Olavo de Carvalho “toca retirar” do MEC

Parece que está chegando ao fim a batalha pelo MEC entre “olavistas” – que tinham o controle do território e os militares, que mantiveram silêncio diante das provocações do “guru” bolsonarista.

O ex-astrólogo Olavo de Carvalho comandou esta madrugada, pelo Facebook, um toque de “retirar” de suas tropas e entregou o cadáver do futuro ex-ministro Ricardo Vélez:

“O Velez Rodrigues me traiu, mas não vou fazer ou dizer nada contra ele”

Precisa?

A seguir, deu ordem aos remanescentes do olavismo na pasta para que não enfrentem a ocupação militar do ministério:

Não passei anos educando meus alunos para que depois eles se desgastassem em conflitos funcionais com carreiristas fardados incultos, presunçosos e ávidos de poder.(…) Nunca recomendei a nenhum aluno meu que conquistasse um cargo público, nem muito menos que lutasse para conservá-lo contra milicos analfabetos que o desejam. Vão para casa e não enfrentem esses animais no campo das intrigas burocráticas que eles adoram, e sim no do debate intelectual, onde eles não aguentam dois minutos de briga.

Quem acredita em Papai Noel não vai associar o gesto de Olavo à manifestação feita ontem pelo agente da extrema direita Steve Bannon, guru de Eduardo Bolsonaro e que dividiu com Olavo as honras prestadas por Jair Bolsonaro ao chegar a Washington.

Bannon disse que o General Hamílton Mourão deve  renunciar ao cargo de vice-presidente e “ir para a oposição”.

Os intestinos de Bolsonaro podem ‘taoquei”, mas os do bolsonarismo seguem com a ebulição do conteúdo que lhes corresponde.

E o MEC vai para a caserna ou para o encarte de promoções que Jair Bolsonaro vai oferecer ao Centrão.

Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
Share on whatsapp
WhatsApp
Share on email
Email

10 respostas

  1. É bom ficarmos atentos e não nos distrairmos com essas contradições e brigas aparentes, que fazem parte das técnicas, táticas e estratégias da guerra híbrida total. Muito mais importante dos que as falas e bate-bocas criados pela milicalha e os olavetes é observar que TUDO ISSO faz parte de um plano maior, que é o de descredibilizar, sucatear assim justificar a privatização também do setor educacional. A escolha é entre privatização ou militarização, cujos efeitos deletérios bem sabemos, a partir de entulhos e falsificações da história, implantados pelo golpe de 1964 e que agora retornam com força ainda maior.

    O mesmo tipo de observação vale para o desmonte da previdência social, cujio objetivo primeiro e mais imediato é fazer com que capitalistas e rentistas deixem de recolher a contribuição previdenciária dos empregados, ao mesmo tempo em que estes são obrigados a colocar parte de sua renda no mercado financeiro, com a famigerada capitalização, que sequer preserva o valor do que é descontado de que trabalha.

  2. “Meus alunos”… Quem lê um demente como este, um subintelectual que copia e mal os textos de teóricos do radicalismo americano de extrema direita referir-se a “meus alunos”, não pode deixar de se lembrar dos outros alunos de outro demente chamado Jim Jones, fundador do Templo dos Povos. Com uma diferença: Jim Jones acreditava naquilo que pregava e se matou juntamente com seus alunos, enquanto este Jim Jones tupiniquim manda os outros se suicidarem e fica lá, no subúrbio de Washington, participando de banquetes e rindo às bandeiras despregadas.

    1. Quem lê?
      Os filhos e o povo que estão integrando o DESGOVERNO do presidente LIMITADO INTELECTUALMENTE poxa!
      Respeite-os…………………….kkkkkkkkkkkkkkk

  3. ——-milicos analfabetos que o desejam. Vão para casa e não enfrentem esses animais no campo das intrigas burocráticas que eles adoram, e sim no do debate intelectual, onde eles não aguentam dois minutos de briga.—–

    Não deixa de ser um chute de bico no meu fígado ,mas,este parágrafo de sexopata virginiano é o que eu penso a respeito dos fardados.

    Palavras do herói (fardado) da Independência de Argentina e Chile,José de San Martin ,sería bom que os fardados brasileiros a tiveram como lema
    «La patria no hace al soldado para que la deshonre con sus crímenes, ni le da armas para que cometa la bajeza de abusar de estas ventajas, ofendiendo a los ciudadanos con cuyos sacrificios se sostiene” .

    1. Peço por favor que substitua o “virginiano” por virginense ou virginiense, pois eu como sendo do signo de virgem me sinto extremamente ofendido, além do mais considerando um dos significados da palavra bem como a fixação que esse senhor tem pelo orifício anal, e suas declarações chulas, deduz-se que o mesmo não é mais virgem. Conto com sua colaboração, obrigado!

  4. Será que o “autoproclamado filósofo” poderia estar tentando usar um esquema como o do Fabrício, para ganhar um dindim?
    No Youtube, há quem diga que a grande luta do “filósofo” é por dinheiro. A velha política teria lugar no MEC?
    Será que tem alguém mandando dólares para o “professor”? Vai ter Lava-Jato no MEC? Podiam aproveitar e checar isso…

  5. E olha que estamos falando do Ministério da Educação…. Ás vezes, me pego a pensar como esse grupo de pessoas educa seus filhos e filhas, que relação têm nos diversos espaços educativos do mundo… E qual é o resultado disso nos descendentes….

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.