Autopromoção do ‘Cidade Limpa’ faz Justiça condenar Dória

A condenação de João Doria Jr. por improbidade administrativa, decidida pela juíza Carolina Martins Cardoso, da 11ª Vara da Fazenda Pública da Justiça, não vai, é claro, impedir  a candidatura do ex-prefeito paulistano.

Afinal, ele não é Lula e, por isso, não vem ao caso correr com a confirmação da sentença para evitar que ele concorra.

Afinal, se nem o avião de R$ 50 milhões financiado pelo BNDES caiu em sua cabeça, porque uma sentença judicial cairia?

Os quatro anos de inelegibilidade e a multa de R$ 1,2 milhão por  ter usado serviços públicos, pagos pela prefeitura no programa promocional “Cidade Limpa” para desfilar seus modelitos pop – gari, pedreiro e outros – só tem um sentido prático.

Vai ter que dobrar a língua para atacar o ex-presidente como “condenado”.

Afinal, ele também é um, embora, tal como Lula, ainda não tenha sentença transitada em julgado.

Prato cheio nos debates de televisão.

A maldição dos pobres, fatídica, caiu sobre a cabeça do dândi paulistano.

Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
Share on whatsapp
WhatsApp
Share on email
Email

14 respostas

  1. Só uma observação, Brito. O nome da marqueteira campanha desse lobista é “Cidade Linda” e não “Cidade Limpa” que é o nome da corretíssima e muito bem sucedida Lei da PM-SP, de 2007, que tirou a poluição visual dos prédios paulistanos.

  2. Isso é mais um lance pirotécnico para justificar a condenação de Lula. Enganação, farsa, a gente sabe que não vai dar em nada.

    1. concordo. a justificativa é bastante capenga, diante de tantos fatos mais graves. É só pra dar uma distraída e poderem não falar de Lula.

    2. E do Haddad também, com este processo ridiculo das ciclovias.
      Deve ser coisa do ministério publico de sp (alckmin) para justificar eventual condenação e cassação do Haddad

  3. O Dória condenado em primeira instância, isto é bom para o PT Paulista partir para cima dele na eleição para o governo de são paulo. . Ainda veremos tucanos na cadeia. Pode demorar, não tenho pressa.

  4. … Esta “estória” é mais um fake news envolvendo o conluio justi$$a/PSDBosta!
    Armação na veia!
    Permita-me dispensar as aspas!

  5. O timing dessa condenação (por um motivo frívolo, a meu ver) me parece uma jogada para a platéia, e facilmente será refutada em segunda instância.

    A impressão que dá é que é para dizer que a lei é para todos e apartidária. Como sabemos, Moro está em baixa e seu alvo preferido está em alta. O seu principal adversário nas pesquisas é o Skaf do pato amarelo – um dos cinquenta tons tucanóides.

  6. Fico me perguntando como os paulistanos elegeram isso!
    Em Minas os funcionários públicos reclamam do governo Pimentel e vão eleger Anastasia. Se esquecem que o PSDB defende o Estado Mínimo.

  7. Parece-me que estão jogando pra platéia, tipo, veja como somos “isentos”. Provável que não vai dar em nada. Mas vai ser bom ouvir “DORIA CONDENADO”. A casa caiu prefake playboy !!!

  8. Fico me perguntando???? O que é pior? Um jatinho de 50 milhões financiado pelo BNDES e pago em dia ou um jatinho emprestado, pago com MP’s?

  9. Essa condenação está mais para a judicialização da política do que outra coisa. Nem político de direita (e põe direita nisso!) pode fazer campanha, interagir com a população!

  10. O playboyzinho da terceira idade se ferrou, pode não dar em nada, mas há um condenação para sempre ser lembrada.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.