A esquerda dominou o debate. Por Hayle Gadelha

A ótima análise do debate de ontem, feita pelo publicitário – com longa experiência de propaganda política e análise de opinião pública – Hayle Gadelha, em seu blog Daqui&Dali, mostra que, se algo marcou o debate da Globo foi, finalmente, o surgimento do embrião da aliança que será decisiva para o segundo turno das eleições.

Três debates em um

Hayle Gadelha, no blog Daqui&Dali

O debate da Globo realizado na noite desta sexta-feira tinha tudo para ser o gran finale dessa estranha campanha eleitoral que o Brasil está vivendo. Acabou sendo, surpreendentemente, uma grande maluquice, várias maluquices, vários debates em um só.

Primeiro, aconteceu de não contar com o candidato que lidera as pesquisas, que preferiu se esconder em uma entrevista na emissora vizinha. Fez bem, poupou a grande maioria da audiência-Brasil de ter que assistir o seu espetáculo grotesco.

Depois, o telespectador, tão acostumado com a grandeza da emissora e seu famoso apresentador de telejornais, defrontou-se com um William Bonner trapalhão, confundindo-se permanentemente.

E ao longo do debate o respeitável público pôde concluir que existem três conjuntos de candidatos.

O primeiro conjunto é formado por Haddad, Ciro e Boulos. Eles foram bem além de demonstrar que são os candidatos mais à esquerda do espectro político. Demonstraram conhecimento bem mais profundo sobre o produto Brasil. Tinham sempre mais argumentos e propostas sólidas sobre como administrar o país. Não se deixaram intimidar com os ataques que vieram dos que estavam bem abaixo.

Haddad, extremamente preciso em todas as suas respostas, firmeza no apoio a Lula (óbvio), deu aula de Brasil. Bem humorado e concentrado. É o próprio PT, preparado para enfrentar qualquer adversário. Sem dúvida, é o candidato certo para representar Lula e derrotar a ameaça fascista.

Ciro, o mais impulsivo – mas sempre com grande habilidade política -, soube manter a harmonia de esquerda, sem deixar de se posicionar como candidatíssimo à presidência, apesar de aparecer em terceiro lugar, com certa distância a percorrer, se quer alcançar Haddad.

Boulos, o mais à esquerda, digamos assim, demonstrou mais uma vez que está bem informado e bem formado para enfrentar um debate em qualquer nível político. Sabe que não tem chances de se eleger, mas movimenta-se e fala como se tivesse ainda alguma chance de pelo menos chegar a uma votação de destaque.

Juntos, esses três deram um “chega pra lá” nos outros candidatos.

O segundo conjunto foi formado por Alckmin, Marina e Álvaro Dias. Esse foi o grupo dos desesperados, aqueles que querem demonstrar de qualquer maneira que ainda são candidatos viáveis, ou algo assim.

Alckmin, o mais chato, parece que ainda não entendeu que deu ruim pra ele. Ataca mais o PT do que qualquer coisa (no que, aliás, está certo). Tem que acreditar que poderá substituir Haddad – e espera que ninguém lhe dê um beliscão para acordar. Passa a imagem de desesperado.

Marina, o que dizer? É a cara do desgosto. Parece alguém que desistiu de tudo, exceto de vingar-se. Mas não fica bem claro de que ela tem tanto ódio. Ou melhor, certamente é do PT, o partido que tem todos os votos que ela gostaria de ter. Ela precisa, antes de qualquer coisa, abandonar tanta amargura.

Álvaro Dias, meu Deus, o que é aquilo? Um trapalhão raivoso colocado em cena para bater no PT. Não se sabe a serviço de quem…

E o terceiro conjunto é de um homem só, o milionário Henrique Meirelles. Um dia o respeitável público poderá entender melhor o que ele faz ali naquele palco iluminado, um lugar que comprou por alguns milhões de dólares de sua fortuna pessoal (que ele deve ter construído com muito suor…).

 Se alguém ganhou alguma coisa ali, foi o primeiro bloco de candidatos. E a Globo, claro, apesar das trapalhadas de sua grande estrela – o que deve ter divertido muita gente…

Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
Share on whatsapp
WhatsApp
Share on email
Email

35 respostas

    1. … Sintoma e sinal de ruindade elevada a enésima potência!
      Maldade no coração!

  1. Brito, observe a troca deliberada do assunto da última pergunta feita pelo Alvaro ao Haddad. Bonner trocou os topicos ao meu ver. Isso e grave, parecia que sabia o que cada um continha. Observe!

  2. O que ratifica o que eu já sabia:
    só existem três candidatos:
    O Haddad, o Boulos e o Ciro!
    O resto é a representação da escória humana!
    Pano não tão rápido!

  3. Não vi. Preferi ficar jogando videogame. Meu voto já é do Haddad de qualquer jeito. Mas se foi assim, que bom.

  4. Antes de começar o debate, entrei no GGN e a primeira coisa que vi foi Haddad de olhos fechados, sem entender se estava descansando, ou fazendo algum relaxamento mental. Nassif disse que Lula o havia pedido para descansar bastante antes de ir para a Globo. Aí, só deu pra eu ver Álvaro Dias, fingindo uma alegria, exaltar Bonner por estar ali, naquele momento, vendo-o de perto pela primeira vez. Aí, quando chegou o momento de perguntar, não pôde – o tempo dele se esgotara. E hoje, não sei aonde, ouvi que o problema de do ex-tucano foi bebida; ele estava bêbado. Quem sabe, ao invés de um calmante, o marqueteiro tenha lhe dado conselho pra emborcar umas doses de Whisky. Eu, se fosse Álvaro Dias, e visse a reprise do programa, sentiria muita vergonha de mim mesma.
    Não tenhamos ilusão: esse extremista de direita está com muito fôlego, e muita trapaça, acobertado por todos, inclusive pelos togados, e tem chances múltiplas de ganhar essa parada.

  5. Por favor, leiam no UOL a notícia: subtenente da marinha é morto ao reagir a uma tentativa de assalto . O militar foi desarmado por três bandidos e alvo de vários tiros dados pelos bandidos com a própria arma dele. Nem preciso fazer comentários, né mesmo.

    1. Pois é, infelizmente centenas de policiais e militares foram mortos nos últimos tempos. Gente armada, preparada psicologicamente, não tiveram nenhuma chance frente aos bandidos armados. E aí vem um maluco que quer armar a população. Prá quê? Para morrer mais gente e armar ainda mais os bandidos. Precisamos de inteligência na polícia para desarmar os bandidos, estancar a entrada de armas e drogas no Brasil, nas cidades, nas favelas e procurar os verdadeiros chefões onde eles estão, muito mais perto de Brasília que da Rocinha…

  6. O show de trapalhadas de Bonner e Álvaro Dias foi destaque fora do script. Álvaro Dias se colocou a serviço da Lava Jato, que não lhe deu a mínima importância, pois o candidato desta é claramente o Coiso, sua criação. Lamento que Haddad, quando a frente de Marina, a ressentida, não tenha cobrado dela o apoio dado a Aécio Neves na eleição passada. A molecagem de Aécio, não aceitando o resultado das urnas, foi o início da crise que jogou o país na situação que se encontra. Aliás, o PT é cobrado pela Globo e pelos partidos de direita em fazer uma mea culpa de seus erros. Tá na hora do Haddad questionar por que essa turma não faz mea culpa do golpe que promoveram contra Dilma, causa maior das agruras impostas ao país, traduzidas no desemprego, no aumento da pobreza, na liquidação de feira das riquezas nacionais e na divisão da população.

  7. Já sabemos o que o Meirelles faz ali…E o PMDB sabe ainda melhor. São uns bons milhões que saem do bolso do banqueirinho da JBS para o caixa do partido.

  8. Soube que Bolsonaro quer mudar publicidade para fortalecer Record na guerra contra a Globo. E aí globenta, gostaste da notícia? Numa ditadura fascista
    os primeiros que sao obrigados a calar a boca são da
    imprensa. Esse
    recado vale para os jornalistas do país que apoiaram estupidamente bolsonaro. Enfim, dona Globo: se Bolsonaro subir ao poder voce vai cair, simplesmente porque ele vai dar um jeito de cassar a concessao da senhora. Bem feito, sua
    ordinária.

  9. Outro que vai ser muito
    prejudicado é o STF. Bem feito para a cúpula da justiça também. São defensores da constituição brasileira e colaboraram para a ascenção do fascismo. Enquanto a corte será prejudicada, paralelamente, o senhorzinho moro será ministro de Bolsonaro, até porque, ele vai querer agradar os coxinhas nazistas e fascistas que usaram a lava jato como escada para o fascismo. Então, que tome ferro a globo, tome ferro o STF e as outras instituicoes democraticas se Bolsonaro for eleito. Se isso acontecer, eu garanto: vocês vão cair conosco. Voces alimentaram um monstro e poderão ser vítimas dele. Isso será um
    castigo da providencia divina.

  10. Foi realmente um massacre esquerdista a serviço da Democracia Brasileira. Ciro, Haddad e Boulos parecia o trio parada dura. Duro de combater. Duro mesmo foi ouvir aquele Álvaro Dias só falar em corrupção, o homem de uma tecla só, que não convence ninguém. Alckmim é o simbolo do fracasso de um partido que poderia estar em condições de brigar com o PT no segundo turno não fosse a teimosia de Aécio e dos caciques do seu partido em apoiar o maior traidor da pátria brasileira, o glorioso Michel Temer. Quanto a Marina, outra que poderia estar bem na parada, foi pro beleléu quando apoiou Aécio Neves, o cheira pó das Minas Gerais, mas mesmo assim precisaremos dos seus votinhos no segundo turno. Quanto ao fujão, sem comentários. No segundo turno ele terá que obrigatoriamente colocará a cara pra bater e ai o povo terá a oportunidade de desmascará-lo ao vivo e a cores em todos os canais desta midia, infelizmente, tendenciosa que temos. No mais as próximas pesquisas já mostrarão o reflexo dos últimos embates. Até a vitória companheirada. Vamo que vamo. Ele não! Haddad Sim.!

  11. Vi somente quando o Glorioso C A Boca Juniors terminou de desossar uma certa raposinha das Geraes.

    O que impressiona é o espetáculo grotesco de Marina e Álvaro Dias, santo Deus, a que nível chegamos…

    E aquela ausência da morte, representada pelo atraso medieval de um “certo capetão jair”, que o inferno o trague.

    Vamos com tudo, 13 , 65, 50 , 29…..só estes, pra escorraçar os assassinos da cidadania.

    1. Eu até que procurei um candidato 29… mas é tudo indeferido, não respondem perguntas, não expõem propostas… Minha colinha já ta pronta, distribuida pelos outros 3 que citou.

  12. Acabo de passar por um constrangimento proporcionado pelo meu patrão, um oficial de cartório extrajudicial do interior do MT, trouxe no horário de expediente seus candidatos para pedir voto aos funcionários, e capitaneados pelo candidato a Senador pelo PSDB, Nilson Leitão, não pediram voto para o candidato a governador do MT do PSDB reeleição Pedro Taques, além disso pediram voto para presidente no 17, não no Alkminn… passei dois constrangimentos, e eles eram só sorrisos.

  13. Concordo. Ele apenas não citou elegantemente que o Álvaro Dias parecia bêbado. Foi patético! No mais, é Haddad 13 pro povo voltar a sorrir de novo!!!

  14. Pelo visto o papel de Álvaro Dias durante toda a campanha foi bancar o “bobo da corte” apenas para bater no PT – sem se importar que isso leve um fascista e despreparado ao segundo turno.

    1. Álvaro Dias é o candidato da quadrilha da lava-jato e foi escalado para vociferar o script daquela força tarefa da CIA.
      Segundo o presidente do PSOL (Luciano Medeiros), que estava nos bastidores, Álvaro Dias não estava sóbrio. Por aí se vê o nível.

  15. Eleitor fanático do Bolsonaro ficará orfão em janeito, qualquer resultado que vier. Se Haddad é óbvio, e se Bolsonaro eles não terão onde despejar seu ódio, mas já tem refrão certo para daqui a dois anos com o Brasil pior que hoje, esquecerão que jogaram m…. no ventilador e ouviremos de novo a ladainha:”Culpa do Lula, culpa do Lula, e acharão outro maluco para se spoiarem.

  16. ALGUÉM SABE DO IBOPE ENTRE AS DUAS EMISSORAS RIVAIS, REFERENTE AOS DEBATES DO “CÃO E GLOBOGOLPE”?

  17. O problema é q ‘esquerda’ só existe entre intelectuais e nos butecos da classe média e não tem reflexo no mundo real do eleitor q vota por simpatia ou por antipatia e q não fomou espírito crítico. Houvesse esquerda os 37% de intenções de voto no Lula estariam com Haddad. E a antipatia ao PT q a mídia criou nessa gente é coisa q só passará com 2 ou 3 governos catastróficos. Essa gente maluca não tá nem aí para o risco de perder o 13° etc, nem para as barbaridades emitidas pelos milicos de pijamas, desde q o escolhido ferre o PT não tem problema. A coisa é tão séria q se Ciro fosse para o 2° turno ele teria problemas em aceitar o apoio do PT pq isso poderia desencadear uma enxurrada de votos no Bolsonaro. Existe um sério risco de muita gente q vota em Alckmin, Marina etc mudarem na ultima hora para o Bolsonaro para liquidar a fatura já no 1° turno. Se ele tivesse mais intenção de voto na pesquisa o risco seria ainda maior de isso acontecer. a escolha dessa gente é um surto psicótico, uma síndrome de Peter Pan de gente q não quer ter atitude de adulto e não liga pras con sequencias, estilo coisa de povo alemão encantado com o nazismo. Acho q Haddad não leva essa, é muita coisa contra ele. Detesto esse Ciro q não tem perfil de conciliar e alias já passou por 7 partidos (só 2 a menos q o Bolsô) a maioria conservadores. Mas ele, tem q reconhecer, teria menos resistencia. Mas isso tb não acontecer e ficaremos todos abraçados e afogados em lágrimas ao Haddad. Eu já tô pensando em ir plantar maconha e criar ovelhas no Uruguai. Me recuso a ter a mesma nacionalidade q essa gente que surta

  18. Marina precisa é sossegar o facho e deixar de ser chacota do Brasil inteiro.
    Álvaro Dias, deputado BOTOX VULGO “trapalhão raivoso” Que delírio achar que tinha alguma chance de ser presidente do Brasil! KKK.
    O milionário Henrique Meirelles o que ele sabe ajeitar, é o bolso dele!

  19. Bolsonaro ganhou uma ótima oportunidade de manter-se calado. Se tivesse ido ao debate e exposto suas idéias macabras, com certeza teria sido massacrado pelos demais integrantes já calejados de debater em outras oportunidades. Bolsonaro não passa de um grande farsante e espertalhão e infelizmente uma boa parcela de brasileiros vai embarcando em sua canoa furada que todos nós já sabemos onde vai dar. Desperta povão antes que seja tarde.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *