Estrago na bancada faz Bolsonaro recuar diante de Bivar

Incrível, fantástico, extraordinário.

O poderosíssimo presidente da República, o Mito, o Super Homem palaciano foi correndo ao site O Bolsonarista, depois que o presidente do PSL, Luciano Bivar, deu-lhe um “passa fora”, ao declarar para a jornalista Andrea Sadi, que a porta da rua era serventia da casa para Jair Bolsonaro:

“A fala dele foi terminal, ele já está afastado. Não disse para esquecer o partido? Está esquecido”.

A quem não lhe ia dirigir perguntas incômodas, Jair Bolsonaro disse que “é direito dele” Bivar querer afastá-lo do partido, mas que não sairia do PSL “de livre e espontânea vontade”.

Depois da reunião de ontem que revelou um surpreendente apoio maciço a Bivar (leia-se, ao fundo eleitoral) por parte da bancada do PSL, Bolsonaro engatou uma série de frase desconexas elogiando a bancada:

“Vários parlamentares discutiram ontem e hoje uma espécie de refundação do partido, um novo estatuto bem claro. Você deve me acompanhar… Eu não quero mandar no partido. Quero ajudar o Brasil.”
“Não podemos entrar numa linha de ser um partido que já tem alguns hábitos. Temos excelentes parlamentares… mas não é tanto os parlamentares, é a Executiva que tem que mostrar que é diferente.”

Claro, não baixou inteiramente a crista, dizendo que, se sair do PSL o partido “vai murchar”.

Mas, até lá, muita gente vai inflar.

Se Bolsonaro, que não comanda o país, não comanda nem a tropa que se elegeu na sua garupa, está mal parado.

Afinal, levar ultimato de Luciano Bivar é dose .

 

Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
Share on whatsapp
WhatsApp
Share on email
Email

17 respostas

  1. Incrivel tambem sera para o mundo a noticia de q um deputado ex-aliado q fez filmes pornograficos ser um revolucionario e pregar a queda de Bolsonaro.

  2. 740 milhões fazem diferença, né? Os Conservadores nasceriam à míngua – o que não costuma agradar aos que assim se designam .

  3. Mundo bizarro o que estamos vivendo.
    O miliciano metido a valentão adestrado pelo tal de luciano bivar sem nenhuma de suas reações bestiais(?!).
    Impedir o vazamento do chorume que esse partido esconde é prioridade máxima da quadrilha fascista. O tal de bebiano, o ministro laranja e essa falta de atitude deixam isso claro.

  4. Desistiu de sair do partido nanico que o elegeu? Continua o mesmo: diz hoje e desdiz amanhã. Bizarro.

  5. Bolsonaro é o rei do “disse mas depois não era aquilo que disse”. Impressionante que ainda existam amebas que o defendam.

  6. Bundão. Ingrato. Lixo de pessoa. Ladrão. Miliciano. Mentiroso até a medula. Lixo ele e quem votou nessa merda…

  7. Eu não consigo entender quando dizem que Bolsonaro não é burro… Um completo idiota, só chegou a poder pela a facada.., Nem queria mais, o lance era alavancar as candidaturas dos filhos, por azar teve que ser presidente

  8. Não esquecer que num dia o presidente miliciano diz que 2 + 2 = 5 e no outro que é 2 + 2 = 8. Esse sujeito é assim. Olhem aquele caso dele querer fazer um atentado. Na hora H ele bota o galho dentro!

  9. Vamos lá, é de morrer de rir. Piada ruim, porque mostra a quem o país submete-se, mas, que é engraçado, é.
    Como uma fábula de Esopo, tem que deixar uma lição moral. Essa é, nunca faça trato com louco, burro ou safado. Mas tendo que escolher vá com o safado. Esse ao menos é previsível, já burro e louco…
    Bem feito para todo mundo que embarcou na onda Bozo. Fizeram trato com burro ou louco, burro louco, louco burro ou burro e louco, o que não importa porque ao fim e ao cabo dá tudo no mesmo, ou seja, dá merda.

  10. Bolsonaro é um fantoche, não é nada, é frouxo, quando é enquadrado não assume o que fala, covarde.

  11. Tem caroço aí nesse angu. Filho diz que não precisa de partidos políticos, que eles só atrapalham. Por que Mourão está sumido? Cadê o Posto Ipiranga? Será que Bozo quer ser a Rainha do Brasil?

  12. O PSL, só representa a família de Bolsonaro, que para concorrer às eleições de 2018, usou a milícia como base, ou seja, os “milicianos”, como seus “militantes”, pois agora, que se matem…

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.