MBL chama Jonatan de “otário do ano”. Que modéstia, Kim!

otariombl

O Estadão publica uma nota dando conta de que o MBL, de Kim Kataguiri, “se arrepende de apoio a brasileiro preso na Venezuela” e patrocina um link em que Jonatan Moisés Diniz, o provocador que armou esta história de “maior otário do ano”.

Desculpem, mas, com todo o respeito, “maior otário do ano”, por enquanto, é quem embarcou nesta história e tratou o espertalhão como “mártir”. Por enquanto, o título é – fácil, fácil – da turma do Kim.

Que, aliás, tem gente muito esperta, também.

Iniciaram uma campanha para “detonar” Luciano Huck – chamado de esquerdista, pró-maconha, pró-aborto e “exibidor de bundas (não, não, a do Kim ele exibiu sozinho) – e proteger aquele que, ao fim e ao cabo, será seu candidato: Geraldo Alckmin.

Bolsonaro? A campanha de demolição do “mito” já começou e a turma do MBL sabe de onde vem aquela coisa verde e saborosa, que não é abacate.

 

contrib1

Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
Share on whatsapp
WhatsApp
Share on email
Email

13 respostas

  1. Otário do ano? A lista é grande: Dória e sua farinata, Bozonazi e sua fortuna, Kim Kataguri e sua idiotice, Frota e sua demência, Temer e seus ministros, Serra e seus 23 milhões… nossa, nem cabe nesse espaço.

  2. Otário do ano? Otários do ano, do ano passado e do outro ano são todos aqueles midiotas que dão trela para mbl, globo, veja, etc.
    Otários do ano mesmo, serão conhecidos depois das eleições: os eleitores que votarem na direita, mesmo depois de ver o puteiro em que a direita transformou o brazil.
    Aliás: fica bem para uma deputada federal e quase ministra ter perfil em site de procurar parceiro e além de tudo mentir idade?

  3. O otário do ano mais otário é o Temer que serviu de bucha de canhão para derrubar a Dilma e agora é a própria bucha para a direita assaltar o poder. Não pensem que o silencio do povão não irá explodir…

    1. As vezes acho que o asno pomposo embarcou nessa canoa furada para, principalmente, se livrar da cadeia; com isso leva o país para um buraco imprevisível ao reviver a maluquice ideológica (neoliberalismo violento) que nos faz lembrar os anos FHC2. Tanto lá, quanto cá, a indigência moral dos mandatários consequentemente transformaram nosso país no anão moral que a mídia e o poder judiciário patético, elitista e apátrida sempre quis.

  4. Otário do ano: Os coxinhas verde e amarelos. Os patos, os bolsominions, os aecistas, os direitalhas, os “anarco-capitalistas” seja lá que merda for essa, os MBL, o Anta agonista, e por aí vai.

  5. Só uma correção: “(…) proteger aquele que, ao fim e ao cabo, será seu candidato: Geraldo Alckmin.” NÃO é Geraldo Alckmin e SIM o Dória o candidato do MBL.

    1. Se me permites: o candidato desses picaretas é o dinheiro. Quem lhes der mais, antes e depois da eleição, leva!

  6. E essa turminha gosta de ir para os EUA. Quando chegam lá tem que tirar os sapatos e colocar adesivos nas mãos. Tudo para certificar-se de que não levamos nem manipulamos explosivos. Trump tem razão, em parte: alguns brasileiros são brasileiros de merda mesmo. Mas aqui os conhecemos como sociopatas da direita, o que dá no mesmo.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.