A milícia de Bolsonaro: “Vamos invadir o STF amanhã”

Bem de pertinho, no Palácio do Planalto, com toda a estrutura da máquina pública e emitindo ordens para que os bloqueios policiais se afaste, Jair Bolsonaro comanda a invasão da Praça dos 3 Poderes pelo “seu Exército”, uma malta de alucinados de chapéu de cowboys, usando carretas do agronegócio como colunas de tanques.

A promessa de que haveria revista para evitar a entrada de armas foi para o espaço e, como o próprio Jair Bolsonaro falou, todos podem ter ali o seu fuzil.

Algumas centenas ou um milhar de facínoras fanatizados são, na visão dele, “o povo”, que tem o direito de impor sua vontade.

Amanha, multiplicados por 10 ou vinte, quem há de resistir a eles?

A policia, bolsonarista até a medula?

O Exército que, de tanto vergar a coluna, talvez nem mais medula tenha?

A mídia, que continua fingindo que não há um golpe em marcha, e que, embora não vá ocorrer amanhã, é um ovo de serpente que estala?

O Brasil, um dos 10 maiores países do mundo, a grande civilização dos trópicos, foi entregue à barbárie por suas elites. Quase 100 anos depois de ter se livrado da ditadura do “café com leite”, vamos entrar na do “soja com milho”?

Parabéns, generais, vocês estão mostrando ao país mais que a sua inutilidade, a sua cumplicidade.

“Os caminhões do agronegócio invadiram, tomaram tudo” diz o bolsonarista, às risadas.

Gente que teve tudo neste país miserável, mas que não basta, querem tudo.

Um pouco mais de mimimi e acabam com a eleição.

Porque eleições acabariam com eles.

Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
Share on whatsapp
WhatsApp
Share on email
Email

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *