas, IFs; brancos, negros, índios, gays, tendo direitos iguais, sorrisos iguais. Um país feliz com programas elogiados no mundo todo, obras maravilhosas como a transposição e outras mil que a gente nem fica sabendo, e esse mequetrefes borra botas boçais com essa história doente, repetida à exaustão.

    PT reconhecer seus erros, o cacete! Dos 518 anos de Brasil, o PT governou quatorze, mas ninguém fala da rapinagem dos portugueses, dos monarquistas, dos coronéis eleitores dos republicanos, se passa a mão na cabeça dos escravagistas, dos ladrões da política “café com leite”, dos bandidos milicos impunes responsáveis por trazer à tona todos os ladrões que estão em voga, da nova e velha república dos assaltantes tucanos da inominável privataria de todos os escândalos encobertos, entre eles o do Banestado ignorado pelo “paladino” e vêm querer apontar o dedo na direção dos vermelhos!

    PT reconhecer seus erros, o cacete! O partido tem o Lula da Silva que ganharia eleição no primeiro turno, amado pelo povo, preso de forma canalha, injusta, e esse político , que é “O CARA” não ter o direito de escolher, de planejar seu substituto? Tinha que oferecer, arregar, se abaixar, bajular um porra louca que já havia feito sinais para o Deus e o Diabo na terra dos corruptos de direita, inclusive? Nunca no Brasil! Eu também mandaria o Ciro Gomes procurar sua turma.

    PT reconhecer seus erros, o cacete! Reconhecer, agradecer, os acertos do PT e cobrar, isso sim, uma unidade que nunca tivemos dos partidos de esquerda, aí sim, concordaria, vamos reconhecer os erros de todos nós, principalmente os erros de omissão em relação a tudo que não fizemos pelo nosso estado e país, numa junção de partidos e ideias que podem mudar e nos trazer algo de bom.

    Por fim, neste meu texto desabafo, de um lascado que mal sabe juntar frases, que aprendeu o pouco na marra, na leitura e no sentir, um apelo para as mentes brilhantes ajudarem numa “relavagem cerebral” no Brasil (mais a sul que a norte) com a criação de uma imprensa alternativa, decente, democrática que tenha coragem de apontar os erros de todos, mas de todos, de forma democrática, pois tenho a mais absoluta convicção que vem daí, reafirmo – Veja, Globo, Estadão e afins; tevês com seus programas policiais podres, com seus sujos apresentadores candidatados a candidatos, dos bispos de igrejas evangélicas canalhas, dos altares de alguns católicos malditos e etc – a maior desgraça do povo brasileiro.

  82. Fernado, agora que sou um modesto colaborador do seu site, fico mais à vontade para pedir que você use o RSS que é um meio super simpático de colaborar com sites pequenos espalhados pelo Brasil e que também divulga O Tijolaço, sem roubar acesso, ao contrário;
    Teno quase certeza que você já deixou disponível o RSS no Tijolaço pois acho que o usava no meu pequeno blog. Não entendi porque cortar o RSS. Obrigado pela atenção

  83. Fernando Birto, eu tenho “69 anos” e já faço a “Auto-Hemoterapia” 15 anos ininterruptos 1 vez por semana 10ml: Talvez voce já deve ter ouvido falar sobre esse procedimento, mas desde então, peço-lhe que veja esse vídeo e reflita o que Dr. Luiz Moura comenta…https://www.youtube.com/watch?v=N-dmpGfkKN0

  84. Fernando, agora fiquei preocupado. Esperava, hoje, ver uma manchete nova. Li seu aviso que estava no “estaleiro” etc.etc. Normal. Mas como nossa idade (cronológica) é mais ou menos igual – 60 e poucos – imaginei: “este tempo todo” sem fazer o que gosta, não é bom sinal. Estimo suas melhoras. ABS

  85. Lamento desdizer o ilustre e combativo jornalista, mas na qualidade de obscuro produtor radiofônico da querida Educativa de Curitiba, alijado dela pela ação estúpida e gratuita de um gerenteco de ocasião, posso vos asseverar que “Notícia de Jornal” é bem anterior aos anos 70. Na verdade, é do começo dos anos 60 , 1961 para ser mais exato, e fez sucesso na voz de Elizete Cardoso dando início à sua festejada série na gravadora Copacabana “A Meiga Elizete”, acompanhada pelo conjunto de Walter Wanderley. E absolutamente não é de autoria de Chico Buarque, mas sim da excelente dupla Luis Reis (“O Cabeleira”) e Haroldo Barbosa (“O Pangaré”), responsável por várias dezenas de sucessos entre 1960 e 1964 mais ou menos. Se foi aproveitada pela “Roda Viva” do Chico,não sei, porque a ela não assisti, até porque seria barrado na porta pelos Comandos do CCC, do qual provavelmente fazia parte o avô do atual presidente eleito.

  86. Babacas idiotas, desprezam uma informação absolutamente correta de quem viveu aquela época só porque discrepa da opinião do cafetão-chefe – “História de Jornal” não é de Chico Buarque e foi sucesso de Elizete Cardoso em 1961, e não nos “anos 70”.Enfim, enfiem no cu os seus blogues, PHA, Attuch e agora, quem diria, Brito.

  87. Fernando, a música “Notícia de jornal” é belíssima, mas é de Luís Reis, com letra de Haroldo Barbosa, composta por volta de 1962. Foi relançada num disco de Chico com Betânia, em 1975, e não faz parte do Gota d’Água.
    De resto, continue na luta, companheiro.

  88. Oi, Fernando, pode ajudar a divulgar?

    Pessoal, estou enviando esta série de cartazes com o tema LULA LIVRE. Alguns são em alemão, norueguês e sueco. Lembremos que o Presidente Lula vai concorrer ao Prêmio Nobel da Paz. É importante a gente começar divulgar imagens de Lula no meio do povo, abraçando, sendo abraçado, que podem ajudar na promoção e conhecimento da personalidade desse grande líder e ser humano. Quem escolhe o ganhador do prêmio da Paz é o Parlamento Norueguês, na verdade indica cinco nomes para o Comitê Nobel da Suécia e este escolhe um nome dessa lista quíntupla. Uma eventual escolha de Lula significará uma grande vitória para todos nós, para a democracia no mundo, para compensar um pouco todas as humilhações pelas quais o Presidente vem passando. O Presidente Lula merece o nosso esforço. Divulguem. Especialmente para os amigos estrangeiros, para que isso tenha chances de chegar ao mundo. Fazer esse tipo de cartaz de divulgação é relativamente fácil. Fiz um Passo a Passo aqui no GGN. Veja no link https://jornalggn.com.br/blog/zegomes/lute-pela-democracia-aprenda-a-fazer-cartaz-e-editar-video-para-whatsapp Assim cada um pode colocar sua criatividade em ação e contribuir.

    https://uploads.disquscdn.com/images/02f8362eef92026cb6b2d89bf59821493f8ebd77637bb83a9c7e1ce90b1f8657.png https://uploads.disquscdn.com/images/ce799498dacaf85b17d2d573368e308b48c72a3bdb7157979c9b18a7c88df8ac.png https://uploads.disquscdn.com/images/580664695e8e2a690e0c2513a9e7b3030e7128e22d4555fa0876da0ef8355dd2.png https://uploads.disquscdn.com/images/ff9a2527afaedd3f88b878e1282b0d11806bc13a065932ef10fa49b40ffe6607.png https://uploads.disquscdn.com/images/d61a989139685f6d96b6e1c32923f122569c86b2ddd4d805d0fc9d45f6231bd9.png https://uploads.disquscdn.com/images/ca4ab1cca6bcea08333c90ceaa2a690c9a068350e1ccbd04e9ff0d7f4cc20c2a.png https://uploads.disquscdn.com/images/82a7bc540c601abcd5982eb9e4d79dd3f08eccd1eb1757dd7dad81cafda6f6a4.png https://uploads.disquscdn.com/images/23e287b67e27ede14fd3d506480ecaa26ab5f0f311ab4bfe96922556c60bed89.png https://uploads.disquscdn.com/images/32c568b94a86cc6e06e5fedadfce68a36100d838fa480a6ec2c5f316519f6a8d.png https://uploads.disquscdn.com/images/fef4c76dffae77ebc77e9cf992ad47eada867b6268ceb1ffec571fd28eb62f5a.png

  89. Prezado Fernando, Segue abaixo e-mail enviado por a colunista Monica Bergamo relativo a reportagem de hoje na folha com o título: “Tríplex atribuído a Lula pode ter aluguel temático via Airbnb”, Um absurdo onde colocam fotos do salão de festas do play como se fossem fotos internas do apartamento.
    Segue e-mail:
    Prezada jornalista,
    Tendo em vista a sua credibilidade no meio jornalístico, gostaria de informar que as fotos internas do apartamento disponibilizadas em sua reportagem (assunto em referência), na verdade do salão de festa do play do edifício.
    Tenho certeza que a senhora desconhece o assunto bem como o responsável pela inclusão das fotos indevidas na reportagem. Afim de evitar maiores dissabores futuros até mesmo junto a defesa do Lula, que pode até processá-la por difamação, creio que vale um pedido de desculpas com as fotos reais do interior do apartamento, bem como, para preservar sua imagem.
    Atenciosamente,
    Renato Castro

  90. Brito, Saiu no site da Bloomberg hoje: O Secretário Geral da Liga Árabe, que reune 22 paises mandou uma carta para o Bolsonaro advertindo-o sobre os problemas que o Brasil poderá ter se mudar a embaixada para Jerusalém. Acho que vale a pena reproduzir. Por aqui ainda não vi essa notícia em nenhum site ou jornal.

  91. Colegas:

    Bom dia.

    Vocês tem Canal no Telegram?

    Acompanho vários sítios e blogs de midia livre pelo Telegram:
    @jornalistaslivres
    @conversaafiada
    @viomundo
    @brasildefato
    @brasil247
    @redetvt
    @CUT_BRASIL
    @ptoficial
    @diariocausaoperaria

    Gostaria de acompanhar vocês também!

    Um abraço.

  92. Fernando, como pequeno contribuinte financeiro, volto a insistir na proposta de você reativar o serviço de RSS do tijolaço,
    É algo que ajuda os pequenis blogues pelo país e não tira fluxo de visita à página, Considerei a retirada do serviço incompreensível e antipática, Se você puder, dessa vez, explicar sua posição, agradeço

    1. Claudio, bom dia.

      Não foi de propósito. vou checar aqui e tentar reativar o RSS o mais rápido possível.

      abs

  93. Prezado Britto:
    Peço que disponibilizes o pagamento da colaboração com teu blog diretamente com um débito no cartão de crédito, sem a intermediação do PayPal.
    Será possível?

  94. Bom dia. Sou contribuinte do blog e tive um problema com meu cartão e estou querendo colocar o número do novo cartão mas não sei aonde. Vocês poderiam me ajudar? Obrigada.

  95. É preciso rebater a acusação do Kim Cataguiri que acusa o governador do Ceará de criar condição para desestabilizar o governo Bolsonaro com uso da força nacional.

  96. Bom dia Fernando, espero que esteja tudo bem contigo, que seu problema de saúde esteja sendo tratado de maneira adequada e que você tenha pronta recuperação. Bom final de semana e grande e fraterno abraço.

  97. bom dia Fernando
    sei que está se recuperando, e por isso mesmo gente do MBL está se aproveitando pra postar por aqui

    aqui – https://tijolaco.net/toffoli-atropela-a-lei-e-avaliza-o-liberou-geral-de-bolsonaro-as-armas/
    esse perfil é gente do MBL – me persegue desde sempre, coloca foto de Genoino só pra conseguir ser aprovado
    ?

    Márcio Guerreiro RitaCandeu – #AnulaGolpeJá • 12 horas atrás
    É como dizia Brecht: “Der Tintenfisch steckt fest, Arschloch!”

    e esse outro na mesma matéria

    A amante [antes da PETROBRAS] • 10 horas atrás
    “Xingue-os do que você é, acuse-os do que você faz”.
    —————————–
    DOSSIÊ ANTI-PT

    1. MALDITOS FASCISTAS NEOLIBERAIS!!!! mas ainda não entendi como ficou a história do rosário do papa… é uma mentira? uma pantomima? uma patuscada? um devaneio? ou um sonho de uma noite de verão?

  98. hahaha, o meu comentário reclamando dos comentários pendentes de aprovação foi pra lista de pendentes de aprovação. Gostei, sério. Vai reclamar entra na fila, hohohoho, demais.

  99. Fernando, fui postar um comentário sobre o seu texto sobre o Toffoli e não consegui escrever pq o anúncio entrava no campo a ser digitado.

  100. Sinto muito mas o sistema de segurança de meu pc traz a indicação de que o blog TIJOLAÇO não é seguro. Espero a reversão desta anomalia para que possa colaborar com o blog sem riscos.

  101. Fernando, não é estranho uma equipe de psicólogos do Albert Eistein se deslocar pra Brumadinho? Que história é essa de que eles tem “expertise”em tragédias? Quais? Eles estiveram em Mariana, no Rio ou em qualquer outro lugar que tenha ocorrido uma tragédia? Não estariam querendo desvincular o nome da instituição de bandidos como Bolsonaro e Queiroz?

  102. Querido parceiro, Fernando Brito! Primeiro quero te dizer que estou muito contente com seu retorno ao trabalho. Torço para que você tenha conseguido o diagnóstico conclusivo do seu estado de saúde. Escrevo para te informar que não estou recebendo os avisos de publicação dos artigos. Já busquei um link para que eu possa ser comunicado das publicações e não consigo encontrá-lo. Por gentileza, me oriente.
    Abraço!!

  103. Bom dia. Tentei depositar 50,00 pelo PayPal. Impossível. Fiz depósito na conta do Banco do Brasil, mas o número correto não é como está no site. O dígito final no número da agência não deve ser usado, assim como o “X” no número da conta. Até descobrir isso, deu trabalho contribuir com o blog. De todo modo, boa sorte e bom trabalho!

  104. Fernando, Compartilhei seus maravilhosos artigos sobre os jovens “bons pra bala” e sobre o dinheiro que matou os meninos “bons de bola”! Sao artigos pra gente ler em voz alta mostrando nossa indignação com esse capitalismo cada vez mais selvagem! Também gostei muito do artigo sobre o filhinho de papai Rodrigo Maia dizendo que a gente pode trabalhar ate os 80 anos! Obrigada, Fernando! Abraço grande, sandra

  105. Fernando, boa noite.
    Viver não vai faltar nenhuma palavrinha, nada mesmo, sobre Ricardo Boechat?

    1. Não era pessoa das minhas relações. O respeito à dor alheia recomenda o silêncio a quem não as tem.

  106. Parvos ! Esquecem-se que Lula só está preso porque tem – apesar de tudo – respeito às instituições brasileiras e, também por seu espírito pacífico e não belicoso. Quise-se fugir, há muito teria refugiado numa Embaixada qualquer; há muito teria saído do país livremente; e teria resistido fisicamente quando cercado por milhares de correligionários em São Bernardo quando do momento de se entregar

  107. Fernadinho, meu querido – depois de tanto tempo comentando seus posts sinto-me íntimo.
    Você liberou meu comentários, pelo que sou-lhe profundamente grato. Por outro lado, levou dias para fazê-lo, pelo que deixou-me triste e decepcionado. Afinal, gastei a pouca massa cefálica que tenho e os parcos nerônios que me restam para dar meus pitacos sobre os temos palpitantes que você tão bem aborda. Magoei, tá sabendo?

  108. Viu a coluna do Ascânio Seleme no Globo (O traficante e o presidente)? É uma cópia de uma sua de dias atrás. Plágio descarado!

  109. Olá, grande Fernando Brito! Desculpe-me por insistir, mas já te comuniquei que não estou recebendo os avisos das postagens dos seus artigos. Imagino que outras pessoas que acompanham o seu trabalho também. Antes eu acompanhava quase em tempo real seus textos, agora tenho que acessar para ver se foi postou um novo artigo. Nos demais sites de esquerda que eu acesso sempre aparece a pergunta se eu quero ser avisado das postagens. Antes o Tijolaço também o fazia. Insisto porque sei que você é remunerado pelos acessos, além disso, quem te acompanha não conseguindo ler seus preciosos artigos. Veja o que pode ser feito, por favor! Obrigado!

          1. https://uploads.disquscdn.com/images/950fe53fdfcd8a579544786c0c3df456c080835d144582bb6eb52a4cf6944b7d.png

            Não é algo com sintaxe dos arquivos. Isso acontece tanto com o chrome como safari ou firefox, no mac, linux e windows. Mas só no desktop. Usando a mesma conexão, no celular o acesso é normal. Cheguei a pensar em algum desvio no DNS com alguém tentando sacanear seu tráfego (o que não seria surpresa, dada a proposta do site), mas imagino que isso afetaria também a versão mobile.
            Está assim a mais de mês.
            Se eu puder ajudar me dá um toque. Tentei procurar um telefone para contato no site mas não achei.
            No período da noite as vezes consigo acessar do PC. Isso pode te dar alguma pista.
            Obrigado pelo site.
            Abs

          2. a resposta foi no outro. você está fazendo para o domínio .COM, que já mudou, há meses, para .NET, embora tenha ficado funcionando quase 5 meses para propiciar a migração

          3. Não sei se te ajuda em algo, mas vamos lá…

            MacBook-Air-de-Diego:~ diegogenta$ sudo traceroute http://www.tijolaco.com
            traceroute to hdredirect-lb5-1afb6e2973825a56.elb.us-east-1.amazonaws.com (23.20.239.12), 64 hops max
            1 192.168.10.1 1,965ms 1,097ms 0,978ms
            2 192.168.1.1 1,128ms 1,275ms 1,225ms
            3 10.55.232.1 10,454ms 9,243ms 11,410ms
            4 201.6.35.193 9,599ms 10,354ms 10,795ms
            5 201.6.40.45 11,835ms 10,042ms 10,819ms
            6 201.6.40.1 10,636ms 10,684ms 10,648ms
            7 201.6.42.210 10,955ms 15,758ms 17,743ms
            8 201.6.42.209 13,652ms 11,293ms 12,551ms
            9 * * *
            10 * * *
            11 * * *
            12 * * *
            13 * * *
            14 * * *
            15 * * *
            16 * * *
            17 * * *
            ^C

          4. cara, agora que eu vi. você está fazendo o trace com o Tijolaco.COM e o endereço mudou, meses atrás, para tijolaço.NET

          5. Tive que responder com respostas “soltas” na página do disqus pois não conseguia abrir no pc. Veja pelo meu nome. Abs!

  110. Eu também estou recebendo aviso de que minha mensagem é de robô. Um abuso. Censura fascista. Alguém precisa restabelecer as normas de uso do tweeter, ou sobrevirá a barbárie.

  111. Fernando , o Nome da Desembargadora que SUSPENDEU A DEMOLIÇÃO DOS IMÓVEIS DOS MILICIANOS , SABE QUEM ? DESEMBARGADORA MARÍLIA NEVES. ISSO MESMO , A MESMA QUE COMEMOROU A MORTE DA MARIELE PELOS MILICIANOS. COINCIDÊNCIA?!!!

  112. Brito, bom dia,
    Sei que não não muito o que se dizer sobre isso, mas gostaria que comentasse algo sobre a licitação das lagostas e dos camarões de 1,1 milhões do STF!
    Obrigado

  113. Duplo Expresso, onde a mentira, a enganação, a falsificação, chega primeiro

    Policarpo • 8 dias atrás

    Platón, en su famosa lucha con los antiguos sofistas, descubrió que su «arte universal de hechizar a la mente con argumentos» (Fedro, 261) nada tiene que ver con la verdad, sino que apunta a opiniones que por su propia naturaleza son mudables, y que son válidas sólo «en el momento del acuerdo y en tanto que el acuerdo dura». acuerdo y en tanto que el acuerdo dura» (Tetetes, 172). También descubrió la muy insegura posición de la verdad en el mundo, puesto que «la persuasión surge de las opiniones y no de la verdad» (Fedro, 260). La diferencia mayor entre los antiguos y los modernos sofistas está en que los antiguos se mostraban satisfechos con una pasajera victoria del argumento a expensas de la verdad, mientras que los modernos desean una victoria más duradera a expensas de la realidad. En otras palabras, aquéllos destruían la dignidad del pensamiento humano, mientras que éstos destruyen la dignidad de la acción humana. Los antiguos manipuladores de la lógica eran motivo de
    preocupación para el filósofo, mientras que los modernos manipuladores de los hechos surgen en el camino del historiador. Porque la misma Historia es destruida y su comprensibilidad —que se basa en el hecho de que es realizada por hombres y, por lo tanto, puede ser comprendida por los hombres— se encuentra en peligro siempre que los hechos ya no sean considerados como parte del mundo pasado y del actual y sean mal empleados para demostrar esta o aquella opinión.

    A verdade factual:

    “Por isso [pela OBSESSÃO EM DESMASCARAR Moro, Dallagnol sua turma, AQUELES QUE ME CONDENARAM] EU VIM PARA CÁ COM MUITA TRANQUILIDADE. HAVIA UMA BRIGA NO SINDICATO NAQUELE DIA entre os que queriam que eu viesse e os que queriam que eu não viesse [PARA A PRISÃO].

    EU TOMEI A DECISÃO. EU FALEI, “OLHA, EU VOU”. EU VOU LÁ. EU NÃO VOU ESPERAR QUE ELES VENHAM ATÉ MIM. EU VOU ATÉ ELES PORQUE EU QUERO FICAR PRESO PERTO DO MORO. O Moro saiu aqui [de Curitiba]. MAS EU QUERO FICAR PRESO. PORQUE EU TENHO QUE PROVAR A MINHA INOCÊNCIA.”

    “TOMARIA OUTRA VEZ” (resposta quando perguntado se acha que tomou a decisão correta)

    “NÃO TEM PROBLEMA. EU TENHO CERTEZA QUE DURMO TODO DIA COM A MINHA CONSCIÊNCIA TRANQUILA” (resposta quando questionado da possibilidade de ficar preso para sempre)

    ENTÃO ELES SABEM QUE AQUI TEM UM PERNAMBUCANO TEIMOSO. E É O QUE EU DIGO SEMPRE.QUEM NASCEU EM PERNAMBUCO E NÃO MORREU DE FOME ATÉ OS 5 ANOS DE IDADE, NÃO SE CURVA MAIS A NADA

    EU QUERO SAIR COM A CABEÇA ERGUIDA COMO EU ENTREI. INOCENTE
    ENTÃO EU ESTOU AQUI, MEU CARO, PARA PROCURAR JUSTIÇA, PARA PROVAR (MINHA) INOCÊNCIA

    EU NÃO TROCAREI A MINHA DIGNIDADE PELA MINHA LIBERDADE

    A verdade, a verdade factual como diria a filósofa, frágil mas ao mesmo tempo indestrutível, senhora soberana da História.

    Até aqui a verdade factual.

    Pronto agora os meninos e meninas do DE podem voltar a brincar com suas consolas, a ver o netfreaks, cuidar do “facelook” e do “instagrana”

    Romulus • 8 dias atrás

    Vc é muito patético mesmo. Os leitores daqui, felizmente, estão em outro nível. Como você não é burro, é claramente mal intencionado. Só não bloqueio, ainda, porque as pessoas peidam para os seus comentários pernósticos. E não deixa de ser divertido vê-lo defendendo a sua boquinha.
    Mostra a cara, “E”…

    Policarpo • 8 dias atrás
    Você tem a convicção do Dallagnol e as provas de Moro sobre tudo e sobre todos. De fato, a única coisa que essa sua “fita métrica” de “medir” os outros revela é sua própria estatura, liliputiana em todo sentido. Na falta da verdade factual preenche o vazio com a imaginação e com a fantasia. Não tem jeito, da mesma forma que os golpistas, agora vocês são escravos das mentiras, das estórias, das intrigas e da farsa que alimentaram, não podem retificar, não tem alternativa a não ser manter o show. Então que siga o espetáculo: “respei-tável público…..”.

    Policarpo • 6 dias atrás
    Faço questão que você revele quem se “esconde” atrás do pseudônimo Policarpo. Quero ver você provar que “defendo” uma “boquinha” (a régua do teu próprio caráter). Sinta-se à vontade. Mas não faça como Dallagnol e Moro, tem que ter mais que convicções e “cobertura”. Tem que ter provas. Você disse que eu não sou burro, mas sou mal intencionado. Eu digo que você além de mal intencionado é burro, com o perdão do valoroso quadrúpede mamífero. Veremos quem desmascara quem, quem fala a verdade e quem vive da e na mentira. Se acaso você não encontrar a tal “boquinha” que tenha a coragem e o valor de vir a público e retificar, dizer que ou mentiu ou se equivocou, seja pela razão que for, seu moleque.

    Policarpo 3 dias atrás
    Continuo esperando:

    Faço questão que você revele quem se “esconde” atrás do pseudônimo Policarpo. Quero ver você provar que “defendo” uma “boquinha” (a régua do teu próprio caráter). Sinta-se à vontade. Mas não faça como Dallagnol e Moro, tem que ter mais que convicções e “cobertura”. Tem que ter provas. Você disse que eu não sou burro, mas sou mal intencionado. Eu digo que você além de mal intencionado é burro, com o perdão do valoroso (e injustiçado) quadrúpede mamífero. Veremos quem desmascara quem, quem fala a verdade e quem vive da e na mentira. Se acaso você não encontrar a tal “boquinha” que tenha a coragem e o valor de vir a público e retificar, dizer que ou mentiu ou se equivocou, seja pela razão que for, seu moleque.

    Policarpo • 6 horas atrás
    O valentão digital que gosta de fazer ameaças não teve nem a coragem de publicar a imagem que revela tua verdadeira idade mental né.

    Continuo esperando:

    Faço questão que você revele quem se “esconde” atrás do pseudônimo Policarpo. Quero ver você provar que “defendo” uma “boquinha” (a régua do teu próprio caráter). Sinta-se à vontade. Mas não faça como Dallagnol e Moro, tem que ter mais que convicções e “cobertura”. Tem que ter provas. Você disse que eu não sou burro, mas sou mal intencionado. Eu digo que você além de mal intencionado é burro, com o perdão do valoroso (e injustiçado) quadrúpede mamífero. Veremos quem desmascara quem, quem fala a verdade e quem vive da e na mentira. Se acaso você não encontrar a tal “boquinha” que tenha a coragem e o valor de vir a público e retificar, dizer que ou mentiu ou se equivocou, seja pela razão que for, seu moleque.

    Por último a uma mensagem enviada que os MOLEQUES do Duplo Expresso não tiveram a coragem publicar

    Discussões no Duplo Expresso 19 comments
    “Semi-aberto” (#SQN): um novo golpe em Lula?
    Policarpo
    Policarpo a day ago
    Pendente

    https://http2.mlstatic.com/brinquedo-britadeira-a-pilha-importado-dos-eua-D_NQ_NP_812055-MLB28769446893_112018-F.jpg
    https://static.wmobjects.com.br/imgres/arquivos/ids/5144182-344-344/.jpg

    Divirtam-se à vontade chiquillos hechiceritos…

    E pensar que ninguém seguiria os conselhos do concelho de (ABC)DE, taí o Leo(do)p(ó)ldo Lopez que não nos deixa mentir (aliás belo e merecido castigo para os espertos e “expertos” de Espanha e ElPais). O próximo será Gua(y da)dó? Agora só as meta análises do DE para “cerrar las grietas” do chavismo. É que ainda não costuraram as da “esquerda de verdade” (sic) “nacionalista” (sic) “varguista” (sic) “pedetista” (sic) ou qualquer sopa ismo-ista que quiserem.

    Moleques….

  114. Fernando, boa noite.
    Tenho uma teoria sobre o Bozo.
    Depois de demonstrar uma sede de vingança extremada, no episódio da demissão do agente do Ibama que o multou 8 anos depois, acredito que por ter sido demitido do exército (apelido “bunda suja”), agora como presidente, se vinga dos militares, colocando-os em postos chaves no governo para poder humilha-los, como vem ocorrendo.
    Vai desmoralizar o exército, que foi atraído para uma arapuca.
    Aí entra o guru.
    Não a toa, auto exilado nos EUA, encontrou no Bozo o agente perfeito para efetuar a entrega sem trégua do país aos americanos e israelenses.
    Erra feio quem subestima o quinteto – Jair, Olavo, Flávio, Carlos e Eduardo.
    Meu receio é a proximidade deles com a CIA e a Mossad e o que podem fazer com Lula; não esquecer o que fizeram com Yasser Arafat, morto envenenado por Israel.
    Grande abraço.
    Claudio Kirsten

  115. Por que ser contra a reforma da
    previdência
    1)
    Primeiramente
    o Governo brasileiro está tão somente
    preocupado em aumentar sua arrecadação e
    beneficiar os ricos, ignorando e desprezando
    os trabalhadores de baixa renda, os pequenos empreendedores e produtores, não
    importando o mínimo pelas conseqüências e
    resultados que estes cortes e reduções dos direitos trabalhistas e
    previdenciários, acarretarão a estes trabalhadores .

    2)
    Em
    relação ao direito à aposentadoria em particular, pela lógica você que já
    trabalhou até hoje possui direito adquirido, pois trabalhou e contribuiu para seu
    gozo e benefício, mudar este regime no meio deste percurso é injusto, imoral e
    ilegal, portanto, inconstitucional.

    3)
    Quanto
    à manutenção deste regime vigente, o governo tem sim condições de mantê-lo com
    a atual arrecadação, pois além de contar com a contribuição dos empregados e das
    empresas, deve-se também considerar, que, metade dos salários pagos pela
    previdência aos segurados e aposentados, voltam para os cofres públicos em
    forma de impostos. E mesmo que a arrecadação não fosse o suficiente, o mesmo deveria
    complementá-la, em vista de sua importância social. Contudo a solução mais
    viável e óbvia no momento para redução de gastos e geração de arrecadação, será
    o corte dos privilégios de algumas classes como políticos, judiciário,
    militares e reduzir o teto máximo de salário do INSS, taxando também os
    possuidores de grandes riquezas; Ao invés de penalizar a classe pobre operária
    e os pequenos empresários.

    4)
    A
    aposentadoria é sua garantia de subsistência, pois a medida que sua idade
    avança, a chance de você manter-se no mercado de trabalho é muito escassa e
    remota, por causa do preconceito à idade e desvalorização salarial da mão de
    obra qualificada, restando apenas trabalhos que por sua natureza têm grande
    rotatividade e rejeição entre os jovens, como embaladores de supermercado,
    trocadores de ônibus, frentista de posto de gasolina, varredores de rua, vigias
    e etc.. Cargos estes, que estão com os
    dias contados para serem totalmente extintos, por causa do aparelhamento
    tecnológico.

    5)
    A
    conseqüência da redução e extinção da aposentadoria como o governo deseja,
    somada a ausência de empregos, será sinônimo de fome e miséria à população, o
    que fere o artigo 3º da constituição brasileira e aos direitos humanos.

    6)
    Existem
    várias cidades em que a economia é sustentada por apenas dois pilares, a renda
    dos funcionários públicos e a renda dos aposentados (que optaram por voltar
    para sua terra natal ou para busca de uma melhor qualidade de vida). Excluir um
    destes pilares acarretará ao caos comercial e quebra destes municípios, gerando
    mais e mais pobreza.

    7)
    Em
    tempos normais ou em uma crise profunda como esta, a renda das aposentadorias
    ajuda a sustentar o já enfraquecido ciclo econômico; salvando famílias inteiras,
    da fome e da miséria, É ela que mantém o equilíbrio da sustentabilidade, dos
    comerciantes e empresários, que por conseqüência conseguem manter os poucos
    empregos existentes.

    8)
    Não
    é retirando os direitos trabalhistas e previdenciários que o governo obterá
    êxito no ciclo econômico do país, ao contrário estará diminuindo o fluxo de
    compra e de venda, o que acarretará ainda mais à pobreza, desemprego,
    fechamento de fábricas e comércios. A não ser que seja este o real objetivo
    deste governo: acabar com a indústria nacional, dizimar os sindicatos que
    representam estas empresas e a classe operária. Para assim virarmos colônia
    consumista de produtos estrangeiros, em troca apenas da exportação de produtos
    agrícolas e pecuarista e matérias primas extraídas pelas multi-nacionais ( com
    empregados estrangeiros).

    9)
    Por
    isto você produtor, comerciante, pequeno e médio empresário que é contra os
    direitos trabalhistas, aposentadoria e programas sociais, lembre-se que estes
    benefícios lhes retornam no giro de suas mercadorias e serviços, fazendo parte
    do ciclo econômico, lhes gerando renda e lucro. Lembre-se também, que, com o
    seu negócio falido, você também poderá fazer parte dos desalentados sem emprego
    e sem aposentadoria.

    10)
    E
    você amigo trabalhador, não iluda ou acredite no que o Governo, a imprensa e
    seu patrão propõem ao justificarem a retirada de seus direitos, eles querem lhe
    enganar descaradamente. Não aceitem serem usurpados mais do que já foram!
    Basta! Lute contra, unam-se!

    José Roberto
    Augusto
    Divinópolis-MG

  116. Tenho tido o mesmo problema relatado por seus leitores abaixo. Um detalhe que talvez explique é que sempre que compartilhamos seus textos o título da matéria fica deformado, pois acaba sendo complementado com a mesma frase de sempre: “A política, sem polêmica, é a arma das elites”. E mesmo que não fosse por este motivo essa frase acaba por deturpar todos os títulos das matérias. Sugiro que a transforme em imagem para que não apareça complementando o título original.

  117. Também não consigo twitar aparece uma mensagem automática que seria para proteger os demais usuários de spam e outras atividades maliciosas em inglês: This request looks like it might be automated. To protect our users from spam and other malicious activity, we can’t complete this action right now. Please try again later.

  118. Desculpa a encheção de saco

    mas só pra contribuir com o debate sobre o ‘desfile’ das crianças em adoção

    dê uma olhada nessas ações de visibilidade para adoção que ganhou o prêmio Inovare do CNJ

    isso não é exposição???? por que não foi em um shopping e nem num desfile???

    http://www.cnj.jus.br/noticias/cnj/84763-adocao-tardia-tribunais-dao-visibilidade-a-crianca-e-adolescente

    http://www.cnj.jus.br/noticias/cnj/88315-campanha-de-incentivo-a-adocao-tardia-do-tjsp-vence-o-premio-innovare

    segue um artigo que escrevi sobre o assunto também se quiser aproveitar
    grato

    A gente não quer só poesia e canapés. Queremos um lar

    Fiquei
    indignado com a repercussão negativa, especialmente de setores e
    personalidades, como o advogado, acadêmico e escritor Eduardo Mahon,
    que possuem forte poder de influência social e em nenhum momento da
    história se ocuparam do assunto adoção. Até onde minhas pesquisas ontem e
    hoje puderam demonstrar, portanto posso estar equivocado e desde já peço desculpas.

    Existem
    próximo de 6.000 crianças para serem adotadas no Brasil segundo dados
    do CNA – Conselho Nacional de Adoção, ligado ao CNJ, e 43 mil pessoas na
    fila para adotar. A conta não fecha, pois as pessoas que se candidatam a
    adoção geralmente querem crianças brancas entre 0 e cinco anos de
    idade. As demais estão em abrigos, sem autoestima, sem referência
    familiar e sem qualquer tipo de perspectiva, pois a cultura da adoção no
    Brasil é essa. Escrevo com conhecimento de causa pois sou pai de uma
    menina e um menino adotados, uma com três meses e meu, hoje jovem rapaz,
    com 11 anos na época.

    Palavras como: expostas como
    mercadoria,
    como gados ou escravos; prejuízo a auto estima, traumas psicológico,
    ilegalidade; devem ser utilizadas contra o sistema que está posto há
    anos e que, repito, essas personalidades pouco ou nunca se manifestaram,
    pelo menos com a mesma avidez com que se postam agora, salvo
    alguma ação que desconheço, pois nunca vi, li ou assisti atitudes concretas em favor da adoção.

    O
    que essas crianças querem, ai posso dizer com conhecimento de causa, é
    um lar que lhes proporcionem autoestima, afeto, carinho e sonhos, que já
    não existem mais… pois desde o dia em que foram abandonadas, eles ficaram para trás.

    Se por alguns
    momentos um desfile é como se esse sonho de ser amada por alguém se realizasse… onde a maldade, senhores e senhoras?

