A nova de Bolsonaro: “é horrível ser patrão no Brasil”

José Simão e o “O Sensacionalista” vão perder a função.

Jair Bolsonaro disse agora à tarde que é “horrível” ser patrão no Brasil por conta das leis trabalhistas – a grosso modo, as mesmas pelo menos desde a Constituição de 1988.

 “Ninguém mais quer ser patrão no Brasil, é horrível ser patrão no Brasil com essa legislação que está aí. “

Como é que ninguém que ser patrão no Brasil?

Será que os Setúbal querem deixar de ser patrões e se tornar bancários?

O Jorge Paulo Lemann vai deixar a direção da Ambev e carregar caixas de cerveja?

O Flávio Rocha, da Riachuelo, vai sair do jatinho e passar a ficar de umbigo no balcão, vendendo roupas?

Direito, ainda que mínimos, para os pequenos são inaceitáveis; para os grandes são parte de sua própria condição de donos e, portanto, patrões.

Os mais velhos se lembrarão do “Primo Rico” e do “Primo Pobre”, interpretados no rádio e na TV por Paulo Gracindo e Brandão Filho, onde Gracindo, o rico, vivia chorando as desgraças de sua fortuna.

De qualquer forma, fica a sugestão para o presidente eleito: convoque os empresários e sugira que distribuam a propriedade de suas empresas, tornando-os sócios e não mais empregados. Assim, deixariam este inferno que é ser patrão.

Alguém se habilita?

Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
Share on whatsapp
WhatsApp
Share on email
Email

35 respostas

  1. durante a campanha ele já fez declaração nesse sentido
    não foi à toa que empresáruios elegeram ele mentindo descaradamente

  2. ruim mesmo é ter empregado que acredita nisso e é capaz até de chorar pelas agruras do patrão. Não lembra que há pouco mais de 2 anos tínhamos a menor taxa de desemprego, todos os direitos garantidos em lei, valorização real do salário mínimo. Os patrões não querem muito. Querem tudo. Se não entendermos isso, vamos ficar correndo atrás da “corrupção” e nos lascando.

  3. ruim mesmo é ter empregado que acredita nisso e é capaz até de chorar pelas agruras do patrão. Não lembra que há pouco mais de 2 anos tínhamos a menor taxa de desemprego, todos os direitos garantidos em lei, valorização real do salário mínimo. Os patrões não querem muito. Querem tudo. Se não entendermos isso, vamos ficar correndo atrás da “corrupção” e nos lascando. Não tem jeito

  4. Mas para isso tem solução fácil.
    Basta os patrões fecharem suas empresas e se candidatarem a vagas de empregos.
    Assim, eles e suas famílias poderão ter uma vida muito melhor, inclusive explorando o patrão.

  5. Estes DELINQUENTES,poderiam explicar como os pts conseguiram pleno emprego e salários elevados com estas mesmas leis.
    Sem dúvida,quando mais sabemos do que vêm por aí,menos se entende o suicídio das massas .Quem sabe seja um processo depurativo ao fim do qual muitos idiotas terão perecido ,vítimas da sua alienação.

  6. É horrível ser patrão no Brasil. Imagina só, antes eu trocava de carro todo ano e sempre trocava por um mais caro. Aí veio esse tal de Lula e deu dinheiro para os pobres. E pobre passou a comprar carro popular em 72 vezes! E ainda veio essa crise maldita (que é tudo culpa dos impostos e das leis trabalhistas) e ainda não consegui vender meu BMW pra comprar o Porsche. Isso é um absurdo! Sofro demais! Não aguento!

  7. Só tem uma coisa positiva em toda essa destruição: Todos os registros do Brasil que deu certo estão guardados nos mínimos detalhes. Não conseguiram nem conseguirão apagar a História. E vai ser possível reconstruir tudo outra vez.

  8. Se a moda pegar, minha lista de sugestões para abrir a lista de ex-patrões: Marinhos, Frias, Mesquitas, Abravaneis e Saads. Podem seguir o exemplo dos Civitas.

  9. Que triste país este nosso querido Brasil, onde um cidadão desqualificado do porte desse Bolsonaro é eleito presidente da República!
    A não ser que essa eleição tenha sido fraudada para ter acontecido essa molecagem, acontecimento perfeitamente viável nas atuais conjunturas que estamos vivenciando, é muito triste pensar que o povo brasileiro escolheu esse homem que não respeita ninguém, um ser maldoso, totalmente desprovido de caráter, para presidente.
    Se ele conseguir tomar posse, depois de tantos crimes e injúrias cometidas, vamos rezar pelos destinos deste nosso pobre Brasil.

  10. Em 1989 na primeira Eleição Presidencial que o Lula participou. O então presidente da FIESP, Mario Amato disse que se Lula fosse eleito, 800 mil empresários sairiam do Brasil. o ex-ministro Delfim Neto quando soube dessa afirmação, disparou: “se isso for verdade, eu voto no Lula!”….

    Essa fala do capitão da reserva é a piada sofisma do dia!….Pra enganar otários!…

  11. Sonhando com o momento em que todos eles, inclusive o “eleito”, deixem de ser patrões, e passem a cuidar da própria comida, da limpeza do banheiro, da compra de passagens…

  12. Às vezes é melhor ficar calado deixando que os outros pensem que você é um idiota, do que abrir a boca e não deixar nenhuma dúvida.” (Lincoln)

  13. O erro do PT enquanto estava no governo foi não ampliar o rol de empresas estatais. Deveria ter adquirido uma parte substancial das empresas produtoras de bens, distribuidoras de produtos e prestadoras de serviços. Tinha prestígio, votos e dinheiro para isso. Sabia também que, se deixasse o governo, a direita iria promover um desmanche de suas realizações e uma privatização geral. Por que não o fez não sabemos.

  14. Ruim mesmo é ter vizinhos e parentes, todos operários, que votaram no colostêmico e apoiam incondicionalmente todas as merdas que ele defeca.

  15. Pois então….que os patrões se tornem funcionários!!!! Sorrir e maldizer com o direitos dos outros é refresco…

  16. Além de ser um poço de ódio, preconceito e rancor é de uma obtusidade córnea, de uma sesquipedal e siderúrgica ignorância.

  17. “Ruim é ser patrão”? Mas esse tal de Bolsonaro não larga o osso de ser remunerado pelos cofres públicos!

  18. JAIR BOLSOASNO UM VAGABUNDO QUE –SEMPRE—-VIVEU MAMANDO AS TETAS DO ESTADO,DEVERIA SE ABSTER DE FALAR DO QUE—- NÃO CONHECE—, TRABALHO.

  19. Sáo empresarios por castigo, eles não conseguem deixar de ganhar dinheiro com o trabalho dos outros, coitadinhos.

  20. O imbecil inflado pelos ‘pobres’ patrões dizer isso é normal. Nunca vou achar normal os empregados ‘exploradores’ terem colocado aquele imbecil no poder. Né não?

  21. é o discurso do general durante a campanha, fim do 13°, adicional de férias etc mas mesmo ouvindo e sabendo votaram neles. Nem poderão alegar agora q eles mentiram

    1. Antes da eleição alegavam que “não era bem assim, falavam da boca para fora”. Deve ser o único caso de candidato no mundo cujos eleitores não queriam acreditar no que ele dizia…

  22. se o povo brasileiro com os desmandos dessa galera não despertar da letargia do sono da mosca tsé tsé q o acomete há 200, 500 anos,, acho q nunca mais o fará e poderemos desistir de ter otimismo

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.