Cunha diz que “roubaram” sua delação para dar a Funaro

ladquelad

A Folha publica a surreal nota de Eduardo Cunha afirmando que pedaços de sua delação premiada foram “roubados” e enxertados na delação de seu cúmplice Lúcio Funaro, manobra que não poderia ser feita sem a participação do Ministério Público, afinal o único a ter acesso aos dois rascunhos de confissão.

 “Repudio com veemência o conteúdo [dos depoimentos de Funaro]. [Trata-se] de mais uma delação sem provas, que visa a corroborar outras delações também sem provas, onde o delator relata fatos [de] que inclusive não participou e não tinha qualquer possibilidade de acesso a informações”, escreveu Cunha [em nota distribuída à imprensa].
O ex-presidente da Câmara diz que as delações premiadas chegaram “ao ponto máximo da desmoralização”. “Basta concordar com qualquer coisa que a acusação encomendar para obter infinitos benefícios.”

Não adianta a Procuradoria Geral da República dizer que palavra de bandido não merece crédito. Afinal, se não merecesse, de que serviria o que deles extraem as delações premiadas”?

Depois da podridão das gravações da JBS, não dá mais para usar o “la garantía soy yo” de antes. Tem de haver uma investigação:? saber quem são os procuradores que tiveram acesso aos famosos “anexos” de um e de outro, se tinham contato ou se, pior, eram os mesmos.

O processo de delação privilegiada “sem-fim” levou a isso, a este esquema “delata pai, delata mãe, delata filha, eu também sou da família, também quero delatar”. Virou um negócio sujo, de gente disposta a pagar pelo silêncio, como se viu na conversa entre Joesley e Temer, como, agora, a possível “escolha” de quem ia dizer o mesmo, deixando um com regalias e outro  “na  chuva”.

E não se pode premiar, se houve o “roubo de delação” de Cunha por Funaro na base do “ladrão que rouba ladrão tem cem anos de perdão”, que roubou por último.

contrib1

Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
Share on whatsapp
WhatsApp
Share on email
Email

14 respostas

  1. SURREAL. Já falei varias vezes o que vou repetir mais uma vez a seguir: Quando penso que a republica das bananas zerou o estoque, sempre aparece mais um cacho! Aqui se rouba até confissão de culpa.

  2. Parece surreal, mas não é. Roubo de delação… só faltava essa! Quando ficaremos sabendo quem são os mentores das delações encomendadas? Mas que fique sempre bem claro, quando houver provas contra tucano ou assemelhados tem que mandar destruir, a maldita prova é claro, pois o delator… o laércio se encarrega.

  3. Camaradas,

    Desde meados de 2013, naquelas que foram chamadas”jornadas de junho” denuncio as manobras golpistas. Já naquele farsesco, midiático e criminoso processo e julgamento da AP-470 denunciei a trama golpista. Jamais dei crédito a Roberto Gurgel, ao antecessor dele, que fez como Marcelo Miller, passou a advogar para os investigados, assim que deixou a PGR. De Rodrigo Janot nada mais precisamos falar; basta verificar as arbitrariedades, ilegalidades e crimes que cometeu à frente da PGR; quem duvidar disso leia o que Eugênio Aragão escreveu sobre o ex-amigo.

    A Fraude a Jato é uma ORCRIM institucional. Há outras nas instituições que compõem, o chamado ‘sistema de justiça’. Essa milicalha que ameaça o golpe dentro do golpe fala grosso e persegue os mesmos que as quadrilhas judiciárias considera inimigos: a Esquerda Política e os líderes populares, como o Ex-Presidente Lula. Mas essa turma dos coturnos deveria defender não o moralismo pornográfico do midi-poli-judiciário, mas os interesses estratégicos e a soberania nacional.

    As ações mafiosas da ORCRIM lavajateira (na PF, no MPF e no PJ) são escancaradas. As entranhas pútridas e fétidas desse cadáver insepulto estão empesteando o Brasil, mergulhando na miséria, violência, desesperança e flata de perspectiva.

  4. Sabe-se lá o que se passa na cabeça criminosa de Cunha.
    Cunha o defensor dos valores da famíglia…Allelluya —hahahahahahah
    Cambada de FDP.

  5. Então uma boa oportunidade para Cunha delatar os procuradores e seus traidores.Se a manobra for para Cunha não obter beneficios de delações. Isso certamente foi combinado para que ele apodreça na prisão e morra por lá…O drácula presidente é espertalhão. Para evitar sua condenação pode delatar até o patrimonio do michelzinho e deixar a marcela a ver navios.Ele morrendo ela terá de se virar…Ninguém roubou nada de Cunha isso é mais um truque do safado velho para escapulir da prisão. Ele teve todo o tempo que esteve preso, para delatar.

  6. A tal “Branquinha” seu passado ja diz para que veio.PSDB nao tem culpa de NADA.No Banestado livrou a cara de toda canalhada golpista do PSDB comandado pelo amoral FHC brasiff.Ja,Ja teremos noticias como a de hoje na FALHA que os procuradores de Sao Paulo ja livraram a cara dos bandidos do PSDB.Nao tem remedio o doente Brasil esta na UTI e logo teremos noticia de sua MORTE!

  7. Estamos no incomparável circo Brasil. Este não é um país, é um picadeiro alimentado pela Palhaçaria Curitiba & Companhia Circense Ilimitada. Quer dizer que agora estamos estreando a categoria Delação Premiada Pirata? ou será Premiada Plagiada Pirata? alguém pode levar a sério essa palhaçada a jato?

  8. Porreta esse coxinha do alto, afirmando que há provas de pagamento do terreno para o Instituto Lula, Isso não interessa se o bem embora comprado não foi repassado. Continua sendo da Odebrecht. Onde está o ilícito?

  9. A história que segue eu conheço há mais de 50 anos. Age-se assim em uma ditadura e depois dizem que no Brasil as delações são para salvar a democracia, pois, elas são feitas por prisioneiros na presença de juizes e testemunhas democráticas. Lá na Rússia foi durante o fervor do comunismo e aqui é no fervor do fascismo. Delação espontânea deve vir antes das prisões; depois, é sob tortura mesmo, seja ela física ou psicológica. Ou, me engana que eu gosto.
    https://pt.wikipedia.org/wiki/Pavlik_Morozov.
    Os pais foram sentenciados porque escondiam comida para os filhos.

  10. O Cunha dormiu de touca: Quem ele vai delatar?
    O Lula é que não dá. Seria um absurdo, nem o mequetrefe do Moro teria como aceitar uma denuncia do Cunha contra ele. Talvez sobre para Dilma. Não que o Cunha tenha prova de qualquer mal feito cometido por ela, porém, isso é o que menos importa para os fascistas de Curitiba.

  11. País em que se rouba até delação só pode ser coisa de ficção. E pensar que um montão de bundas moles já foram “somos todos Cunha”. Prá quem já roubou (e rouba) merenda escolar, o que é roubar uma delação? NADA, café pequeno.

  12. Deve ser cármico. justiça brasileira e ladrões e delações podem ser aquele encontro da pororoca do qual aquela candidata Marina falava (aquela que apoiou Aético). Deve ser o primo do furacão Huricane ou da Irma, sei lá, tudo farinha ou pó do mesmo saco. Com poder de bomba norte coreana, vai sobrar caquinhos do Brasil.

  13. Não cabe amizade onde há crueldade, onde há deslealdade, onde há injustiça. Quando os maus se reúnem, fazem-no para conspirar, não para travarem amizade. Apoiam-se uns aos outros, mas temem-se reciprocamente. Não são amigos, são cúmplices.

    Discurso Sobre a Servidão Voluntária – Etienne de La Boétie

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.