Manifestação no Rio lembra a das Diretas-Já

Pelas fotos, é possivel dizer que nunca, desde o Comício das Diretas, em 1984, uma manifestação na Avenida Presidente Vargas juntou tanta gente como a de hoje.

Se isso são 250 mil, como dizem, então o comício das Diretas-Já, que ficou conhecido como o Comício do Milhão, era deste tamanho. E não era.

As fotos, aí em cima, não mentem. E a de hoje abrange uma extensão maior da via…

Isso não é um acontecimento casual. Não é um acaso.

É um sinal.

Veja, abaixo, em vídeo, a manifestação de hoje no Rio:

Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
Share on whatsapp
WhatsApp
Share on email
Email

28 respostas

  1. e como as Diretas não teve convocação, nem divulgação, nem extras ao vivo da Rede GoeBBBels de Televisão, nem frases do tipo “o gigante acordou”. Canalhas, canalhas, canalhas.

  2. Maravilha!
    Mas ainda é pouco e queremos tudo de volta e muito mais do que já nos roubaram!
    Fora os Bolsonaros e suas milícias!
    Fora Rede Globo!

  3. Foi o primeiro movimento PRA VALER que o povo fez para defender suas conquistas e direitos. Tomara que todos os segmentos da sociedade façam o mesmo. Será o fim desse governo amaldiçoado.

    1. Inquérito minucioso contra o Castelo Branco da Petrobras. Vamos propor o detalhamento do desmonte deste escândalo fantasiado de governo.

  4. Perfeita a comparação, Brito.
    Tive a felicidade de estar em ambas e a sensação de gigantismo, como naquela oportunidade, eu tive novamente hoje.

  5. e como as Diretas não teve convocação, nem divulgação, nem extras ao vivo da Rede GoeBBBels de Televisão, nem frases do tipo “o gigante acordou”. Canalhas, canalhas, canalhas.

    1. Tenho certeza que vão parar toda a grade de programação, vai ter um especial no Conversa com o Bial, e estão até pesando em chamar o Jô e “as Meninas do Jô” só para comentar as “manifestações”, não vão?

    1. Um inquérito minucioso contra este Castelo Branco da Petrobras pode muito bem começar com uma acusação de lesa-pátria, mas deve haver grande possibilidade de acusação por crimes mais comuns. Vamos em frente.

  6. O deboche do lixo humano que o bozo colocou para desmontar a educação pública é seguramente o retrato do fim do mundo.

    Bozo e famiglia não podem sem chamados de titanic, como afirma um colunista da Fsp, no máximo é um bateau mouche, não vai se chocar com um iceberg, vai afundar devido a podridão do casco.

    Hoje abriu-se a contagem para que se extirpe o cancro que ocupa a presidência, mas não basta, necessário colocar este canalha em cana, junto a camarilha de criminosos que sua famiglia mafiosa cevou no RJ, desmascarar essa direita laranjão do psl – partido só LIXO e mandar o moro e o dalagnol pras profundezas do inferno.

    Além, obviamente , de soltar o LULA e desfazermos o circo de horrores em que desejam transformar o Brasil.

    Avante Camaradas !!! Hasta La Victória !!!

  7. Brito, embora com muita gente enganada, na onda de protestar “contra tudo que está aí”, e sem diminuir de forma alguma o que houve hoje, houve uma manufestação em 2013 na mesma avenida que tinha até mais gente.

  8. Ao contrário do que eu estava esperando, a globo mostrou as manifestações sim. Até o site “o bolsonarista” chamou o bozo na chincha. Bolsonaro será descartado, sem dúvida, mas olhando um pouco mais a frente, sem paixões, pergunto: será que alguém conseguirá mesmo governar o país? Se o Haddad tivesse vencido, acham que as coisas seriam fáceis? O país tb não estaria conflagrado?

  9. Consigo enxergar metade destes vestidos de verde e amarelo e apoiando Bolsonaro…difícil acreditar em ideologia…

  10. Não sei a extensão na Paulista, mas perto do Masp não se conseguia dar um passo, duro de gente, quase tive crise de claustrofobia. Havia muita concentração ali; no restante da Paulista parecia que havia ir e vir, tenho a impressão que durante as horas chegavam e iam embora muitas pessoas, impossível saber quantos ao todo passaram por lá. No meio da tarde começou uma chuvinha fria. Cruzei com o Safatle e muita gente indo embora. Eu fiquei e muita gente ficou apesar da chuva. Quando fui embora ainda não havia chegado o pessoal da USP que fazia caminhada até lá. Peguei ônibus na Al. Santos às 17h30 e cheguei em casa às 21h. 3 horas e meia para chegar à zona sul [Jardim Marajoara]. Por volta das 18h, já no ônibus, vi no whats que muitos estavam indo à Paulista depois do trabalho. Ou seja, à noitinha ainda devia estar chegando gente por lá.

  11. Precisamos ressuscitar o slogan de 1983 contra João Figueredo: “greve geral derruba general”, como antídoto contra os generais que estão babando para por o bozo prá fora do planalto.

  12. O mercado e a Grande Imprensa vão tentar salvar os móveis do Golpismo.
    Os irmãos Schwartsman por exemplo um tenta justificar o injustificável e o outro tenta igualar Dilma a Bolsozero, o mercado menos ideológico fala em “erro” na área da “política educacional”, a Folha mistura tudo bate tudo isso no liquidificador e respira por hora aliviada de segundo ela por enquanto o movimento estar restrito a “bolha da esquerda” e a “tradicionais aderentes de sindicatos e partidos de esquerda”. Não sabem se incitam suas milícias e cacifam Bolsonaro ou modelam os discursos da rua, de modo a isola-los da luta política, domesticando-os e circunscrevendo-os ao tema da educação. Eles querem evitar justamente aquilo que eles fizeram nas mal explicadas jornadas de junho. Mas, diferente deles, nós não precisamos de Golpes, precisamos desmistificar as mentiras que foram contadas e dissolver o veneno do ódio e da loucura que foi inoculado na sociedade brasileira justamente para banir a nossa política democrática e o projeto de país justo e solidários que acreditamos. Precisamos de muito mais gente nas ruas que são e serão as vítimas dessas antipoliticas e antisociais propostas de destruição do que apenas iniciávamos a construção. Esse movimento tem que ter sim lado, tem que ter sim partido. Nós não queremos eliminar um lado, um partido, como “eles” quiseram. Nós queremos a retomada de uma obra que estava em construção e foi brusca e ardilosamente interrompida. Sim é a esquerda que quer as Reformas, as verdadeiras reformas que nossa sociedade necessita: reforma de nosso sistema carcerário medieval, de nosso sistema de justiça endogâmico e corporativista, reforma de nossas polícias que ainda tem a velha forma repressiva e coronelística que sempre desejaram nossas mal chamadas elites, reforma de nosso sistema tributário regressivo que tira dos pobres e assalariados e dá aos ricos e rentistas. Sim nossas reformas sempre adiadas são essas e são a nossa revolução. A revolução deles é a subversão, o golpismo e a disseminação do ódio e da violência desse protofascismo mal disfarçado e falsário. Nós queremos a paz e vamos continuar a lutando democraticamente por ela.

  13. Querido companheiro Fernando Brito, concordo plenamente.Em São Paulo não foi diferente, eu desci com a caminhada imensa e densa da Paulista, pela Brigadeiro, até o Ibirapuera, chegando lá, por volta das 18h40, precisei voltar ao centro, portando subi a Brigadeiro na contra-mão da caminhada. chegando 19h á Paulista onde ainda havia manifestantes caminhando em direção à Brigadeiro e ao Ibirapuera. Tenho mais de 50 anos de experiência em passeatas/caminhadas, inclusive a inesquecível das Diretas, e nunca participei de uma tão grande em São Paulo. Estou surpresa com estimativa do número de participantes apresentados nas mídias em geral. Um abraço a todos.

  14. Eu queria saber como a TV globo deu a notícia! Se é que deu… (não assisto, não tenho TV em casa)

  15. Atenção! Porque a Globo transmitiu e ainda aumentou os números? A Rede Golpe de TV, o maior câncer institucional deste país, tenta cooptar o M15. Dizendo que os estudantes pedem mais verbas ( e não especifica que é contra o corte). E assim vai jogar os estudantes e a sociedade a favor da reforma. Pois só ” assim terão mais verbas.” Entenderam? NÃO HÁ BRASIL POSSÍVEL AONDE EXISTE A GLOBO !

  16. Eu e minha companheira estávamos na Av. Presidente Vargas em 1984. E nosso primeiro guri estava chegando.
    Valeu gurizada, servidores, professores, sindicalistas e demais.
    Agora, que os ricos traidores e as FFAA parem de entregar o Brasil ao mundo.

  17. Agora é DIRE i TAS JÁ. Queremos as coisas dereitas, honestas, sem senvergonhice explícita.
    Fora bolsonogro !

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.