    Eu
    gostaria e muito de assistir um recital no escritório do senhor Mahon,
    de poder comer canapés e tomar um delicioso café que eu sei é servido
    aos seus abastados clientes. Nessa oportunidade levarei minhas filhas
    para contar a ele e aos seus amigos bem
    posicionados sobre a vida delas, antes e depois de serem adotadas.
    Talvez motive ele mesmo e outros a adotarem também e assim,
    podermos, parar de apenas apontar problemas e criticar, para sonharmos
    juntos com o fechamento dos abrigos de crianças e
    adolescentes no Brasil

  119. Jornalista Fernando,
    Eu há anos leio seu blog e nele comento. Os comentários fazia-os por dois motivos, por ser divertido e por ser um meio de colaborar com o incremento de clicks. Porém, não mais o farei. Decerto manterei o hábito de ler as matérias que você escreve, não somente pela qualidade, mas, principalmente, pelo reconhecimento de sua importância enquanto meio de resistência democrática.
    Justamente por isso a minha irresignação e reação a ver um comentário feito por mim removido. A única explicação que me vem, além da verve sarcástica é ter, inadvertidamente, ferido suscetibilidades. Mas, não importa mais. Deixo, abaixo, a transcrição do comentário removido, onde não vejo nada demais a não ser a constatação óbvia de fatos inegáveis: há ainda uma massa imensa de pessoas que apoiam enfaticamente Bolsonaro ou não o rejeitam e esse dado foi ignorado na sua análise e; não há outra explicação para o apoio tácito das pessoas ao governo e ao presidente além do distanciamento que tais pessoas têm da realidade política do Brasil. Obviamente, nem todos por limitação de intelecto e incapacidade de processar informação, a maioria está silenciosamente alienada, o que, in extremis, permitiu-me chamá-las de burras, também.
    —-
    “Ó Fernadinho, meu amado articulista, a sua conta tá errada. Eu sei, eu sei, você é de Letras. Então, deixe-me ajudá-lo.
    Nosso Darth Vader ainda tá com a bola cheia. A soma que deve ser feita é “dá pro gasto + maravilhoso”= 59,9%.
    Então, devagar com o andor porque o santo é burro feito uma porta. Lembre do sabedoria beócia, faça trato com safado, mas nunca, never, jamais, jamás com burro.
    Afinal o safado é previsível. Já o burro… É burro, meu filho!
    A Boeotia é aqui!”

  120. Caro Fernando,

    Recomendo discutir a Lei 13.838/2019, que altera a Lei nº 6.015, de 31 de dezembro de 1973 (Lei de Registros Publicos), para dispensar a anuência dos confrontantes na averbação do georreferenciamento de imóvel rural.
    Importantíssimo.

  121. Bom dia, estou adorando ver a Globo desesperada, o Brizola também deve estar. Que tal você prestar essa homenagem e ir a fundo na questão da Globo e Lava Jato, o Intercept deve ter muito material pra te ajudar. O desespero está grande e explícito. Abraço

  122. Brito, tem umas coisas meio estranhas nessa história toda de GG, TIB, pavão misterioso, “hacker russo”.
    Talvez, até por precaução, outras hipóteses não deveriam ser deixadas de lado.
    Sugiro: duma.gov.ru/news/45218/

  123. Bom dia Fernando Brito

    Estou preparando uma série de passagens de um livro que “topei” recentemente chamado Inquisição de Évora (1533-1668) cuja primeira edição é de 1987, a que “caiu” em minhas mãos é a terceira edição (630 páginas). O autor é um historiador português chamado Antonio Borges de Coelho. O livro é resultado de uma enorme de pesquisa historiográfica bastante detalhada, com muitas tabelas e dados coletados dos próprios documentos da Santa Inquisição e de uma rica bibliografia. O Livro está dividido em três grandes partes: a primeira parte está dividida em 5 capítulos em que o autor descreve a Instituição da Inquisição (O espaço, Aparelho Inquisitorial, Receitas e Despesas, Estilos, Auto-da-fé), na segunda parte em outros cinco capítulos o autor descreve as vítimas da Inquisição (Balança do terror, Repressão ideológica e sexual, Terror e geografia, Terror e grupos sociais, Terror e diáspora) e, na última parte, o autor faz suas considerações gerais. O que pretendo é através de uma série de passagens e extratos apresentar essas considerações gerais. A que apresento abaixo é o segundo capítulo intitulado Repressão e bloqueio.

    Não sou escritor, nem jornalista e nem mesmo historiador (ainda que me interesse sobremaneira sobre essa “matéria”). Escrever para mim é acredito o que mais parecido pode haver com as dores de um parto, já tive pedra no rim e me comentaram que é o mais próximo que podemos chegar a verdadeira dor do parto. Por isso se quizer “polir” as passagens e os extratos que selecionei te agradeceria muitíssimo. Nosso tempo é escassíssimo e aproveitei o feriado para escrever esses rascunhos. Inicialmente não pretendo inserir nenhum tipo de comentário. Acredito que o texto “fala” por si só. O tema é claro: Lava Jato e Inquisição. Depois de muito buscar acredito que encontrei o precedente histórico mais próximo do processo histórico que entramos no início dessa década e imagino sei onde possa nos levar.

    Desde já agradeço, se chegaste até aqui, teu tempo e tua imensa generosidade.

    Um abraço

    Policarpo.

    Lava Jato e Inquisição Parte I

    Repressão e bloqueio:

    O fogo inquisitorial que lavrou sobre povoações inteiras estiolava o comércio e os ofícios, travava o desenvolvimento que rompia nas cidades e vilas do Alentejo e do Algarve. Basta lembrar o quadro profissional dos relaxados e os números dos processados pela Inquisição de Évora, número que estão aquém do total dos presos e perseguidos.
    (…)
    As vítimas, no seu maior número, eram cristãos-novos que viviam nas principais cidades e vilas. Pelas suas mãos corriam os ofícios que permitiam fácil acumulação de capitais; nos seus livros de razão anotavam-se mercadorias, cabedais, empréstimos, juros, granjearias, maneios.
    Certamente não faltavam pobres. No entanto, eram os ricos que, em geral, sofriam anos e anos de prisão e alimentavam o grosso das fogueiras. (…)
    p.527
    Este fogo que lavrava em povoações inteiras estiolou o comércio e os ofícios, travou o desenvolvimento que se desenhava no século XVI em muitas cidades e vilas do interior. (…)
    Por outro, a divisão operada nas cidades e vilas entre cristãos-novos e cristão velhos retirava força aos concelhos, esses antigos baluarte da liberdade e da cidadania. O cabedal circulava principalmente em mãos cristãs-novas mas os estatutos de limpeza de sangue procuravam excluí-las da direção das organizações locais: câmara, celeiro comum, hospital, misericórdia, confrarias. Mas, apesar dos estatutos, os cristãos-novos pulavam a barreira. (…)

    [Monforte, exemplo significativo da repressão inquisitorial nas cidades e vilas]
    Todo o corpo social era revolvido, atingido sobretudo o núcleo dos cidadãos considerados cristãos-novos [1/3] e direta ou indiretamente os cidadãos cristãos-velhos [2/3]. A ação negativa era tão mais considerável quando se sabe que era sobretudo pelas mãos dos cristãos-novos que passava a exportação e a importação dos principais produtos e ainda o comércio do dinheiro vivo.
    p.528
    [… a repressão não poupou nem um “católico e bem católico” como o frade franciscano, frei António de Abrunhosa].
    Os sequestros com as terras, os gados, as lojas, as casas e os negócios abandonados; a prisão de milhares de homens e mulheres e a fuga de muitos mais abandonando casas, terras, ofícios e negócios e levando consigo ouro, prata e todo o dinheiro que puderam; a ruína de milhares de cidadãos dos mais dinâmicos das cidades e vilas e o seu afastamento dos empregos públicos; a queima de mais de meio milhar de cidadãos, só pela Inquisição de Évora, com as consequentes repercussões nos seus familiares e amigos afetaram profundamente o desenvolvimento do interior, feriram e desorganizaram a produção e o mercado interno. Os fugitivos animaram o desenvolvimento do Brasil, das Índias de Castela, ativaram com seus capitais e o seu conhecimento dos mercados e das navegações os países da Europa do Norte e do Mediterrâneo, em particular Itália, Turquia e Marrocos e, no primeiro grupo, Holanda.
    Nem todos os perseguidos e fugitivos eram certamente cidadãos acaudalados em capitais.(…) Mas não faltaram, como vimos, mercadores grossos.
    Os contratadores que obtiveram o perdão em 1605 sofreram perseguições e vexames que referimos atrás. E se, em 1628, levantaram reservas à Companhia da Índia Oriental, é porque, devido à fuga e às perseguições, faltam dinheiro e mercadores e sobretudo porque a nação portuguesa não está acreditada na união (…) Uma segunda companhia monopolista, não da Índia Oriental mas Companhia do Comércio Geral do Brasil, haveria de ser estrangulada, não pelo rei, não pelos próprios mercadores, mas pelo Edital da Santa Inquisição de Portugal que em 1657 revogou o alvará de D. João IV que isentava os cabedais, aplicados em mercancia, de sequestro e de confisco. O próprio inquisidor-geral Dom Francisco de Castro reconhecia em 1630 que, se o reino estava menos rico, em compensação estava mais católico.
    Como se vê, não se trata de juízos de hoje. Também o padre António Vieira, num escrito em que refere os inconvenientes dos estilos da Inquisição portuguesa, escreve:
    “Seguiu-se daqui muita diminuição de gente, porque quase se despovoaram lugares inteiros; grande pobreza de famílias, porque ficaram muitas mulheres sem maridos, muitos filhos sem pais e todos sem remédio, por se lhes haverem confiscado os bens, e sujeitos à miséria, ainda espirituais, que traz consigo a necessidade, que é a maior tentação; grandes quebras no comércio, não só pelos negociantes, que se passaram a outros reinos, nem pelos que vivendo neste Reino se retiraram da praça, por não serem conhecidos, mas pelos mesmos que seguem a mercancia trazerem a sua fazenda divertida por partes aonde têm segura, e porque os estrangeiros pelos mesmos receios a não querem fiar dos que cá vivem.
    “Esta quebra há sido tão considerável nestes sessenta e seis anos últimos, que, lançando-se um tributo em tempo de el-rei D. Sebastião sobre os homens de negócio para a jornada de África, subiu o orçamento da fazenda dos que haviam em Lisboa a cinquenta milhões, não chegando a dois milhões todo o cabedal que hoje se maneja no reino, donde vem estarem os portos desemparados de navios, as alfândegas com poucos direitos, as Conquistas arruinadas, e tudo em grande limitação de dinheiro, sem haver quem empreste nem arrende, vendendo-se tudo à necessidade; logrando pelo contrário os proveitos destes nossos danos, não só os príncipes estranhos, mas inimigos de Portugal, que com o dinheiro de seus próprios vassalos lhe estão fazendo guerra dentro do Reino e em suas Conquistas” (Obras escolhidas, vol. IV, p.29, Lisboa, Livraria Sã da Costa, 1951-1954)
    A inquisição portuguesa, polícia-tribunal secreto da ordem teocrática dominante, foi no terreno político e ideológico a principal responsável interna pela travagem do desenvolvimento econômico e social em Portugal, pelo mergulhar progressivo no subdesenvolvimento e na “colonização” dos nossos comércios e riquezas pelos capitais estrangeiros, empurrando-nos progressivamente, de um lugar destacado, para a cauda do desenvolvimento europeu.
    pp.53-531

    1. Pergunto: por que continuam me repassando essas mensagens? Nada tenho a ver com esses sites ou aplicativos. Se meu nome foi de alguma forma inserido em algum grupo de contato, DELETEM.

      Em qui, 20 de jun de 2019 às 11:16, Disqus escreveu:

      1. Não tenho a menor ideia. Postei esses comentários no espaço “Fale conosco” do Blog Tijolaço. Depois do teu comentário, voltei a mesma página e notei que realmente existe uma mensagem de erro. Deixo ela aqui para que área técnica do DISQUS ou o próprio blogueiro possam verificar o erro.

        ([contact-form-7 404 “Not Found”]).

  124. Lava Jato e Inquisição – Parte II

    Política com a Fé.

    Os inquisidores apresentavam-se como tribunal, santo tribunal, santa inquisição, santo ofício.
    O ofício não consistia apenas em julgar mas em inquirir, devassar, “esquadrinhar os segredos das almas” usando uma expressão de Manuel Fernandes Vila Real. Nesta inquirição-inquisição alimentavam-se da denúncia, canalizada por uma malha apertada de informações relativas à consciência e aos atos mais secretos, recorrendo indiretamente ao confessionário e expressamente aos locais sagrados, aos objetos de culto e da fé. A prisão à prazo, a tortura, o garrote da condenação à morte sempre suspenso sobre suas cabeças fechavam o ciclo infernal que consumia e fabricava novas vítimas. No que se refere à rede de agentes-informadores destacavam-se, nas principais localidades, os comissários (padres) e os familiares.
    Do ofício dos inquisidores e dos seus agentes resultou um impressionante banco de dados sobre as vítimas e os candidatos a vítimas: repertório alfabéticos de ausentes ou fugitivos com os seus sinais particulares e seus parentes; lista de condenados; livros de habilitações; livros de denúncias, cadernos do promotor; livros de correspondências; milhares de papéis avulsos; e mais de quatro dezenas de milhares de processos.
    No fecho da inquirição-inquisição, os inquisidores julgavam em segredo e sem apelo nem agravo os processos que eles mesmos instruíam, destruindo física, psicológica e socialmente famílias inteiras (…) talando cidades e vilas com golpes mortais desferidos nos ofícios ricos, na lavoura rica, nos homens de mercancia.
    Das duas sentenças de morte, sagradas pela excomunhão maior, não havia apelo nem para o rei nem para o papa. E se o braço secular hesitasse ou demorasse na execução (…) estranhar-lho-iam gravemente (o juiz podia ser acusado de fautor de hereges e impedidor da atividade e segredo do Santo ofício). E, que se saiba nunca o poder secular ousou protelar ou recusar a sentença.
    (…)
    Ao longo do trabalho apresentamos exemplos de confissões que originavam denúncias. Não se trata de casos pontuais mas de uma verdadeira estrutura de caça a denúncia.
    pp.533-534
    Manuel Fernandes nasceu em Lisboa, em 1608, durante a monarquia dual, isto é, quando Portugal e Espanha partilhavam o mesmo rei e as mesmas concepções contra-reformistas de que os reis católicos deviam empenhar-se na tarefa de extirpar as heresias que se apresentavam vindas do livre-exame (religiões protestantes), do judaísmo, da feitiçaria, da adivinhação ou da leitura de livros proibidos. Era um abastado e culto comerciante da comunidade de judeus e cristãos-novos que viviam naquele país. Partidário da causa de D. João IV. nela investiu movendo influências, a pena e o dinheiro, acreditando numa monarquia fundadora de uma ordem política, social, moral e religiosa inteiramente nova que pudesse aproximar Portugal da Europa. Por esse ideal morreu. Foi neste contexto político-religioso que nasceu e morreu Manuel Fernandes, filho e neto de cristãos-novos, naturais de Vila Real, daí a família adoptar o nome da cidade natal, como era uso na época. O pai de Manuel Fernandes Vila Real (ou “de Vila Real” como também assinava as produções literárias), tinha um estabelecimento comercial e exercia actividades financeiras no Alentejo. Membros próximos da família tinham emigrado para o Brasil e para França, onde se dedicavam ao comércio. Não consta que os familiares de Manuel Fernandes Vila Real tivessem sido presos pela Inquisição. Ele próprio foi baptizado na Igreja da Conceição em Lisboa, e, segundo o processo que lhe foi movido pelo Santo Ofício, não foi circundado. Manuel Fernandes Vila Real esteve três anos no cárcere. Cansado, resolveu abjurar de todos os seus erros para atenuar a pena, mas ele estava ali para ser condenado. Foi considerado não arrependido e acusado de não ter indicado cúmplices. Se outros motivos não houvesse, bastava ter descoberto os métodos ilícitos para espiar presos, para não poder sair do cárcere. Foi relaxado à justiça secular que o condenou à morte de garrote e fogueira “sem efusão de sangue”, executada em Auto da Fé no Terreiro do Paço, a 1 de Dezembro de 1652, aos 44 anos, exactamente 12 anos depois da Restauração, para que não se esquecesse do motivo, fundamental, pelo qual morria. “Foram-lhe confiscados todos os bens a favor do fisco e câmara real e nas mais penas em direito contra semelhantes estabelecidas” 6 . A Família Real foi obrigada a assistir, impotente, à morte de um amigo.
    No púlpito os pregadores-visitadores incitavam os fiéis, sob pena de excomunhão maior, a denunciar os casos enumerados pelo Edital da Fé. E quando os crentes, sobretudo mulheres e gente simples, levantavam na confissão dúvidas e escrúpulos sobre si, sobre parentes e conhecidos, os confessores recusavam a absolvição sem primeiro descarregarem a sua consciência perante o comissário ou o inquisidor visitante. O confessado não tinha alternativa. Numa sociedade de confissão e sacramentos obrigatórios, a recusa à denúncia, imposta pelo confessionário, implicava automaticamente o cutelo da excomunhão maior com todas as suas consequências físicas e morais.
    [O clero local e as autoridade] usavam dos locais sagrados e dos objetos de culto.
    A Inquisição “diabólica [como a caracterizava o mártir da Conjuração de Beja], atuava como uma verdadeira polícia de investigação, como polícia secreta, mas a estes poderes juntava os poderes de tribunal secreto, tribunal que se erguia acima de todos os outros tribunais e a cuja devassa nada nem ninguém escapava, nem os próprios mortos.
    Mas não visava esta polícia-tribunal apenas matérias ditas de fé? Não exercia investigação-repressão somente sobre as ideias e as práticas que violassem as normas da Igreja Católica Apostólica Romana?
    Matérias de fé. Mas não era a doutrina da Igreja a doutrina oficial e única do Estado? Todo aquele que vacilava nas ideias ou no culto que o Estado sustentava tornava-se automaticamente sujeito de rebelião. As dúvidas ou “crimes” contra o culto único tornavam-se crimes contra o Estado, o tal braço secular do poder eclesial. (…)
    (…) o grande segredo do regime monárquico, de que o ibérico era então o paradigma, consistia em trazer os “homens” enganados e cobrir sob o nome da religião o medo que deve subjugar os homens para que combatam pela sua servidão como se tratasse da sua salvação”. [A Escritura] “somente exige dos homens obediência e só condena a insubmissão e não a ignorância”. Ou: “a Fé, repetimos, não exige tanto a verdade como a piedade e só é piedosa e produtora de salvação na proporção da obediência” (Espinosa).
    Religião e poder político estavam intimamente associados, daí que as controversas religiosas “se transformariam em sedição” (Espinosa). As cerimônias do culto, obrigatórias e contínuas, constituíam, pois, aos olhos deste filósofo do século XVII, um mecanismo de obediência e submissão.
    (…)
    A ligação entre religião e submissão dos súditos, e a ideia de que a estrutura e ideologia religiosa constituem um mecanismo de obediência leva Bento Espinosa a concluir: “o conhecimento revelado não tem outro objeto senão a obediência e assim é inteiramente distinto do conhecimento natural”. Desta rutura – conhecimento revelado-conhecimento natural – se irá desenvolver a ciência europeia dos séculos XVII e seguintes.
    Mas a Inquisição portuguesa não se intrometeu apenas com problemas da fé ou não fez somente política usando as armas do Evangelho e da fé. Entrou no terreno especificamente político. Opôs-se, por exemplo, quanto pôde, a movimentação política que advogava o perdão dos cristãos-novos e a todas as medidas do Poder que visassem o controle das contas do Fisco real ou que retirassem à Inquisição o sequestro e a expropriação dos bens das suas vítimas. Certamente que usava aqui os artigos do Direito Canônico e brandia somente os raios eclesiásticos, raios que implicavam afinal, como eficácia, o cutelo e o fogo do braço secular.
    [Tudo isso enfim,] mais que problemas religiosos foram problemas de política econômica e problemas políticos.
    (…)
    Razão tem, pois, o inquisidor-geral [que em carta ao rei Filipe III afirma]: “É o Tribunal do Santo Ofício como um forte baluarte da fé, da qual depende em grande parte a união do reino e fidelidade dos vassalos para com seu rei que é bem e justo que Vossa Majestade favoreça seus ministros”
    O Santo Ofício fazia política com a fé.
    A Igreja participava por direito próprio do Conselho de Estado e no governo, quer diretamente pelos seus membros quer pelos seus doutores, gerados nas suas universidades e colégios, quase todos os clérigos de ordens maiores ou menores. Um cardeal, D. Henrique, o verdadeiro fundador da Inquisição portuguesa, que governou extremosamente durante cerca de 40 anos, subiu ao trono de Portugal. Outro cardeal, arquiduque Alberto (Felipe I (II)) (…) tornou-se vice-rei de Portugal e inquisidor-geral. Os confessores dos reis (…) assumem a liderança. A Junta que discute a criação ou não em 1628 de uma Companhia das Índias Orientais reúne em casa do confessor do rei. A “polícia secreta” que paira sobre os cidadãos prestes a desferir o seu golpe é inteiramente dirigida por clérigos
    [Cargos muitos cargos] ganhos no santo ofício de inquirir, torturar, condenar ….prova inteiramente a ligação do Santo Ofício ao aparelho especificamente político do Estado, à chefia da Igreja portuguesa e ao comando da Universidade, que no geral fabricava clérigos de ordens maiores e menores.
    Pastores e beneficiários (de benefícios, rendas) os padres dominavam a vida local (…) controlavam o pensamento, os atos mínimos da conduta, a política do Estado e o próprio Estado.
    pp. 535-536-537-541-542

  125. Bom dia, Brito
    porque sumiu o trequinho de receber os avisos de novas postagens
    é tão bom receber os avisos – coloca de novo, por favor
    não quero perder nada que vc. coloca aqui

    abraços

  126. Valeria a pena que investigassem o real motivo do Gal. Heleno (“o Destemperado”) ter tamanho ódio do Lula. Até onde eu fui informado, quando ele era o Comandante no Haiti, andou matando um monte de gente em uma favela e o Lula o trouxe de volta e o mandou para o Sul. Será que é por isso que tomou ódio do Lula e “vomita” essas coisas absurdas para um ministro de Governo? A esculhambação é total nesse país…
    Não deve ser difícil checar essa informação e divulgar para calar esse canalha…

  127. O neossalvacionismo brasileiro

    Algumas pessoas nunca cometem os mesmos erros duas vezes.
    Descobrem sempre novos erros para cometer.
    (Mark Twain – escritor norte-americano)

    Os estudiosos, os chamados brasilianistas, não são unânimes em identificar suas origens históricas. Em regra, atribuem suas raízes ao chamado “sebastianismo”: referência ao movimento político religioso surgido em Portugal, nos fins do século XVI, após a trágica morte de D. Sebastião em Alcácer Quibir, no ano de 1578, marco do declínio geopolítico português.
    Por paradoxal que pareça, foi também nesse período que se consolidou a conquista territorial do Brasil sob domínio espanhol, durante a União Ibérica (1580-1640). Não obstante, logo em seguida, sua parte mais lucrativa ser invadida e dominada pelos holandeses e transformada nas “Zuckerlands”, que, aliás, reconquistada, quase um quarto de século depois, foi o palco primevo do que chamamos “salvacionismo”, já que a “guerra de expulsão dos batavos” foi empreendida sob forte espírito religioso: luso-brasileiros católicos estavam a “salvar” o Brasil dos “holandeses protestantes”!
    A “restauração portuguesa” (1640) e a “reconquista das regiões açucareiras” (1654), seguida de seu declínio econômico, ante a concorrência antilhano-holandesa, e da “descoberta das minas” (esta, em 1693) reforçaram em Portugal e, por consequência, no Brasil a “espiritualidade católica”, ainda que no segundo sincretizada com outras matizes de origem africana ou indígena, ou de ambas.
    Ressaltemos que, ao mesmo tempo em que a mineração dava certo alívio ao declínio geral português, o pequeno reino ibérico e, por decorrência, sua colônia ficavam à margem das transformações intelectuais e tecnológicas que marcaram o século XVIII na Europa e na América do Norte, às quais os historiadores passaram a denominar Iluminismo e Revolução Industrial, respectivamente. Nem mesmo as tentativas de reformas do Período Pombalino (1750-1777) deram contam de retirá-los do limbo!
    Ao contrário, a “viradeira” do reinado de D. Maria I (1777-1796), depois alcunhada “a Louca”, e a regência de seu filho D. João (depois, “sexto” – 1796-1826), preguiçoso e com evidentes limitações de toda ordem, reforçou, na Metrópole e na Colônia, um profundo desprezo pela ciência, pela filosofia, pelo intelecto, pelo trabalho disciplinado e inventivo, enfim, por tudo que fosse inovador, produtivo, revolucionário em nome de um catolicismo barroco e sombrio, deslocado de sua época!
    Assim, a Corte Portuguesa instalou-se no Brasil (1808), sediou-se no Rio de Janeiro (1815), escondendo-se na “distante colônia” da “onda revolucionária” que varria a Europa junto com as tropas de Napoleão Bonaparte, justamente, e não por acaso, para “salvar-se” dela (ou delas, se nos referirmos às “tropas” e não à “onda”). Aqui reforçando o “padroado” (vínculo Estado – Igreja, religião e política), já alienígena em seu tempo, mas que legou como “herança maldita” (expressão hoje muita em voga, ironicamente pouco expressiva) para a não menos exógena monarquia americana que se instalou no Brasil a partir de nossa “independência” em 1822.
    E outra vez para “nos ‘salvar’ de nós mesmos, de nosso atraso, de nossa degenerescência, de ‘nossa inferioridade’ mestiça”, na década de 1870, sob batuta da filosofia comteana, o “positivismo”, e da pseudociência speciana, o “evolucionismo social”, que, aliás, não liam, literalmente “paridos pelos ouvidos”, militares brasileiros, saídos vitoriosos da malsinada Guerra do Paraguai, sob cabresto da aristocracia cafeeira, deram um golpe de Estado, em 1889, depuseram um inútil e inexpressivo imperador, e nos impuseram uma “distópica república sem povo”, aliás, “contra o povo”, que “a tudo assistiu bestializado”, para “salvá-lo” dele mesmo…!
    Daí por diante, ao longo do século XX, o “espírito salvacionista” foi incorporado à rusticidade da filosofia positivista pelos militares, especialmente do Exército brasileiro, e deste para as demais “forças”, com mais afinco entre sua oficialidade, na mesma proporção em que a mediocridade intelectual lhes beirava a indigência, se não a hipossuficiência; às vezes, com forte caráter autoritário, no limiar do fascismo, como na década de 1930 com o integralismo, ou na de 1960 e 1970 com sua DSN-LSN, expressa na aberração jurídica do AI-5: o Estado se sobrepunha à nação e nossas (?) forças armadas nos “salvavam de nós mesmos” “em nome da família” e “com Deus”… “amém”!
    Com o fracasso do “salvacionismo militarista”, evidenciado ainda nos anos de 1970, entretanto não devidamente expurgado pela abertura transacionada dos anos de 1980, outra vez excluído o povo pelo fracasso da campanha das Diretas Já, “passagem hoje desbotada da memória de nossas novas gerações”, gradativamente vem se formando um “neossalvacionismo”, desta feita, e outra vez mais, incrustado nas altas esferas da burocracia, no patronato estatal, e de novo contra o povo, anti-povo, misógina, racista, homofóbica, mas acima de tudo contra os pobres e os pretos.
    Esse “neossalvacionismo” instalou-se na cúpula do poder judiciário; o “salvacionismo militar” deu lugar ao “salvacionismo jurídico”; as “baionetas da doutrina de segurança nacional” deu lugar às “bics da interpretação bíblica das leis”; a “república dos quartéis e da caserna” deu lugar à “república dos concurseiros”, não menos medíocre, não menos indigente intelectual e moralmente, às vezes, próximo a práticas criminosas (como estamos assistindo com a Vaza Jato); infelizmente, mais perigosa: agora, é o “partido da justissa” que se lança a “salvar nosso povo de si mesmo”!
    Nosso novo “Golbery” é uma espécie de “iluminista de botequim”, mal plagiador de frases feitas chamado Luis Roberto Barroso; nosso novo “Figueiredo” é um bacharel latinista do Google “desdotado” de qualquer talento e com evidente inclinação ao crime, chamado Sérgio Moro; nosso novo “Ustra” é um vermezinho fanático e vaidoso da própria insignificância chamado Deltan Dallagnol! Eis os novos salvadores da pátria!
    Parece farsesco, mas é trágico!

    Leônidas Mendes Filho
    (historiador, professor, bacharel em Direito)

  128. Brito, saiu uma documento do TCU para que os municípios e estados exonerem os servidores que tiverem dois ou mais vínculos. A classe médica e os gestores de saude estao desesperados. O PSF vai acabar. Sugiro que tente se aprofundar um pouco mais e faça uma matéria sobre isso. Ninguém esta noticiando.

  129. Como Fernando Brito costuma falar que foi contemporâneo de Brizola, não imaginei que ele tivesse esse porte físico de garoto de 30 anos

  130. Boa tarde. Tenho 100% de comentários em análise que não são aprovados. Problema técnico ou meus comentários não são benvindos?

  131. Fernando talvez seja interessante pesquisar novamente a origem dos recursos utilizados para cozinha gourmet da PF de Curitiba mencionados em matéria de 2016 do Marcelo Aulerhttps://marceloauler.com.br/dpf-omite-a-camara-origem-da-verba-que-pagou-mordomias-na-reforma-de-predio-no-pr/

  132. gostaria de me inscrever para receber notificações de postagens do blog. formatei meu notebook e não as estou recebendo mais. agradeço se me puderem ajudar. pode não ser o blog mais completo, mas o fernando brito ‘dá luz e ‘despara’ na cancha reta’ quando se trata de inteligência. nem o saudoso e brilhante paulo henrique amorim o batia

  133. Fernando, sobre não conseguir retwittar as matérias do Tijolaço. Basta ter o link to tijolaço que o Twitter bloqueia.. Uma solução que tenho usado é trocar o link do site por um criado por um encurtador de URL, como o https://tinyurl.com/ ou o https://www.encurtador.com.br/.. Se alguém puder te ajudar a acoplar uma ferramenta para criar links curtos de todas as páginas e usar esse endereço no botão para twittar…

  134. A pressa está permitindo que os textos saiam sem correções! Não era assim!!
    Abraço, Saúde e Bom Trabalho!

  135. Fernando Brito: hoje, 29/07/19, decidi cooperar com o blog, com 5o reais por semestre. Fui ao banco fazer a transferência, mas a operação não se concluía porque o cliente é dado como inexistente. Disseram que algum dado estava errado, mas anotei tudo conforme está no blog, e não consegui fazer o repasse. Você sabe de algum problema na conta ou na agência? Meu e-mail é [email protected], caso queira entrar em contato.

    1. os dados estão corretos, talvez tenha havido algum problema ao copiar. sugiro que, querendo, faça pelo PayPal, é simples e nunca tive uma queixa sequer de uso incorreto. Muito obrigado pela colaboração, que tamb´´em pode ser feita por depósit na conta Blog Tijolaço Comunicação Ltda ME , CNPJ 19.438.674/0001-09 – Banco do Brasil , conta corrente 50629-X, agência 1578-4. dependendo da forma de depósito o “X” se substitui por zero.

  136. formatei meu computador e agora não consigo me inscrever para receber as notificações do tijolaço, meu BLOG PREDILETO !!! simplesmente não recebo convite para me inscrever, e também não acho a opção em nenhum lugar do sítio !!! socorro !!!

  137. Fernando, boa tarde.
    Saiu no DOU na data de hj a portaria 915 que trata sobre a alteração nas Normas Regulamentadoras.
    Considerando que a pasta do Ministério do Trabalho fora extinta em 01/01/2019 e absorvida pelo Ministério da Economia e, considerando que as modificações no texto de diversas NR buscaram principalmente a retirar direitos dos trabalhadores e aumentar as garantias das empresas, gostaria que você comentasse ou fizesse um post sobre o assunto para alertar aos trabalhadores.
    Link:
    http://www.in.gov.br/en/web/dou/-/portaria-n-915-de-30-de-julho-de-2019-207941374
    Desde ja agradeço toda atenção.
    Márcio.

  138. Sou cadastrado no DISQUS, porém, meus comentários nunca são aprovados e mostrados. Se houver alguma interdição a mim, eu gostaria de saber a razão. Respeitosamente, agradeço.

  139. Prezado Fernando Brito
    Gostaria que falasse a respeito da retirada de direitos trabalhistas oficializada hoje com a portaria 915 de 30/07/2019, que altera as Normas Regulamentadoras.

  140. BRITO, saúde para continuar resistindo! Grato pela incansável escolha pelo lado progressista e humanitário.

  141. Fernando, adoro seus textos. São sempre precisos e contundentes. Tem um perfil no Facebook e no Instagram (@fenixdebochada) que se inspira em alguns de seus textos e nas situações vexatórias que o Presidoente nos faz passar. Obrigado

  142. Prezado Fernando Brito,

    acompanho seu blog a alguns anos e tenho grande admiração sobre suas análises.

    Agora!!! Não me surpreende que a imprensa não procure, ou até esconda a empresa Telegram.

    O que eles tem a dizer sobre o suposto “hacker”? Simples assim, um indivíduo descobre uma brecha e acessa o telefone de ~1000 pessoas.

    Acredito que concordamos que esta história não está contada totalmente. Assim, nunca pensou em explorar este tema com algum especialista?

    A+

    Luis Medina

  143. Fernando Brito: você poderia me dizer por que meus comentários quase nunca são publicados? Eles sempre entram em moderação e quase nunca são liberados. Creio que não infrinjo nenhuma norma, por isso queria saber o motivo.

  144. Com essa historia da liberação dos R$ 500,00 do FGTSA, só me vem a memória a música “Acertei No Milhar” de Moreira da Silva

    Etelvina (o que é, Morengueira?)
    Acertei no milhar!
    Ganhei quinhentos contos (milhas), não vou mais trabalhar
    você dê toda roupa velha aos pobres
    e a mobília podemos quebrar
    (breque)
    (…)

  145. Com os R$ 500,00 do FGTS, só me vem a memória a música “Acertei No Milhar” de Moreira da Silva

    Etelvina (o que é, Morengueira?)
    Acertei no milhar!
    Ganhei quinhentos contos (milhas), não vou mais trabalhar
    você dê toda roupa velha aos pobres
    e a mobília podemos quebrar
    (breque)

  146. Grande Fernando. Obrigado por sua luta incessante e inteligência aguçada. Já disse isso pra várias pessoas: “Pra mim, o Fernando Brito é o Chico Buarque dos jornalistas, tanto pela inteligência, como pelo jeito de escrever”. Você é genial!! Um abraço fraterno e que Deus esteja ao seu lado hoje e sempre!

  147. Parem de chamar a escória da humanidade de elite! Elite é sempre positivo, são os gênios como Einstein, Chaplin, Gandhi, Senna e outros poucos! Ser rico não faz ninguém ser melhor, quanto mais ser elite. Se quer qualificar razoavelmente, chame de oligarquia reacionária e primitiva! Chamar o poder de elite é lamber as botas dessa escória!
    mudem o nome do blogue pra é a arma da ESCÓRIA!
    segue exemplo de elite. https://www.youtube.com/watch?v=pVqOtQtTjWU

  148. não consigo ler as noticias do Tijolaço no Iphone, aparece uma propaganda na frente do texto que tento remover, , minimizar, afastar e não consigo, isto acontece também com outros celulares de meus amigos.. é uma pena pois gostava muito de acessar as matérias do TIJILAÇO

  149. Caro Fernando Brito li o título do seu editorial e foi suficiente pra ver que vc esta totalmente equivocado.
    Não é o Brasil – nossa amada Pátria – que está louco. Em absoluto …. é a classe política, a classe de notícias, a classe alta, classe empresarial, classe que se diz religiosa, todos esses estão sim tresloucados se digladiando pelo poder em tempo integral e constante sem pausa.
    Criaturas sem moral, sem caracter, sem pudor, desnudos de todo bom senso e desobrigados com qualquer tipo de lei. Sem nenhuma consideração com ninguém e sequer consigo mesma.
    Não culpe o solo brasileiro, o país BRASIL que é maravilhoso e está sendo dizimado por essas classes irresponsáveis desprovidas de qualquer compromisso com ninguém e nem sequer com eles próprios.

  150. A propósito do Janot:
    1) Por que contou seu desejo homicida na entrevista?

    R. Porque havia publicado no livro. (Seria por publicidade? Por abstinência de holofotes?)
    2) Por que escreveu o livro? ( Idem)
    3) O que busca com esse sincericídio? R. O motivo que apresentou (filha) é pífio e desprovido de criatividade. Certamente vai se candidatar a deputado ou congêneres nas próximas eleições. Sendo assim, será o candidato da matilha que baba e espuma se achando “macho”. Algo na esteira do zé da arminha… “Gente que faz”, para decalcar o tema da Rede Contra o Povo.

  151. Acompanho o Tijolaço há muito, Brizola Neto inda participava quando era deputado federal, um bom parlamentar. Porém nos últimos tempos tem ficado ruim com uma propaganda inoportuna que aparece no canto inferior direito da página. Começa um som que não se consegue desligar, a imagem some e o som continua. A unica forma de calar a propaganda é saindo da página. Lamento, mas muitas vezes tenho deixado de acompanhar por conta disto.

      1. nada feito. Hoje não li novamente os artigos, lá estava a desagradavel propaganda sonora sem alternativa de desligar.

  152. Fernando, fiquei contente ao vê-lo em intervenções na TVT e perceber que você está bem e recuperado dos problemas de saúde que teve há algum tempo. Abraço

  153. Gostaria de saber como fazer para que as matérias sejam acompanhadas das fotos/charges que n]ao estão mais aparecendo para mim…

  154. Fernando fui fazer uma pesquisa em vídeos que comentei e notei que meu comentário não estava lá. Não ofendo ninguém, o máximo que faço é chamar o Bolsonaro de Bolsonazi ou presidente miliciano. Se for possível gostaria de saber o porquê estou sendo bloqueado! Tem mais, coopero todo mês com seu blog, não sou abastado, mas faço a minha parte. Se puder me responder agradeço. Juscelino G. Garcia

  155. Bom dia Fernando, soube de uma notícia que a câmara de vereadores do Rio através do PLC/2018 está querendo criar uma série de dificuldades para os motorista de UBER, dentre elas o carro só poderá ter 8 anos de uso, e somente os 8000 primeiros motoristas cadastrados poderão trabalhar. Atualmente são cerca de 300000 cadastrados no município. Imagina num país que nem emprego existe,estão querendo fazer essas sacanagens, somente para atender aos interesses dos motorista de taxi.
    Isso teria que ser divulgado a nível nacional, mesmo porque deveria haver uma lei federal que impedisse as prefeituras de tal procedimento.
    Segue meu e-mai para qualquer notícia alvissareira: [email protected]
    Grande Abraço,
    Renato Castro

  156. Não estou conseguindo fechar o anuncio que é apresentado a cada acesso à artigo no Tijolaço (clicando no ‘X’ no canto superior direito). Tenho Iphone XR e não sei se é problema do site ou de minhas configurações no celular.

  157. Fernando, não tenho conseguido ler as matérias pois quando tento fechar o anúncio. Não funciona. O anúncio não some da matéria.
    O q deve estar acontecendo?

  158. Bom dia, Fernando! Já há alguns dias, assim que abria um post seu, aparecia um anúncio aleatório, isso em meu celular da apple. Bastava pressionar um x que ele era removido. De ontem para cá não consigo mais remover o anúncio, diferente em cada vez que tento abrir. Fica impossível ler as matérias. tenho usado o notebook, onde isso não acontece. Esse problema é só meu ou tem mais gente reclamando?

  159. Fernando, não consigo ler seus posts, a propaganda não sai da frente. Deve estar ocorrendo algum problema.

  160. Uma correção..NÃO GOVERNOU PARA TODOS..Governou para a clase baixa a a elite..A classe média ficou de fora..pagando Imposto de renda alto…..Dai o ressentimento

  161. As janelas de “pop up” de propaganda que abrem ao clicar para ler a postagem do blog, rodando no aplicativo Safari , do IOS , continuam apresentando problemas para fechar ao clicar no X do contato superior direito. Estava acontecendo com todas as postagens. Agora acontece em algumas , inviabilizando a leitura por smartphones. Somente consigo fazer a leitura através do Laptop que roda MacOs.

  162. Fernando, não consigo ler suas matérias no celular, pois os anúncios do Google não fecham! Te sabotam descaradamente! Fuja desses calhordas do Google!!
    Abs,
    Carlo Cirenza
    Enquanto isso nossos militares estão dando o cu do Brasil para os americanos em West Point! Nenhum problema eles darem o cu, desde que sejam os deles e das senhoras mães desses abutres!

  163. Está impossível ler as matérias devido às propagandas indesejáveis que aparecem com bocas e dentes… vou deixar de seguir e ler o site…

  164. Não estou conseguindo abrir as reportagens de vocês no iphone, a propaganda não deixa a reportagem aparecer o “X” não está funcionando, favor verificar

  165. Fernando, está impossível ler seus posts no smartphone. A propaganda não sai. Acho que sua página está com problemas.

    1. Estou tentando descobrir qual é o problema, que ó se manifesta, ao que sabia, nos Iphones atualizados. Já houve momentos em que o problema desaparece e volta. Como não tenho equipe e suporte técnico, é um quebra-cabeças. Tentando resolver logo.

      1. Caro Fernando e pessoal do Disqus.

        Há meses enviei mensagem informando que tenho recebido – não sei por quais razões – *cópias *de posts enviados por leitores do Tijolaço por intermédio do Disqus. Recebi apenas uma informação, também há meses, de que estavam investigando o problema. O fato é que continuo recebendo cópias de posts. Certamente há um “furo” no app.
        Sou leitor diário do Tijolaço, mas não tenho porquê estar recebendo cópias de mensagens de terceiros. Por favor, voltem a verificar.
        Grato.
        Renato

        Em sex, 1 de nov de 2019 às 10:06, Disqus escreveu:

  166. Eu já escrevi virais vezes ao Blog Tijolaço, sem qualquer retorno do blog sobre os erros técnicos para ler o blog em smartphones utilizando sistema IOS. Não ;e um problema do Safari , pois também aconteceu com o Firefox. Também não no aparelho porque não acontece o mesmo em nenhum outro site. O pop up com a Propaganda se abre ao clicar no post para ler , o “X” para fechar não funciona . Esse “X” aparece apenas como uma imagem sem função. Testei em um smartphone rodando Android e isso não acontece. Portanto sem resolver o problema fica impossível ler o Blog. Esperava no mínimo uma satisfação como leitor assíduo que sou e esta é a terceira vez que escrevo alertando para o fato.

    1. Estou tentando descobrir qual é o problema, que ó se manifesta, ao que eu sabia, nos Iphones atualizados. Já houve momentos em que o problema desaparece e volta. Como não tenho equipe e suporte técnico, é um quebra-cabeças. Tentando resolver logo.

  167. Fernando Brito, volto a perguntar: por que meus comentários são submetidos a moderação e quase nunca são publicados?

    1. Estou tentando descobrir qual é o problema, que ó se manifesta, ao que sabemos, nos Iphones atualizados. Já houve momentos em que o problema desaparece e volta. Como não tenho equipe e suporte técnico, é um quebra-cabeças. Tentando resolver logo.

  168. Brito, uso navegador Firefox e na da caixa de endereço estou recebendo a mensagem que a conexão não é segura. Já faz alguns dias. Tentei entrar em contato com o “fale conosco e aparece a mensagem “contact-form-7 404 “Not Found”. Entro em contato por aqui por não ter outro meio. Sou colaborador do blog. Abraço.

  169. Fernando, existe uma grande suspeita que a origem do petróleo que polui o NE tem origem em um possível acidente com poço. Lembra do acidente ocorrido na Bacia de Campos, há alguns anos, quando o petróleo exsudou no leito marinho? A ver.

  170. Não estou mais recebendo notificaç~eos do site em meu notebook! pro favor, quero seguir recebendo, pessoal.

  171. Fernando Brito, comente por favor sobre a nova-velha denuncia do MP que acusa o ex-presidente Lula de atos de corrupção para beneficiar o seu irmão mais velho. Rejeitada novamente pelo juiz Ali Mazloum por falta de provas e também por já estarem prescritos.

  172. Olá Fernando, Gostaria que você comentasse sobre um twiter de uma jornalista que anda circulando por aí,
    a respeito de o Bolsonaro ter voltado mais cedo para o Rio dia 14.03.2018, data do assassinato da Mariele. Você foi o primeiro que comentou sobre esse fato, informando que ele tinha marcado uma passagem de volta ao Rio nesse dia. Você tem mais alguma informação sobre isso? Obrigado

  173. Fernando:
    A radio WaynaTambo é uma das poucas que ainda não foi bloqueada pelo governo boliviano (ou melhor, teve o sinal bloqueado mas ainda continua transmitindo pela internet). Fez uma boa cobertura de outro massacre ocorrido hoje quando os militares invadiram a refinaria de Senkata, em El Alto.
    http://radiowaynatambobolivia.blogspot.com/. Se precisarem de informação mais confiável, ela ainda pode ser ouvida pela Internet, apesar de seu sinal internacional ter sido bloqueado pelos golpistas bolivianos.

  174. Sou seu fã, mas como Botafoguense tenho que corrigi-lo: Bolsonaro não é torcedor do Botafogo ( graças a Deus ), ele veste a camisa de todos os clubes para fazer politicagem, mas seu time de coração é o Palmeiras !

  175. Brito, moro nos EUA e neste final de semana começou a aparecer com muita frequência no meu celular uma publicidade do governo brasileiro.
    Há alguns anos meu filho trabalhou numa empresa em que a função dele era exatamente gerenciar a veiculação desse tipo de publicidade. Com a frequência com que veiculam as mensagens, ainda que para uma universo direcionado, devem estar gastando uma fortuna. Podes ver no link abaixo a propaganda que veiculam.
    https://brazilbybrasil.com/
    Um abraço.

  176. Lamentável e inoportuno terem deixado o governador oportunista voltar no mesmo avião dos jogadores e deixarem ele abrir a porta e aparecer, antes dos jogadores, com a bandeira do Flamengo.
    Fiquei decepcionado e o clube não pode dar espaço a esses políticos oportunistas. Espero que não exijam que o Gabigol peça desculpas por ter ignorado esse governador de joelhos no gramado … Ele apoia a matança de pretos e pobres, a maioria flamenguistas. O presidente Landim deveria se desculpar com os torcedores.

  177. Lamentável e inoportuno terem deixado o governador oportunista voltar no mesmo avião dos jogadores e deixarem ele abrir a porta e aparecer, antes dos jogadores, com a bandeira do Flamengo.
    Fiquei decepcionado e o clube não pode dar espaço a esses políticos oportunistas. Espero que não exijam que o Gabigol peça desculpas por ter ignorado esse governador de joelhos no gramado … Ele apoia a matança de pretos e pobres, a maioria flamenguistas. O presidente Landim deveria se desculpar com os torcedores.

  178. Olá, quis ler um artigo agora e aí veio a propaganda com um som altissimo. Acho essa intervenção super agressiva. Deixei de ler na hora. Não daria para pensar outro tipo de propaganda? Abraços,

      1. Caro Fernando,

        Em outras mensagens, registrei que continuo recebendo cópias de mensagens que você tem trocado com seus seguidores. Certamente há algum “furo” nesse tal Disqus, pois isto já se arrasta há meses.
        Leio diariamente seus artigos no Tijolaço, mas não tenho porque tomar conhecimento de conversas com terceiros.
        Favor verificar.
        Cordialmente

        Em sáb., 30 de nov. de 2019 às 12:08, Disqus escreveu:

  179. Acho que não é tão impossível assim, caro editor. Lembro que os empresários precisam de certificado digital para uso de serviços da Receita Federal e também em alguns Estados. Como ele só trabalha para empresários….

  180. brito, vamos fazer uma campanha de financiamento pra vc tirar esse tanto de adds? no celular as vezes nem se consegue fechar o super add q aparece na frente. abraço!

  181. Lendo o livro – A política nos Quartéis – de Maud Chirio, pesquisadora francesa, descobri que o slogan adotado pelo Bolsonaro – “Brasil acima de tudo”, é o mesmo adotado pela Divisão de Paraquedistas comandada pelo Gal. Abreu em 1974. Como podem ver, esse tenentinho é bastante criativo…
    Recomendo a leitura desse livro, pois muita coisa defendida pelo Bolsonaro fazia parte do que era pregado nas décadas de 60 e 70, pelos militares de linha dura que divergiam do pessoal que tomou o poder. Eles queria mais repressão e esses grupos foram responsáveis por diversos atentados, inclusive o do Riocentro, conhecido por todos e qu deixou livre o Capitão, que mora em Brasília e até foi promovido.

  182. Brito, faz uns dois meses que não aparecem as fotos correspondentes aos textos no seu blog. Só vejo o que está escrito sem a devida foto. Oque preciso fazer para recuperar essa ferramenta ? Sônia

  183. Sr. Fernando,
    Parabéns por seus textos e corajoso posicionamento.
    Entretanto, algo me aborrece.
    A chamada grande mídia, quando se refere a Lula, especialmente, ou Dilma, ou alguém de prestígio da esquerda, mostra fotos com semblante forte, até raivoso, mesmo que seja um assunto delicado, para acentuar o ódio a eles.
    E todos os blogues da chamada esquerda, de resistência, mostra o atual presidente sempre sorridente e aparência simpática, mesmo que o assunto seja sobre mais uma estupidez ou demonstração de seu péssimo caráter.
    Até quando farão propaganda gratuita e subliminar a favor dele?

  184. Bom dia Fernando.Acabo de receber uma correspondência do Dep. Hélio Lopes fazendo propaganda de sua atuação parlamentar.Diz ele que apresentou 72 propostas legislativas e participou de 281 votações nominais. Quase todas de interesse de militares. Tenho dúvidas se estas informações são verdadeiras, Mas, independentemente de serem ou não verdadeiras, eu nunca autorizei que este senhor enviasse correspondência para o meu endereço. Onde ele conseguiu? Até há pouco tempo eu nada sabia sobre ele. Não tenho qualquer contato com o seu partido. Gostaria de saber se há meios para impedir este senhor de continuar com esta prática. Fico muito incomodado por sentir-me, por menos que seja, vinculado a pessoas pelas quais não tenho qualquer apreço.

  185. Fernando Britto, és o maior e mais lúcido jornalista do momento!! és genial!!
    Aguardo ansiosamente seu artigo, sobre os 98 anos que Leonel Brizola, faria hoje.

  186. Meu amigo Fernando tenho acompanhado você alguns anos , realmente você é um ser humano especial.
    Espero que Deus permiti que você fique por muito mais tempo entre nós, com saúde.
    Muito obrigado por sua dedicação por nós ( POVO BRASILEIRO).
    Que Deus continue protegendo você e sua família meu amigo.

  187. Sou pesquisador e estou divulgando o artigo que acabo
    de publicar na Revista Pegada que tratou sobre a forma como o Portal de
    noticias G1 usou o discurso para convencer a população da necessidade de
    aprovação da Reforma Trabalhista.

    Neste artigo demonstro como foi denegrida a imagem
    da CLT e enaltecido a RT como algo novo e melhor.

    Revista Pegada, v. 20, n. 3 (2019).
    ANÁLISE DO DISCURSO DA REFORMA TRABALHISTA NAS
    NOTÍCIAS DO G1, 2016-2017
    Aparecido Pires de Moraes Sobrinho
    http://revista.fct.unesp.br/index.php/pegada/article/view/6629

    Att
    Aparecido Pires de Moraes Sobrinho
    Doutorando de Geografia Humana na Universidade de São
    Paulo.

  188. Puxa. Aparece agora quando acesso este site propaganda da Havan. Será que aquele estelionatario, devedor do BNDES, vai fazer casas populares para quem precisa? Pior do que isso eh entrar no site e ser hospedado com anúncios da Havan. Ruim né.

  189. Boa tarde. Meus comentários nunca são publicados. Sou cadastrada no Disqus. Não uso linguagem inadequada nem violo nenhuma regra. O que está acontecendo?

  190. Boa tarde Fernando. Olha , quando tento acessar a matéria de hoje sobre o miliciano aparece um bloqueio do Norton. O interessante é que o bloqueio ocorre só para essa notícia… Fica o aviso. Grande e fraterno abraço.

  191. Caro Fernando, sugiro uma matéria aprofundada sobre o caso da IRB Brasil, empresa criada por Getúlio Vargas privatizada em 2013 e que encontra-se em meio a investigações de fraudes em balanços. Alguém ganhou muito dinheiro com essa “eficiencia” privada. As ações só esse ano já caíram quase 60%.

  192. Quero contribuir com o Tijolaço mas as orientações estão em inglês e não consigo finalizar. Que faço?

  193. Eu queria que o presidente estivesse certo
    quando afirma que o coronavirus é uma gripezinha,
    que não é necessário o isolamento social
    e que bastava isolar os nossos velhinhos
    para o problema ser resolvido.
    Queria que a OMS, os principais infectologistas do mundo,
    a maioria dos chefes de estado e a Rede Globo,
    que aconselham pelo isolamento social, estivessem errados.
    Queria que esse negócio de pandemia
    fosse apenas uma fantasia, uma histeria, uma desculpa
    para tirar seu Jair do poder, arquitetado
    pelo mundo comunista.
    Queria também que a cloroquina,
    mesmo sem ter sido estudada adequadamente,
    Curasse milagrosamente os enfermos.
    Suportaria os sarros dos amigos bolsonaristas
    Dizendo que o mito estava certo
    E amiúde diriam: Lula é ladrão e cachaceiro.
    Trocaria o prazer vaidoso de ter razão,
    A certeza de que temos um idiota a frente do país.
    Pela vida das pessoas que estão estimadas
    a morrerem nos próximos meses.

  194. Brito, vc tem trânsito nas esferas do poder. Sugiro que tente sensibilizar algum político para propor prorrogação da declaração do imposto de renda, e tb do pagamento de impostos, mesmo os atrasados, enquanto durar a pandemia.

  195. Infelizmente é assim. Tristemente é assim. Mas não precisa terminar assim.

    A história recente do Brasil está sendo escrita por iletrados. Não são homens ou mulheres com dificuldade de estudar, de se manter, mas com dificuldade de entender o que é viver em comunidade.

    Ódio, ignorância, inveja, idiotice e perversidade se uniram para forjar um governo capaz de mandar sua população ao sacrifício , em nome da comprovação de que a terra é plana, vacinas fazem mal, ninguém passa fome no Brasil, trabalhador ganha muito, bandido bom é bandido morto, que temos que ter menos direito para ter empregos, enfim que o Coronavírus é uma gripezinha, um resfriadinho.

    Custo a acreditar que chegamos a isso. Custo a acreditar que chegamos a isso com voto popular. Custo a acreditar que isso era o melhor para o Brasil. Custo a acreditar que estou acordado e vendo um governo pensando em dinheiro, na alta da bolsa de valores, em empréstimos aos bancos, na grosseria com nossa gente, no descaso com 5.000 ou 7.000 mortos, afinal eram velhos e estavam mais próximos da morte do que da vida digna que este país negou a grande maioria.

    É triste ver a oitava economia mundial, o país com uma das maiores reservas de minérios, de petróleo, de produção de soja, enfim abençoado por Deus e tomado pela ganância de uma elite predadora que faz do dinheiro sua razão de existência, sem pensar em construir um Estado, uma nação de brasileiros, com identidade própria e dotada de solidariedade como cimento desse tecido social.

    Nostálgico lembrar de Getúlio, de Jango, de Brisolla, de Lula, enfim de brasileiros que elevaram nosso amor ao Brasil, que elevaram nosso patriotismo de forma a fazer inveja a maioria dos países e sermos decretados como um país onde a felicidade se fazia presente.

    Hoje tudo esta triste. Tudo está à espera. A esperança fugiu de nosso país, foi embora com a submissão, as mentiras, o ódio e o descompromisso com nosso povo.

    Hoje o Brasil funciona como a família Bolsonaro em que a mentira é o meio de vida. Só encontraremos a felicidade novamente, quando nos livrarmos desse mal, que afeta nossa autoestima, nossa alma, nossa sede de justiça e nossa coragem de enfrentar os desafios.

    Só encontraremos a paz quando o ódio se for e o ódio só irá quando Flávio, Carlos, Eduardo e Bolsonaro voltarem para o esgoto político, lugar de onde nunca deveriam ter saído.

    Não há nada de bom a esperar enquanto esses apocalípticos, anômalos seres permanecerem brincando com a vida de todos nós.

    Infelizmente é assim. Tristemente é assim. Mas não precisa terminar assim.

    Marco Russo

    Cientista Social

    Secretário Geral PT Americana.

  196. nestes tempos vários conhecidos que não se manifestavam na época da ditadura estão revelando seus ódios à esquerda. Acho que naquela época o método deles era a deduragem.

  197. Caro Fernando Brito, estou assinar seu blog. Ao clicar no botão ao final do post, sou enviado para o paypal. Tenho conta lá, mas a página exige que faça outra conta e não funciona. Há outra forma de assinar?

  198. Caro, Fernando Brito. Há quatro anos acompanho seu blog. Quero que saiba que faço dele minha rotina diária leitura. Sou muito grato por poder dispor de suas análise equilibradas e bem-fundamentadas. Conte comigo para ajudá-lo a manter esse relevante projeto para nós e nosso povo. Abraço.

  199. Tenho vontade de contribuir financeiramente de forma avulsa , mas para mim a melhor forma. seria atraves de boleto …mas não vi essa opçao aqui no tijolaco…

  200. Tentei me tornar associado ao site com meu cartão de crédito, mas o processo para (empaca) quando sou levado para o paypal

  201. Ola, Brito !
    Hoje fiz duas assinaturas (R$10,00 mensal e R$50,00 semestral, pois não consegui contribuir com um valor maior. Em todo caso, peço-te que me oriente como fazer isso. Tentei contribuir também hoje com o Nassif e o Eduardo Guimarães, mas não conseguir fazer a operação.

    Essa assinatura é uma maneira de retribuir um pouco daquilo que você já me proporciona diariamente neste “blog” ou, como dizia José Saramago, neste “caderno electrónico”.
    Sei da importância de apoiar a mídia progressista.

    Sou baiano, já morei muitos anos em São Paulo e Manaus, mas, agora que me aposentei, estou vivendo na Paraíba, em João Pessoa

    Admiro o seu trabalho e o acompanho já há um bom tempo, sem nunca ter contribuído.
    Obrigado, amigo !

    José Carlos

  202. Fernando, bom dia.
    Não estou conseguindo abrir os texto de TIJOLAÇO no celular. No notebook consigo abrir. Sabe dizer o que está passando.
    Obrigado.

  203. Temos que nos indignar sim!
    COVARDIA!
    MATAR UMA CRIANÇA É COVARDIA!
    TEM DE HAVER UMA PUNIÇÃO SEVERA PARA ESSES ASSASSINOS!

  204. Viu artigo antitrabalhista de Rui Castro no Diário de Notícias de Portugal? Equipara Bolsonaro a Vargas e diz que ele é nacionalista mesmo e estatizante, porque o mercado “é internacionalista”…

  205. BRITO, costumo acessar o blog tb pelo celular ..uso Mozilla no PC e celular ..a opção de comentar pelo DISQUS no PC esta OK, no celular, não esta mais disponível ..seria algum problema de configuração, ou o problema é geral ?

  206. BRITO, costumo acessar o blog tb pelo celular ..uso Mozilla no PC e celular ..a opção de comentar pelo DISQUS no PC esta OK, no celular, não esta mais disponível ..seria algum problema de configuração, ou o problema é geral ?

  207. moro admitiu ontem que estava em um ‘ringue’ contra Lula. OLha só que coisa, anos atras, o Globo, em editorial, repudiava que sugerisse isso (é só dar um google):
    “A manipulação em torno do depoimento de Lula
    Tenta-se criar polarização entre o ex-presidente e Moro, quando, na verdade, se trata de uma sessão de testemunho em um dos cinco processos a que ele responde
    Editorial
    09/05/2017 – 00:00”

  208. trecho do editorial do globo, de anos atras “Tenta-se transformar a presença de Lula perante Moro num embate decisivo num ringue judicial. Trata-se, na verdade, de um rito de praxe — como tudo na Justiça —, em que o juiz faz perguntas e o réu responde”.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *