“É meu amigo” serve como prova de inocência, Dr. Moro?

amigo

O Dr. Sérgio Moro repreende, em nota publicada no Poder360,  a jornalista Monica Bergamo por ter usado informações de um acusado sobre possível pedido de propina dentro da Lava Jato  “em uma matéria jornalística irresponsável para denegrir-me”. E cita, como atestado da idoneidade do advogado acusado o fato de que “ Carlos Zucoloto Jr. é meu amigo pessoal”.

Moro  diz que  o delator “não apresentou à jornalista responsável pela matéria qualquer prova de suas inverídicas afirmações

Como aconteceu com o artigo do físico Rogério Cézar de Cerqueira Leite, ma famosa polêmoca do Savonarola,  Sérgio Moro se arroga ao direito de dizer o que deve ser publicado.

Embora ele divulgue áudios ilegais, como fez os da conversas ente Lula e Dilma porque “a sociedade tem o direito de saber”.

Quando, porém, as acusações são sobre os rapazes da Lava Jato e seu amigo pessoal, a sociedade não tem o direito de saber.

Depois do vazamento seletivo teremos a “notícia seletiva”?

O “podemos esconder, se achar melhor”.

 

Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
Share on whatsapp
WhatsApp
Share on email
Email

43 respostas

  1. O reizinho de Maringá agora exige “provas”. Ou seja, se é meu cumpadri, eu protejo. Se é o PT, vale tudo!

    1. Bom dia,

      “O juiz saiu em defesa do compadre, dizendo ser “lamentável que a palavra de um acusado foragido da Justiça brasileira seja utilizada para levantar suspeitas infundadas sobre a atuação da Justiça”.”
      (…)
      “O importante é que, subitamente, o juiz curitibano desenvolveu um apreço por provas e descobriu que é necessário manter um pé atrás com as acusações que gente enrolada com a justiça lança sobre terceiros.

      Quem sabe ele não passa a aplicar o mesmo raciocínio para casos que não envolvem seus amigos?”

      http://www.diariodocentrodomundo.com.br/subitamente-moro-desenvolveu-um-apreco-por-provas-por-luis-felipe-miguel/

      1. Pois é. Agora, podemos dizer: a inexistência de provas contra Moro É A PROVA de que ele é culpado. Afinal, foi o argumento que ele usou para condenar Lula.

    1. É a merda a jato. O calhorda do Camicia Nera ainda há de se forder de verde e amarelo. O Kakay que o diga: pegou o malandrão de cócoras com as calças arriadas. O que se avistou não era límpido nem cheiroso.

    1. É melhor falar para o Chapolin, ou não? Ah! ele já morreu. Que pena. E o Morô, já está na cadeia? Não? Deveria estar ou não, o que vocês acham. Ah! o escroto do Michel Temer não deixa? Fala sério!

  2. Um caso simples: o advogado fez uma delação espontânea , logo verdadeira , Prenda-se então o amigo do moro e o condenamos a 20 anos. Em seguida informe ao condenado que se ele denunciar o moro sua pena passa para um ano. É claro o envolvimento do moro ou familiares senão ele não defenderia o advogado bandido.
    Pronto. Já podemos pensar na pena do moro. É claro que se ele denunciar quem o obrigou a condenar o Lula , terá a pena reduzida pela metade.

    1. Hcc, excelente raciocínio…É o modus operandi da “moderna justiça” da farsa à jato….Todos, os tribunais apoiam…não é verdade?

      1. Aliás, usando o mesmo modus operandi, OROM , patroa OROM e compadre, já estão pré condenados…NÃO HÁ NECESSIDADE DE PROVAS. APENAS MUITA CONVICÇÃO. Já temos o crime e o criminoso. Arrumem um processo, e não dêem oportunidade para a defesa exercer plenamente o contraditório…muitas conduções coercitivas com as devidas coberturas midiáticas, rapidez nos autos, e pronto teremos uma sentença de 45 ANOS. Por que não?

  3. A lá tiririca:

    “Num amigo de verdade não se vê defeito
    Como disse o poeta
    O amigo é pra se guardar no lado esquerdo do peito
    (…)
    Ele é corno, mas é meu amigo
    Ele é viado, mas é meu amigo
    Ele é baitola, mas é meu amigo
    Ele pode ter defeitos, mas é meu amigo

    Ele é corno, mas é meu amigo
    Ele é viado, mas é meu amigo
    Queima a arruela, mas é meu amigo
    Ele pode ter defeitos, mas é meu amigo

    Um amigo é pra acudir o outro
    Eu tô aqui pra acudir você
    Um amigo com defeitos é pouco
    Se o amigo é de verdade defeitos nele não vê
    (…)

    Ele é corno, mas é meu amigo
    Ele é viado, mas é meu amigo
    Ele é ladrão, mas é meu amigo
    Ele pode ter defeitos, mas é meu amigo

    Olha, não importa o que ele seja
    Ele pode ser tudo que não presta
    O importante é que ele é meu amigo
    Eu não tô nem aí pro que falam
    (…)

    Ele é corno, mas é meu amigo
    É fofoqueiro, mas é meu amigo
    Ele é viado, mas é meu amigo
    Ele pode ser briguento, mas é meu amigo

    Não importa o que ele seja
    O importante é que ele é meu amigo
    E eu tenho ele no meu coraçãozinho”

  4. Agora eu entendi por que o moro não está nem aí para as falcatruas do aecim do pó, ele é seu amigo.

  5. Então temos tráfico de liberdade na vaza-jato? Era de se esperar que algum dinheiro estava rendendo…

  6. A diferença entre Hitler e Sérgio Moro é que Hitler humilhava os outros países a favor da Alemanha. Sérgio Moro humilha o Brasil perante o mundo. Hitler se sacrificou pela Alemanha e Sérgio Moro sacrificou o Brasil em benefício próprio. Mas a metodologia de ação e maneira de agir é assombrosamente semelhante. Ambos perseguem opositores, manipulam a mídia, incitam o ódio e a intolerância em seus admiradores. Os crimes de Hitler também não vinham ao caso.

  7. No caso da gravação ilegal de conversa da Presidenta Da República, Dilma Rousseff, a divulgação de tal conversa para veículos de mídia, como a TV Globo, não constitui apenas ilegalidade, mas crime, segundo Art. 10 da Lei 9.296/1996, que dispõe sobre as interceptações telefônicas. Para demonstrar isso seguem abaixo os Artigos 7º, 8º, 9º e 10.

    Art. 7° Para os procedimentos de interceptação de que trata esta Lei, a autoridade policial poderá requisitar serviços e técnicos especializados às concessionárias de serviço público.

    Art. 8° A interceptação de comunicação telefônica, de qualquer natureza, ocorrerá em autos apartados, apensados aos autos do inquérito policial ou do processo criminal, preservando-se o sigilo das diligências, gravações e transcrições respectivas.

    Parágrafo único. A apensação somente poderá ser realizada imediatamente antes do relatório da autoridade, quando se tratar de inquérito policial (Código de Processo Penal, art.10, § 1°) ou na conclusão do processo ao juiz para o despacho decorrente do disposto nos arts. 407, 502 ou 538 do Código de Processo Penal.

    Art. 9° A gravação que não interessar à prova será inutilizada por decisão judicial, durante o inquérito, a instrução processual ou após esta, em virtude de requerimento do Ministério Público ou da parte interessada.

    Parágrafo único. O incidente de inutilização será assistido pelo Ministério Público, sendo facultada a presença do acusado ou de seu representante legal.

    Art. 10. Constitui crime realizar interceptação de comunicações telefônicas, de informática ou telemática, ou quebrar segredo da Justiça, sem autorização judicial ou com objetivos não autorizados em lei.

    Pena: reclusão, de dois a quatro anos, e multa.

    1. “Se o Sergio moro tivesse perpetrado estes crimes hediondos nos EUA teria sido condenado à pena de morte.”
      Por Ciro Gomes

  8. E aí, quando vão iniciar as investigações dessa delação? Ou vai ficar por isso mesmo? Assim como Aécio que se amontoou delações e delações mas um dia a casa caiu e quase foi preso. Estão esperando mais delações contra o Moro para o investigaram pelo conjunto da obra?

  9. Agora entendo porque Aécio, apesar de ser filmado e gravado pela PF negociando e recebendo propina, não é incomodado pela justiça, é “amigo” do juiz Sergio Moro e, “amigo” do juiz Sergio Moro, não é corrupto, mesmo quando flagrado exigindo e recebendo propina.

  10. O advogado “Tacla Duran no CUnha do ‘mor(T)o'” pediu mais tempo para depor e apresentar provas.
    Ver no site Brasil 247

  11. É como disseram Alex Herren:”ele não faz contra aécio porque aécio é amigo dele, logo, inimputável. Há outros amigos. O mais recente. por quem ele se derreteu numa foto, é michel temer.

  12. A convicção é imensa! Estou absolutamente convicto que O Moro, sua esposa Rosângela, seu amigo Zucoloto , Carlos Fernando Souza( o procurador que um dia certamente terá que se explicar à justiça) e uma penca de advogados intermediários, formaram temporariamente uma quadrilha para extorquir dinheiro utilizando-se da operação para tal! Pena que não tenho provas e não sendo Juiz Federal, não posso condenar o Moroe os demais na justiça brasileira, mas já estão condenados em minha mente até que Moro apresente provas em contrário. Assim, em minha instância pessoal, condeno-os a 10 anos de prisão em regime fechado com base em minhas conviç?es. Obs: Essa organização está registrada em meu “PowerPoint”.

  13. Moro está preocupado com o amigo ou com ele ?. Pelo visto ser amigo pessoal de Moro dá atestado de idoneidade . Foi cantando em prosa e verso .

  14. No momento de ser mandado para o xilindró por trânsito em julgado no STF, o fulano faz a revelação bombástica:
    “Sou amigo do Moro!”
    Todos reverenciam o condenado ajoelhando-se aos seus pés. A sentença é anulada e o meliante é liberado.
    E o Estado ainda lhe pagará uma baita indenização por danos morais.

  15. “Do Painel da Folha:”

    “Mensageiro do caos O advogado Rodrigo Tacla Durán pediu para adiar seu depoimento à Comissão de Segurança Pública da Câmara para 26 de outubro. Ele promete mostrar aos deputados provas do que vem dizendo.

    Que se come frio Os novos relatos de Durán fizeram políticos que foram alvo de delatores da Lava Jato afirmarem que o “feitiço de Sergio Moro virou contra o feiticeiro”. O juiz responsável pela operação em Curitiba diz que as acusações do advogado são “absolutamente falsas”.”

    http://www.diariodocentrodomundo.com.br/essencial/advogado-que-acusa-amigo-de-moro-promete-mostrar-provas/

    http://painel.blogfolha.uol.com.br/2017/08/28/dissidentes-do-psb-pedem-troca-de-comando-do-dem-para-fechar-migracao-demanda-trava-acordo/

    OBS: Esse advogado deve ter cuidado ao viajar de avião e com caminhada que pode causar infarto…

  16. Na Netflix está atualmente disponível o filme “Em Nome do Pai”.

    História verídica de irlandeses que amargaram 15 anos de cadeia no Reino Unido com a falsa acusação de serem terroristas do IRA.

    Qualquer semelhança da atuação dos investigadores britânicos com Moro e Dallagnol NÃO É MERA COINCIDÊNCIA.

  17. Esse juizeco, Girolamo Savonarola, estupidamente vaidoso, portador de TOC, que, se tivesse outra origem, seria um delinquente da pior espécie. Intern e mentalmente muito pobre, deveria disfarçar, sair de fininho, ir para Miami, comprar um avental de limpador de latrina, para não ser reconhecido e porque é a única coisa para qual ele serve. Se deu mal seu golpista safado. Teu fim está próximo seu babaca…

  18. Caso simples. Culpabilidade do moro clara.
    Vejamos: Foi a primeira delação espontânea e sem negociação e… acusando o moro de vender anistia a acusado. Então verdadeira.
    Prendamos coercitivamente o amigo do moro e condenamo-lo rápido a 20 anos.
    Tem o direito a delação premiada mas só será aceita se ele testemunhar que o moro é o mentor do crime. Será preso em carandiru que é mais conveniente. Enquanto ele decide.
    Recebida a delação premiada do advogado e depois de um acertos para melhor caracterizar a denúncia ao moro, será homologada de preferência pelo gilmar.
    Aí vem a fase da prisão do moro, que deverá ser show em rede de tv.
    Pronto: justiça feita.
    Simples assim.

  19. é isso ai. Pimenta no ânus do vizinho é refresco! esses adágios comprovam sua sabedoria. Talvez agora possamos entender porque os tucanos são poupados: são amigos do savonarola. Nesses tempos sombrios um pouco de riso servirá para atenuar nossa indignação

  20. MAIS BOMBA NO CUnha do juizeco ‘mor(T)o’!
    Advogado Tacla Duran no CUnha do ‘mor(T)o’!
    Cadeia em primeira instância (sic) neste estropício bronco!
    Viu, energúmeno lesa-pátria, caipirão colonizado?

    $$$$$$$$$$$$$$$$$$$$$$$$$$$$$$$$$$$$$$$$$$$$$$$$

    MORO LIVROU SUSPEITO QUE ACUSA SEU AMIGO DE COBRAR PROPINA

    Em 11 de abril de 2017, a Procuradoria-Geral da República em Curitiba apresentou denúncia contra Rodrigo Duran por lavagem de dinheiro e formação de quadrilha, mas a denúncia não foi aceita pelo juiz Sérgio Moro; agora, Duran acusa Carlos Zucolotto, amigo de Moro, de negociar penas mais brandas nos acordos de delação premiada a serem firmados com os procuradores da Lava Jato; reportagem do jornal GGN

    28 DE AGOSTO DE 2017 ÀS 15:37

    (…)

    FONTE [LÍMPIDA!]: http://jornalggn.com.br/noticia/moro-nao-quis-transformar-em-reu-o-advogado-que-agora-denuncia-seu-amigo-pessoal#.WaQ65rldSuM.facebook

  21. É culpado. Pelo Domínio do Fato, Convicção e presunção de culpa tem que pegar 12 anos.
    Lavre-se e conduza-o coercitivamente até o presídio ,para identificação,autuação e confecção de sua CAPIVARA.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.