Pequena lição ao General Mourão

Gostaria imensamente de levar esse general Mourão ao topo da fortaleza de Sacsayhuaman, nos Andes, e perguntar-lhe como esse povo indolente levou para lá aquelas enormes pedras, como criou jardins e hortas em patamares num lugar em que chove um mês por ano, em que qualquer um cansa em poucos minutos de esforço e as montanhas são marrons, porque não cresce a grama.

Seria um prazer para mim discorrer sobre um patriota que, mais ou menos na época de Tiradentes, mandou buscar na planície alguns escravos para que cumprissem a sentença de morte de seu amo, porque na cultura deles, os indolentes, cabe ao explorado vingar-se de quem o explora.

Falaria sobre como os indígenas transformaram uma gramínea em milho, cereal tão dependente de cultivo que desaparece se não for plantado; a maravilha dos sistema que mantinha irrigados os platôs nas encostas; o cálculo preciso e o corte exato que fazia a água correr pelos dutos vazados na pedra, sem que escorresse nem um pouquinho, dispensando juntas ou cimento; das instituições sociais, do sistema de aposentadorias, de como o império Inca convivia com as comunidades; ou a qualidade das espadas forjadas nas missões de Sete Povos que, segundo anúncio na imprensa alemã da época, desafiava em duelo qualquer lâmina europeia.

Falaria, também, ao general, do ouro e glória dos impérios africanos, dos faraós negros, da cultura iorubá, da filosofia africana, da magia que alimenta a resistência.

E não deixaria de lembrar-lhe o ousadia do povo europeu de um país pequeno que se fez ao grande oceano em barquinhos para conquistar o mundo.

Diria, enfim, ao general que o que nos fez mais fracos vulneráveis não foram defeitos de nossa natureza ou espécie, mas o fato de que, na História, muitas vezes são os bandidos que vencem.

Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
Share on whatsapp
WhatsApp
Share on email
Email

28 respostas

  1. E, PENSAR QUE O POVO CHEIROSO E PERFUMADO BRANCO IBÉRICO ENRIQUECEU NA “SUMPAOLO DAS ELITES OPEROSAS” E POR TODO O BRASIL, ÀS CUSTAS DO TRABALHO DOS ÍNDIOS E NEGROS PREGUIÇOSOS…
    MOURÃO É APENAS ISSO… UM MILICO ESTÚPIDO E IGNORANTE…
    É FRUTA DO EXÉRCITO ENTREGUISTA E FASCISTA DO BRASIL…
    NEGRO PREGUIÇOSO E ÍNDIO INDOLENTE TRABALHAM DE GRAÇA, SOB TORTURA, PARA ENRIQUECER OS BRANCOS ESPERTOS…
    A MORAL DO MOURÃO FICA ABAIXO, NAQUELE FURINHO, DA CAUDA DO CACHORRO…

  2. E, PENSAR QUE O POVO CHEIROSO E PERFUMADO BRANCO IBÉRICO ENRIQUECEU NA “SUMPAOLO DAS ELITES OPEROSAS” E POR TODO O BRASIL, ÀS CUSTAS DO TRABALHO DOS ÍNDIOS E NEGROS PREGUIÇOSOS…
    MOURÃO É APENAS ISSO… UM MILICO ESTÚPIDO E IGNORANTE…
    É FRUTA DO EXÉRCITO ENTREGUISTA E FASCISTA DO BRASIL…
    NEGRO PREGUIÇOSO E ÍNDIO INDOLENTE TRABALHAM DE GRAÇA, SOB TORTURA, PARA ENRIQUECER OS BRANCOS ESPERTOS…
    A MORAL DO MOURÃO FICA ABAIXO, NAQUELE FURINHO, DA CAUDA DO CACHORRO…

  3. O paroleiro , não é o que temos de pior…..
    Pior, são os que mesmo sabendo que os tais não sabem nada e arrotam muito, ainda assim votam neles chamando-os de “salvadores da pátria”….

  4. Isso seria uma covardia para com o generaleco. Ele não tem culpa de ser um JUMENTO.
    Que me perdoe a família dos asininos !

  5. Melhor seria levar um espelho para esse Mourão! Só de olhar pra fuça do infeliz, é difícil saber se ali tem mais índio ou negro. E ele deve se achar alemão.

    1. Você quer dizer PASTOR alemão?
      Cães são amigos da humanidade. Já essa chapa de militares…

  6. Caro Nilson,

    Por que ir tão longe? Leve-o às ruínas das Missões, no Sítio Arqueológico de São Miguel Arcanjo. Afinal, fica no estado natal do General, no município de São Miguel das Missões, distante menos de 500 km de Porto Alegre.

    1. Esse sim, um lugar a ser visitado um dia. Para que possamos imaginar, agora, como foi possível naquela época um povo sofrido e perseguido construir tamanha estrutura como a que encontramos nesse maravilhoso sítio arqueológico.

  7. E, PENSAR QUE O POVO CHEIROSO E PERFUMADO BRANCO IBÉRICO ENRIQUECEU NA “SUMPAOLO DAS ELITES OPEROSAS” E POR TODO O BRASIL, ÀS CUSTAS DO TRABALHO DOS ÍNDIOS E NEGROS PREGUIÇOSOS…
    MOURÃO É APENAS ISSO… UM MILICO ESTÚPIDO E IGNORANTE…
    É FRUTA DO EXÉRCITO ENTREGUISTA E FASCISTA DO BRASIL…
    NEGRO PREGUIÇOSO E ÍNDIO INDOLENTE TRABALHAM DE GRAÇA, SOB TORTURA, PARA ENRIQUECER OS BRANCOS ESPERTOS…
    A MORAL DO MOURÃO FICA ABAIXO, NAQUELE FURINHO, DA CAUDA DO CACHORRO…

  8. Sr. Brito, os que conhecem a história do Beato Lourenço, no Ceará, ou de Canudos, ou mesmo os que já estiveram por lá, lugares em que a força do braço conseguiu transformar terras difíceis de trabalhar mesmo com a tecnologia atual em verdadeiros édens. E os dois foram destruídos pelos generais da época

  9. Nem é preciso ir tão longe. É só dar um passeio por Ouro Preto, mais reflexivo e saindo dos circuitos turísticos tradicionais, para observar as encostas capeadas com minério de ferro que mantém a cidade de pé. Fico a imaginar quantos negros deram a vida, calçando aquelas encostas. Isso a uns trezentos, trezentos e cinquenta anos. E Ouro Preto está ali até hoje. Resistindo às intempéries e ao intenso tráfego de veículos. Duvido que esse generaleco, que aceita ser subordinado a um bunda suja, fuleiro conseguiria fincar nas encostas ouropretanas, sequer uma lasca de 500 gramas.

  10. Um general desse tamanho tinha mesmo que terminar como vice de um “nem capitão”, por favor, sem excessos nas gargalhadas….

  11. Quem foi o patriota que, mais ou menos na época de Tiradentes, mandou buscar na planície alguns escravos para que cumprissem a sentença de morte de seu amo?

  12. A única cura para a ignorância atávica desse general de pijamas é a cultura. Enfim, é de pasmar como é ainda possível que um tipo desclassificado como esse tenha feito parte das Forças Armadas.

  13. :
    : * * * * 04:13 * * * * .:. Ouvindo As Vozes do Bra??S??il e postando:

    E bandidos, no caso do Brasil, são, também, os falsos nacionalistas (como as Far$$A$$ ArmadA$$)… , profundamente lamentável.

    .:.
    ? ? ? ? ? ? ? ? ? ? ? ? ?
    * * * * * * * * * * * * *
    * * * *
    Por uma verdadeira e justa Ley de Medios Já pra antonti (anteontem. Eu muito avisei…) ! ! ! ! Lul(inh)a Paz e Amor (mas sem contemporizações indevidas, ou seja : SEM VASELINA) 2018 neles/as (que já PERDERAM, tomaram DE QUATRO nas 4 mais recentes eleições presidenciais no BraSil) ! ! ! ! !
    * * * *
    * * * * * * * * * * * * *
    ? ? ? ? ? ? ? ? ? ? ? ? ?
    ????????????????????????????????????????????????????????????????????????????????????
    :: ????????????????????????????????????????????????????????????????????????????????????
    ::

  14. Para esse “indigente mental” de pijamas (que envergonha os verdadeiros militares da reserva) não há o que se falar em cultura universal ou cultura ibero-americana. Está fora do alcance da quantidade de neurônios dessa figura patética. Resta uma pergunta geral: o que se ensina nas academias militares brasileiras?? O principal, a matéria mais importante a um militar é esquecida: o “amor” à Pátria onde nasceu.

  15. Um oficial do exército que faz uma declaração dessas, mostra – infelizmente – a queda do nível educacional dos nossos oficiais superiores. Na minha opinião, não adianta levar o general na fortaleza de Sacsayhuaman, nos Andes, porque não adianta gastar vela com defunto ruim.

  16. Na verdade, o general passou a vida toda sem fazer nada. Batendo continências e sentado em uma mesa. Quem é mesmo indolente?

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *