Reação de Bolsonaro a Merkel mostra presidente (mais) desequilibrado

No final do post, os dois vídeos, para que você mesmo julgue o que digo.

O Jair Bolsonaro irritado e grosseiro que falou à imprensa ao desembarcar no Japão para a reunião do G-20 tem um tom ainda mais estranho do que aquele que o atual presidente costuma ostentar.

Não é possível que imagine que não haverá cobranças duras no exterir sobre a questão ambiental no Brasil, depois de ter produzido N + 1 motivos para isso: dizer que vai acabar com a fiscalização, privatizar áereas de proteção ambiental, apoiar o projeto do próprio filho para extinguir as reservas legais, liberar agrotóxicos a rodo e anunciar que não demarca mais nem um palmo de terra indígena.

Na Europa, não importa o quanto já se tenha devastado lá no passado, políticos – mesmo de direita, como Ângela Merkel, não só têm preocupação  com isso como se verão numa posição difícil se não manifestarem esta preocupação.

Mas Bolsonaro e sua equipe não conseguiram perceber é que, na mesma entrevista, Merkel havia negado que, em razão disso, fosse se opor ou  retardar o acordo comercial entre a União Europeia e o Mercosul, no qual está (ou deveria estar) centrado o foco dos interesses brasileiros na reunião dos países mais desenvolvidos.

As falas e os gestos abruptos de Bolsonaro, porém, denotam mais que isso ou o cansaço da longa viagem. Mostram um Bolsonaro ainda mais agressivo e impaciente e esta é a feição que exibirá à imprensa mundial, agravando a percepção de que há um semiditador instalado na Presidência brasileira.

O isolamento externo e interno de Bolsonaro parece estar produzindo efeitos psicológicos que deram fim à epoca dos risinhos e gracinhas primárias que distribuía.

Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
Share on whatsapp
WhatsApp
Share on email
Email

38 respostas

  1. Para o mundo civilizado, não há dúvida alguma que nosso Brasil tem à frente do governo um LOUCO descontrolado. É caso patológico de ausência total de razoável atividade cerebral. Em 6 meses de “desgoverno”, mostrou-se TOTALMENTE desqualificado para governar um país do tamanho e importância como é o Brasil. Aos bolsominions que fizeram essa tragédia, meus parabéns. Só tem um detalhe: vocês serão tragados também pelas misérias que se avistam no horizonte com a total desmoralização desse governo fantoche do Trump.

  2. O chilique do Bolsococa foi para reafirmar que ele só tem um patrão o Trump, que também ataca a politica ambiental. Portanto, nada a estranhar e não esperem muita coisa da Merkel.

  3. É UM HITLERZINHO DE MERDA,TOTALMENTE DESEQUILIBRADO,OU COM ABSTINÊNCIA.TIRARAM O CHEIRO DO CARA?

  4. Se deixar o bigodinho, fica a cara de um alemão muito famoso. O jeito e as atitudes já são idênticos.

    1. O Hitler pelo menos era um grande orador e sabia eletrizar a pláteia… Mesmo que para o mal.

  5. Olha… Tem que ver isso dai… Conclomo… Perai… Novaiorquinis… TAOKEI… Pessoal… Obrigado ai.

  6. Semiditador?
    Se o que estão fazendo com o Lula não é caso de ditadura eu não sei mais o que é uma ditadura.
    Vamos ver quanto tempo demorará para críticos deste desgoverno comecem a “sumir”.

  7. Pronunciamento do Excrementíssimo Energúmeno-Mor Tupiniquim no G20:

    “Alô criançada o Bozo chegou!
    Trazendo alegria pra vocês e o vovô!
    Estamos trazendo muito amor!
    Um, dois, três, e… Vamos nós!

    Sou o palhaço, meu nome é Bozo!
    Bozo! Bozo! Vamos brincar!

    Sempre rindo, eu e você!
    Eu sou o Bozo, o palhaço de todos
    vocês!

    Tá okey?”

  8. Os responsáveis por esses vexames são a mídia corrupta e golpista, o mundo financeiro, as igrejas neopentecostais, os coxinhas de primeira e última hora, a parcela grande da classe média afundada em desilusões e que acredita em mitos, os golpistas de todos os matizes, o judiciário político. Esses que elegeram o mito agora vêm que foi um mico. O ruim da estória é que quem não votou nele também sofre as consequências dos seus desmandos e despreparo.

  9. Bolsonaro assistiu a TODAS entrevistas do Lula!!!!! Até tenta passar uma imaginem de soberania…

    Está mais do que na cara que ele tenta imitar o mestre… COITADO!!!!

  10. A instituição militar é baseada na disciplina e na hierarquía,portanto,negadora do questionamento ,o contraditório e a inteligência.
    Se agregarmos as ffaa brasileiras,a sua obediência canina aos desejos do império ,temos essa desgraça que impede o desenvolvimento de um BRASIL INDEPENDENTE E SOBERANO.
    Este DELINQUENTE É A RALÉ dessa organização,mas,os outros ,por serem um pouquinho mais articulados ,não são em sua essência ,diferentes.
    Este miliciano e sua quadrilha ,aposta no isolamento ,se fecha na insania das falanges fascistas que tem nas ffaa e na massa imbecil das redes (turbinadas ,alô Rosa weber !!!) para disfarçar A FALTA DE PROJETO DE GOVERNO .
    O que existe é uma manobra de delinquentes ,com o único objetivo de entregar sabujamente a RIQUEZA DO BRASIL.
    Cadê os bostas dos formadores de opinião ???? ,é a hora deles,abrir a boca! falar claramente sobre o que estamos prestes a sofrer.
    A mídia é dominada por eles, a justiça é comandada por eles ,dia 30 tentarão colocar mordaça no Congresso ,que ainda briga por conseguir um melhor preço do seus votos.
    Sugestão? srs fardados,voltem a seus quartéis,tranquem os portões, costurem suas bocas ,e deixem OS BRASILEIROS resolver os problemas do Brasil.

    1. O problema maior desse energúmeno é o número demasiado de neurônios. É como o estado brasileiro, segundo a visão do “economista” dele: tem que reduzir! Deixar só o mínimo! Soube que, no Einstein, aquele onde o Queiroz dança (Por falar nisso, onde está o Queiroz? Será dele a mala? Não! Claro que não! É do Lulinha, evidente!) e consertam “facadas” há uma junta médica reunida para uma nova intervenção, dessa vez, para reduzir o número de neurônios. A pajelança vai fazer com que o paciente fique mais confortável, evitando crises de boçalidade e confusão. Assim, ele vai reduzir as atividades praticamente a fazer arminha e rir como retardado, o que já faz com maestria, e permanecerá uma teia mais complexa de neurônios apenas para evitar que cague durante as entrevistas. O resto, o pessoal da goiabeira e os fraudadores de mapas farão por ele.

  11. Segundo o Pepe Escobar, o grande calcanhar de aquiles da China hoje é a dependência da soja – que está em três países que têm a produção mundial de 85% do produto: Brasil, Argentina, EUA. São países que, no momento, estão geopoliticamente alinhados.

    A Rússia já é um dos maiores produtores mundiais de trigo, cultura que tinha sido muito afetada após a queda do Muro de Berlim, e – segundo o Pepe – a aproximação com a China certamente levará ao desenvolvimento do cultivo de soja por parte de um parceiro mais confiável. Mas isso, porém, deve levar uns dez anos – e esse é o tempo que os EUA têm para chantagear o bloco emergente da Eurásia. Daí o desespero de Trump. Daí a prisão e inviabilização de Lula (só os trouxas acham que ele está preso porque roubou). Aliás, Sejumoro foi nesta semana receber novas instruções do patrão do norte. Boçal Nato é o perfeito fantoche no lugar certo, na hora certa. Até a política sionista do imbecil já gerou atritos com os importadores árabes de proteína animal.

    Onde entra o Brasil do “liberou geral” dos agrotóxicos nisso? Quando as pessoas dizem que o futuro do Brasil é virar um fazendão sem indústrias, estão até muito otimistas. Talvez nem mais mercado para a soja teremos. Isso aqui será um latifúndio abandonado.

    1. Curiosamente ,dois desses maiores produtores não conseguem transferir essa riqueza para seus povos .Porque o alinhamento canino de Macri e o miliciano ,entrega ao império todo o fruto do esforço de sua gente.
      Gente, que votou nesses traidores .Lá parece que caíram na real ,mas,o Macri deixou por meio do criminoso aumento da dívida com o FMI ,as portas trancadas para o desenvolvimento .Paredão é pouco para esses dois.

  12. Merkel está de vermelho! Coxinhas acusarão a chanceler da Alemanha de ser… petralha e mortadela!

  13. Ele deixou de responder a segunda pergunta porque percebeu que a terceira seria sobre a cocaína apreendida em um dos aviões da comitiva. Ele preferiu ser visto como tosco, ignorante ou ditador do que ter que explicar o incidente da droga. Dá até pra ver a próxima lambança nessa viagem. Ela deverá ocorrer quando o maluco do chanceler brasileiro tiver que traduzir as perguntas e/ou as respostas para o Bozo. Vai ser uma festa macabra.

  14. Essa gente do clã Bozo não tem a mais remota idéia do quanto suas idéias e “programas” estão ultrapassados no mundo civilizado. Suas pautas não interessam a ninguém – políticos, empresários, mídia, lideranças sociais, ativistas, etc – e só provocam indignação pela burrice e caráter tosco do que fala o presidente. Ele só é convidado ainda porque o Brasil tem papel relevante no cenário econômico mundial e merece respeito graças à tradicional competência da política externa brasileira, que seis meses de governo troglodita ainda não apagaram completamente. Mais seis meses e nem convite receberemos…
    Detalhe: Macron acaba de dizer, com todas as letras, que não apoiará o acordo com o Mercosul caso o Brasil saia do pacto climático de Paris.

  15. O tenente está completamente fora da casinha, acho que perdeu os “medicamentos” durante a viagem…

  16. Aquele olhar perdido, parado antes de se retirar sem atender a imprensa fica claro que este sujeito está ainda mais louco.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *