Áudio de juiz sugere que “mala foi alta” para livrar Garotinho. Ouça

glaucenir

Um áudio atribuído ao juiz Glaucenir Oliveira, de Campos e autor da primeira prisão do ex-governador Anthony Garotinho postado num grupo de juízes num grupo de Whattsapp diz que “segundo comentários sérios que ouvi hoje, de gente de lá de dentro (do grupo de Garotinho) é que a quantia foi alta” na decisão de Gilmar Mendes de soltar o ex-governador, sugerindo que a decisão foi comprada.

“Vocês entendem o que estou falando” diz a seu grupo.

Muito mais do que a corrupção que sugere o áudio – Gilmar Mendes não é nenhum tolo – o grave é o nível de confrontação entre juízes e o Supremo.

Na gravação, a voz que  seria de Glaucenir – comparei com a de outro vídeo onde ele fala, num caso de briga com uma agente de trânsito e as voz parece ser a mesma, sem que isso tenha, claro, valor pericial – diz que conversou por telefone com o juiz que assumiu o caso, depois de sua saída da 100ª Vara Eleitoral, de Campos, e este teria dito que vai se declarar impedido no caso, “porque não quer dar a cara a tapa, porque não quer fazer trabalho de palhaço”.

E sugeriu-lhe que o faça por um ofício a Gilmar deixando claro que não tem como continuar no processo:  “vai entender a sujeirada que Gilmar Mendes está fazendo”:

Isso é um absurdo, entendeu? O Gilmar não tem  mesmo vergonha na cara, infelizmente. Não adianta fazer campanha contra ele, porque ele sorri, ele é sarcástico. É desanimador, é uma desilusão, porque a gente trabalha sério, a gente é na verdade um soldado na linha de frente, a gente leva pedrada, leva tiro, enquanto o grande general do Poder Judiciário – que ele agora parece que é o dono do poder – mela o  trabalho sério que a gente faz, com sarcasmo, com falta de vergonha. E, segundo os comentários que eu ouvi hoje – comentário sério, de gente lá de dentro – é que a mala foi grande”

Insisto que não posso assegurar que a voz seja de fato de Glaucenir e, num sábado antes do Natal, não tenho como procurá-lo para responder, pelo que o blog fica aberto para que ele confirme ou desminta a autoria. Como a fonte que me entregou a gravação é de alta confiabilidade e o site Brasil247 já divulgou a história, publico, abaixo, o áudio explosivo.

 

Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
Share on whatsapp
WhatsApp
Share on email
Email

28 respostas

  1. Todo esse discurso é totalmente compatível com a atuação de um delegado, um procurador do MPF, um promotor, mas jamais com a conduta de um juiz. Honra na toga? O que é isso? Uma adaptação ao Judiciário de “faca na caveira” ? É lamentável. O Garotinho pode ser o bandido que for, mas esse juiz é completamente suspeito para julgá-lo. O juiz jamais pode ter obssessão em prender o réu, em puní-lo ou perseguí-lo, ou não será juiz de fato. Parece que essa merda chamada rede social idiotizou até o Judiciário.

    1. Cezar ,meu caro,no caso do judiciário não é idiotice é SAFADEZA ,CASTA CRIMINOSA E SAFADA,não sejamos ingênuos.
      Já em relação as redes sociais,elas não idiotizam ninguém , é que agora os idiotas ganharam visibilidade por causa das redes sociais
      ( Umberto Ecco tinha razão)

  2. Nesse audio existe uma passagem, que até está escrita no texto, muito interessante.
    Se de fato é mesmo o juiz quem fala, ele precisa esclarecer essa coisa “vocês sabem”.
    Pelo visto a tal questão da “mala” é de conhecimento no meio, e o interessante que a sociedade desconhece sindicâncias combatendo essa prática.
    Sujeira é receber “bola”, como tb é prevaricar.
    O Judiciário precisa urgentemente ser “passado a limpo”.

    1. Eleição também para o judiciário com critérios para se candidatar e com mandatos sem direito a reeleição; a mesma coisa para os demais poderes. Eleição de um congresso específico para reformar a constituição que virou ma colcha de retalhos.

  3. Sendo de Campos, ele poderia ter razoes paroquiais ou diferenças historicas com o indigitado Garotinho, nao se pode excluir isto.
    E isto agora não é opinião mas especulação:
    Pergunto se, do ponto de vista da intocabilidade e da ‘respeitabilidade’ das elites locais -do estado de RJ – o Garotinho não se assemelharia ao Paulo Maluf para as elites paulistas: independente de seus meritos/deméritos é um forasteiro, um sapo de fora, um penetra que inesperadamente deu certo.

  4. Este áudio está fadado a repercutir. Ele terá, pelo menos, repercussão suficiente para incomodar bastante o ministro Gilmar Mendes. Depois disso sua reputação vai resvalar do ruim para o péssimo irreparável, o que faz pensar que este movimento pode muito bem estar inserido em algum plano maior de desestabilização do ministro Gilmar. Um plano que inclui os fortes ataques que vem sofrendo pela mídia empresarial. Mas quem não espera reação à altura está enganado. Pode correr para se abrigar do temporal que virá.

  5. Sabe o que é irônico nessa gravação? É que no final do áudio, ouve-se ao fundo a musiquinha do Jornal Nacional, em se tratando de porcariadas judiciárias, nada melhor do que a Globo golpista.
    Hahahahahahahaha

  6. Brito

    Mt suspeito esse áudio… Será q não é isca, ou “casca de banana”… que vc terminou divulgando e, assim, ajudando os golpista sem perceber?

    Se esse juiz, que supostamente fala no áudio, não é digno de credibilidade, temos q questionar o porquê desse material chegar até a mídia proguessista. Para mim soa como algo arquitetado para limpar terreno a fim de se plantar sementes de um plano que integra a plantação maior do golpe….

  7. Não conheço os detalhes deste processo mas, salvo engano, o Garotinho deve ser a única pessoa no Brasil presa por razões eleitorais, o que sugere que, neste caso, quem está errado é o juiz eleitoral de Campos.

  8. A prova desse juiz é o ouvi falar de gente confiável, vulga fofoca. O Tacla Durán tem provas concretas, mas esses tipinhos não querem ouvi-lo, por que será ?

  9. Esse episódio só mostra que o golpe rachou e que Gilmar está em lado oposto a esses juízes.
    Áudio feito para vazar de propósito para dar ar de verdade.
    Armação furada.
    Por que não pegam Gilmar por coisas que ele realmente tenha feito, como impedir Lula de ser ministro?

  10. Receber malas não é crime no Brasil. Não importa o que tenha dentro delas. Crime é pagar aluguel, apresentar recibos e, ainda assim, eeles não servirem de prova de inocência. Crime é NÃO TER um triplex, que está no nome de uma construtora, registrado em cartório e que serve de garantia, junto à Caixa, num processo de recuperação judicial. Assim como não é crime trocar de advogados para fazer delação, mesmo que todo o mundo saiba que esses advogados mantém “certos vínculos” com um juiz de piso (e de teto acima do normal). Esses são crimes, desde que o investigado não more em ninho tucano. Esse é o Brasil que os coxinhas pediram. Mas quando essas aberrações atingirem eles, a gritaria será geral. E aí eu direi: FOD*AM-SE, patinhos.

  11. Gilmar Mendes não é juiz, mas um líder do PSDB no STF; disso até o mundo mineral sabe. GM é, no PJ brasileiro, o principal mentor e articulador da trama golpista; foi GM quem impediu a posse do Ex-Presidente Lula, numa decisão monocrática e inconstitucional, atendendo a pedido do PSDB. GM é conselheiro político do chefe de quadrilha, Michel Temer; foi GM o propositor do golpe parlamentarista, já em tramitação no senado.

    Mas pelas razões errada, ou seja, para proteger seus aliados e comparsas na política, Gilmar Mendes vestiu agora a capa do garantismo; e competência para isso GM já demonstrou possuir. Gilmar Mendes não se envergonha de decidir de modo díspar sobre casos idênticos ou semelhantes. Mais do que isso: GM não tem medo de cara feia e ameaças que os nazifascistóides alimentados pelo ódios disseminado pelo PIG/PPV lhe façam.

    Gilmar Mendes tem muitos defeitos e podemos chamá-lo de canalha, apontando fatos objetivos incontestes que provam essa acusação pesada. Mas GM é o único nesse STF formado por pusilânimes a encarar os nazifascistas do MPF e do próprio judiciário. Nem mesmo os fogos de barragem e a artilharia pesada que os nazifascistas do sistema judiciário e o PIG/PPV têm sido capazes de intimidar Gilmar Mendes, que dá a cara pra bater.

    Esse juiz campista, de nome Glaucenir, tem contra si pesadas acusações, como a blogosfera progressista já mostrou; ele é inimigo político declarado de Anthony garotinho, fato suficiente para torná-lo suspeito de julgar qualquer denúncia envolvendo o desafeto. Garotinho, corajoso e sem papas na língua, denunciou a TV Globo por sonegação de impostos, num programa jornalístico da própria emissora. Portanto há motivos e interesses comuns entre as ORCRIMs do judiciário fluminense e a ORCRIM Globo.

    Se esse juizeco do norte fluminense fez, de fato essas acusações graves contra GM e não possuir provas robustas, estejam certos de que ele vai receber o troco, com pesadas multas, altos juros e correção monetária. GM vai tratorar esse Glaucenir e muitos outros que ousem enfrentá-lo. Há mais de um ano eu escrevi: o embate entre GM e Rodrigo Janot era falso; hoje ninguém mais duvida disso. Comentei que GM era muito mais capacitado jurídica e polìticamente do que Janot. Eu disse que Janot seria demolido, moído, triturado. Não deu outra. Hoje Janot esá no ostracismo, torcendo para não ser processado, julgado, condenado e pegar cana dura; crimes para isso ele cometeu, e com sobras.

  12. Nossa Senhora como está este Poder Judiciário Brasileiro. Uma vergonha. STF novamente se cala. Enquanto isto a perseguição ao Lula é implacável e que nos envergonha internacionalmente. Esta declaração deste juiz precisa ser apurada. Há uma supostamente afirmação de que houve uma mala, mala contendo o que dinheiro?????? Este juiz também por prevaricação deve ser investigado, se ele conhece o autor , ou autores do suposto pagamento de propina tinha que agir imediatamente e mandar prender esta turma, se não fez é prevaricação. Este governo golpista nos envergonha. os Poderes estão todos dominados.

  13. Para a sociedade é bom que este judiciário, como está, se desmanche intra-corporação. Alí nem vale o Teorema de Pareto (aproximadamente 15/20% de excelência, lá é muito menos), então se a máquina se explodir internamente, vai ser melhor para a sociedade. Alí teto, não é teto. Compadrios e troca de favores no jogo de poder e diversas coisas péssimas (tro-ló-lós intermináveis, hermenêuticas de conveniências, palavreado arcáico, minúcias lusitanas coloniais, falta de eficiência -nem se fala-), tudo isso existe lá e, sustentamos tudo isso com o nosso sangue do trabalho diário. Ah, esquecí de informar: férias de até 114 dias por ano, como foi demonstrado em várias matérias. Gilmar pode ser uma pessoa abominável sob o ponto de vista que um juiz, necessariamente, deve ter, mas esse juiz Glaucenir, tem uma série de “rabos” também, já deu muita notícia. Então, que se explodam, a sociedade agradece.

  14. Não sabemos em quem confiar_mos ??????( nos políticos, no poder judiciário, nos órgãos de competência da nação, oh , meus Deus em quem confiar, na verdade não sei no indulto dado pela.presidencia sobre o crivo do presidente???!!!!! Mais eu confio plenamente no nosso gde e verdadeiro amigo nosso pai celestial Jesus Cristo.Amem senhor .

  15. Deixa o Garotinho curtir o Papai Noel em casa. Isto é o que interessa. Todos os garotinhos deste país, que não sejam os do PT é óbvio, devem passar o Natal junto com suas famílias. Tudo muito justo, justíssimo. O problema do Gilmar depois se resolve.

  16. Concordo com vc, Vicente. Qdo Gilmar age de forma despudorada e julga em benefício dos grupos golpistas, embora golpeando a lei, o PIG e “justiça” aplaudem. Qdo ele julga como deve e contrário aos objetivos golpistas, a mídia passa a evidenciar o q ele sempre foi…

  17. Estes juízes, estes promotores que adoram um holofote já estão enchendo o saco, estas autoridades (se é que podemos dizer assim) precisam aprender a “falar” a se pronunciar só nos autos e nada mais. juiz e promotor que vivem falando pelos cotovelos escondem alguma coisa, parecem que têm rabo preso. juízes e promotores se misturando com políticos é uma vergonha. esta vitaliciedade do cargo de promotor e juiz precisa acabar. isto representa uma imunidade ao crime. auxílio moradia para juiz e promotor que tem casa própria é uma imoralidade, uma improbidade administrativa, caixa dois.

  18. Quem ouviu o áudio do juiz, não acredita que é um juiz, primeiro pq juiz de verdade, fala nos autos, segundo juiz não se utiliza do nível de linguagem chula proferida pelo, não ser advogado pra saber que existe um nível de linguagem expressa no meio jurídico. O resto eu precisaria ver melhor pra falar, de alguns HC.

  19. O José Silvério, tem razão, eu já fiz sugestão para fosse criado uma comissão de notáveis para elaborar projeto de lei implantar eleições diretas em todos os níveis do judiciário, pq se formos esperar pelo legislativo,e o próprio judiciário que o mundo todo sabe é corporativista, e dizia já faz tempo o executivo tem tanto problema pra resolver ficar nomeando juiz e reitor de universidade, não vamos a lugar algum. Por isso temos juiz de primeiro grau que recebe três por cento do valor das delações premiadas, segundo Tacla Duran.

  20. Acho que juízes precisam voltar a ser SOMENTE “a boca da lei” e nada mais que isso! Chega de juízes midiáticos, fascistas e justiceiros! E o que é pior, a serviço de uma potência estrangeira para esculhambar com o Brasil. Esse episódio relatado mais parece briga intra-quadrilha.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.