Onde está a intervenção militar em Brumadinho?

Chama a atenção nas imagens onipresentes da cobertura da mídia sobre o desastre de Brumadinho o fato de quase não aparecerem mas atividades de resgate militares do Exército Brasileiro.

Os helicópteros que vi trabalhando no resgate eram quase  todos dos bombeiros e alguns aparentemente civis.

A contrário a toda hora, hoje, se fala dos 130 militares israelenses que estão voando para apoiar as buscas.

No site do Exército, até a manhã deste domingo, 48 horas após o rompimento da barragem, nenhum comunicado oficial sobre a mobilização, apenas links para jornais que noticiam uma nota oficial  divulgada sexta-feira que fala no emprego de um helicóptero Jaguar e diz que estão “na situação de “prontidão para emprego imediato” 930 militares.

Muito, muito menos do que se empregou na intervenção em operações de segurança pública ou dos 3 mil que usou para cercar a comunidade da Mangueira, em 2017.

E não estamos falando numa área remota: o local do acidente fica a apenas 60 km de Belo Horizonte, que tem toda a infraestrutura para receber um deslocamento de tropas e equipamentos.

Divulgada  cinco horas depois do acidente, a nota fala que o helicóptero – e dois outros da FAB e da Marinha” iriam pousar no aeroporto de Confins para também “dar apoio ao transporte do presidente da República, Jair Bolsonaro, na manhã do sábado (26)”.

A ação imediata, ainda mais onde o socorro, como acontece agora, pode ter de ser suspenso por riscos de novos rompimentos ou mesmo por mau tempo, é essencial.

Já que se fala tanto em “intervenção militar”, seria uma oportuna ocasião de vermos isso acontecer em Brumadinho.

Capacidade os militares têm. O que falta?

PS. Agora, às 17 horas de domingo, dois helicopteros do Exército deram o ar da graça em Brumadinho, Um pousou na lama e depois decolou, o outro passou a grande altitude.

Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
Share on whatsapp
WhatsApp
Share on email
Email

48 respostas

  1. Israelenses vão ajudar a encontrar os corpos. Tá, me engana que eu gosto. Nosso exército serve para que? Para olhar israelenses fuçando na lama macabra?

    1. Caro Luis, puro marketing da quadrilha que assumiu o poder.
      Não podemos negar, são marketeiros de primeira.
      Deram um show de Fake News no whats e fizeram a cabeça dos desmiolados brasileiros.
      São realmente marketeiros profissionais, e perigosos.

  2. Não se apoquentes Brito. A ajuda militar já está chegando.

    “Ajuda israelense para resgate de vítimas de Brumadinho chega hoje”

    O presidente Jair Bolsonaro disse que a partir do meio-dia de hoje (27) devem chegar 140 pessoas e 16 toneladas de equipamentos enviados pelo primeiro-ministro de Israel, Benjamin Netanyahu. A informação foi postada por ele, na sua conta pessoal, no Twitter.

    “Após contato com o Primeiro-ministro de Israel, @netanyahu , chegam hoje, às 12h, em Belo Horizonte-MG, recursos humanitários e profissionais; São 140 pessoas e 16 toneladas de equipamentos destinados a busca de desaparecidos em Brumadinho [MG].” (da Agência Brasil, 27/01/2019)

    ***
    Além do grupo de soldados, Israel enviou ao Brasil cães farejadores e sonares usados em submarinos para localizar pessoas em grandes profundidades, com alta qualidade de recepção de imagem e detectores de vozes e ecos. São cerca de 16 toneladas de equipamentos.

    Segundo nota oficial, são 136 militares a caminho do Brasil – 30 mulheres e 106 homens. Eles ficarão hospedados no 12º Batalhão de Infantaria e na 4ª Cia. da Polícia do Exército e terão apoio do Exército Brasileiro em transporte, alimentação e escolta. Os cães farejadores também terão assistência veterinária.

    A missão é chefiada pelo embaixador de Israel no Brasil, Yossi Shelley. Ele estava acompanhando a visita a Israel do ministro da Ciência, Tecnologia e Inovações, Marcos Pontes, e foi encarregado pelo premiê Benjamin Netanyahu para comandar a delegação.

    Em uma publicação feita no Twitter, as Forças de Defesa de Israel disseram que “a distância não importa quando há vidas para serem salvas, mas sim o quanto se está disposto a ir salvá-las”. (do G1, 27/01/2019)

    1. Conquanto não sejam vidas palestinas! Estas, “necessariamente”, não precisam ser salvas! Não precisamos dos soldados israelenses, aqui! Pura propaganda! Eles já têm muito serviços por lá, para desenterrarem os palestinos dos escombros dos prédios que derrubam com suas poderosas bombas! Ou não temos cães farejadores? Ou não temos equipamentos de alta precisão?

    2. “detectores de vozes e ecos” vai ser difícil naquele lamaçal. A especialidade dos soldados israelenses não vai ajudar muito em Brumadinho. Eles são especialistas em assassinar idosos, mulheres e crianças Palestinas, e lá eles não vão encontrar ninguém com esse perfil.

    3. claro que a distância não importa
      os que estão perto eles matam sem dó nem piedade

  3. Não há mais governo, é simplesmente um ajuntamento de pessoas para saquear o país, daqui mais uns dias, volta a pauta das privatizações para “dinamizar” a economia, e projeto de reforma da previdência, é só isso que essa turma de Mentecapto tem a oferecer a população, e de que “nos” o elegemos, agora vamos colhe o fruto plantado.

  4. O palco tem que estar livre para os israelenses chegarem e começarem o espetáculo.
    As famílias vão ter que esperar.

    1. Os médicos cubanos que tratam a população no dia a dia, sem reconhecimento, o bolso bosta expulsa, mas aproveita a desgraça momentânea e repentina, que tem mídia, pra dar palco aos novos amiguinhos posarem de humanitários… Que gente!

  5. Sim. Até porque para bajular o capitão para ele mudar a embaixada brasileira para Jerusalem, Israel mandou 130 MILITARES para ajudar no resgate de vítimas.

  6. A vinda de militares israelenses, a pretexto de ajudar no resgate das vitimas da tragédia da Vale de FHC, pode ser na verdade para treinar militares brasileiros para repressão de movimentos populares. Nisso os militates israelenses são mestres que o diga o povo Palestino.

  7. TRAIÇÃO – Jair Bolsonaro cuspiu na cara das Forças Armadas beasileiras ao convocar, sem nem mesmo ter informaç?es básicas sobre os fatos, militares israelenses. A atitude do presidente insulta a capacidade dos militares brasileiros, um dos mais treinados em emergências de grande porte no mundo. Em qualquer Nação digna uma atitude dessas implicaria em imediata intervenção no Executivo,

    1. A não ser que as Forças Armadas também estejam fazendo negócios com os israelenses e esqueceram de nos contar.

  8. Caro Fernando, esse Coiso parece pacto com o coisaruim! Quando antes da eleição seu nível de rejeição o ameaçava, aconteceu a tal da facada que também o livrou dos debates. Agora quando o caldo do número um engrossou revelando ligações libinosas com as milícias vem essa tragédia que os tira da linha de frente de tiro. Em Grande Sertão Veredas, de Guimarães Rosa, o jagunço Riobaldo tinha um pacto com o demo, mas apesar de tudo Riobaldo, nada tem em comum com esse personagem de nossos tristes dias.

  9. Essa coisa de ajuda israelense não passa de uma basofia. Primeiro essa turna é treinada para casos de calamidades, tipo: abalos sismicos (terremotos), maremotos e voisa que valha no caso da lama de dejetos é diferente. Pelo meu conhecimento essa trupe vai fazer vergonha… eles não tem nenhuma experiência nesse assunto, são amadores num terreno enlameado… ve pra que!!

  10. A intervenção serve aos golpistas para reprimir e não para ajudar salvar a vida do povo. A resposta a questão do título do artigo: “Tão vindo de Israel…”.

  11. Não é uma crítica, até porque eles não teriam nenhuma obrigação de fazer alguma coisa, mas judeu não faz caridade, faz negócio, e desde que seja bom para eles também.

  12. Os militares já estão se deslocando para Brumadinho. O problema é que Israel é longe. No Brasil não existe isto. Só políticos.

  13. Os militares brasileiros que aparecerem em Brumadinho vão fazer figuração para os milicos israelenses. E o trabalho árduo fica com os bombeiros brasileiros, como sempre os grandes heróis em todas as tragédias.

    Estou desconfiada de que essa palhaçada do avião israelense faz parte de algum acordo de venda de armas e equipamentos deles para nós, já acertada pelo clã miliciano que comanda o Brasil. E aproveitam a desgraça de Brumadinho para trazer os parceiros comerciais para fazer exibição e propaganda dos produtos que já acertaram comprar mesmo sem licitação.

  14. Mourão não é um militar legalista, assim como não foi o Villas Boas. Eles tamparam o nariz, foram na aventura do Bozo e arrebentaram nossa democracia. Agora que fiquem com seu bode na sala e a esquerda deve se preocupar, única e exclusivamente, em voltar ao poder. Saber poque tomou uma surra de mais de 2/3 dos votos no Sul, Centro Oeste, São Paulo e Rio de Janeiro para um cara da estirpe do Bozo. É isso que importa.

  15. Israel reconheceu hoje o opositor de Maduro como presidente da Venezuela. Segundo Requiao, a vinda dos soldados israelenses com 16 toneladas de ‘ equipamentos’ pode ser um subterfúgio para uma eventual ação na Venezuela. Ele diz também que pode ser coincidência. Em tratando do país que está em cima do inferno eu não duvido disso não. Os militares são poucos mais as toneladas são muitas. Além do mais, Maduro ordenou exercícios militares e eu soube que os EUA insinuaram hoje que vão atacar a Venezuela. Alguém podia avisar Maduro que pode ter um lobo aqui em pele de cordeiro pronto para ataca-lo se os EUA o fizerem..

  16. Agora já sabemos: Quando nossos problemas forem grandes demais, chamaremos Papai Israel para resolver. O que acontece é que aviões de Israel estão chegando com tropas militares para desenterrar corpos da lama mineira. Talvez tenha sido por isso que as autoridades encarregadas do caso dispensaram a ajuda prontamente oferecida pelos bombeiros dos estados vizinhos. Depois disso e da tentativa de dessalinizar a água do Nordeste, onde mais vão querer enfiar Israel? Quem sabe, talvez tenham dispensado também a ajuda do Exército do Brasil, porque entendem que só Israel deve brilhar acima de tudo. E com isso, seremos mais vez desmoralizados como incapazes de resolver os problemas que nós mesmos geramos.

  17. Os israelenses estão chegando e todos os mineiros desaparecidos serão salvos.
    Nos brasileiros devíamos sentir vergonha de ter apelado a militares de outra Nação para nós ajudar. Voltamos a ser um Haiti.

  18. O que vcs tem a dizer com relação a criminosa Dilma ter editado a lei declarando como natural a quebra de barragens, para isso benefícia e livra da cadeia os responsáveis pelos desastres??

    1. Já foi explicado que isso não interfere na ação penal, apenas permitiu o uso do FGTS pelas pessoas atingidas. Informe-se, por favor.

  19. Não estão em Brumadinho porque estão se preparando para invadir a Venezuela. O rompimento da barragem ocorreu em meio aos preparativos para a invasão. A tropa de 140 soldados de Israel vai atuar é na Venezuela.

  20. Enquanto Brumadinho for o foco da noticia o Bozo e sua turma se esconde no caso das milícias que tomaram o país de assalto , foi um ótimo negocio para eles , assim como a fake facada.

  21. Mas que intervenção militar, cara pálida ???
    Foi exatamente esses empresário que derrubaram DILMA e colocaram os milicos no poder.
    Claro, associados a outros, digamos, “limpinhos”.
    Jamais farão alguma coisas contra o cartel poderoso das mineradoras.
    O povo? O povo que morra.
    E viva as milícias…

  22. Desmoralizou o exercito brasileiro.. Não serve nem para achar soterrados, só serve mesmo para aplicar GOLPES. Que vergonha. Exercito brasileiro o EXERCITO BENTO CARNEIRO, eca………..Assim caminha a PÁTRIA MAMADA.

  23. Das imagens que vi, o helicóptero mais ativo era do………..SUS. Sim, do SISTEMA ÚNICO DE SAÚDE. Que, num dia destes qualquer, para felicidade da nação brasileira, passará a ser um SERVIÇO ÚNICO DE SAÚDE.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.