Uso de prova ilegal ajudava a “dar pressão” para a lava Jato, mostram diálogos

Dentro do “sanatório geral” que se instalou desde ontem, acaba parecendo pequena a ilegalidade praticada pela Força Tarefa da Lava Jato ao usar informações obtidas ilegalmente dos procuradores da Suíça e de Mônaco para obter prisões preventivas e “dar pressão” a Sergio Moro e à obtenção de delações.

Não é.

Juridicamente, é motivo para atacar-se, desde o nascedouro, todo o processo de delações premiadas em que se baseou a Lava Jato.

O uso de “provas” obtidas ilegalmente é muito mais grave que a decisão tomada ontem pelo Supremo, questionando a ordem de apresentação de defesas, o que pode anular apenas os julgamentos que, claro, podem ser refeitos.

A contaminação das provas usadas no início das investigações anula todos os atos do processo, até mesmo a denúncia dos acusados.

Por muito menos as operações Satiagraha e castelo de Areia foram anuladas.

Não é “uma bobagem” que se possa suprir depois, quando chegarem informações pelos canais oficiais.

A formalidade não é uma tolice e é famosa entre os advogados a afirmação de Benjamin Constant de que “o que preserva [o processo] do arbítrio é a observância das formas. As formas são as divindades tutelares das associações humanas; as formas são as únicas protetoras da inocência; as formas são as únicas relações do homem (…) é somente às formas que o oprimido pode apelar”.

Não há ilegalidade em usar conversas vazadas ilegalmente para a anulação, uma vez que não se destina a condenar, mas a beneficiar o réu.

Quem põe em perigo a Justiça, de fato, são os justiceiros para quem a formalidade da lei é desprezível epode ser violada, com dizer de Dallagnol, em “risco calculado”.

Veja o resumo em vídeo publicado pelo UOL:

 

Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
Share on whatsapp
WhatsApp
Share on email
Email

11 respostas

  1. Caceta! Psiquiatras devem ser os avalistas de exames de concurso público de procuradores e submeterem os deferidos a avaliações periódicas.

    1. Eles são realmente psicopatas pois mentem compulsivamente, não demonstram empatia com a dor alheia e até fazem piadas com morte de parentes de Lula e como não tem como negar seus maus feitos tentam sempre desviar o foco.

  2. ESTE PAÍS PRECISA SER REFUNDADO.
    NÃO HÁ COMO CONSERTAR TANTA SUJEIRA SEM APELAR PARA SOLUÇÕES VIOLENTAS (impossível,visto a passividade brasileira).
    Então é necessário parar o jogo e começar de novo com novas regras.Isto é possível? talvez, e qual é a opção? é um longo sangramento a caminho da africanização deste país.
    As denúncias da vaza jato desaparecem ou nunca aparecem nos canais onde a massa IMBECIL deforma seu único neurônio .
    O contraditório do sistema democrático (imperfecto) é que estes imbecis (maioría) decidem se nossa vida será um exercício de vivências agradáveis ou a luta pela sobrevivência.

  3. Só há dois motivos que podem justificar o motivo pelo qual este deltan ainda continua procurador:
    – o corporativismo mais vil
    – a ausência de estado de direito.
    Eu penso que os dois caminham juntos para salvar a pele deste vagabundo.

  4. Projeto de poder, organização criminosa, corrupção, ataques à liberdade e ao Estado de Direito, controle dos meios de comunicação, ditadura, etc etc etc Eram estas as palavras que gopistas, canalhinhas e canalhinhos usavam para referir-se e para acusar o “petismo”. No entanto elas não passaram nunca de ser sempre não o medo, mas o desejo mais profundo de 11 entre 10 gopistas, canalhinhas e canalhinhos. Essa “confusão” entre as coisas em si e seus nomes é totalmente premediada, é uma estratégia. Colas o signo do mal em teus adversários, atribui a eles todas as maldades do mundo e assim justificas o combate e permite todas as arbitrariedades, todas as perseguições, em nome do combate ao mal. O resultado não poderia ter sido outro. Os golpistas apontavam para os “petistas” com seu olho inquisidor mas estavam diante de um espelho.

  5. Que bandidagem!
    Vamos fingir que eles não são uma quadrilha, senão fica difícil respirar. Vômito, já é normal é corriqueiro.
    Eu, vcs e o stf sempre soubemos. Nós indignados, eles, “ah deixa”.
    Desgraçaram o país.
    Perguntinha: qual o real tamanho e envolvimento da quadrilha? Tem gente alta.

  6. A Lava Jato se transformou em um Estado Paralelo, sem nenhum respeito á Lei. Pior…..cooptou e manipulou ministros do Supremo. Ou as instituições reagem ou vão virar mulher de malandro.

  7. Vocês estão lembrados dos deboches dos Procuradores da Lava jato quando se referiram a Dona Marisa, Vavá e o Neto do Lula? Pois, isto está debitado na conta do Moro e seus quadrilheiros.
    O Lula fará tudo para cobrar esta dívida e muito caro. Esta suspeição do Moro é só o começo.
    Trucaram o Lula e agora ele está com o Zap e a sete copa.

  8. O fruto da árvore envenenada é bem o termo, Mas, os ministros do “Çupreminho” devem estar pensando: como fazer se a maioria dos casos são idênticos, O delatado tem o direito de se defender por último, Pelo barulhão todo deve ser milhares de processos, A lei vale para todos ou só para alguns???

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *