Terrível e inevitável: Brasil terá uma catástrofe. E este será o 2° tempo

Não há jeito, porque estamos hoje apontando os doentes e os mortos de ontem ou de anteontem, dada a falta de testes em quantidade e confiablidade necessários para sabermos o tamanho do problema.

A falta de comando harmônico entre o governo federal e os governos estaduais – inicialmente mais rígidos na política de isolamento social – confundiu a população e está levando a um afrouxamento, por toda a parte, das restrições de circulação justo no momento em que se acentua a disseminação descontrolada – e que jamais foi devidamente controlada – da doença viral.

O presidente da República – de novo, hoje, mandando as pessoas apara a rua e sugerindo que reclamem dos governadores pelas medidas restritivas – foi o elemento chave para que a sociedade se desmobilizasse da autoquarentena e aumentasse seu grau de exposição, o que cobrará seu preço nos próximos dias.

Só com que nos acena é com uma cura milagrosa que não ocorreu em parte alguma do planeta.

Em linguagem futebolística, perdemos no primeiro tempo por um placar dilatado, muito maior do que seria necessário se tivéssemos um técnico capaz do que dizia o lendário Neném Prancha: “arrecua os arfe pra evitar a catastre”.

Retroceder, compactar, se juntar num comportamento defensivo que bloqueasse a força do adversário.

Mas, em poucos dias estaremos diante do placar aterrador.

Que vai se expressar em conhecidos, em amigo e até em parentes. Talvez, num desfile de corpos .

Perdoem-me pela metáfora que, em outra situação, poderia ser de mau gosto, pois é de vidas e não de um jogo que se trata.

Mas é nossa única esperança ante a um morticínio de grandes proporções.

É o horror e só o horror, agora, pode nos salvar, pois faltou-nos a razão e o Estado para fazerem-no antes.

Recordem-se: a primeira lei de um ser humano, como a de qualquer animal da Terra, é preservar-se, é sobreviver.

Isso é mais forte que qualquer charlatanismo, que qualquer fanatismo, que qualquer ilusão imbecil de que nada nos ocorrerá porque é “só uma gripezinha”, o de que “pulamos no esgoto e não nos acontece nada” ou que os “de menos de 40 anos” devemos ir para o banho viral das ruas cheias.

A medicina foi, como antes foi a Justiça, transformada num ambiente onde a convicção supera a razão e a comprovação.

Teremos de buscar na dor as forças que nos permitam enfrentar a morte.

Que seja, vamos buscá-las, ainda que entrincheirados em nossas quarentenas.

A verdade, ainda que a ela com mil mentiras cubram, é a realidade. E ela vai aparecer, terrível, diante de cada um.

Para ser enfrentada por cada um de nós.

Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
Share on whatsapp
WhatsApp
Share on email
Email

34 respostas

  1. Que não se anistie, no futuro, os militares bandidos de hoje, herdeiros e continuadores daqueles, entre os seus, estupradores, torturadores e assassinos da ditadura, e que colocaram no poder, entre os seus, o pior de todos, um genocida, para, com a cobertura covarde de todos eles, assassinar o nosso povo aos milhares, no que será o maior massacre da nossa história. Traidores da pátria e do seu povo, amaldiçoados sejam, por todos os séculos vindouros.

    1. Amém. Mas o pt está proibindo seus seguidores e asseclas de não utilizar a palavra de ordem “fora Bolsonaro” como que se pressionar para a saída deste fdp fosse incompatível como o combate à doença. O pt só pensa naquilo: Lula 2004 e com isso se iguala ao bozismo criminoso.

      1. Seu inimigo quer te matar, quando segue em direção ao abismo, você grita, “FORA BOLSONARO”, pronto, está resolvido, todos estão salvos, muito bem!!!

      2. Sou democrata até a medula, e vejo o PT como o partido que mais me representa, apesar de ter visto meu voto vilipendiado com a cumplicidade das instituições aparelhadas e corruptas desde as capitanias hereditárias, sou contra a derrubada desse verme abominável, que a massa ignara movida a ódio e preconceito elegeu, exceto se for para restaurar a democracia, fazendo com que a Dilma conclua o seu mandato, fora isso, o povo é que arque com as consequências do seu voto.

    2. Com o judiciário que está aí e com o naipe dos políticos eleitos recentemente, NADA acontecerá aos militares bandidos e ao presidente genocida. Continuarão vivendo numa boa com suas gordas pensões e dando pitacos sobre como deve sr a “democracia” deles.

    3. Que não se repita a palhaçada ocorrida na “redemocratização” dos anos 80. Seria inimaginável a não realização de um acerto de contas tal qual os franceses fizeram com os coloboracionistas ou os argentinos fizeram com seus milicos após a trágica aventura nas Malvinas. Mas aqui é o brazil, é terra de ninguém, é casa da mãe joana, terra sem lei. Vai ficar tudo por isso mesmo e esta história ainda se repetirá de novo.

    4. Excelente e acrescento, que a herança genética dos mesmos inomináveis, pague conjuntamente, pela barbaridade do atos praticados

  2. A embaixada da Alemanha já está a pedir aos alemães que se encontrem no Brasil que abandonem imediatamente o país. Isso não é um bom sinal.

  3. Bolsonaro é, de fato, o elemento chave da tragédia que se anuncia.
    Mas ele se sente tão poderoso, tão predileto de Deus, que acha que Deus fará um milagre só para ele e que aqui no Brasil o coronavírus não passará de uma gripezinha, assim como a crise de 2008 no Brasil não passou de uma marolinha. Só que entre um caso e outro existe uma tremenda diferença: Lula tinha responsabilidade, competência e conhecimento da situação. Bolsonaro tem os opostos. Essa vai ser sua ruína.

    1. No fundo #EleNão sabe: seu pacto com o demo está sendo cumprido. Já tem um espaço bem quentinho reservado no inferno. #ForaBolsonaro #VadeRetroSatana

    2. Pois é, Emília, não vejo nenhum jornalista perguntando ao Cachorro Louco, ao vivo, que “gripezinha” (ou “fantasia” como ele também chamou) é essa que matou quase mil pessoas no Brasil em 40 e poucos dias. Afinal, com estes números, ela merecia ser chamada no mínimo de “gripezona”…

      1. MIl e poucos?
        As pessoas estão sendo enterradas sem exame para confirmar a causa da morte. É para economizar testes.
        Os números do Brasil estão subestimados em 90% no mínimo.
        É só ver a quantidade de testes realizados. 296 por milhão de habitantes.

  4. Infelizmente,pra todos aqueles que ainda escrevem e falam e alardeiam,até onde supõe chegarem seus gritos ,a sociedade que tem como alvo,é idêntica a rebanho de OVELHAS,e quem as tratou em algum momento da vida,sabe que elas e a SOCIEDADE,que se acha civilizada,é IDÊNTICA AOS REBANHOS,que vão em fila indiana,para os matadouros,com seus balidos,ingênuos e desinteligentes.Mas,ainda assim,são louváveis as tentativas de alerta-los.Desgraçadamente,passado este IMBRÓGLIO,todos voltarão,para os seus velhos cacoetes que a sociedade burguesa de classes,lhes outorgou.E viva a imbecilidade,todos serão felizes,para sempre,ou,até que a morte os separe.

  5. Os indivíduos estão se protegendo,sem precisar de nenhum orientação quais crianças ,de parte dos pais (o Estado).
    A informação sobre a realidade dos outros países ,está aí escancarada na internet ,nos noticiários de tv,no radio,nos jornais ,o que é necessário para as pessoas terem atitudes de —individuos responsáveis????——
    Óbvio que muitas pessoas estão sendo –obrigadas– a procurar o seu sustento,perante a atitude genocida do governo de delinquentes.
    Muito “preocupado” em cuidar quem vai receber a esmola de R$ 600,enquanto libera a compra pelo BC ( NÓS) de papéis podres para o sistema financeiro,com a desculpa da “liquidez”.BANDIDOS !!!!
    Os argentinos escolheram ,antes do Brasil,uma quarentena estrita e com repressão para quem não a cumpra.
    Eles tem um índice de mortes,infinitamente menor que o Brasil,por qué isso custa a ser entendido????
    Sei que acontecerá,se o virus bater em minha porta ,fatalmente estarei condenado pela atitude de GADO das maiorías.

    1. Lembro que cerca de metade da população brasileira não tem acesso à Internet, muitos são analfabetos, grande parte não tem sequer noção do que ocorre no mundo. Pois é em relação a este imenso contingente de seres humanos que a ideologia neoliberal-neonazista usa as palavras paternalismo, “vitimismo”, para condená-los à morte.
      Implicitamente, a ordem neoliberal é deixar morrer. E é isto que Bolsonaro vem dizendo nas entrelinhas cada vez mais claras do seu discurso GENOCIDA.

      1. Vc comete o mesmo erro dos mal chamados “esquerdistas”,o coitadismo.
        Vejo recicladores,coletores de sucata em suas “carroças” usando smart fone (eu não tenho por escolha) ,se vc andar pela favelas ( “comunidades “no hipócrita vocabulário dos ricos) se verá que a grande maioría tem acesso e disponibilidade de informação.Não é a metade que não tem acesso,isso é um exagero,mas ,imaginemos que seja verdade,muitos são analfabetos (segundo vc) portanto são os coitados que a direita usa para se perpetuar no verdadeiro poder.
        Seguindo com seu raciocínio,o lógico sería evitar que esses coitados se suicidem e que arruinem nossa vida com essa decisão, que é que vc sugere? vc diz que a direita usa o “vitimismo” em relação a eles, logo eles a quem vc considera “coitados”,qual a diferença então??
        Luiz Alberto Beltrame Vargas

  6. As pessoas enlouqueceram e estão repetindo o discurso da besta onaro.
    Queira Deus, que aprendam com as escolhas erradas que vêm fazendo a algum tempo. É lamentável a venda que os cegam.

    1. Não é falta de Deus. É excesso de crenças em mitos e milagres sem fundamento na realidade da Natureza.
      Ignorância e estupidez potencializadas pela onda bolsonazista.

  7. Interessante ler esse post em que o médico-chefe relata os bastidores da UTI do Hospital dos Servidores de Pernambuco. Enquanto Bozzo fica brigando com Mandetta a improvisação e a falta de Equipamentos de Proteção Individuais é preocupante e aterradora para os médicos, conforme relatos que tenho lido publicados na internet. O medo impera entre eles. https://www.uol.com.br/vivabem/noticias/redacao/2020/04/10/evolucao-da-covid-19-assusta-chefe-de-uti-em-pe-nada-a-fazer-pelo-doente.htm

  8. Enquanto isso, o Cachorro Louco vai a uma padaria para comprar água mineral. Fala sério, em qualquer país decente do mundo, com um mínimo de racionalidade, este animal irracional já teria sido enviado, em camisa de força, para um hospício. Mas na bananolândia em que nos transformamos, não só aqui mas diante do mundo, o animal irracional continua no poder. Pobre Brasil! Pobre Povo Brasileiro!

  9. Pessoalmente, já pedi demissão do Brasil. País maravilhoso, com um quaquilhão de riquezas naturais e riquezas intelectuais, infelizmente habitado por um povo que parece ser o lixo do mundo. É o famoso espertalhão que quer levar vantagem em tudo: na minha cidade, quatro pessoas da mesma família vão buscar a cesta básica, outro vagabundo pega a cesta básica e vai vende-la. O sistema nazista de exterminar lixo deveria ser aplicado aqui.

  10. O que esse miliciano quer, é provocar uma tragédia, já anunciada, pra depois culpar os governadores, prefeitos, PT, Lula, a esquerda, e todos os que são contra ele, porque ele sabe que tem uma horda de imbecis, em torno de 33% da população, que lhe dá respaldo e votos cativos! Ele já percebeu que esses idiotas e inconsequentes não vão mudar de opinião independente do que ele faça! Muitos deles vão morrer da covid-19, mas vão culpar os hospitais públicos estaduais e postos de saúde municipais, incluindo governadores e prefeitos, pela falta de atendimento. Isso já tá acontecendo! Vejam que essa cambada publica o receituário da cloroquina do Bozo, mesmo ele dizendo que não certeza sobre a eficácia do remédio!

  11. “Recordem-se: a primeira lei de um ser humano, como a de qualquer animal da Terra, é preservar-se, é sobreviver.”
    Os seres raciocinais tentam sobreviver. E os animais também. Mas os bolsomínions evangélicos não!! Por isto devemos reclassificar os animais da Terra.

    HOMEM – ANIMAL RACIONAL
    BOLSOMÍNION – ANIMAL IRRACIONAL
    ANIMAIS DIFERENTES DOS HOMENS E BOLSOMÍNIOS – ANIMAIS COM INSTINTO DE AUTOPRESERVAÇÃO.

  12. O Brasil ganhou um tempo extra para preparar-se, pois o surto começou mais tarde. Poderíamos passar por esta pandemia com perdas menores que Europa e EUA. Bastava ter governantes em Brasilia com um mínimo de responsabilidade e amor ao povo.
    Testes – temos muitos laboratórios de universidades e mesmo privados que recebendo um protocolo bem elaborado e rígido nos controles e supervisão poderiam estar testando dezenas de milhares, senão centenas de milhares ao dia. Mesmo usando PCR. Seria apenas uma questão de decisão, diante da emergência, desviar as rotinas normais, concentrando no teste ao cornovirus. Aenas não desviar aqueles laboratórios que fossem impactar a segurança alimentar, qualidade de produtos de uso médico e veterinário, pestes quarentenárias na agricultura e pecuária.
    Temos milhares de estudantes dos mais diversos campos do saber em nossas universidades que podem ser recrutados para este esforço. Temos equipamento que pode ser redirecionado. Bastaria coordenação, recursos para pagar este pessoal e o suprimento de reagentes para testes.
    E ainda temos tempo para desenvolver testes para detecção de anticorpos ao vírus e assim determinar aquelas pessoas que podem retornar ao trabalho porque já imunes, mas nada neste governo se mexe neste sentido.
    Respiradores – temos projetos de respiradores de baixo custo e fácil construção (USP e UCS apresentaram 2 desses projetos) que muitas empresas que hoje estão paradas poderiam fabricá-los, notadamente pequenas e médias empresas. Isso não só supriria a necessidade emergencial, como poderia re-vocacionar a atividade destas empresas para o futuro.
    Leitos hospitalares – Talvez o mais fácil para redirecionar, dada a grande quantidade de empresas metalúrgicas, especialmente nas áreas industriais do centro-sul .
    Equipamento de proteção individual – Desde que garantido o suprimento de matéria prima, também fácil de redirecionar e com o potencial de empregar muita gente.
    Mas não, os necrófilos no poder matam, mandam matar ou deixam morrer. O que lhes interessa é o dinheiro apenas, O poder para acumular mais dinheiro, eles e aqueles que os sustentam no poder.
    TPI – enganam-se se pensam que mais uma vez se proclamarão “anistiados” de seus próprios crimes. O impacto desta pandemia mudará o mundo e aqueles setores do capital que tentarão manter uma certa legitimidade para exercer seu poder terão que fazer concessões. Uma destas concessões terá que ser a punição daqueles que atuaram como genocídas nesta pandemia. E o Brasil é grande o suficiente para funcionar como exemplo nesta punição e apequenado o bastante para que os donos do poder possam evitar ter que entregar alguns dos seus a um tribunal internacional.

  13. Acredito que o momento atual em que o Brasil inteiro é confrontado com uma doença assustadora e letal .Com mortos aos milhares não poupando nem os paises do primeiro mundo,nos mostra que com as vitimas que já temos entre nós brasileiros isto não terá controle com um governo imbecilizado!Então nós POVO brasileiro sem voz, só conseguiremos preservar nossa vida se cada um cuidar de si e do seu proximo ficando atento pra não se contaminar com as idéias de um genocida e seus parceiros.Nós sobreviveremos apesar deles ,Nao somos e não seremos gado que vai pro abate só pra satisfazer o sonho de um pretenso torturador ensandecido encastelado no palacio do planalto.

  14. meu deus e esse tal de zema q saiu das profundas de nao sei donde, pagando de aprendiz do bozo putz arroz com feijao, cafe com pao nao devem ser antidotos para o corona. Entao eu creio mas nao desjo q sera algo como o Equador. Esse ministro eh um `uaintraubiu` da saude. Nao bastasse reduzir a grana das vacinas ele nao se preparou devidamente comprando os testes como fez o governo chileno em janeiro. Por isso as mortes sao tao poucas no Chile apesar do pais ser o segundo em numero de contaminados. E ainda, para se manter no poder e ter aqueles preciosos minutos na TV diariamente, inclusive no horario nobre, resolveu fazer a maldita flexibilizacao

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *