Perfil

O Tijolaço nasceu, em 2009, como blog do então Deputado Federal Brizola Neto, como forma de retomar, agora na rede, a polêmica que Leonel Brizola sustentava com os seus famosos “tijolaços”, textos que publicava, como matéria paga, nos jornais.

Não tínhamos internet àquela época e, como em qualquer época, muito menos espaços na mídia. Como auxiliar, durante 22 anos, do líder gaúcho me marcou tão fortemente sua passagem na história das lutas políticas da segunda metade do século XX, resolvi, desde o princípio, participar desta criação e, progressivamente, passar a escrevê-la, sempre com o apoio de seu neto, que sustentava as mesmas ideias na tribuna da Câmara dos Deputados.

Com meios parcos, sem equipe e com todas as dificuldades, o Tijolaço cresceu. Ao ponto de chegar a ser um dos blogs políticos mais acessados: chegamos a ter 60 mil acessos diários, nos melhores momentos.

Com modéstia, creio que podemos ter o justo orgulho de combatermos a candidatura da direita, que não media meios e perversidades para tentar derrotar a candidatura Lula-Dilma. E ajudado a revelar o vazamento de óleo da Chevron que a imprensa desdenhava, enquanto monitora, com lupa, quaisquer cinco ou dez litros de petróleo que se derramem das centenas de vezes maiores instalações da Petrobras.

Depois, com a ida de Brizola Neto para o Ministério do Trabalho, suspendemos o blog pela natural inviabilidade de fazê-lo como sempre o fizemos: com dedicação e sem meias-palavras.

Agora, sob minha responsabilidade exclusiva, o Tijolaço retorna, com as mesmas dificuldades mas, espero, com a mesma resoluta capacidade de enfrentar, de frente, os adversários de uma linha política popular, nacionalista e democrática que fez, por meio século, o inspirador deste blog.

Que vai seguir, com a ajuda da memória que construiu em seus leitores, dos quais deseja sempre recolher ideias, opiniões e a polémica, sem a qual a política é apenas um jogo de interesses privados e uma arma usada pelas elites contra o povo brasileiro.

Fernando Brito

Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
Share on whatsapp
WhatsApp
Share on email
Email

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *