Desemprego vai a 13,4 milhões. Bolsonaro vai culpar o IBGE?

Enquanto o senhor Jair Bolsonaro convoca reunião de “emergência” para apoiar o aparentemente fracassado levante de Juan Guaidó na Venezuela, há silêncio absoluto do governo quanto ao avanço do desemprego e da subutilização da força de trabalho no Brasil.

Os números de hoje do IBGE, informando que subiu em mais de 300 mil o número de desempregados, para 13,58 milhões de pessoas,  e em quase 200 mil os desalentados, aqueles que deixaram de procurar trabalho, que agora somam quase cinco milhões.

Os números absolutos falam mais que as percentagens de 12,7 de desempregados e quase 5,5% de desalentados.

Isso é um desastre, por mais que Bolsonaro culpe as estatísticas e não a economia.

Os números completos estão aqui, mas é pouco relevante analisa-los com mais detalhes: as coisas se dividem entre ruins, piores e péssimas.

Não há sinal de que os números de abril vão melhorar este quadro e mesmo uma estabilidade será mau sinal, porque é uma média trimestral e sairá da conta o desemprego de janeiro, tradicionalmente o mês com mais dispensas.

Não há porque não há, rigorosamente, nenhuma política de aquecimento da economia.

Twitter não gera emprego. Live não enche barriga.

A dita “euforia” do “mercado” com a eleição de Jair Bolsonaro, que se fala ao menos desde outubro, produziu 1,2 milhão de desempregados.

Ao que parece, porém, está só começando.

Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
Share on whatsapp
WhatsApp
Share on email
Email

13 respostas

  1. Faz parte do receituário da política liberal ,o massacre da classe trabalhadora.Gerandose despemprego,precarizando-se os salários e as condições de trabalho ,se submete mais facilmente a massa.
    Enquanto Maduro se debate com os traíras (mete bala neles rapaz!!!) ,Argentina realiza uma greve geral.O liberalismo entreguista e saqueador está caindo de podre ,só aquí nada acontece ,parece que estamos em um estado de alienação tal que somos impedidos de esboçar qualquer reação ,e a miséria avança.

  2. Aparentemente não há ninguém de Exatas desempregado segundo a visão deste governo. Devem estar sobrando vagas em engenharia.

  3. A tendência é claramente de piora. E não adianta o Guedes, o mercado e a Globo culparem a demora para aprovar a destruição da previdência pública. Dizem eles que a “reforma”, aliada a mais cortes de gastos, salvará tudo, inclusive os empregos…rsrs só rindo mesmo para não chorar. E com isso vão cortar o reajuste do salário mínimo, já estão reduzindo ainda mais as verbas para universidades públicas, ensino e pesquisa em geral, etc. Vão sucatear completamente saúde e educação, enfim o paraíso dos imbecis espertalhões que elegeram o Bozo. A grande maioria dos brasileiros ficará sem emprego, sem renda, sem aposentadoria, sem BPC, com auxílio invalidez cortado pela metade, sem escolas ou hospitais públicos, sem vacinas grátis, sem esperanças, sem coisa alguma a não ser uma óbvia escalada de violência. E provavelmente uma inflação galopante por conta da emissão de moeda sem lastro.

    1. A reforma, segundo eles, trará a glória eterna. A Globonews mais parece um canal religioso, da igreja “Previdência Deficitária dos Últimos Dias”.

      Enquanto isso, o país espera “Godot” (a tal reforma redentora), vendo um espetáculo deprimente de twittagem de indigentes mentais e bravatas ignóbeis – e a economia indo pelo ralo.

  4. Nenhuma das promessas e projeções econômicas feitas pelos golpistas foram cumpridas: a economia não se recuperou, o desemprego vem aumentando, o “capital” estrangeiro não veio, o câmbio não se valorizou, a confiança não foi restabelecida, os investimentos não se recuperam, o quadro fiscal piorou ainda mais com a queda da arrecadação e o aumento do déficit publico, a tão propalada sustentabilidade fiscal piorou e a relação divida pública só vem aumentando, não apareceu nenhum dreamteam econômica e a atual equipe econômico é uma piada mesmo utilizando os padrões de qualidade dos golpistas puro sangue, os tarados pelo núcleo da meta de inflação apresentam agora uma perda do antigo impulso e pulsão quase sexual pelo problema da inflação(já não usam mais colares de tomate). O único front econômico que não apresenta dados demolidores é o externo onde um reduzidíssimo endividamento público e um volume de reservas mais que suficiente para evitar uma crise no balanço de pagamentos tão catastróficos em nossa história econômica. Mas esse único ponto é resultado das políticas da década petista que os golpistas insistem em esconder e destruir. E essa é uma constatação que qualquer ser racional chega olhando os números e a realidade. Essa é uma verdade factual que portanto não pode ser negada nem por nem por gregos e nen por troianos. Se é que me entendem.

    1. Caro Policarpo, é que você é comunista e homem sem fé.
      Acredite no Deus Mercado. O problema com vocês é que são imediatistas e indisciplinados e não dão tempo para o remédio neoliberal curar a doença. Tem que tomar óleo de rícino e remédio mais amargo todo santo dia ainda por uns 10 anos, daí você começa a sentir uma leve melhora. Toma mais uns 10 e sai da cama. Toma outros 10 e já consegue comer papinha. Daqui a uns 50 anos vai estar zunindo por aí. Mas comunista não tem jeito. Quer tudo pra ontem.

    2. Verdade, mas segundo os “profetas do Mercado”, tudo vai se resolver com a Reforma da Previdencia…..Uma espécie de remédio milagroso capaz de curar todos os males da economia….Depois da reforma (batalhada aos trancos e barrancos no Congresso), sairemos definitivamente do buraco.A conferir nos próximos capítulos…….

  5. Prometeram mais emprego com a reforma trabalhista e, claro, não surtiu efeitos. Estão prometendo novos empregos depois da reforma da previdência. Ainda tem gente que acredita…

  6. Gente calma, o Nióbio ainda não começou a ser explorado. Está aí a salvação do país, segundo um ex-amigo bolsonarista. Acabei de lhe mandar uma mensagem com os dois gráficos que os artigos do Brito trouxeram hj e lhe disse estava à espera do Nióbio!

    1. Olha você dando ideia pra ele…. E ainda vai nomear um general “patriótico” e “sem viés ideológico”, KKK.
      É capaz de criar uma nova classe de ocupação, nas pesquisas do IBGE, classificando aqueles que não gostam do (des)governo como comunistas. Dai retiram essas pessoas da pesquisa, sob o argumento que elas ficaram desempregadas para piorar os índices, ficam torcendo contra o governo, etc……
      A Bozolândia é uma piada de extremo mau gosto.

  7. ESSE ALOPRADO BOLSOMILICIANO, QUANDO O IBGE INFORMAVA QUE O BRASIL ADQUIRIU O PLENO EMPREGO NO GOVERNO DO PT, ELE DIZIA QUE ERA MENTIRA E QUE OS CÁLCULOS ESTAVAM ERRADOS. AGORA ELE DIZ A MESMA COISA DO DESEMPREGO ACELERADO NO GOVERNO DELE. AFINAL, BOSOMILICIANO, EM QUAL GOVERNO O IBGE ERROU NOS CÁLCULOS?

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.