Moro, no ‘Zorra Total”: “eu antes era herói…”

Imperdível o esquete mostrado ontem pelo humorístico “Zorra Total, que reproduzo abaixo, do twitter.

Como alguém comentou, na Globo o humorismo é sério e o jornalismo é uma piada.

Reproduzo também a letra, para você acompanhar a perfeição com que a demolição foi feita.

Eu antes era heroi e dava até palestras em inglês
O pai dos três playboys me nomeou só pra agradar vocês
Eu já vazei informações, mas foi por boas intenções
Hakearam o Telegram
Meu papo com Deltan virou bola da vez
Agora eu me ferrei
Pra que é que eu fui deixar de ser juiz
Seguiam minha lei, faziam tudo o que eu quis
E você fez power-point só pra me bajular,
Ficou mal feio mas deixa pra lá
Viramos meme por todo país
(Deltan) Não, não chore não porque vazaram o nosso segredo
Um bando de espião, a serviço de um partido
(Deltan e Moro) Gringo vacilão, talvez agora a gente perca o emprego
Pois quem com grampo fere, com grampo também será ferido
Eu antes era herói…

Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
Share on whatsapp
WhatsApp
Share on email
Email

20 respostas

  1. Seria engraçado se não fosse tão TRÁGICO.
    A próxima bola da vez, será a própria GLOBOSTA !

  2. Além de sensacional, o quadro tem mais duas grandes vantagens:
    – é feito em um linguajar que faz mesmo o povo mais simples e os ignorantes políticos entenderem que Moro e Dallagnol estão desmoralizados;
    – mostra que a Globo já viu que não conseguirá reverter a situação.

  3. Melhorando a frase: os humoristas da Globo, sob a capa protetora do humor, falam o que os jornalistas não podem.
    No entanto, notem que mesmo os humoristas insistem na tese (furada) do hacker. É, até o “falar a verdade”, na Globo, tem limites… ????

  4. é mesmo? grampo “a serviço de um partido”? entubam a mensagem subliminar “corroborando” a versão da globo e temos que rir?

  5. Humorístico sério, jornalismo engraçado, essa é a globosta. O conge achou que o cara era um SILVA qualquer e caiu do cavalinho.

  6. O melhor foi a adaptação de uma música do Chico Buarque, um dos grandes artistas que sempre foi contra esse golpe dado contra o Lula e a democracia.
    Vamos esperar a paródia dos outros artistas, aqueles que apoiaram o Bozo, com a música “a gente somos inútil”, a cara desses idiotas.

  7. É! De fato a globo inverteu o sentido de tudo. O que era pra ser sério virou piada internacional e os programas de humor ganha contornos de jornalismo sério. A audiência do humor está em crescendo pela sua seriedade.

  8. Para cima desses canalhas… é urgente prender esses sujeitos.
    Quem foi capaz de urdir tal horrenda estratégia é capaz de mandar matar a mãe e não entregar o cadáver.

  9. Isso mostra claramente o desespero dessa rede falida.
    Acabou o dinheiro público!

    1. Acabou porra nenhuma. Você acha que o BOLSOBOSTA cortou mesmo os subsídios da GLOBOSTA ?
      Acorda cara !

  10. Isso mostra claramente o desespero dessa emissora.
    Acabou o dinheiro público !

  11. O humorismo ser mais sério que o jornalismo, nada mais humilhante. Juro, se eu fosse jornalista dessa organizaçao golpista, pegaria o meu boné e cairia fora, nem que fosse pra catar latinhas na rua, acho que dignidade e caráter não tem preço.

    1. Você acha. Eu também. Mas, infelizmente, o que mais tem nesse mundo é gente sem caráter e dignidade, que se submete a isso.

  12. É mas essa receita a tv suja sempre usou, é para anesteziar a opinião publica a respeito da veracidade dos fatos. Por isso o povo leva a serio futebol e politica na piada. A tv lixo nao dá pulo errado, sabe que a mente do brasileiro espectador de tv é de uma criança debil de 12 anos. Vide os comerciais como trata o espectador. Domingo é o dia que toda familia para enfrente a tv, é o pior dia de orogramação.

  13. Não darei mais nenhuma palmas a Globo. Por mais que discorde do revanchismo do Glenn, tem que forçar a memória demais para esquecer todas as influências dos Marinho nesse projeto que foi o Golpe – com aquela cobertura que fizeram de 2013 – e a demonização do PT.

    Por fim, sempre fico imensamente satisfeito que o Chico, meu maior ídolo, e maior letrista brasileiro de todos os tempos, seja tão aveso a essa empresa e mesmo assim tenha tanto espaço. Mostra como estamos bem servidos culturalmente do lado de cá.

    Já que o outro lado tem pouquíssima cultura. Quer dizer, não tem.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.