Os R$ 500 mil do Ministro da Educação não foram um erro, mas uma aberração

Tales Faria, em seu blog, publica o vídeo – que reproduzo ao final do post  – onde o ministro da Educação, Abraham Weintraub, e seu presidente do Inep, o delegado de polícia (!!!) Elmer Vicenzi discorrem, longa e laudatoriamente, sobre a grande proeza de gastar apenas R$ 500 mil para avaliar sete milhões de alunos do ensino funadamental.

Não é possível que aos dois, por tanto tempo, faltasse a percepção de que o numero estava errado (são R$ 500 milhões).

Agfinal, bastava saber fazer uma divisão simples para saber que R$ 500 mil para sete milhões dá 7 centavos por prova, o que não paga um pacote de figurinhas, aliás nem mesmo uma só delas.

A razão era outra, como aponta Tales:

Alguém lhes falou dos R$ 500 mil e eles resolveram usar rapidamente como instrumento de marketing sem se questionar: como era possível? O indicativo de impossibilidade era tão grande que imediatamente os repórteres, durante a entrevista, já questionaram a quantia. Como puderam um ministro e o presidente do Inep, cercados de técnicos, não terem desconfiado? Só a pressa em demonstrar devoção pelo imperador pode explicar. Aliada, é claro, ao ódio guerreiro pelos “inimigos” que criticavam a retenção de recursos para instituições de ensino e pesquisa.

Mas não se culpe em demasia a dupla de palermas.

Afinal, eles fazem parte de um governo que se ocupa de quinquilharias como se estas fossem a redenção nacional: os cabelos tingidos do comercial do Banco do Brasil, as bananas do Equador, os pintos mal lavados, a condecoração do Olavo de Carvalho…

A economia, o emprego, a produção afundando enquanto Bolsonaro toca a harpa de suas bobagens.

Em matéria de avaliar o aprendizado do público infantil, a depender dele, gastar sete centavos é um desperdício…

 

Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
Share on whatsapp
WhatsApp
Share on email
Email

22 respostas

  1. Se esses caras tivessem um pingo de vergonha na cara, se demitiriam e desapareceriam por tempo indeterminado.

      1. Eu senti vergonha por eles, se eu estivesse no lugar deles eu me esconderia num quarto escuro até os 100 anos de idade. Que vergonha.

      1. O Problema não parece ser de vergonha, mas de coragem. Esses caras têm tanta coragem que são capazes de deixar o próprio Diabo de queixo caído. Eles não têm noção de como a história do mundo e do país mudam completamente e cada vez mais rápido. Fazem o maior escarcéu hoje, sem pensar que amanhã poderão responder duramente por seus atos. Talvez pensem realmente que vão conseguir destruir completamente o país e então… Não haverá amanhã. Ou pensam que este desgoverno é o regime eterno, imortal e definitivo da nossa história.

  2. Como são patéticos esses senhores aglomerados ao redor do bozo. Todos uns analfabetos funcionais vivendo num mundinho medíocre e surreal.

  3. Como puderam um ministro e o presidente do Inep, cercados de técnicos, não terem desconfiado? …Incpmpetencia, gente! Ignorancia gente, simples assim…

  4. Deveria ser preso. Um ministro fazer apologia de uma ação com erro “só” de mil por cento. Tenha paciência.

  5. Nunca administraram uma banca de verduras na feira como ter noção de grandeza? Como ter percepção da extensão da tarefa a ser cumprida
    e mensurar recursos? São incultos: todos, inclusive o xará, Moro e os generais aboletados no Planalto.

  6. e os bolsonazi diante da terra arrasada ao final do período, continuarão repetindo pra esperar pelo segundo mandato!
    é muito cedo para avaliar.

  7. Existe um teste para avaliar o Weintraub, e que custa apenas sete centavos (uma folha de papel em branco).

    Precisa também de um copo e um lápis, mas estes podem ser emprestados, sem custo algum.

    O teste é o seguinte: se Weintraub é capaz de fazer uma letra “O” com um copo numa folha de papel.

  8. No Ministério da Educação, depois do idiota veio o débil mental, tudo para ficar mais próximo do nível do chefe…

  9. O Brasil está chegando rapidamente ao fundo do poço …. Até quando vamos aguentar esses calhordas incompetentes mandando em nosso querido Brasil? Bando de filhosdaputa!

  10. E com R$ 500 mil, o que a gente não consegue fazer?” -> no máximo papelão, é o que conseguirão!

    1. Eles eu não sei, mas o Queirós e a Betina do empíricus… Imagina o que essa dupla faria, o PIB do Brasil ia até ficar positivo esse ano.

  11. Será mesmo um governo de palermas? Ou será um governo de gente muito esperta? Ou será um governo de ladrões que roubarão até o último centavo possível e o resto que se dane? Eu ficaria com as duas últimas opções. Não esperem que o STF, as FFAA ou A Justiça tomem alguma providência porque fazem parte do mesmo esquema.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.