Apenas pergunte para onde deve ir o salário mínimo

O levantamento publicado em O Globo, com a chamada destacando que “Bolsonaro será primeiro presidente desde o Real a deixar salário mínimo valendo menos” deveria virar um “meme” da campanha de Lula, não só porque representa o que estão perdendo 35% do trabalhadores com emprego e 64% dos aposentados brasileiros, todos vivendo com um salário mínimo, como porque deveria ser uma vergonha para as elites brasileiras ainda patrocinarem um retrocesso social que pode ser traduzido na palavra fome, o “salário de fome”, como costumávamos chamar o que eles chamam de “equilíbrio fiscal”.

Cegos, cegos, mil vezes cegos, porque o seu egoísmo não os deixa ver que renda para os mais pobres é dinheiro na veia da economia: vendas, produção e ganhos.

É para seguir com isso que querem continuar no poder? É isto que dizem ser “Deus acima de Tudo”?

Esta verdade – a tal que liberta, lembram – mão pode ficar escondida porque bandos de arruaceiros ameaçam partir para a briga de rua, como estão fazendo agora com a ida de Lula a Juiz de Fora.

Faça a sua parte, mostre estes números a um parente, a um amigo, a um aposentado, a um trabalhador do seu prédio. Há uma versão mais fácil de imprimir aqui.

Não precisa fazer campanha, não precisa pedir votos, basta mostrar a realidade.

Porque é, como disse Lula, é uma escolha muito fácil: para onde você quer que vá o salário, para cima ou para baixo.

 

 

 

 

 

 

Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
Share on whatsapp
WhatsApp
Share on email
Email

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.