a25ba0f02d020691809cbe79dc403604

A previdência e o Twitter

Diga-se o que se disser do ex-ministro Delfim Netto, inegável que seus 90 anos – mais de 50 deles na vida pública – lhe deram um grande conhecimento em matéria de como fazer projetos impopulares, porque lesivos a muitos, serem aprovados pelos políticos.

Por isso, seu artigo de hoje, na Folha, merece atenção: senadores (e, certamente, grande parte dos deputados) de um PRS (Partido das Redes Sociais) irão reagir diante do comportamento tuiteiro e facebookista em relação às medidas impopulares que a tal reforma da Previdência inevitavelmente conterá.

(…)tenho sérias dúvidas que “representantes” controlados pelas mídias sociais possam dar conta de aprovar a reforma da Previdência.  No curto prazo, ela tem poderosos “perdedores” e nenhum “ganhador”, a não ser a abstrata sociedade que não tuíta!

Até agora, a reforma tem sido – falsamente, como é notório – como salvadora da finanças nacionais, sem a qual os velhinhos deixariam de receber seus proventos e pensões. Nada diferente do que se dizia nos primeiros tempos de Michel Temer, quando também se acreditava numa “retomada do crescimento” veloz e inevitável.

Paulo Guedes, ao contrário do que fez, pessoalmente, Jair Bolsonaro, acenou com mudanças tão rápidas quanto duras. Nos próximos dias, veremos quais delas o ex-capitão assumirá o desgaste de encampar.

Não à-toa o Ministro e o o governo preparam uma ofensiva publicitária que vai se focar nas redes para apresentar uma “nova Previdência”. O que diz nada para quem tem seus direitos já num horizonte próximo e bem pouco para quem ainda não pensa nela.

O apetite que se despertou no mercado financeiro é tanto que qualquer mordida que não seja imensa será frustrante.

Mas mordidas imensas – na idade mínima, nas regras de transição e na aposentadoria por idade e pensões, sobretudo – vão doer de fato em cada um, assim como os que, por privilégio funcional, ficarem de fora despertarão ódios.

Sobretudo se, daqui a pouco, Bolsonaro passar a ostentar um título mais incômodo que o que Michel Temer trazia com a sua aposentadoria aos 55 anos de idade.

O de receber, desde os 33, uma aposentadoria como capitão do Exército.

a25ba0f02d020691809cbe79dc403604

22 respostas

  1. Se ele recebe mesmo, desde os 38 anos, aposentadoria do exército e também o salário de deputado há tantas legislaturas, será difícil até mesmo para os bolsopatas (que aqui no nordeste são milhares, infelizmente) justificarem essa “singela situação VERGONHOSA”

    1. é nada
      os bolsopatas recebem diariamente todas as respostas prontas pelo zap
      é só copiar e colar

    2. Quanto à aposentadoria como capitão, de acordo com o texto, é desde os 33, e não 38 anos. Par3ce-me também que foi essa idade, 33 anos, que já vi em outros artigos.
      Venhamos e convenhamos, assim fica fácil pretender que o cidadão comum trabalhe até os 80 ou 90 anos. E, de preferência, para ter direito a meio salario mínimo, como indica querer o Guedes, um picareta de altíssimo luxo especializado em ganhar muito dinheiro por meios, segundo dizem, não exatamente éticos ou honestos!

  2. Não suporto mais ver a cara desse indivíduo, seja em cama de hospital, seja em caixas eletrônicos, seja fazendo sinal de positivo ou de arminha na mão, seja do jeito que for. Está me dando náuseas. Daqui a pouco não vou mais conseguir me controlar e vou vomitar em cima do notebook ou do celular…

    1. Relaxa e pensa que “o que é dele está guardado”.
      O tempo passa rápido, e nós temos que viver nossas vidas e pensar que a corda no pescoço dele irá apertando de forma gradual, progressiva ,continua e inevitável, proporcionalmente a seu banditismo.
      O Moro não nota ,mas sua corda já está esturricando, as veias enchendo e dores de cabeça aparecendo. É a fatura se aproximando, pelo correio expresso lá do outro lado.

  3. A reforma criminosa será feita, e caso alguém pensar em protestar haverá UM FASCISTA como secretário de segurança pública do CRIMINOSO sergio moro a lhe colocar “nos eixos”.
    Este sujeito é responsável pela Força Nacional , a coordenação entre o ministério e os serviços de “inteligência” , a definição das políticas a serem implementadas pelas polícias estaduais.,dentre outras atividades.
    É mais um general de pijama no governo do ASNO que vomita o seguinte (seres limitados não falam ,vomitam) sobre a DITADURA MILITAR:
    —” “O Brasil precisava de um regime de exceção. Não é ditadura. Não houve ditadura no Brasil. Um regime de exceção é um regime forte”.—-
    Nome do sujeito ?Guilherme Theóphilo.O ESTADO POLICIAL ,DITATORIAL ,AVANÇA.
    Triste destino dos cidadãos de um país,o de serem controlados pelos que detêm as armas ,mas abominam a inteligência (porque não a possuem).

    1. Eles querem terminar de destruir o país que DESTROÇARAM socialmente em 21 anos de poder e devolveram FALIDO para os civis. Agora estão pegando com 380 bilhões de dólares de reservas, dá mais margem para brincarem de tiranos novamente e f… o Brasil de novo.

      1. Você está absolutamente certo.
        Durante o século XX o Brasil foi governado por militares a maior parte do tempo.
        Se eles são tão bons governantes porque o Brasil não é uma Alemanha?
        Porque o Brasil é um país tão fudido e com um povo mais fudido ainda?
        De onde tiraram que os militares defendem o Brasil e são nacionalistas?
        De minha parte. odeio esta gente toda, agora adicionados dos membros do poder judiciário. Este mesmo poder que destroçou o Brasil a partir de de 2014.

  4. Não adianta. Esse povo que é inerte, isto é, não pensa nada além do “curintia” ou outras bobagens, que é, finalmente, quem decide, são como crianças. Você pode falar que mexer com fogo queima, mas só aprende depois que queimar.

    Para a esquerda evoluir também é “bom” que todas essas reformas liberais sejam todas realizadas e o Brasil mergulhe em décadas de recessão e até deflação. Quem sabe a classe mérdia empresária se dê conta da desgraça que provocou a si mesma.

  5. Um sujeito que sempre viveu às custas do Estado nas suas variadas esferas e nunca fez nada de útil pelo que recebeu.

    1. Pior. Deveria ter sido expulso do exército. Havia sido punido e no recurso ao STM o general Sérgio Pires, num ato de proteção por afinidade ideológica, contra a recomendação do ministro do exército, general Leônidas Pires Gonçalves, reverteu a decisão que o expulsava do exército (e por consequência, não lhe dava o privilégio da aposentadoria a partir dos 33 anos de idade).

  6. Essa foto é emblemática. O chefe sacando a cota diária da venda de carros do amigo miliciano de longa data conhecido como laranja Queiroz. O bailarino das horas de aflição. O mágico capaz de sumir da vista de todos os órgãos de investigação do país bananeiro levando junto os seus devedores e credores. O ilusionista capaz de paralisar o assim chamado jornalismo investigativo e silenciar boa parte da chamada oposição. Sintonia perfeita. Bolsonaros, Queiroz e o “Brasil acima de todos” se merecem: “Tudo está no seu lugar, graças a Deus…graças a Deus…”.

  7. Precisamos saber QUANTO $$$ Bolsonaro recebe desde os 33 anos para podermos comparar com o valor médio pago pela Previdência.

  8. Como todo corrupto e demagogo, o Bolsocheio quer só para os “outros”, o arrocho,corte de benefícios e perdas salariais
    Bem feito para os eleitopatas que votaram pela doença, desgraça e fome.
    Vão ter tudo que pediram,pois na campanha ,essas “promessas” foram todas explicitadas ,pelos candidatos IDIOCRATAS bolsonetas pesselistas.

  9. Não tenho certeza se ele saindo por vontade própria ou sendo saído do exército teria direito à aposentadoria. Devem ter sido 3 anos de academia preparatória + 4 de Aman (não sei se as duas escolas contam) + uns 11 anos de quartel (2° tenente, 1° tenente, capitão). Acho q sairia apenas contando com o tempo de contribuição e aquelas coisas de montepio etc q eles costumam contribuir. O amigo do Boechat, Aristóteles Drumond disse q o coronel Mário Andreazza precisou ter o enterro pago pelos amigos… Aliás o tal de Drumond aparecia fazendo a defesa das obras da ditadura em pleno canal da Igreja Católica e em plena democracia (depois dizem q ela andava junta e misturada com o PT…Quem eram mesmo os caras de batina q frequentavam os palanques da ditadura, inclusive no 7 de setembro?!). E agora na república bolsonarianta vemos a Igreja Católica promovendo encontros para discutir os destinos da Amazônia etc e sendo espionada como subsversiva pelo governo e os milicos. Quem entende um samba do crioulo doido desses?! A foto é simbólica. Desde os 15 anos (academia preparatória de Campinas) até hoje (e salvo pouquíssimo tempo) sempre no aguardo do Tesouro e do BB. Para quem se comunica muito mal,nem sabe inglês e não sabe o q fazer em Davos ele até q se virar bem.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *