Bolsonaro diz que Queiroga vai autorizar o fim da máscara

Jair Bolsonaro acaba de anunciar que o fantoche da Saúde, Marcelo Queiroga, “está ultimando” um parecer para que sejam desobrigados do uso de máscaras de proteção “os já vacinados e quem já teve Covid-19”.

Mentira.

Na prática é o fim de qualquer obrigatoriedade de uso de máscara.

Basta ser um imbecil ou um facínora, andar sem máscara e, ao ser cobrado disso por alguém, dizer que já tomou vacina ou que já teve Covid.

Não precisa nem apontar uma pistola contra o balconista, como fez um “cidadão de bem” num shopping de Vitória, ontem.

Marcelo Queiroga – chamado pelo presidente de “o tal Queiroga, ministro da Saúde, não sei se vocês conhecem” – foi ‘pazuelado’ – “um manda, o outro obedece’ – e vai mugir que sim, diante da ordem presidencial ou lhe restará alguma vergonha na cara para demitir-se desta medida genocida?

O Brasil voltou à marca de 2,5 mil mortes no dia de hoje e a média voltou a se aproximas das 2 mil.

A marca de meio milhão de mortes vai chegar a meio milhão no final da semana que vem e não vai cair com relatórios falsos introduzidos por bandidos em sites de tribunais.

O que é mais preciso para dizer que este sujeito é um genocida?

É a morte em cima de todos!

Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
Share on whatsapp
WhatsApp
Share on email
Email