3.650, hoje. É a “Comissão de Alto Nível de Mortes”

Os dados oficiais liberados agora há pouco pelo Conselho Nacional dos Secretários da Saúde apontam um novo e estarrecedor recorde de mortes em 24 horas: 3.650.

Sem contar os dados do Ceará, provavelmente cerca de mais 100, nos quais um problema no sistema manteve fora da contabilidade.

Vamos fechar o mês com 65 mil mortes ou pouco mais, o dobro do registrado em fevereiro.

Serão 130 mil mortes a mais desde a virada do ano, apenas três meses atrás.

A cada semana, 600 mil pessoas têm confirmado o diagnóstico de Covid. Na média da semana, 2.400 pessoas perderam a vida.

E ainda estamos discutindo se vamos bloquear o trânsito desnecessário de pessoas, se os governadores devem integrar a tal comissão que não resolve coisa alguma e com um ministro da saúde, a esta altura da pandemia, não pode dizer mais que um “use máscara”.

Já ninguém duvida que iremos às 4 mil mortes diárias e não dá para duvidar do que diz o coordenador do observatório Covid-19 da Fiocruz, Carlos Machado, que diz que podemos chegar “fácil” a 5 mil óbitos diários.

Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
Share on whatsapp
WhatsApp
Share on email
Email

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *