Os mortos governarão os vivos?

persiana

As decisões do Supremo e do Senado completaram o império, na classe média, de que “todos eles são iguais” em relação aos políticos.

A sobrevivência de Michel Temer e de Aécio Neves, ainda que na condição de zumbis, despertando o asco quase unânime da opinião pública, claro, representa a degradação da política.

Ao mesmo tempo,reduz a menos do que pó a legitimidade do Congresso que destituiu o governo eleito e enfia todo o golpismo num saco só, e de odor insuportável.

Destrói qualquer possibilidade de que, no conglomerado governo-PMDB-PSDB, surja uma candidatura viável para 2018, ao menos neste momento.

O seu único discurso possível, o da moralidade, soa como uma piada lúgubre definitivamente.

A foto de Luiz Nova, do Correio Braziliense, estampada em diversas capas de jornais de hoje é bem a lição que, num texto, seu autor disse num texto sobre sua biografia profissional: “escrever com a luz”.

Está tudo ali: não é apenas Aécio que precisa se esconder, é todo o golpismo da política que não tem como andar da rua.

Cumpriu-se a segunda etapa do plano de poder inaugurado desde 2013, transformando a política numa atividade renegada, podre, suja, abjeta.

É preciso trazer elementos de fora dela. Mas estes, num passe de mágica, como não dispõe de significado e nem de instrumentos – além do dinheiro – para a política real, acabam mergulhando no caldeirão da política lamacenta. Vide Dória e ver-se-á Huck, se este embarcar na aventura presidencial.

Ou…

Ou trazer o São Jorge da Moralidade, o capadócio de Curitiba.

Mas ele, também, na ânsia de cumprir a primeira parte do projeto, de brilhar sob os holofotes da grande mídia,  esbaldou-se na companhia de todos os que, agora, arrastam seus cadáveres políticos  diante do país.

De semideus  nas pesquisas de popularidade, desceu agora à altura da política e não tem mais a vantagem que tinha, nas pesquisas de credibilidade que ostentava há um ano.

A aventura de uma candidatura Moro parece cada vez mais provável e implicaria num esvaziamento imediato da aventura Bolsonaro, seu filhote político.

Tem, porém, um problema.

Será o carrasco contra a vítima, o perseguidor contra o perseguido, porque ela praticamente impediria – sob pena de uma desmoralização absoluta das eleições – a exclusão de Lula da disputa  pelo voto.

Moro anuncia o fim da lava Jato, cumprida a tarefa de condenar Lula.

Não há vaga à vista no Supremo Tribunal Federal e uma promoção a desembargador parece ser bem pouco para seu apetite.

Só o  lugar de herói da moralidade está aberto, e o chama com todas as forças de sua ambição.

Na sua “cognição sumária”, acha que o processo eleitoral é uma avenida por onde desfilará, triunfalmente, como no tapete vermelho do cinema, num caminho juncado pelas ruínas da política.

Confia que o povo, enojado e desesperado, está ansioso por um ditador.

Ou será que este povo quer um líder?

 

contrib1

Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
Share on whatsapp
WhatsApp
Share on email
Email

17 respostas

  1. SÓ TEM UMA FORÇA QUE É DA EXCOMUNHAO. EXCOMUNGA E ELES PRESTARÃO CONTAS DO PURGATÓRIO AO INFERNO. LÁ TEM DONO E NÃO QUER PERDER SEU POSTO

  2. Não há chance alguma de cassação destes meliantes. Eles contam com o apoio dos americanos, da mídia internacional, do capital internacional, até mesmo dos russos e chineses. Essa gente não está nem aí para o combate à corrupção. Esqueçam. Vocês são muito ingênuos.

  3. Penso o contrario os “vivos” e espertalhões governando os mortos , apalermados e analfabetos políticos..

  4. Pior de tudo, no ano que vem a massa chamada povo vai reeleger todos esses bandidos novamente.
    Aqui em SP faz 24 anos que os malditos tucanos roubam o Estado e ano que vem independente de quem seja o candidato o povo paulista vota em peso nesse partido de bandidos e golpistas.

  5. Nunca é demais lembrar que, se houve um “plano de poder inaugurado desde 2013”, que parece ser o bicho-papão do jornalista, houve, também, o auge da despolitização levada a cabo pelo PT. Em todos os sentidos e setores que se possam considerar. Neste ponto, foi um plano eficientíssimo. Os movimentos sindical, o estudantil e camponês foram cooptados, amansados, amordaçados pelo PT. De outro lado, os movimentos de esquerda que fugiam ao controle petista foram reprimidos pelas polícias estaduais. Foi uma estratégia que, ao longo dos 13 anos de poder, parecia vitoriosa.

    Mas os “gênios” do PT esqueceram a direita desguarnecida e por este lado o inimigo se infiltrou facilmente. Afinal, de certa maneira, ela já vinha dando uma substancial sustentação aos governos petistas e quando decidiu-se a assumir de fato o governo, foi fácil. A esquerda estava manietada pela cooptação e esboçou uma reação insuficiente.

    Portanto, como sempre faz, o jornalista interrompe a análise onde ela revela os erros dos governos petistas e do próprio partido, o que me parece um comportamento intelectual um tanto quanto ilusório, no mínimo.

    1. Não se reprima Piçol, sete linhas e nem umzinho…, não se reprima e manda ver: é o lulopetismo… é o lulopetismo… é o lulopetismo… é o lulopetismo… currupaco!… currupaco!… currupaco!

      1. “É lulopetismo…” … e golpe. É nisso que deu o tal “lulopetismo” e é nisso que dará o “lulopetismo”. Só não vê quem não quer. Ou você acha que alguém sai às ruas para defender o tal “lulopetismo”? Ficam todos os “lulopetistas” em casa, assistindo pela Globo aos que se disponham a ir às ruas enfrentar as bombas da PM e a perseguição implacável da repressão apoiada pelo … “lulopetismo”.

        Quando a derrota é inevitável, ouve-se o chororô dos “lulopetistas” e a covarde caça ao espantalho: aqueles que se dispuseram a ir às ruas enfrentar a repressão patrocinada pelo … “lulopetismo”.

        Assim foi em 2013 e, caso vença o desejo “lulopetista”, assim será em 2020… 2021…

        A papagaiada e a covardia, portanto, é do próprio “lulopetismo”.

  6. É esperar e ver.

    Tecnologia a ser aplicada no STF para o caso Aécio. Tucano de alta plumagem NÃO vai preso.

    (no 247)

    “TCE reintegra ex-tucano acusado de receber propina da Alstom

    O conselheiro do Tribunal de Contas do Estado de São Paulo Robson Marinho, afastado do cargo há três anos por suspeitas de ter recebido propina da Alstom, será reintegrado ao cargo por decisão do Tribunal de Justiça; a 12ª Câmara de Direito Público acatou as alegações do advogado de Marinho, o que foi filiado ao PSDB, de que o afastamento ocorreu há três anos e até hoje o caso não foi julgado”

  7. “Temos que parar essa porra, mas com ELA lá não dá. Tem que haver um grande acordão, com STF, com TUDO”.
    Precisa dizer mais alguma coisa? A quadrilha foi formada e salve-se quem puder. Estamos a caminho de nos transformarmos num Haiti ou numa Biafra.

  8. Interessantes as observações do post, as quais me despertam outras.

    1ª) O torquemada das araucárias – que até meados do ano passado era ídolo dos coxinhas e dos INCLAMEs vira-latas – já não é unanimidade sequer nas elites que o incensaram e o colocaram sob holofotes e microfones;

    2ª) Para qualquer aventura eleitoral, o justiceiro da guantánamo paranaense terá de descer do pedestal, voltar à planície, baixar as armas, abandonar as armaduras, imunidade e blindagens que o cargo de juiz federal lhe proporcionam;

    3ª) Uma vez na planície, o paladino das oligarquias escravocratas, plutocratas, cleptocratas, privatistas e entreguistas, ídolo da classe média vira-lata, joguete do PIG/PPV e do alto comando internacional do golpe, se transformará em vidraça, após anos de confôrto e proteção comandando o monopólio da violência estatal contra os inimigos políticos dele das classes que ele representa e defende;

    4ª) O juiz de piso, lotado na 13ª VJF de Curitiba, se candidato à presidência da república terá de debater com políticos mais experientes e preparados do que ele. É certo que o torquemada araucariano será destruído de forma impiedosa por Ciro Gomes e outros que venham disputar a eleição presidencial;

    5ª) Ao contrário do que pensam o torquemada das araucárias e seus apoiadores, uma condenação do Ex-Presidente Lula e eventual inelegibilidade do Ex-Presidente Operário não beneficia o juiz tucano. Qualquer candidato que Lula apoie explorará, à exaustão, a atuação político-partidária do juiz de piso da 13ª VJF de Curitiba, para alijar da disputa o maior líder popular brasileiro dos últimos 50 anos e considerado o melhor presidente da república pela maioria dos brasileiros. Ou seja: impedir Lula de disputar a Presidência da República não acrescentará votos ao atual juiz de piso, mas terá o efeito exatamente oposto;

    6ª) Por fim, se sérgio moro disputar a eleição e Lula puder se candidatar, aí, pela 1ª vez, um e outro terão algo que possa se aproximar de paridade de ‘armas’. Por mais que sérgio moro reúna em torno de simpatia das maltas, matilhas e bandos de odiadores, fundamentalistas, obscurantistas, nazifascistóides, oligarcas, escravocratas, cleptocratas, privatistas e entreguistas, num embate e debate com o Ex-Presidente Lula ele será depenado, escalpelado, terá as entranhas pútridas e fétidas expostas com a maestria, o improviso e a sabedoria popular que o Ex-Presidente Operário carrega consigo.

    Nenhum dos cenários é céu de brigadeiro ou avenida larga em que o torquemada das araucárias possa flanar ou rodar com tranqüilidade dos canalhas.

  9. As coisas permanecem como sempre estiveram:
    Pessedebistas roubando e sendo afagados;
    just$$$a permanece porcamente tendenciosa;
    impren$$$a feliz com seus aliados soltos;
    Povinho burro e ignorante contando as moedas para ver se consegue pagar suas dívidas!

  10. Imagine o coitadinho duas ou três noites longe das baladas! É de cortar o coração. Ainda bem que há pessoas de bom senso, tais como carmen lúcia, desejosas de um país melhor e mais justo. Agora é só passar numa loja de malas e escolher os melhores modelos: Rocha Loures, Geddel ou Aécio. As malas podem transportar dinheiro ou pó…

  11. Que vergonha meu Deus! bem que poderia ser esse traficante se escondendo atrás das . Só há uma solução : guerra civil para poder tirar esses ladrões do poder , essa justiça vagabunda conivente com todo mal que existe , é inacreditável , vergonhoso, é o fundo do poço, vamos todos escorrer nesse mar de lama e miséria.

  12. A turma da Farsa a Jato certamente vai oferecer consultoria de “compliance” – não no sentido de transparência, mas como fazer mutretas sem serem incomodados pelo MPF e justiça. A Farsa a Jato foi apenas um trampolim para esse objetivo.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.