A mariposa de toga

Ricardo Kotscho e Bernardo Mello Franco, em seus blogs, hoje, tratam de um mesmo personagem: Dias Toffoli, o presidente do Supremo Tribunal Federal que virou “arroz de festa” do Palácio do Planalto.

Depois do esdrúxulo pacto que teria proposto e que despertou as piores reações no mundo jurídico, pela simples e constrangedora razão de que compromete a corte com eventuais medidas de Governo que lhe caberá apreciar a constitucionalidade, Toffoli foi exibir-se no encontro de mulheres bolsonaristas, algo totalmente despropositado para alguém que, pelo cargo, jamais poderia estar em encontros partidários.

Melo Franco é mordaz:

Ontem o presidente do Supremo esteve no Planalto com uma caravana de deputadas e senadoras. Passou o encontro sorrindo e cochichando com o anfitrião. Parecia um ministro do governo, não o chefe de outro Poder.
Bolsonaro foi só elogios. Chegou a dizer que Toffoli é “uma pessoa excepcional”. “É muito bom nós termos aqui a Justiça ao nosso lado”, derramou-se. Pouco depois, ele juntou as mãos em gesto de coração. Para as câmeras, não para o convidado ilustre.

Kotscho, a quem todos reconhecem a gentileza, igualmente não perdoa o “amigo pessoal” dos tempos de Governo Lula:

Empolgado com a presença de tão ilustre convidado para a reunião com as nobres senhoras parlamentares, o capitão mandou ver, em seu tradicional estilo “deixa que eu chuto”:
“E é muito bom nós termos aqui a Justiça ao nosso lado, ao lado do que é certo, ao lado do que é razoável e ao lado do que é bom para o nosso Brasil”.
Como assim? Parece que o capitão reformado não faz a menor ideia do que seja a separação de Poderes inscrita na Constituição para garantir a independência de cada um.

Ambos concordam que Toffoli está submetendo o Supremo – e a sua própria condição de presidente do STF – ao constrangimento impensável de fazer com que a corte suprema seja vista como um “quarto de despejo” do Governo, onde os badulaques que produz serão acolhidos e conservados.

O comentarista de O Globo diz que “o momento ‘simpatia é quase amor’ tem causado constrangimento no Supremo e na comunidade jurídica. A razão é simples: Toffoli não pode antecipar julgamentos ou fazer acordos em nome dos colegas. No seu blog, Kotscho lembra que “por mais poderoso e amigo que seja, Dias Toffoli não é “a Justiça”, mas um representante do Poder Judiciário, que tem entre suas tarefas harmonizar as relações conflituosas entre Executivo e Legislativo  não em bate papos de churrasco, mas no julgamento dos processos no plenário do STF.

Eu, menos gentil, prefiro dizer que Tóffoli enxerga nos refletores da mídia o brilho em que suas luzes jurídicas são pobres.

Piores ainda são suas espertezas políticas. Desgastou-se com as trabalhadas que fez ao conduzir, com Alexandre de Moraes, o inquérito sobre as ameaças ao Supremo. Ameaçou entrar na lista de “malditos” do bolsonarismo-raiz e tenta consertar isso, como se diz no Sul, “mostrando as cangicas” ao presidente e tentando parecer seu maior aliado.

Bolsonaro não tem aliados, tem vítimas subsequentes.

Quem é mariposa cai mais fácil nas teias da aranha.

Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
Share on whatsapp
WhatsApp
Share on email
Email

40 respostas

  1. “Às favas, senhor presidente, neste momento, todos os escrúpulos de consciência”. Desta vez o Golpe não precisou de um Passarinho contou isso sim com alguns tucanos, muitos abutres e milhões de canarinhos.

  2. Toffoli é isso aí, sempre foi, um fraco deslumbrado. Não por acaso, passou à condição de marionete de Gilmar.
    Só lula, o que nunca soube de nada, não sabia.
    Bozo deve ter mostrado um relatório do Coaf com as contas de Toffoli e esposa. O mesmo deve ter feito com Botafogo Maia. Alcolumbre é da casa, foi eleito presidente pelo bozo.

    1. Essa mariposa aprecia também outros modelitos. Não é sem motivo que corre tanto na direção do dono e abana o rabinho. Tem aí mais do que meras contas.

    2. Meu amigo, o que falar sobre enganos, quando o Leonardo Boff em pessoa foi pedir ao Lula que nomeasse o Joaquim Barbosa para o STF? É quase impossível saber quem é quem em tal jogo, quando se pretende acertar pelo bem do povo. Agora, se for para fazer o mal, o PSDB é mestre: Escolhe logo o Gilmar e, na PGR, o engavetador Geraldo Brindeiro.

        1. O problema, João Batista, é que a grande maioria das pessoas só revela quem é ou o que realmente é sob forte pressão de condições, situações, circunstâncias, ou então quando lhe é dado poder, ou então quando não precisa mais esconder o seu lado negativo, o seus defeitos, os seus vícios. Quantos casais ficam sabendo desse lado negativo do seu parceiro só depois que se casam? Enquanto namoravam, muitos (homens e mulheres) se mostravam gentis, amáveis, atenciosos, prestativos, mas depois que se casaram revelaram-se autoritários, violentos, rudes, ásperos etc. Não sabemos de inúmeros casos em que homens aparentam em público ser honrados, dignos, generosos, gentis, enquanto que na intimidade de seus lares são verdadeiros tiranos, violentos, rudes, mesquinhos…? A maioria das pessoas pratica atos dignos, generosos, porque temem ser punidas pela ordem vigente, pelas leis vigentes. Entretanto, no íntimo delas, em suas mentes e em seus corações, revelam-se capazes dos atos mais torpes, mais vis, e muitas serão capazes de concretizar toda a sua torpeza no mundo externo se estiverem seguras de que não serão descobertas.
          Como o Alecs mencionou acima, o Joaquim Barbosa foi escolhido pelo Lula para ser ministro do STF por indicação de Leonardo Boff. Veja também o caso de Edson Fachin, que foi advogado do Movimento dos Trabalhadores Sem-Terra e aparentava uma consciência claramente progressista! Ou seja, quando chegaram ao STF, quando lhes foi dado poder, vieram à tona neles características negativas que pouquíssimas pessoas conheciam, talvez só seus familiares. O que percebemos claramente é que a grande maioria das pessoas, a quase totalidade das pessoas, é movida por egoísmo, ambição, vaidade, orgulho, competição, muitos preconceitos, ciúme, inveja, medos etc. Então, considerando todos os fatores elencados acima, podemos dizer que é muito difícil, para não dizer que é impossível, saber o que alguém escolhido para um alto cargo público como o de ministro do STF fará quando for empossado. Observe também a mentalidade e o comportamento calhordas, indignos da maioria dos desembargadores do TRF-4 e dos ministro do STJ. Observe a mentalidade e o comportamento calhordas, indignos de um Sérgio Moro, de uma Gabriela Hardt, e por aí vai. O que se constata é que uma grande parte da humanidade está corrompida, destituída de valores nobres, de uma mentalidade nobre, digna. Essa corrupção, essa degeneração está atravessando toda a sociedade, de alto a baixo, e assim as instituições de um modo geral também estão corrompidas, aviltadas. Observe a mídia empresarial, começando pela globo. Observe a OAB. Ou seja, para onde olhamos, vemos decadência, corrupção, perversão, violência, feroz egoísmo!
          Se teve alguém que trabalhou em prol do nosso país foi Lula. Dilma também. O PT fez o melhor que pôde, fez um belo trabalho. Mas diante de um mundo corrompido, agonizante, egoísta, destituído de valores nobres, esses nobres esforços acabam sendo em vão ou quase inúteis.
          Há muito mais coisas a serem ditas sobre essa questão que você abordou, mas já me estendi demais e paro por aqui.

          1. Só não concordo quando dizes que o que fez o PT foi em vão. Não!!! Valeu, e muito!!! Apenas que agora, meu caro, estão sendo destruídas as muitas coisas que LULA/DILMA fizeram. Mas admirei bastante o seu comentário.Acrescento: Temos muito que nos policiar, para que não caiamos nas mesmas situações que expuseste.

      1. Não que eu tenha algum apreço por Boff, mas não foi o Frei Beto que fez esta indicação “genial”?

    3. Estou fazendo uma lista de escrotos em tempo integral e dedicação exclusiva nomeados e empoderados pelo caudilho encarcerado que já chega a 20 nomes. Publicarei oportunamente aqui e em outros blogs. Como que algum governante pode ser considerado hábil e sábio nas suas escolhas (mas esta não é a atuação mais importante de um governante?) se estas escolhas… desculpem, as suas imposições equivalem a jogar merda no ventilador?

  3. Ele agora é amiguinho do pai de Flávio , que é amigo do Queiroz , que ´é amigo do matador de Marielle . Ele também ficou amiguinho das deputadas e senadoras do PSL , Ele nunca fez tantos amiguinhos assim em pouco tempo . E se tornará o inimigo em menos tempo que imagina .

  4. Como é que um ser humano não sente vergonha de fazer um papel tão abjeto quanto faz esse tal de Toffoli. Esse se encaixa como uma luva, entre aqueles que o Mino nomeou de GENTALHA.

  5. Toffoli foi mais uma das várias indicações DESASTROSAS do PT ao STF. Além de canalha, NÃO tem notório saber jurídico, tal qual Barroso, Fux(este é o campeão da imoralidade), Fachin, a lista é longa. Lula e Dilma não deram uma dentro.

  6. Isso tudo é deprimente e inaceitável em qualquer pais que zele pelo seu ordenamento jurídico, pela Constituição. Agora não vêm de hj essa desfasatez. Surgiram lá na AP 470. Quem não conhece o voto de Moro, opa de Rosa? E depois começaram a “ouvir as ruas”. Desde quando juiz existe para ouvir maiorias, minorias e pior ordas? Hj o que mais se vê são togados pelo mundo a fora, especialmente nos EUA, não por acaso, recebendo altos cachês, coisa tb inconstiticional diríamos. O que fizeram estes, zelosos que são pela lei, com Dilma? Este que papelão faz e motivo da matéria , chegou a declarar numa das audiências da casa, que se não tivessem votos, que não esperassem do STF a “salvação” de Dilma. Ora, como ng o contestou, podemos chamá-lo de tudo menos juizes! Um dia Dilma será julgada por eles, sabe aquela? Falta de objeto!

  7. “Depois do esdrúxulo pacto que teria proposto e que despertou as piores reações no mundo jurÍdico.”(TIJOLAÇO)
    O presidente do Supremo esquece que ele só tem um PACTO. É com a CONSTITUIÇÃO BRASILEIRA.

    Sinceramente eu não consigo mais entender, o que significa SUPREMO,

  8. Permitam-me repetir: o STF sempre foi, ao longo de sua história, uma instituição a serviço dos governos de plantão e/ou das classes dominantes. É só ver sua história. Ainda recentemente reprisou o vergonhoso episódio da Olga Benário, no caso Battisti, e, os últimos 4/5 ano, votou 11 vezes contra o trabalhador. Mas só o fato de ter por ali figuras de baixíssima estatura como Toffoli, Barroso e Fux desmoraliza qualquer entidade

  9. Fico imaginando o tamanho do DOSSIÊ que esfregam na cara de um sujeito pra lembrar quem é que manda no pedaço.

  10. O mal contamina de verdade ! Principalmente o mal oferta ! O Moro também foi contaminado pela oferta do futuro e já está com o pé na sua meta ! Usou o ódio disseminado pela globosta contra o gigante Lula ,ele viu nessa história que ele um medíocre juiz que poderia chegar bem longe ! O mesmo.aconteceu ao Alexandre de Moraes está lá no salário para toda vida e sempre ! O STF é meta ! Oportunidade de ser indicado ! E Moro construiu com ódio ao PT ! É salário vitalicio e completo sem nenhum desconto no descanso “aposentadoria” uma vida boa !

  11. Nunca tivemos um presidente da república tão IDIOTA, para usar um eufemismo. Contudo, pior que ele, iletrado e visivelmente com dificuldades cognitivas, além de visivelmente nas bordas de distúrbios psiquiátricos, temos um CRÁPULA IMUNDO, que a despeito do letramento, emporcalha ainda mais o STF, na figura de presidente da Casa Constitucional.

    Não há palavras capazes de discorrer acerca de quão IMUNDO é dias toffoli.

  12. Detalhe importante: e o “assessor” militar lotado no gabinete do Toffoli? Afinal, quem assessora quem ali?

    1. o erro do PT foi nomear ministros comprometidos com o partido apenas em 90%. esses outros 10% são imperdoáveis! mas 2022 vem aí, elegeremos MÁRCIA TIBURI PRESIDENTE TACLA DURAN VICE, aí ninguém nos segura! vamos cassar todos os ministros e substituir com juristas de verdade: carol proner, eugênio aragão, favretto, reinaldo azevedo, chico cesar…chora fascistada!!

  13. Toffoli é um refém das ameaças de morte ao seu irmão com síndrome de Down, e da extorsiva pensão que sua primeira mulher lhe cobra, de R$50.000,00, e que a sua atual mulher, à frente de um escritório de advocacia, banca. Não chega nem a ser um corrupto, é apenas um covarde. Traidor, proxeneta de falsas jurisdições, enfim, um crápula machadiano. E o Fachin? Mais um refém… Ius romanorum, delenda.

  14. O que se lê da foto da reportagem, é que agora o o Toffoli é um cara totalmente “bolsonarizado”!!!!! Nos sorrisos e tudo mais. Desastre.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.