PGR reage ao tabefe que recebeu de Lewandowski em delação vazada

tabefe

A Procuradora Geral da República, Raquel Dodge, acusou o golpe na prepotência do Ministério Público.

Ao apresentar embargos de declaração à decisão de Ricardo Lewandowski de questionar a capacidade de promotores de fecharem acordos de limitação ou perdão de penas para delatores, ficou na questão periférica do levantamento do sigilo do depoimento do marqueteiro Renato Pereira. Recurso  de caráter nitidamente apelativo, sugerindo que, depois de vazarem acusações a dezenas de pessoas de terem recebido dinheiro em “caixa 2”, o levanta mento do sigilo (qual?) estaria sujeitando a risco “a integridade física do colaborador e de sua família”.

Se isso existe, o responsável é o “vazador”, que expôs as acusações feitas, em tese, de forma sigilosa.

Mas Raquel não toca no ponto central da decisão de Lewandowski, aquele em que ele diz, tardiamente,  que o Ministério Público não pode usurpar o papel do Judiciário, negociando reduções de pena e até perdões aos delatores, como tem sido invariavelmente feito até agora.

Este é o mais importante do conteúdo do despacho do ministro, que sujeita à revisão, se adotado pelo STF, sujeita à revisão praticamente todos os acordos de delação premiada feitos até agora, onde o MP  limitou ou anulou as penas que seriam impostas aos delatores por crimes que praticaram.

E isto, a Dra. Dodge reage com tibieza:

“Estes embargos de declaração voltam-se, exclusivamente, sobre a parte da decisão que determinou o levantamento do sigilo, pois os demais tópicos da decisão serão abordados em momento distinto e oportuno, por meio do recurso adequado”.

Ou seja, num recurso ao plenário do STF que, na prática, recoloca em pauta a decisão tomada no caso Joesley Batista, sobre a validade absoluta dos acordos feitos pela promotoria, sem que o juiz tome parte no acordado, apenas concorde com o que foi feito, o que tem sido a regra absoluta até agora.

O resultado, que já foi contrário à autonomia do MP para fazer a transação penal será, sem dúvida, pior para as pretensões que os procuradores têm de se adonarem do papel de juízes.

O que são, há três anos, de fato.

contrib1

Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
Share on whatsapp
WhatsApp
Share on email
Email

14 respostas

  1. MPF(doPSDB)? Pode extinguir, não serve mais à Nação brasileira, só a golpistas e aproveitadores. Melhor economizar os polpudos salários desse pessoal!

  2. Estão completamente perdidos. Tiveram que rasgar a constituição e ficaram sem sustentação. É um poder pelo poder e não mais pela lei. podre poder. Cada dia cairão mais.
    Conseguiram até agora destroçar o país e nele instalar um governo corrupto como eles.
    Não se espere nada deles. Mas eles não têm futuro por que o que lhes resta é o apodrecimento.
    Depois do golpe, o caos.

  3. LIMPEZA,LIMPEZA,QUALQUER UM QUE QUISER GOVERNAR (NÃO SENDO DOS TUCANALHAS ,CLARO) TERÁ QUE PÔR FIM A ESTA USURPAÇÃO DE PODER DO mpf, EM SI UMA ABERRAÇÃO CONTRA A DEMOCRACIA.
    LIMPA,LIMPA, FEDE A IDIOTAS COM PODER E MALINTENCIONADOS ,ÍNFULAS DE JUSTICEIROS ,MAS NA REALIDADE ,ATROPELADORES DA LEI.
    NÃO É POSSÍVEL CONVIVER COM ESTA DEFORMAÇÃO ,FORA OS OUTROS PERIGOS A QUE ESTARÁ SUJEITA A DEMOCRACIA ( QUANDO VOLTAR) ESTE É UM DOS QUE DEVE SER ELIMINADO.

  4. Pelo jeito, o Janot era mesmo garoto de recados dos EUA. Mal Janot saiu e o STF virou valente.
    Como disse Janot a Aragão: “a coisa é muito maior”.
    Sim, tinha is ,EUA por trás.

  5. Esse jogo de cena entre MP e STF , conflitando agora após três anos de pleno poderes do MP , nos dá a entender que existe um jogo de interesse conflitante entre , que não é apenas a busca do poder ou a retomada dele . Tem caroço neste angu .

  6. A pusilanimidade do STF, em especial de Enrique Ricardo Lewandowski, que aceitou conduzir o farsesco/fraudulento processo de golpeachment e que, em vez de discutir a crise institucional – como pedido pela Presidenta Dilma – se limitava a pedir aumento de salário para a casta judiciária, ficou mais uma vez provada. Por que ele, e outros colegas de côrte, só dizem o óbvio agora, depois que o golpe e o desmonte do Brasil já se consolidara e o País foi jogado numa depressão econômica e falência institucional?

    Nem o STF nem qualquer de seus ministros se salvam com esses espasmos de respeito às Leis e à CF/1988.

    Quanto A PGR, Raquel Dodge, ela só decepciona os que se iludiram ou que acreditaram que ela fizesse algo muito distinto do que fizeram os dois últimos antecessores dele. minha confiança nela é tanta que JAMAIS compraria um bem usado que tenha pertencido a ela e que ela tenha assegurado estar em bom estado.

  7. Depois do golpe, engendrado por Eduardo Cunha, Michel Temer, Aécio (PSDB), com a participação direta do judiciário, como bem disse o canalha do Jucá – um grande acordo nacional; pelo menos, quem sabe, anula toda essa lava jato, cuja finalidade foi, tão-somente, atingir o Ls, Dilma e o PT.

  8. :
    : * * * * 04:13 * * * * .:. Ouvindo As Vozes do Bra**S**il e postando: A grande mídia é composta de sabujo$$ sujo$$ e sabuja$$ suja$$ a serviço de ianque$$ e de $$ioni$$mo de capital e$$peculativo interna[$$]cional e outras máfia$$ (como a má-$$onaria, com dois c(h)ifrõe$$, de e$$e-e$$e neofa$$cinazi$$ta) de canalha$$ direitista$$…
    .
    PARA A ENÉSIMA PATIFARIA DA DIREITA:

    Foi com muito cálculo que se preparou mais essa para o PT (e/ou as esquerdas, o progressismo/trabalhismo). E, ao que parece, o partido não contava nem se preveniu para essa eventualidade. Aliás, é estranho o número de vezes que o PT (o progressismo/trabalhismo) é pego de calças curtas, desprevenido e perplexo. E, o que mais espanta, é que seus inimigos nem parecem ser tão espertos assim.
    .

    AS MORDOMIAS DOS MARAJÁS EM PÉ DE GUERRA:

    . Os 17 mil juízes receberam em média 46,1 mil por mês em 2015;
    . Os 1,2 mil promotores e procuradores de Justiça recebem salário máximo teórico de 33,7 mil mensais;
    . Magistrados e promotores têm auxílio-moradia de 4,3 mil mensais. Se morarem juntamente com um cônjuge que também tem direito a auxílio, ambos recebem da mesma forma;
    . Todos têm 60 dias de férias por ano e, em caso de trabalho fora do local, uma diária equivalente a 1/30 da remuneração mensal;
    . Pena máxima em caso de punição disciplinar: aposentadoria compulsória com salario integral (i$$o é punição mesmo ou é premiação ?…)
    .
    E MAIS :
    . Os tribunais de contas e o Judiciário são a maior fonte de corrupção
    . O Judiciário do Brasil é o mais caro do mundo
    . O juiz é um servidor público como o faxineiro, só que o Judiciário decide em causa própria
    . Os juízes dizem “na minha vara” – a vara não é dele!
    . A reforma de Previdência não vai atrás de juiz que recebe aposentadoria de R$ 100 mil: vai atrás dos pobres
    . O Judiciário é uma ditadura de classe – e ditadura conservadora

    Poesia contra a distopia (Distopia = Ideia ou descrição de um país ou de uma sociedade imaginários em que tudo está organizado de uma forma opressiva, assustadora ou totalitária, por oposição à utopia. “Distopia”, in Dicionário Priberam da Língua Portuguesa [em linha], 2008-2013, http://www.priberam.pt/dlpo/distopia [consultado em 01-10-2016].)

    .:.

    Poema acróstico para o maior e melhor brasileiro de todos os tempos :

    L ouvemos quem bem merece o mais pleno louvor
    U m homem simples como as coisas boas da vida
    Í ntimo camarada, nosso irmão e amigo de valor
    Z elando sempre pelo bem da humanidade querida

    I nimigo dos maus, amigo dos bons, trabalhador
    N ascido do povo que muito o ama e admira
    Á rvore de bons frutos, os de melhor sabor
    C onsciência plena de tudo que no mundo gira
    I magem perfeita do homem de si senhor
    O humano defensor de humana lira

    L uz de nossa gente, lutador incansável
    U m verdadeiro herói do povo brasileiro
    L úcido e consciente do mais admirável
    A mor pelo ser humano e verdadeiro

    D igno e sincero, fraterno e muito humano
    A migo do povo, honesto e sempre lhano

    S eja o meu/nosso canto para te louvar
    I sso que a voz do povo já disse várias vezes
    L ula, o BraSil vive mais feliz só por te amar
    V itória da melhor sorte no número treze
    A fazer do brasileiro a humanidade a se ampliar.
    ::
    Autor: Cláudio Carvalho Fernandes ( poeta anarcoexistencialista )

    .:.

    L uz do povo brasileiro
    U m digno e fiel lutador
    L astreando com real valor
    A honra do BraSil inteiro.

    .:.

    L ula livrou 36 milhões da pobreza
    U m feito memorável sem precedentes
    L utando contra a mídia venal, teve a certeza
    A bsoluta de estar ao lado dos brasileiros conscientes

    .:.

    L ivrando da miséria extrema 36 milhões de brasileiros
    U m feito sem igual que por si só já bastaria
    L ula segue sendo no mundo um dos primeiros
    A fazer de seu povo a eterna rima rica de sua poesia

    .:.

    .:.

    NÓS

    A tv me promete
    o leite da moça,
    o prazer em pó,
    líquido,
    instantâneo,
    integral…

    Que faremos de nossos olhos,
    de nossas mãos?

    ………………….……………………………. ( Cláudio Carvalho Fernandes )

    .:.

    B……………………………A
    …I………………………I
    …….S………………C
    ………..T………N
    …………….Â
    tele……………………..visão

    tele……………………..vazão

    tele……………………..vazio

    ………………………………………………………. (Cláudio Carvalho Fernandes)

    .:.

    ReXistência

    Não deixe que aluguem o seu pensamento:
    Simplesmente mude de canal ou desligue a TV
    :
    Diga “NãO” à Rede Goebbels

    ……………………………..………………. ( Cláudio Carvalho Fernandes )

    .:.

    Globo

    PATRÃO
    PADRÃO
    LADRÃO

    ……………………………..………………. ( Cláudio Carvalho Fernandes )

    .:.

    Mídia cínica, mercenária, demagógica e corruta.
    .
    “Com o tempo, uma imprensa [mídia] cínica, mercenária, demagógica e corruta formará um público tão vil como ela mesma”.
    .
    …………………..………………………………. ( Joseph Pulitzer )

    .:.

    Se você não for cuidadoso / cuidadosa
    .
    “Se você não for cuidadoso / cuidadosa, os jornais [a mídia] farão [fará] você odiar as pessoas que estão sendo oprimidas e amar as [‘]pesso[nh]as[’] que estão oprimindo”.
    .
    …………………..………………………………. ( Malcolm X )

    .:.

    ( En la lucha de clases )
    .
    En la lucha de clases
    Todas las armas son buenas
    Piedras
    Noches
    Poemas
    .
    …………………………………………….( Paulo Leminski )

    .:.

    ( Não é a beleza )
    .
    Não é a beleza
    Mas sim a humanidade
    O objetivo da literatura
    .
    …………………………………………….( Salamah Mussa )

    .:.

    A existência precede a essência.
    .
    …………………………………………….( Jean-Paul Sartre )

    .:.

    * 1 * 2 * 13 * 4

    .:.

    * * * * * * * * * * * * *
    * * * * * * * * * * * * *
    * * * *

    Por uma verdadeira e justa Ley de Medios Já pra antonti (anteontem. Eu muito avisei…) !!!! Lul(inh)a Paz e Amor (mas sem vaselina) 2018 neles/as, direitistas FDPs, Famiglias De Perdedores/as, que já perderam DE QUATRO nas eleições presidenciais) !!!!

    * * * *
    * * * * * * * * * * * * *
    * * * * * * * * * * * * *

  9. Eu não concordo quando dizem pejorativamente que o Brasil é a terra das bananas, porque há muitas pessoas decentes neste lugar. Eu acredito na existência de muitos macaquinhos gananciosos e inescrupulosos habitando essas terras.

  10. “as pretensões que os procuradores têm de se adonarem do papel de juízes” Ora no caso da lavajato a situação é totalmente inversa, é o juiz que está assumindo o papel da promotoria. Acredita-se que todas as decisões judiciais nessa operação serão juridicamente revistas ou reformadas nos tribunais superiores por onde transitarem. O basta chegou tarde, mas chegou…

  11. O que a PGR Dodge sustenta é o mesmo que Janot, o Plea Bargain Deal, invenção que o direito dos Estados Unidos criou e pretende implementar mundo afora para fazer justiça adequada a capitalistas, em caso de delitus pecuniarium – pecus, porco-, lavagem de dinheiro ou negócio sujo.Toma lá&dá cá. Em acordo de cavalheiros de bens, não há perdas, e a honra dos EBITDAS é mantida. E sem mais instâncias ou juízes de toga, martelo, nem ameaça de audiência pública. Coisa de branco… cool! Pela Lei Cancellier, pelo Referendo Revogatório, abaixo o golpe!

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.