A Dra. Carmem, afinal, livrou-se de ser chamada de promitora

A Doutora Carmem Eliza Bastos de Carvalho, promotora do caso Marielle Franco-Anderson Gomes, não resistiu à exposição de suas fotos na internet com propaganda de Jair Bolsonaro e na sorridente pose com o deputado Rodrigo Amorim, que ficou notório por sua foto vilipendiando a memória da vereadra ao quebrar a placa com o seu nome.

A doutora fez um bem à apuração ao caso, ao Ministério Público e a si mesma.

Tinha virado chacota e já li, num dos comentários de notícias, alguém chamá-la de promitora.

Aprendeu à força algo que se deveria saber de alma: decoro.

A função pública obriga a muito mais que os negócios privados. Não basta ser “legal” e permitido, é preciso ser ético.

Por exemplo: um promotor que persegue a corrupção em um empresa não pode tirar um pouco (se é que R$ 2 bi são pouco) dela para serem colocados numa fundação que ele próprio vai gerir.

Um juiz que condena e impede de que concorra o candidato favorito à Presidência não pode ser ministro do candidato que vence por WO e dele receber um ministério e a promessa de uma cadeira no Supremo.

O impedimento, no processo judicial, é uma figura assentada essencialmente no caráter do juiz e do promotor, mas cai em desuso quando estes perdem a noção de que isso não é uma opção pessoal sem consequências, mas a própria garantia de que o processo legal seja o devido e o crível.

Resta aos promotores remanescentes, diante das dúvidas públicas que já levaram o caso Marielle a ser chamado pela ex-procuradora geral da República a ser algo deformado e corrompido, não usarem o segredo de justiça como instrumentos de lambança.

Periciem não cópias de arquivos, mas os equipamentos do condomínio onde se registravam as ligações. Tomem a providência básica de requerer da Gol – já dei o código dos bilhetes aqui – qual o horário de volta ao Rio de Jair Bolsonaro – protejam o porteiro que é testemunha e não acusado.

Não tratem a investigação como aqueles letreiros de novelas que, retratando fatos reais, colocam um cartaz ao final dizendo que “qualquer semelhança é mera coincidência”.

Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
Share on whatsapp
WhatsApp
Share on email
Email

34 respostas

  1. Diria que já é consenso nacional a crença de que há uma conexão entre a família maluca e o assassinato de Marielle e Anderson.

    1. Pare-nos que pelo andar da carruagem as investigações do caso estão chegando aos mandantes, pois os culpados já estão em Presídio Federal. Esta história da esposa do indigitado ter mandado fotos para alguém dentro de um Presídio Federal, é suspeitosíssima.

    2. Só pelo fato de atrapalharem tanto a investigação, já é um indício de que são culpados. Só não estão esclarecidos os fatos porque a polícia, o MP e o Judiciário estão corrompidos. Eu acho que ninguém tem mais duvida disto.

  2. Tinha mesmo q arrumar isso ai talquei?
    Arrancar essa mulher
    Tinha q sair nem q fosse na base da porrada
    Frouxa tinha q ser mulher mesmo
    Deviam proibir essa gente q usa saia nessas funçoes talquei?
    Assinado esquerda nao mais namaste

  3. A Constituição Federal em seu Artigo 128 §5º II-e, está tudo muito claro. Não há o que interpretar.

  4. As três procuradoras são muito parecidas . Os clones também vão pedir afastamento ? , embora não estejam nas redes o trabalho sujo parece que foi feito por elas . E seus chefes , vou parar por aqui se puxar o novelo , não sobra um do ministério público do Rio .

    1. Pois é. Todos os atos anteriores da promotora no inquérito são suspeitos e não apenas os que ainda praticaria após a descoberta de ser a mesma pró-mito. E, como são 3 promotoras no caso, todas os atos tomados em conjunto, com a participação da pró-mito, também são suspeitos e devem ser analisados.

      1. Vocês não acham muito suspeito esta foto da Promotora com a camiseta do Bolsonaro e também com o Brucutu quebrando a placa de homenagem a Mariele???

    2. … Ela irá se afastar do caso da mesma forma que o DIABOzo irá deixar de vazar merdas, dia sim, dia sim!

  5. Caro FB acredito que seria também importante tentar levantar que dia e horário foram feitas as duas reservas. Tenho a impressão que possa ter sido no próprio dia 14, ou dia 13. Talvez essa informação possa ajudar na sequência.

  6. Não quero ensinar o Pai-Nosso para o vigário, mas a investigação sobre os bilhetes da Gol é importantíssima. O sr. Messias tinha dois bilhetes Brasília-Rio naquele 14.3.2018, uma 4a. feira. Um não foi usado e foi estornado no dia seguinte. E o outro?

    PS: “Isso foi ontem. Eduardo já pediu desculpas. Assunto encerrado” (Sergio “Conge” Moro). É muito escárnio.

  7. Infelizmente essa apuração já está totalmente comprometida. Nenhum fato verídico poderá ser deduzido de tanta parcialidade.

  8. O JUIZ LADRÃO EM ENTREVISTA HOJE, SUGERIU A FEDERALIZAÇÃO DO ASSASSINATO DE MARIELLI FRANCO. NA OCASIÃO SE FAZIA PRESENTE TAMBÉM O DR DINHEIROL . PRONTO. FIQUEMOS TRANQUILOS , MARIELLI SUICIDOU-SE POR INFLUENCIA DO PORTEIRO DO VIVENDAS. O QUE ACHAM?…

  9. Na verdade o congresso, em vista da má vontade das autoridades locais, deveria ter criar uma cpi e.passar a investigar o caso, denunciando ao final os responsáveis…

  10. Não duvido que TODOS os promotores envolvidos nessa apuração desastrosa, sejam igual a essa carmem, bolsonaristas e tietes de milicianos. Só não deram a bandeira que essa desinteligente deu.

  11. … E, finalmente, “a dondoca cheirosa” do DIABOzo das milícias no ‘MINIstério’ PRIVADA do Rio de Janeiro desfilou no JN!
    A glória?

  12. Tinha mesmo q arrumar isso ai talquei?
    Arrancar essa mulher
    Tinha q sair nem q fosse na base da porrada
    Frouxa tinha q ser mulher mesmo
    Deviam proibir essa gente q usa saia nessas funçoes talquei?
    Assinado esquerda nao mais namaste

  13. O pedido de afastamento da Promotora com a sua manifestação pública e também a do GAECO/MPRJ – GRUPO DE ATUAÇÃO ESPECIAL DE COMBATE AO CRIME ORGANIZADO DO MINISTÉRIO PÚBLICO DO ESTADO DO RIO DE JANEIRO – é muito interessante. O argumento da Promotora do seu direito a posições políticas e ideológicas e que estas independem de seu trabalho ético e imparcial só tem sentido – considerando várias decisões anteriores relacionadas às milícias – se ela e o GAECO/MPRJ não consideram as milícias como crime organizado!

  14. Publicar foto da Constituição sendo jogada na privada é talvez o maior crime que um mandatário poderia fazer ao país. E pelo fato de ter sido publicada por um oficial da policial militar, o castigo deveria ser dobrado. A Constituição é o sagrado contrato entre as diversas correntes sociais, firmado por todo o povo através de representantes legitimamente eleitos para este fim específico. Se ela desagrada ao seu Mané, seu Mané deve começar uma longa campanha em prol de uma nova constituinte, mas sem jamais desrespeitar aquela que está em vigor. Isso não pode deixar de ser exemplarmente punido, no mínimo com a cassação de quem não tem condição básiica de exercer o mandato que o povo lhe conferiu.

  15. (Brito, olha ai a censura) Parece que as investigações sobre a morte da Vereadora e seu motorista, estão chegando mesmo aos barrancos aos matadores. Pelo enrosco ai e pela reação do Bozo dá pra ver que esta família estão envolvidas até o talo
    O Governador Witzel do Rio, Disse: “Eu não tenho bandidos de estimação”. .

  16. Bozo não precisou sair de Brasilia, onde ele se esforçou muito mais do que o comum e o necessário para marcar presença naquele dia como se estivesse arrumando um álibi, por que os telefonemas da guarita com os proprietários daquele condomínio se faz por celular. As ligações portanto, podem ter ocorrido da forma como ficaram conhecidas com ele na capital.
    Lembram que bozo foi flagrado telefonando para um filho e dando uma bronca do tipo “si ti pegarem não vou ti visitar na Papuda”? Que tal introduzir este evento no palco do crime?

  17. Assassinato de vereadora no Brasil.
    Cronologia dos fatos:
    1 – Executores do assassinato de uma vereadora são presos;
    2 – Polícia declara que perdeu imagens importantes para descobrir o mandante do crime;
    3 – Rede de TV descobre que a mulher de um dos assassinos enviou pelo celular ao marido foto do registro escrito da portaria do condomínio onde mora o casal contendo a informação de que o comparsa dele solicitou a entrada na casa 58 no dia do crime. Ocorre que o casal mora na casa 65 e a mulher demonstrando preocupação pediu para o marido avisar o comparsa – que já havia aparecido em fotos de conhecimento público com o proprietário da casa 58. O proprietário nega conhece-lo.
    4 – O proprietário da casa 58 é um político que comanda uma nação e tem um ataque de nervos quando a emissora de TV mais influente do país divulga a reportagem e ataca o governador do estado em que corre as investigações;
    5 – O proprietário em seguida, usa do seu poder para dar uma ordem ilegal para o ministro da justiça usar a Polícia Federal para coagir o porteiro que fez o registro da sua casa 58;
    6 – Um dos filhos dele – também político, e que , por sinal, mora no mesmo condomínio – corre para arrumar um álibi de que estava na câmara dos vereadores na tarde em que os dois executores do crime se encontraram no condomínio e saíram para matar a vereadora;
    7 – No dia seguinte, o mesmo filho vai a portaria do condomínio e tem acesso ao programa de áudio com registros do dia do crime – como se fosse dono do lugar – daí, divulga o áudio e leva cópia do arquivo para o MP para provar que a casa do pai não estava associada ao crime. Detalhe: Depois da divulgação da planilha de áudio um Youtuber famoso percebe ao analisar a própria planilha que o cara estava em casa e mentiu destruindo seu álibi;
    8 – No mesmo dia uma perícia suspeita foi feita pelo MP nos áudios a toque de caixa com envolvimento de promotora fã número 1 do proprietário da casa 58;
    9 – Em seguida, essa promotora junto com seu grupo acusa o porteiro do condomínio de ter mentido, sem ouvi-lo;
    10 – Na sequência, ocorre o arquivamento meteórico do processo de consulta pelo Engavetador Geral da República que foi acionado pelo ministro da justiça;
    11 – Por fim, segue uma declaração estapafúrdia de um outro filho do proprietário da casa 58 – também político – defendendo a instalação de um novo AI-5 se a esquerda vier a radicalizar. Acontece que é público e notório que os radicais são eles uma vez que integram a extrema direita do país. Além disso, nem de longe há indícios de manifestações populares contra o governo como no Chile, conforme alegou o rapaz em seu delírio calculado.
    Precisa desenhar senhores?

    A propósito, capitão – proprietário da casa 58 – o senhor Inácio Lula da Silva – seu rival – vem sendo perseguido há anos pela Rede Globo; está preso a mais de um ano condenado à fórceps e sem provas pelo seu ministro da justiça, e mesmo assim nunca teve um ataque de nervos.
    O senhor Luiz Inácio Lula da Silva nunca usou o aparato e as instituições do estado para se proteger, nunca ameaçou a liberdade de imprensa e nem perseguiu jornalistas. Falou?

    Mudando de assunto, o senhor proprietário da casa 58 não vai pedir desculpas a Venezuela e nem ao Greenpeace não?

    1. Em tempo: item 12 – O proprietário da casa pegou da secretária eletrônica da portaria do condomínio mais de um ano de gravações de áudio para alterar e esconder que um dos executores do crime entrava e saía da cada dele, sem contar que o outro executor mora no mesmo condomínio e um dos seus filhos já namorou a filha dele.

  18. Só tem uma saída para o MP. Simplesmente a extinção dessa aberração que não ajuda em nada o nosso país!

  19. A gGobo iria fazer aquela matéria colocando o presidente da república na morte de Marielle sem ter acesso ao porteiro? Duvido. O porteiro vai aparecer na Globo

  20. E o Moro, após aparecer evidencias do envolvimento do Bozo, quer federalizar o caso para blindar o famigerado. Lembro que o delegado que também encontrou evidencias foi mandado para a Itália.

  21. Ela saiu não foi por decência vergonha ou decoro, porque isso essa gente não tem…foi por medo!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *