A fórmula Collor

Começa-se a sentir um cheiro de Collor no ar, como alguns percebem o cheiro da chuva antes que ela caia das nuvens. E, desta vez, sem o relâmpago e o trovão que foram, para aquele presidente, o confisco da poupança.

Fora isso, vão se repetindo as “condições de temperatura e pressão” daqueles tempos.

Um presidente eleito apenas contra a esquerda e –  com um discurso antipolítica e contra “corruptos” e privilegiados,  sem um partido, sem maioria própria no Congresso, acossado por manifestações crescentes da juventude e por escândalos de corrupção envolvendo seu círculo íntimo, inclusive com um personagem sombrio, como PC Farias, então.

A fórmula da água, viu-se ontem, é bem sabida pelos que o Presidente chamou de “idiotas”, que foram se juntando e desabaram como um temporal sobre a aura de apoio majoritário que Jair Bolsonaro construiu com seu poderio nas redes sociais e o barulho de seus seguidores.

Como se sabe, hidrogênio e oxigênio só viram H²O com uma descarga elétrica  como a que tivemos ontem, em 200 cidades do país e que escorreu, caudalosa, por ruas, praças e  avenidas.

Resta  saber se o ex-capitão vai, como o antecessor alagoano, vai continuar seguindo a fórmula do isolamento, aquela que levou ao enunciado do “não me deixem só”, ao método da “tropa de choque” e à aposta na privatização e no arrocho como programa econômico.

Não há dúvidas que sua natureza pessoal e as forças políticas que dele se serviram o atraem para esta instável combinação entre comportamento autoritário e desastre administrativo.

Uma descarga elétrica, ontem, cintilou pelas as ruas do país.

Talvez Bolsonaro não saiba, mas ela é a fonte de ignição necessária para outro tipo de reação que produz – e muita – água. É a do nosso oxigênio, este pai da vida,  com o metano, gás que exalam os organismos em putrefação.

Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
Share on whatsapp
WhatsApp
Share on email
Email

16 respostas

  1. O BOL$Onarismo inicia a sua queda definitiva. Graças! MP-RIO, investigue da melhor forma possível para não dar margem à nulidades! Vamos em frente!

  2. Lembrando os conhecimentos básicos de química, aprendidos no ensino médio: 2*H2O + descarga elétrica -> 2*H2(gás) + O2(gás); esse é o processo de eletrólise da água. Já a reação inversa, ou seja: 2*H2(gás) + O2(gás) -> 2*H2O, sendo essa reação quase espontânea e muito exotérmica; basta uma fagulha e desencadeia-se o processo.

    Feito esse preâmbulo, é bom ficar de olho na Globo e de que lado ela está. Notem que a Globo só filmava por cima as manifestações contra o golpe, pois assim que identificados, seus profissionais eram duramente vaiados pelos participantes. Mas, por uma dessas inexplicáveis “coincidências”, fico sabendo que a emissoras dos irmãos Marinho deu ampla cobertura às manifestações deste 15 de maio de 2019, tentando fazer o mesmo que fez com as chamadas “jornadas de junho de 2013” e 21 anos antes com os “cara-pintadas”. coloquemos as barbas de molho e lembremos do que dizia Leonel Brizola. Se você tiver dúvida de qual lado ficar, observe a Globo: se a Globo for a favor fique contra, se a Globo for contra, apoie o movimento.

    1. A Globo só fez a cobertura porque sabia que os blogs progressistas mostrariam tudo. Não quis pagar o mesmo mico que pagou na entrevista do Lula. Ou então já sabe que o Coiso cairá e resolveu mostrar suas garras. Quero que a Globo se dane. Ela já perdeu a influência que tinha. Esticaram demais a corda e ela arrebentou. Resumindo: A Globosta já era.

  3. Não esqueço da foto do celular do Bozo falando com 01. ” Eu não quero visitar-lo na PAPUDA! Nessa época ele nem era candidato a presidência.

  4. Mas acho que ele já está no exato ponto e até pior que o Collor, com o recente “Confisco da Educação”.
    Só falta alguém entrar com pedido de IMPEACHMENT.
    Até o próprio “presidente demente” , já está ansioso por isso,pois não suporta mais sua imagem grotesca no espelho.

  5. O bom disso tudo é que aqueles que defendiam um governo militar, agora não tem como esconder como os milicos são incompetentes e corruptos! Sobre o Golpe de 64 tem um documentário chamado: O Dia que Durou 21 Anos. Simplesmente fantástico pois tem documentação americana para provar o envolvimento no golpe pelos EUA. O golpe atual contra a presidente Dilma no futuro a documentação estará disponível nos EUA e poderemos ver como se desenvolveu a trama para derrubar um governo eleito democraticamente e derrubado por bandidos. Os nossos militares nunca se alinharam com o Brasil, sempre se posicionaram com os EUA!

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.