Merval passa recibo a Bolsonaro

Sintoma da briga Sergio Moro vs. Bolsonaro, o tuíte presidencial falando de R$ 375 mil pagos pelo Sesc/RJ a Merval Pereira teve hoje uma reação de “esclarecimento” que deve ter ruborizado as faces do “lorde” global.

Confirmou ter recebido da Fecomércio do Rio, na gestão do complicadísssimo (na Lava Jato cabralina) Orlando Diniz parte (não diz quanto, supõe-se proporcional) dos R$ 375 mil que Bolsonaro disse terem sido pagos a ele – usando, aliás, uma informação do The Intercept Brasil. Chama de “fake news” por não ter sido por uma, mas por 15 palestras, das quais diz ter feito 13.

Ok, não é crime Merval ter arranjado uma “marreta boca-rica”, mas é curioso que o colunista, quando tratou das palestras de Lula as classificava como “supostas e suspeitas” e feitas em “repúblicas de bananas”.

Merval fez palestras em Miguel Pereira e Valença, por exemplo. E as 13, com certeza, era reciclagens de uma ou duas, repetidas feito realejo.

O ato é que Merval agiu como um Deltan Dallagnol de bigodes, recebendo de uma entidade que recolhia contribuições parafiscais (imposto sindical e contribuições ao Sistema “S”), cujo titular estava, há anos, mais sujo que pau de galinheiro: já tinha sido afastado diversas vezes e acabaria preso no início de 2018.

Não pode, portanto, reclamar do que disse Bolsonaro, embora a razão de dizê-lo seja das piores: o fato de que Merval ter passado, finalmente, a criticá-lo, no afã de defender Sergio Moro.

A troca de pedradas faz estragos nos telhados de vidro da rua Direita.

Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
Share on whatsapp
WhatsApp
Share on email
Email

33 respostas

  1. Deixa, deixa, deixa… O interessante é que raramente se vê denúncias de roubos e desvios por parte da esquerda. Só se vê á direita, salvo as fake news contra a esquerda como fórmula planejada e compensatória, o que valida ainda mais as denúncias contra a direita.

    1. Esse não seria um blogueiro sujo. De jeito nenhum. Os blogueiros ditos “sujos” são os mais limpos que defendem a democracia, viu ? Fique lá com seu blogueiro limpinho.

  2. Oh amigo!
    O Merdal vai entrar na mesma categoria de blogueiro, tipo “ANTAgoniza”. Ele não tem caráter e nem profissionalismo para ser um “blogueiro sujo”.

  3. Qua,qua,qua!!! É o sujo criticando o mal lavado. Neste embate dou mais razão ao Bolsonaro, pois como vemos aquele ditado que diz:Farinha pouca, meu pirão primeiro. Há uma verdadeira quadrilha sugando os cofres públicos e o Merdal faz parte da mesma.

  4. Merval recebeu pelo golpe.
    Certeza que outros foram recrutados e bem pagos para difamar Dilma e o PT.

  5. Bem feito para o Merval. Ele merece! Todos aqueles que fizeram sacanagem com Lula e Dilma estão tendo o seu troco da moeda.

    Agora, mudando o rumo da prosa,
    eis que o capitão comete mais uma indignidade que não condiz moralmente e nem legalmente com o cargo presidencial ao exercer seu machismo grotesco comparando sua mulher à do presidente francês levando a disputa para o campo pessoal de forma desprezível. Eu não devia perder meu tempo fazendo comentário sobre esse tipo de indignidade, mas não resisto e vou partir para o campo pessoal como ele fez.
    Sem entrar no mérito sobre as ações e posições políticas de Macron e também ao seu caráter, digo ao capitão o seguinte:
    A Michele é bonita e jovem e talvez por causa da sua beleza e juventude o senhor se relacionou e se casou com ela em quatro meses sem conhecer a família dela (segundo suas próprias declarações) o que – no auge dos meus cabelos brancos – me permite especular que a Michele virou a cabeça do senhor que não passa de um velho mau caráter e misógino. E uma mulher jovem e bonita casada com um velho asqueroso como o senhor e que expõe sua intimidade em rede social e declara que o marido rasga a camisola dela nos dentes não me inspira confiança. Me chama a atenção o fato da Michele esconder os antecedentes da família dela e só Deus sabe o porquê se casou com um velho tosco e ignorante como o senhor. Agora, o Macron, além de outras especializações, tem formação em filosofia e se casou com uma professora. O Macron tem 41 anos.
    Ele assumiu um relacionamento com a esposa aos 18 anos e se casou com ela em 2007. Ou seja, são 23 anos de relacionamento, dentre os quais, 12 sao de casamento. A esposa dele tem quase 70 anos e dá para perceber que nunca foi bonita, mais ele é, e ainda por cima é rico, famoso e ocupa o cargo mais alto da França. Com essas credenciais é de admirar que ele ainda esteja com a mulher e não a tenha abandonado. Macron só se casou uma vez e o senhor se casou 3 vezes. É sabido que homens velhos e bem sucedidos encontram muitas mulheres bonitas e oportunistas no seu caminho. Acho que isso diz tudo sobre a diferença entre a vida amorosa do senhor e do Macron.

    1. Não adianta nada ser casado com uma jovem, e não ser “chegado” às mulheres.
      Rita Lee estava coberta de razões !

      1. Jovem e promissora miliciana. Tem tudo para subir na carreira,chegando à tenente do moro,digo morro.

    2. Até o Cabo Daciolo certa vez ironizou Boçal Nato, ao dizer que ele era o “homem da família brasileira”, com três casamentos. E eu digo: Três casamentos e contando…

  6. O sujo falando do mal lavado. Um porque sempre foi um picareta o outro por estar envolvido com milicianos.

  7. Exigimos um duelo entre os dois cavalheiros ,o Lorde Cocô e Lorde Merdal.
    As armas:
    Baldes de esterco fresco.

  8. Merval é um cínico que defende o Estado mínimo, mas desde que a lei não acabe com o desconto trabalhista em favor do Sistema S, pois assim pode pagar suas gordas palestras de baixa qualidade. Realmente dinheiro mal pago!

    1. O canalha e pilantra (e corrupto) Merval é mais um daqueles que se lambuzam do dinheiro do Erário Público e dizem que o Estado tem que ser mínimo, mas para canalhas como Merval se lambuzar o Estado pode se ser máximo e dedicado a eles.

    2. Dá raiva pensar que quando pago o condomínio do meu prédio, estou pagando o sistema “S” para fazer politicagem.

  9. O Ataulpho Merval não aprende. Quem corre atrás de doido termina se dando mal, segundo o ministro Gilmar. Ataulpho se empenhou ao máximo para que o ex-interventor jurídico dos Estados Unidos no Brasil se transformasse em um exuberante patrimônio eleitoral, e agora tenta de uma maneira desesperada salvá-lo, procurando evitar o impossível, que é deter seu processo de completa desmoralização e de transformação em um farrapo político.

  10. Ue, capitão, usando o Merval para não dar mais entrevistas? Inventa outra desculpa que essa não cola, não. O senhor é o suposto presidente da república e tem que dar entrevistas e satisfações ao povo sim. Se não consegue faze-lo sem falar asneiras entregue o cargo. O Mourão ao menos sabe se expressar.
    Aliás, desde já eu sugiro aos jornalistas entrevistarem o Mourão para ele como vice substituir o capitão e dar explicações para o povo sobre o governo, isto é, caso o titular não esteja dando conta do recado. Na verdade, por razões óbvias, os brasileiros vão ter que acostumar com o Mourão mesmo.

  11. A Globo está preparando a saída de Moro do governo. Precisa de um forte motivo pra grudar em Moro o selo de vítima. Será na véspera da campanha pelo impeachment de Bolsonaro (assim diz a Sibila)

  12. Interessante é imaginar o que ele poderias ter dito em suas palestras uale qteria sido o objetivo delas.

  13. Os fariseus, sábiamente chamados por Jesus de Nazaré de “sepulcros caiados”, atiram pedras em seus telhados de vidro de um jeito que faz a gente rir, e ao mesmo tempo chorar, de tanta hipocrísia: o presidente das rachadinhas acusando o global das palestras de rachadinhas. Haja lama e merda para todos se afundarem… Que país, meu Deus! Que país!

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.