Bolsonaro cria o slogan “odeiem-me e não visitem o Brasil”

Para quem acha que as descargas verbais de Jair Bolsnaro são simples idiotices, que logo serão esquecidas, sem maiores consequências, um trecho do texto de Assis Moreira, correspondente do Valor na Suíça:

A imagem tóxica de Bolsonaro no exterior

A professora brasileira-suíça Deila Wenger costuma se deslocar de São Paulo para Berna, a capital da Suíça, durante o verão europeu (de meados de junho a começo de setembro) para dar aulas de português intensivo numa escola de línguas local. Os alunos, em sua grande maioria, normalmente têm planos de visitar o Brasil. Mas a rotina de mais de 20 anos foi interrompida neste ano por algo inédito: não apareceu um só aluno interessado em aprender português.
Em conversa com ex-alunos e amigos suíços, a conclusão da professora é de que suíços, e europeus em geral, procuram evitar o Brasil, no rastro de repetidas declarações tóxicas de Jair Bolsonaro sobre ambiente, indígenas, Amazônia, trabalho infantil, tortura etc.
O que a professora vivencia na capital da Suíça é uma pequena ilustração do que está acontecendo na cena internacional. A imagem do Brasil começou a se degradar aceleradamente com a campanha da oposição a partir do impeachment de Dilma Rousseff.
E chegou, agora, a níveis baixos jamais vistos, com Bolsonaro no poder. O capital de simpatia que o país tem se esvai no exterior, misturado a declarações ou decisões toscas de Bolsonaro. A percepção internacional é alimentada por conclusões como a da revista “The Economist”, de que Bolsonaro é possivelmente o chefe de Estado mais perigoso no mundo para a área ambiental, com posições que podem, direta ou indiretamente, encorajar um grande desmatamento da Amazônia.
O presidente do Brasil é hoje, na prática, o maior aliado dos grupos que militam contra acordos comerciais com o Mercosul, e isso especialmente envolvendo a questão ambiental.

Assis trata, a partir daí dos problemas comerciais que isso trará. Nem entro nisso, porque acho que a questão, sobre isso, nem começou ainda.

Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
Share on whatsapp
WhatsApp
Share on email
Email

9 respostas

  1. O brasilzinho vai ser em muito breve boicotado totalmente nas áreas comerciais, econômicas,industriais e de turismo.
    É simplesmente uma questão de sobrevivência do mundo contra um animal selvagem que quer arrasar o planeta.
    Isto aqui vai virar um cenário pós apocalíptico rapidamente,se o COCÔ não for barrado ou preso.

  2. Eleitores de Bozonaro donos de lojas e outros pequenos negócios vao ver a falencia em breve. E com menos dinheiro pequenas industrias nao continuarao existindo… Dez por cento de zero é nada, malafaia

  3. Uma burrice colossal: Bolsonaro se fia na subserviência aos EUA, esquecendo que, eventualmente, Trump não estará mais na Presidência daquele país.

    1. Mas cuidado… Viajantes do tempo em videos do youtube dizem que ele se reelege. So nao sabem dizer quem ganha o superbowl

  4. “Os agricultores que estão alegres hoje vão chorar amanhã.” disse a deputada Kátia Abreu, uma das líderes da bancada ruralista. hoje em artido no “Estadão”. Segundo ela discurso de Bolsonaro pode fechar mercados no exterior para produtos brasileiros. E não por coincidencia ontem ( 12 de agosto) o Boletim Anual da Sociedade Americana de Metereologia informou que o planeta terra bateu um novo recorde na emissão de gases de efeito estufa. Os cientistas informam que o desmatamento ajuda a aquecer e desertificar o planeta….Resumindo: os países desenvolvidos prestarão MUITA ATENÇÃO no que o governo fizer na área ambiental, e isso vai ter consequencias economicas…….os aliados ruralistas deram um tiro no pé.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.