Liminar pró-Glenn é o paradoxo de afirmar o óbvio

A medida cautelar de Gilmar Mendes proibindo que o jornalista Glenn Greenwald seja investigado pela publicação dos diálogos da ‘Vaza Jato’ é o mais triste testemunho da degradação a que chegou o aparato policial-judicial brasileiro.

Em condições normais, é evidente que não se precisaria garantir judicialmente a um jornalista o direito de não sofre perseguições do Estado por estar fazendo o seu trabalho. Mas o Brasil, faz tempo, deixou de ser um país em condições normais.

E infelizmente, não dá para negar que, em boa parte, graças a jornalistas que supriram as necessidades publicitárias do germe autoritário que facilmente se instala em policiais, procuradores e em juízes, em função do poder que têm.

E que usam, hoje já sem qualquer pudor para, com a ajuda da mídia, criar estados de ânimo de linchamento entre segmentos da população.

Medidas como a transferência de Lula, ontem, e a “prisão espetacular” de Eike Batista – que já estava em prisão domiciliar – decretada hoje por Marcelo Bretas servem a este projeto: nenhuma serventia processual, mas manchetes e “ao vivo” garantidos.

O combustível, claro, é o ódio. E que é incendiado com centelhas judiciais.

Cedo ou tarde, como estamos vendo acontecer com a Lava Jato, isso leva à sua própria degradação.

 

Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
Share on whatsapp
WhatsApp
Share on email
Email

27 respostas

  1. ATENÇÃO: Spoiler do filme O último samurai.
    Katsumoto Lula e seus samurais se opõem à submissão do Japão ao imperialismo ianque. Os japoneses ricos e entreguistas, com armas e treinamento fornecidos pelos naziamericanos da época, matam todos os samurais que se opõem ao projeto entreguista.

  2. Bretas parece que quer ocupar o espaço que o Moro está a deixar vazio na declinante Lavajato. Mas não tem condições: Seu armário tem tanto esqueleto que nem dá mais para fechar a porta.

    1. Esse Bretas julga usando a bíblia na mão e um celular para fazer selfie do seu julgamento, o que importa é aparecer nas mídias.

  3. O Brasil, faz tempo, mais precisamente desde 2016, deixou de ser uma democracia.
    Mas eu vejo sinais, embora discretos, que a classe média está cansando desse jogo e do clima de ódio.
    A classe média é a principal formadora de opinião das classes abaixo. Em parte, porque respeitam seus superiores e/ou porque não querem se indispor com eles para não colocarem em risco seus empregos ou promoções. Se a classe média mudar seu comportamento, as classes mais baixa também mudarão.

    1. Quem manda no Brasil são os grandes empresários que hoje estão felizes da vida com a aprovação da reforma da previdência e com a certeza de que outras reformas também serão feitas. Foram eles que elegeram o bozo e, como o seu tamanho em votos é muito pequeno, usaram os evangélicos para terem consistência eleitoral. Indique alguém da FIESP ou entre os banqueiros que está descontente com bozo. Sem contar os burros e entreguistas dos militares que estufam o peito e… atiram se for preciso (veja que estão se mobilizando para impedir as manifestações do dia 13). Onde estão os cansados? O clima de ódio aumenta e não diminue. A classe média não manda nada. Vive da ilusão de que estão abafando, num clima de “agora vamos”, porque estão dando vazão às contrariedades de tantas décadas de regime democrático que sempre os colocaram nos seus devidos lugares: o da lei.

    2. Nossa se dependermos disso esse país já era, esse povo não tem salvação,com certeza ajudaria a ESQUARTEJAR TIRADENTES se vivos fossem a época, são os DEFENSORES da ditadura de 1964, são QUÉRCIA,MALUF,COLLOR,FHC,SARNEY,AÉCIO,BOLSONARO.

  4. Ué, capitão, se Johnny Bravo ganhou porra por que o senhor ainda continua em cima do palanque?

  5. Ultimamente, toda vez que acontece algo espúrio com excesso de sadismo e maldade no Brasil, sempre tem um evangélico envolvido.
    Não estou dizendo com isso que igreja católica é santa…. O cacete!
    O Brasil atualmente está vivendo um período de doença grave. As vezes fico até com dó de uma certa entidade, pois os FDPs fazem as maldades e jogam a culpa no pobre do diabo
    Por falar nisso. Já está liberado a compra de armas?
    Tem muita barata voando…

    1. Evangélicos, neste momento, são aqueles imbecis, levados a cabresto por psicopatas e salafrários de toda ordem, a que eles denominam pastores, homem de deus e outras baboseiras do gênero, que é o sujeito que aceita, alegremente, o que os fanáticos imbecis tiram até da mesa dos filhos, a fim de garantirem a boa vida dos vigaristas recolhedores de dízimo. Eles uivam, gemem, rolam pelo chão, evocam o cão, tudo isto seguindo a tal bíblia, no velho testamento, lá onde tem a história célebre daquele esquizofrênico que ouviu uma voz na cabeça a lhe dizer que degolasse o filho como prova de seu fanatismo. Felizmente, para menor desgraça (talvez fosse melhor ser degolado, pois, viveu o resto da existência sob a lembrança do horror) da pobre criança, o degenerado tinha outras vozes, uma delas, boazinha, que suspendeu o crime (sim! degolar o próprio filho, seja em honra de que merda for, é crime! crime! entenderam?). Eles incorporam o diabo, o pastor tira o diabo, de alguns ou algumas, casos mais difíceis, na salinha lá do fundo. Após, o pastor os manda votarem no emissário do diabo e em seus auxiliares. Eles continuam, em sua maioria, vivendo sua vida de pobreza. Alguns poucos, dotados de criatividade e força de vontade se libertam e passam para um patamar melhor de vida, como empresários ou outras atividades, fruto de sua capacidade, não de milagre, mas, eles juram que foi o deus do maluco degolador de criança. E esse contingente enorme de desequilibrados, fanáticos, ignorantes e idiotas pesa a balança, a ponto de eleger um monstro. Quando o Brasil acordar, se ainda houver Brasil, será necessário colocar limites severos e duras regras e legislação penal implacável para enquadrar esse câncer.

  6. ——-Cedo ou tarde, como estamos vendo acontecer com a Lava Jato, isso leva à sua própria degradação.—–

    Aquela farsa já nesceu degradada,nunca foi “combate a corrupção”,sempre,desde o início o interesse foi criar as condições para a quebra da ordem constitucional ,para estabelecerem um governo entreguista e favorável ao desmanche do Brasil Nação.
    Bretas é um outro delinquente ,a corja de togados participantes dessa farsa ,carecem de moral.
    Os pífios resultados obtidos por essa gangue só tiveram o intuito de enganar a torcida.

  7. Isaías 10;
    1 AI dos que decretam leis injustas, e dos escrivães que prescrevem opressão.
    2 Para desviarem os pobres do seu direito, e para arrebatarem o direito dos aflitos do meu povo; para despojarem as viúvas e roubarem os órfãos!
    Nossa Justiça esta Corrompida! O que um povo pode esperar do seu futuro quando as Leis foram rasgadas e estupradas por quem deveria ser seus guardadores garantistas na aplicação das mesmas?

  8. Essa trolha a jato deveria ter acabado…o juizo só agem se provocado, se age por impulso e sem respeitar o principio do juiz natural vira tribunal de exceção……..se há outras investigações que sejam distribuidas entre os juizes imparcialmente……….
    uanto essa decisão do ministro é preocupante por que fica um rabo preso.,………esse mesmo ministro colaborou entusiaticamente com o golpe, que ameaçõu dar via tse….e se surgisse algo daquele periodo? Teriam coragem de mostrar agora? Jornalista não deve ter rabo preso com ninguem….

  9. Destaco:
    “Medidas como a transferência de Lula, ontem, e a ‘prisão espetacular’ de Eike Batista – que já estava em prisão domiciliar – decretada hoje por Marcelo Bretas servem a este projeto: nenhuma serventia processual, mas manchetes e ‘ao vivo’ garantidos.

    O combustível, claro, é o ódio. E que é incendiado com centelhas judiciais.

    Cedo ou tarde, como estamos vendo acontecer com a Lava Jato, isso leva à sua própria degradação.”

  10. Fernando Brito, bruxuleante esperança com a atuação firme e correta do Supremo, pelo menos neste caso.
    E quanto ao Marcelo Bretas repito o que disse no site do “O Dia”:
    Pelo que entendi, não há motivos para prender o Eike Batista.
    E sim, que esse Marcelo Bretas gosta de decidir ao arrepio da lei, usando para seus atos processuais, um fundamentalismo “evangélico”, reacionarismo e busca de mídia.
    É aquilo que se diz desse tipo, que gosta de se mostrar; tipo juiz-lacrador.

  11. O partido fascista que se nucleou a partir da república de Curitiba e aparelhou as instituições do sistema judiciário (e, vê-se hoje, até setores da Receita Federal) não teria tanto poder não fosse a sua íntima articulação com o Cartel da Mídia. Esse Cartel maligno é o elemento central de sustentação das ditaduras, desde 1964. Tem que ser combatido e eliminado, porque é antidemocrático e inviabiliza a democracia em nosso país.

  12. Acho que o caso do Eike é para tentar pegar o Gilmar, que é um péssimo exemplo de magistrado, mas é o único que temos no STF com coragem suficiente para enfrentar o fascismo crescente no poder judiciário, na mídia e nos governos de direita.

  13. Os fascistas estão encastelados no sistema judiciário e no sistema de segurança pública.
    Quando for recuperada o Estado Democrático de Direito, espero que ninguém venha com conversinha de CONCILIAÇÃO. Os fascistas precisam ser eliminados da vida pública. Se não for feito, ocorre o que vemos hoje nas Forças Armadas.

  14. A jogada de Bretas, na prisão de Eike Batista, é conseguir munição para uma futura ação contra o BNDES. A receita é a mesma seguida pela Lava Jato, mantê-lo preso por um longo período a fim de fragilizá-lo, conseguir uma delação premiada envolvendo o banco e o PT. Este fato se deve a futura bomba que recairá sobre a famíglia Bolsonaro, o esquema LEROS. Trata-se de uma cortina de fumaça para os escândalos que se tornarão de conhecimento público, em breve.

    1. Este vídeo é tudo o que o Moro queria para armar uma tentativa de fechamento do regime. E o fechamento do regime, que seria o paraíso para quem quer a ditadura familiar do Bolsonaro e o governo de ocupação declarado, é também a única saída que poderá existir para o Moro, que está encurralado. Por isso o Moro foi imediatamente em cima deste cara, pedindo a Lei de Segurança nacional contra ele. No momento em que as altas instituições começam a levantar a cabeça no país, isto aí em cima serve aos piores energúmenos da ultra direita que querem ver estas instituições sem poderes para resistir ao fascismo. Este cara do vídeo não tem sincera indignação visível, ele está a desempenhar um texto mal decorado. Inclusive, o que ele mais faz é pedir que os atingidos pelo seu ataque verbal reajam, e venham para cima dele com sua autoridade, certamente para legitimar os descalabros autoritários que possam advir daí, porque, para o populacho, quem procura acha, e estamos conversados. Se isto não é mais uma alentada armação golpista, se este suposto youtuber não é um infiltrado muito bem pago para possibilitar que tentem destruir os meios de comunicação alternativos e favorecer a implantação da ditadura sem adjetivos, então não existe mais maldade no mundo. O mais certo é que se trate de mais um Adélio.

  15. Muito tarde para Moro, mas talvez ainda seja útil para Bretas:

    Do Código de Ética da Magistratura:

    “Art. 1. O exercício da magistratura exige conduta compatível com os preceitos deste Código e do Estatuto da Magistratura, norteando-se pelos princípios da independência, da imparcialidade, do conhecimento e capacitação, da cortesia, da transparência, do segredo profissional, da prudência, da diligência, da integridade profissional e pessoal, da dignidade, da honra e do decoro.”

    “Art. 3. A atividade judicial deve desenvolver-se de modo a garantir e fomentar a dignidade da pessoa humana, objetivando assegurar e promover a solidariedade e a justiça na relação entre as pessoas.”

    “Art. 13. O magistrado deve evitar comportamentos que impliquem a busca injustificada e desmesurada por reconhecimento social, mormente a autopromoção em publicação de qualquer natureza.”

    “Art. 16. O magistrado deve comportar-se na vida privada de modo a dignificar a função, cônscio de que o exercício da atividade jurisdicional impõe restrições e exigências pessoais distintas das acometidas aos cidadãos em geral.”

  16. Tribunal Federal dos EUA rejeita denúncia e expõe a conspiração do partito Democrata contra Assange e WikiLeaks, 31/7/2019, Eric London, World Socialist Website.

    Em decisão publicada na terça-feira, 30 de julho, fim do dia, o Juiz John Koeltl da Corte Distrital Sul de New York aplicou golpe devastador à conspiração comandada pelo governo dos EUA contra Julian Assange.

    Em sua decisão o juiz Koeltl – nomeado por Bill Clinton e ex-procurador especial para o caso Watergate, rejeitou “with prejudice” [significa que a sentença proíbe o Comitê Nacional Democrata de voltar a apresentar a mesma denúncia] denúncia ajuizada em abril de 2018 pelo Comitê Nacional Democrata, que alegava que WikiLeaks seria responsável por conspirar com o governo russo para roubar e-mails e informações do Comitê Nacional Democrata e vazá-los para o grande público.

    (…) A sentença que declara inadmissível o processo civil exp?e a quantidade descomunal de conflitos de interesses e de má conduta de procuradores, além do abuso criminoso dos trâmites processais pelos autores da denúncia. A acusação montada contra Assange nada tem a ver com fatos e visa a puni-lo por divulgar fatos criminosos de que teve conhecimento, entre os quais crimes de guerra cometidos pelo imperialismo estadunidense e estados vassalos.

    O juiz declarou que WikiLeaks é “organização internacional de notícias” e que Assange é profissional “publisher”, expondo mentiras das empresas de mídia comerciais que pretendem que Assange não esteja coberto pela proteção que a lei garante à liberdade de expressão. O Juiz John Koeltl continuou:

    “No caso do New York Times Co. versus United States, o caso histórico conhecido como “Papéis do Pentágono”, a Suprema Corte afirmou o direito da imprensa de publicar informação que interesse aos cidadãos, obtidas de documentos roubados de terceiros.” (…)

  17. Fascismo coisa nenhuma… Cade os parques nacionais a cinecita ou o cooperativismo do Mussolini? So vejo caguismo nesse governo. Bozonaro é caguista.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *