Decreto de Bolsonaro libera o porte de armas para quem pode pagar

O porte de arma está liberado no Brasil, a menos que o acovardado Supremo Tribunal Federal ouse barrá-lo.

Ao liberar o transporte de armas municiadas para os afiliados a clubes de tiro, Jair Bolsonaro  liberou o porte de armas a qualquer um que possa pagar os serviços destas empresas.

Basta dizer que está indo ou voltando do stand.

E não vai faltar munição, agora que a compra está autorizada até mil cartuchos por ano.

O suficiente para disparar, a cada mês, os oitenta  tiros desfechados sobre o músico executado no Rio, um mês atrás.

Não temos educação, hospitais, não temos dinheiro sequer para equipar as Forças Armadas.

Mas a quem tiver  alguns milhares de reais para comprar, tudo bem…

Que Jair Bolsonaro é isso, sabemos, “talquei”.

Que Sérgio Moro, com seus punhos de renda, subscreva o faroeste, seria algo que deveria espantar, pela rejeição que deveria despertar na comunidade jurídica.

Mas nãos espanta.

Os nossos bacharéis tornaram-se membros honorários dos grupos de extermínio.

Os marombeiros obesos do tipo Bretas e Witzel parecem ser o novo paradigma do direito brasileiro.

Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
Share on whatsapp
WhatsApp
Share on email
Email

9 respostas

  1. o traste quer mesmo muita morte
    alguém me explica porque raios é necessário andar arma municiada? pra dar tiro sempre que for necessário – simples assim

  2. Somando se a isso a a provação da lei anti crime do Moro . Vamos viver no ” Novo Oeste ” . Viram para cá os americanos saudosos do velho oeste , e nos tornaremos um centro “turístico de mortes ao vivo ” . Alugaremos até helicóptero com policiais atirando e levando o turista a ter emoções reais , turistas como passageiros nos caveirões junto com os policiais . Há vai ser uma festa nas reuniões de juízes , governadores e secretários de segurança . E arenda per capita só subindo . Guedas tá com razão vai morrer mais que nascer e viva o PIB.

  3. É triste ver a situação de nosso país. Como advogado, bacharel em Direito, fico muito triste em ver que o judiciário que deveria socorrer os necessitados e evitar as injustiças, faz exatamente o contrário. Mesmo assim tenho fé que dias melhores hão de vir. Só espero que venham logo. Que novos ventos cheguem ao Brasil e ao Rio Grande do Sul, onde hoje aprovaram em segundo turno o fim da necessidade de plebiscito para privatizar as estatais.

  4. Mais inocentes mortos por balas perdidas, mais negros e pobres sendo caçados pelas polícias, mais suicídios e mais homicídios. Por outro lado, menos educação, menos saúde, menos empregos, menos dinheiro no bolso no trabalhador. Sobra incompetência e irresponsabilidade.

  5. Nao se enganem, os tais Clubes de Tiro, agora ainda mais fortalecidos, serao ponta de lança da milícia bolsonária para o que der e vier. Foram fator decisivo na campanha eleitoral , agora recebem a paga !

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.