Datafolha confirma eleição em SP no “photochart’. Na política, Boulos é vencedor

Não é preciso repetir argumentação que, mais cedo, se fez com os dados da pesquisa XP-Ipespe, praticamente repetidos na pesquisa Datafolha divulgada na noite de hoje.

Os sete pontos de diferença, afinal, são bem menos, pois no segundo turno, um deles vale dois, se muda de lado, passa a valer dois. E, por todos os argumentos que se apresentou ali, pode fazer o cheio de Boulos que se sente no ar forte o suficiente para superar os miasmas tucanos que sufocam a maior cidade brasileira.

Não é tanta a diferença e a própria Folha o reconhece: “A corrida a ser decidida no domingo (29) é acirrada. A vantagem do tucano era de 16 pontos sobre o psolista na pesquisa dos dias 17 e 18 passados. Uma semana depois, no levantamento de terça (24) e quarta (25), caiu à metade.”

Tenho repetido aqui que, embora importantíssimo, o resultado nominal das urnas é menor que o resultado político desta campanha eleitoral.

E, nele, Boulos é o grande vencedor .

Contra a máquina tucana, contra a máquina da mídia, Boulos segue driblando como Maradona a zaga inglesa na Copa de 1986.

Pode vencer com “la mano de Dios” mas, ainda que não aconteça, ganhou o grito da arquibancada, devolvendo a autoestima ao campo progressista da política.

Vitorioso, Covas será um cadáver político; derrotado, Boulos ainda será um gigante.

Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
Share on whatsapp
WhatsApp
Share on email
Email

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *