“Saldão” do Brasil: querem vender “golden share” da Vale e Embraer

balccao

Na véspera do dia da independência, o Brasil está a um passo de perde-la mais do que já a perdeu..

Segundo o Valor, Henrique Meirelles enviou ao Tribunal de Contas da União uma consulta sobre como vender as “golden share”, ações que estabelecem o poder de veto a decisões consideradas lesivas ao interesse nacional nas empresas privatizadas, como a Vale, a Embraer e o Instituto de Resseguros do Brasil.

Estas ações, como não são negociadas, não têm preço de mercado mas, por serem uma garantia para o país no caso de uma composição de acionistas hostil aos interesses brasileiros, passam a ter um valor imenso para quem pretenda ser o controlador de suas atividades. Poderia, por exemplo, fazer fusão ou incorporação a empresas estrangeiras, por exemplo, sem a anuência do governo brasileiro. Ou muda sua sede para o exterior e, no caso da Embraer, vender parcela expressiva do controle acionário de uma empresa diretamente ligada à defesa e segurança nacionais

Segundo o jornal, o TCU examina a proposta com um pé atrás, porque como essas ações representam direitos e não patrimônio, em tese não poderiam ser vendidas e a ideia seria extingui-las, pagando os demais acionistas uma comprensação financeira à União. Os entreguistas argumentam que as agências e órgão reguladores já são fortes e é dispensável que o governo tenha salvaguardas.

É só olhar o recibo do seu plano de saúde ou sua conta de luz para ver se estas agências servem ao “mercado” ou aos brasileiros.

Como o Tribunal de Contas também não, vai acabar achando uma fórmula para permitir esta monstruosidade. o último pudor de soberania nacional que a privatização de FHC manteve e que, agora, vai ser vendido despudoradamente.

O Brasil é uma “saldão”.

Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
Share on whatsapp
WhatsApp
Share on email
Email

19 respostas

  1. Se afinal acham que o povo tem força suficiente para eleger o Lula em 2018 (exceto em casos de força maior, ou seja, se até lá não identificarem seus laranjas e seus tesouros!), por que não convocá-lo para as ruas contra essas medidas? Com certeza, além dos petistas, em um caso como este que é mesmo um entreguismo absurdo, haverá muitos aliados. É só pedir ao Lula ou a Dilma, que ao invés de fazerem discursos genéricos, onde apenas dizem que “querem impedir que pobre ande de avião”, “querem impedir que pobre coma carne”, “querem acabar com nossas conquistas”, que expliquem o que ocorrerá se o governo dispensar essas salvaguardas, além das vendas planejadas para as hidrelétricas. Talvez ele não saiba das consequências, a Dilma com certeza não, mas seus assessores sabem, mas o discurso tem que ser de um dos dois, afinal não são carismáticos? Não arrastam multidões? Até eu apoio!

    1. isso ai não é novidade. já sei que o imbecil do Lula JÁ ESTÁ FORA DO BARAHO! mas será ótimo pro povo ver quem é João Dória Jr. isso é o que dá ficar babando essa imprensa que de brasileira só tem o nome. pois defende outros interesses.

  2. Ainda há imbecis como esse Paulo que ficam destilando sua ignorância como se fosse algo saudável, são indivíduos como esse que evidenciam o lado desprezível do ser humano.

  3. É o FUNCIONÁRIO PÚBLICO que paga pela péssima administração da república?. Querem forçar no funcionalismo PDV, progressão nas carreiras, adiamento salarial, fim da estabilidade, e a miséria. Grandes países tem seu funcionários como PATRIMÔNIO, vide os States. Já pensou os States foeçar agentes CIA e FBI pedirem PDV?- São Os funcionários públicos que movimentam a engrenagem. Entra governo sai governo e ELES ( servidores ) continuam servindo à PÁTRIA. Eu QUERO VER POR PDV PARA AS FORÇAS ARMADAS ou ADIAR AUMENTO SALARIAL. E as panelas? Acho que vou ficar a favor do michael para acabar logo com essa PORÇÃO DE TERRA chamada brazil

  4. INSTITUTO LULA – NOTA À IMPRENSA

    A história que Antonio Palocci conta é contraditória com outros depoimentos de testemunhas, réus, delatores da Odebrecht e provas e que só se compreende dentro da situação de um homem preso e condenado em outros processos pelo juiz Sérgio Moro que busca negociar com o Ministério Público e o próprio juiz Moro um acordo de delação premiada que exige que se justifique acusações falsas e sem provas contra o ex-presidente Lula.

    Palocci repete o papel de réu que não só desiste de se defender como, sem o compromisso de dizer a verdade, valida as acusações do Ministério Público para obter redução de pena e que no processo do tríplex foi de Léo Pinheiro. A acusação do Ministério Público fala que o terreno teria sido comprado com recursos desviados de contratos da Petrobrás, e só por envolver Petrobrás o caso é julgado no Paraná por Sérgio Moro. Não há nada no processo ou no depoimento de Palocci que confirme isso. Sobre a tal “planilha”, mesmo Palocci diz que era um controle interno do Marcelo Odebrecht e que “acha” que se refere a ele. Ou seja, nem Palocci conhecia a tal planilha, quanto mais Lula.

    Palocci falou de uma série de reuniões onde não estava e de outras onde não haveriam testemunhas de suas conversas. Todas falas sem provas.

    Marcelo, por sua vez, diz ter pedido que seu pai contasse para Lula e Emílio negou ter contado isso para Lula.

    O réu Glauco da Costa Marques reafirmou em depoimento ser o proprietário do imóvel vizinho ao da residência do ex-presidente e ter contrato de aluguel com a família do ex-presidente, e que está recebendo o aluguel. Uma relação de locador e locatário não se confunde com propriedade oculta.

    Processos fora da devida jurisdição com juiz de notória parcialidade, sentenças que não apontam nem ato de corrupção nem benefício recebido, negociações secretas de delação com réus presos que mudam versões de depoimento em busca de acordos com o juízo explicitam cada vez mais que os processos contra o ex-presidente Lula na Operação Lava Jato em Curitiba não obedecem o devido processo legal.

    O Instituto Lula reafirma que jamais solicitou ou recebeu qualquer terreno da empresa Odebrecht e jamais teve qualquer outra sede que não o sobrado onde funciona no bairro do Ipiranga em residência adquirida em 1991.

    O ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva reafirma que jamais cometeu qualquer ilícito nem antes, nem durante, nem depois de exercer dois mandatos de presidente da República eleito pela população brasileira.

    Assessoria de Imprensa do ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva

    1. Nooossa. Que novidade. Um preso condenado a mais de 12 anos – em fase de negociação de delação premiada para reduzir a pena – dedurando Dilma, Lula e o PT. É a primeira vez que isso acontece… hoje.

      Nenhum recibo, nenhuma conta bancária, nenhum comprovante de depósito, nenhuma gravação, nenhuma filmagem, nenhum grampo telefônico, nenhuma conta no exterior, nenhuma assinatura, nenhum e-mail, mas, também, pra quê, né?

  5. É impressionante como tudo o que os imbecilizados buscam sâo “notícias” que “justifiquem” seu ódio a aqueles que, mesmo cercados pela matilha à qual estes mesmos imbecilizados entegaram o comando do país, fizeram nosso país crescer, mantendo a soberania, reduzindo a dívida exterma e aumentando o valor real dos salários. É só prá dizer “tá vendo, eu tinha razão, o Lula roubou!”? Enquanto isso retalha-se na bacia das almas, o patrimônio construído por gerações de brasileiros, e os manés gastando kkk. Igualzinho hienas, comendo carniça e gargalhando. Vai entender…

    1. Mas até o Palofi diz isso.
      Vocês vão se fazer de bobos e negar que o Lula é o chefe da ORCRIM até quando?

    1. E o Janot, que depois da vergonha resolveu trabalhar direito, já lançou outra denúncia contra os dois líderes do Quadrilhão. Nem precisa outro, mas falta o Mantega reconhecer que a casa caiu e tentar salvar a própria pele.

  6. Tá por aí, Lenita? Não dá mais pra ter otimismo mesmo. O que estão fazendo com o brasil, hoje, é aquilo que o brasil fez com o Paraguai no século XIX. O Paraguai paga até hoje o preço da destruição causada por aquela guerra, mas, pelo menos, eles podem se conformar com a consciência de que foram destruídos pelos estrangeiros (o brasil) em defesa dos interesses da Inglaterra. Nós fomos destruídos por “compratiotas” que traíram a nação e jogaram o futuro de mais de uma geração na lata do lixo em defesa dos interesses dos EUA, da banca e das petroleiras. Na China eles sabem como cuidar deste tipo de gente e depois mandam a conta do fuzilamento para a família do traíra.

  7. Para abastecer os cofres dos gedeis do governo e da politicagem podre, suja e nojenta será preciso vender, dar, leiloar tudo que tenha valor publico. A continuar assim nada sobrará para o PT fazer em 2018, a bancarrota estará consumada e o país será transformado na velha república dos bananas. Senhor, tende piedade de nós!

  8. Ao que parece nossas forças armadas não servem para defesa da soberania.
    Tudo leva a crer que só sabem reprimir, bater, prender, torturar e matar brasileiros.
    Pudera, como patrono tem um genocida e o cão de guarda do Temer é adepto da tortura.
    Extingue essa porra vão economizar muito!

  9. A pergunta q nao quer calar: por que a questao q o Palocci conhece e q quis falar sobre como a corrupcao salvou empresas de midia (Globo e etc) nao interessou ao juiz Moro. Nao vem ao caso porque fere interesses do juiz?

    1. Banqueiros e empresários da elite da elite,Sérgio Moro e Farsa Tarefa não aceitaram a delação contra eles.

      A troca de advogado do Palocci tem alguma coisa a ver com o escândalo denunciado pelo Nassif e pelo Tacla Durán?

      Quem vai apurar e nos dar essas respostas?

  10. A dupla de xibungos , Arnesto e Antônio Bostras em ação. Um abre e o outro mete.
    É um troca-troca inacreditável.
    Duas xibunguinha que não têm o que fazer.
    Vão dar as BUNDAS de vocês em outras paradas.
    FILHOS de putas !

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *