Picaretagem em família

Vá lá que um irmão do presidente. morando no interior, leve o prefeito de seu município para umas fotos com o dito cujo , e que até mesmo peça a ele para destravar alguma pendência a prefeitura em um ministério.

Não é lá um prodígio de republicanismo, mas está dentro das deformações da cultura política brasileira.

Outra coisa, bem diferente é que este irmão – já marcado pelas “espertezas” de ser funcionário fantasma da Assembleia paulista, ganhando 17 mil para nem aparecer por lá, enquanto administrava suas lojas de móveis – o que lhe valeu uma desqualificação pública do irmão, à época deputado – esteja envolvido na liberação em série de contratos entre a União e os municípios de suas região, em várias operações seguidas e montando a um total de R$ 110 milhões. como registra a Folha.

Basta imaginar o que ocorreria se o finado Vavá, irmão de Lula, andasse pelo interior de Pernambuco distribuindo convênios do Governo Federal…

Isso é a cara do Governo Bolsonaro. O cargo serve, sempre, para seu negócio de família: a picaretagem.

E a nossa elite financeira nem liga: deixa arrumarem uns trocados enquanto engole bilhões.

Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
Share on whatsapp
WhatsApp
Share on email
Email

9 respostas

  1. Puxa acho q toda essa grana ele devia dividir com seus muitos amigos milicianos. Pelo menos 70% com toda macacada. Eu p ex ficaria chateado se nao caisse parte desse dindin na minha conta…

  2. Esse é o mesmo irmão do bozo que foi durante anos funcionário fantasma na Assembléia Legislativa de São Paulo(obviamente indicado pelo bozo).

    1. Sim.
      Tirante o “obviamente indicado pelo bozo”, o artigo diz exatamente isso.
      Talvez fosse melhor lê-lo antes de postar, não?

  3. Ele tem a mesma cara de bunda do irmão presidente anormal, que faz sexo com cachorros e ovelhas, antes de ir para a cama com a Primeira Bosta , que está ficando com cara de peixe de tanta plástica grátis paga no cartão corporativo.

  4. Está rolando por aí o resultado de uma pesquisa na qual o Bolsonaro tem 30 por cento das intenções de voto para presidente em 2022 e o Lula, em segundo lugar, tem 17 por cento. Até agora estavam mostrando resultados de pesquisas nos quais dava para se acreditar, com Lula a registrar empate técnico com Bolsonaro. Mas agora começam a mentir visivelmente. E se começam a mentir é porque começam a ficar muito preocupados. Se estão muito preocupados é porque estão a aumentar as chances de que sejam varridos pelas eleições de 22. Talvez Lula tenha arrancado e deixado o Bolso a comer poeira.

  5. É por esses sucessivos escândalos que o apoio ao capitão caiu drasticamente. Sim, há o gado nazi-fascista, que apoia o Bozo. Mas a manada é pequena, muito pequena.
    Não acredito nos “institutos” de pesquisa que dizem que o capitão tem 30% de apoio. Na vida real, essa porcentagem é muito, muito menor.

  6. Olha, o família que não presta, capitaneada pelo pior de todos, o abutre vil e desqualificado do bostonaro. Filho de uma puta. E essas pesquisas, com o arrocho que esse bandido tem feito, com certeza é comprada. ainda que seja burros e sem consciência, não é possível o povo não sentir na própria pele a miséria e o aperto e não comparar com sua vida na época do Lula. Vamos para cima desses porcos. O bem sempre vence o mau.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.