A retórica vazia dos idiotas

O senhor Gustavo Bebianno, cuja contribuição à vida pública, ao que se sabe, aos 55 anos de idade, limitou-se a oferecer seus serviços à campanha de Jair Bolsonaro, tomou posse como ministro-chefe da Secretaria-Geral da Presidência da República fazendo de tudo para expor a sabujice às ignorâncias do chefe.

Disse, em seu discurso de posse, que tudo fará para que “o amor à nossa Pátria seja resgatado, amplificado [sic] da mentalidade bolivariana que insiste em ameaçar democracias na América do Sul”.

Bebianno o que sabe melhor sobre  Simon Bolívar é que é nome de rua em Copacabana.

Não deve saber que ele – que morreu em 1830, quando Karl Marx tinha apenas 12 aninhos – de comunista nada tinha.

Não deve saber, também, que foi o responsável pela independência de muitos países  do continente: Venezuela, Colômbia, Peru, Equador e o Panamá, agora América Central.

Em todos eles é um herói nacional.

No centenário de sua morte a Time, em 1930, o chamou de “George Washington da América do Sul”. Até selo em sua homenagem os Estados Unidos lançaram.

Ideologicamente, Bolívar é apenas símbolo de uma mentalidade anticolonial, como foi a dos “pais fundadores” dos EUA, tão admirados pelos bolsonaristas.

E um ardente adversário do fracionamento das nações, como aconteceu na América Espanhola e não aqui, em grande parte pela ação do Exército (sr. Bebiano, leia sobre Caxias, o Duque, que não é só uma cidade da Baixada).

“Mentalidade bolivariana” quer dizer o quê? Defender a identidade latinoamericana? A independência nacional?

Mas Bebianno, cuja turma de jiu-jítsu já frequentou muito Copacabana, de Bolívar, sabe que fica entre Barão de Ipanema e Xavier da Silveira e vai da Avenida Atlântica e a Pompeu Loureiro.

Por enquanto, porque são capazes de mudar o nome da rua, que sabe para Olavo de Carvalho?

Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
Share on whatsapp
WhatsApp
Share on email
Email

42 respostas

  1. É burrice demais. Coitados dos jornalistas que tiveram, em nome da profissão, que assistir àquele show dos horrores na praça dos 3 poderes. Tem que ter estômago de avestruz!

    1. Não sei se eu tenho pena, Luís Carlos. Alguns jornalistas estrangeiros tiveram a dignidade de se recusar às condições do confinamento. Já os brasileiros, com medo dos patrões (chamados por eles de “colegas”, como Mino Carta alerta há anos), se submetem…

      1. Os jornalistas brasileiro sabujos mereciam cada um ficar com um pinico para cagar e mijar , e trancava o banheiro do palácio.

        1. Eu queria ver a Cristiana Globo e A Andreia Sadi om o pinico na mão e sorrindo.. E dizer o Bozo pensou na gente. …

    2. Coitados?
      Foram os principais responsáveis por essa porcaria, por esse fundo de poço a que o Brasil chegou.
      Coitados?

    3. Putzgrilo!!! Concordo em gênero, número e grau com o que foi dito pelos comentaristas abaixo. Não há que ter dó, não. Eles fizeram a cama e deitaram nela. Bem feito. Espero que estes jornalistas venham ainda a sofrer muitas e muitas outras humilhações; porque merecem.

  2. ontem alguém disse que os discursos foram feitos para os eleitores ignorantes de bolsnaro, aqueles que não conseguem compreender nada mais elaborado…

  3. Depois de ter sido maltratada na posse do ex-capitão, como nunca antes havia ocorrido numa posse presidencial, será que a velha mídia fará sua autocrítica pelo papel fundamental que teve para entronizar um neofascista no governo federal?

    #LulaLivre

    1. BOnner bateu continência e apresentou um sorriso amarelo….vão nada…SÃO SEM VERGONHAS….

    2. Quem são humilhados são os empregados (jornalistas). A empresa acaba se acertando com o governo. E os empregados sabujos, tipo Bonner, tratam de se adaptar à nova onda.

  4. No Central Park, em Nova York, tem uma estátua do Bolívar.

    Presente da Venezuela. Semelhante à que existe próxima ao Shopping Rio Sul, aqui no Rio.

      1. Acho que o negócio dela é um “pé de abacaxi” (abacaxizeiro), ou então uma batateira, que dá batatas em cachos igual à manga.

    1. Em Paris há um monumento a Simon Bolivar, à margem do Sena, junto à ponte Alexander III. Foi doado à cidade em 1930, por Venezuela, Colômbia, Peru, Equador, Bolívia e Panamá. Portanto, antes de Lula, Chávez, Morales. Esses ignorantes que ontem tomaram posse têm razões para odiar Bolivar, pois têm visão e atuação opostas à luta da vida desse grande herói, que foi pela independência dos países e libertação dos povos colonizados da América.

  5. E o Lula que era ignorante, analfabeto sem dedo,e cabeça de nordestino de bater bife. O) Lula é mais inteligente que estes bocós do governo Bozo.

    1. Para começo de conversa, Lula não fazia discurso lendo no papel. Imagine o vexame que será a abertura da próxima Assembléia Geral da ONU…?????????????????????????????????

      1. Já estive pensando nisso.
        Será que não há risco de tirarem do Brasil essa deferência?

        1. Pior, Adelmo: risco de o próprio recém-empossado recusar o encargo e arrumar uma explicação “mirabolante” para suas bases. Aí Oswaldo Aranha soca a tampa do caixão!!! ????????????

  6. Tô nem aí para quem votou no traste que acanalhou Brasília ontem….por
    mim devem sofrer mais….muito mais…a dor talvez cure a indigência
    mental…

  7. Coitado, Fernando Brito. Não manda o Bebiano ler sobre Caxias em “As veias abertas da América Latina” do Galeano. Se ele conseguir entender alguma coisa vai ficar confuso e vai ter que se aconselhar com algum dos filhos do Bolsonaro. Sugira a ele algum almanaque do exército…

    1. Melhor mesmo seria Almanaque do Tio Patinhas. A coisa tem que ser gradativa ou desestimula o aprendizado.

  8. É impressionante o nível de ignorância desta corja que assumiu o poder. Das duas uma, ou são burros mesmo, ou se fazem de, para poderem se comunicar com o seu eleitorado acéfalo. Que merda isto tudo, pior, faltam 1.458 dias para este traste dar o fora.

  9. Os animais são puros. Talvez por isso um cavalo tenha dado um pinote na frente da comitiva do mito. Ele deve ter se assustado com a passagem de um demônio.

  10. Caro Brito, acredito que dever ser amargo escrever sobre IMBECILIDADES de IMBECÍS(peço desculpas pela redundência) legitimado por 54milhões de, igualmente, IMBECÍS!

    Será uma jornada INTERMINÁVEL de IMBECILIDADES!

  11. O Bozo é um ignorante e escolheu o baixo clero da ignorância para ser ministro e secretários. Eles se merecem ..

  12. O problema é que os imbecis, ignorantes e semianalfabetos são muitos – algo entre 57 e 58 milhões – e não vão aprender porque são preguiçosos e não querem estudar. Acham que as redes “sociais” bastam. Nem sabem quem foi Bolivar, acham que era boliviano e talvez ancestral do Evo Morales, ha ha ha

  13. E a “grande” imprensa conservadora brasileira? Quem diria que ela sofresse agudamente de síndrome de mulher de malandro? Quanto mais o regimão machão bate nela, a espezinha, arranca seus cabelos, arrasta-a pelo chão e a humilha de todas as maneiras, mais ela gama, e mais ela elogia seu feroz malandrinho… Esconde o olho roxo com maquiagem e ainda briga com quem falar mal dele.

  14. Dois de janeiro, 2019: apenas o segundo dia de um governo que ficará para a história como o maior ajuntamento de imbecis e ignorantes que o país já viu…

  15. Quanta falta de conhecimento num governo só. Isso tende a não dar certo. Quando as cobranças começarem vão brigar uns com ou outros porque lhes falta educação, civilidade, conhecimento. Vai parecer reunião de condomínio para decidir nova taxa. Que zorra!!!

  16. É o discurso inaugural da IDIOTOCRACIA, inventada pelo ex-capitão e sua turma imbecis corruptos.

    #LulaLivre

  17. “Por enquanto, porque são capazes de mudar o nome da rua, que sabe para Olavo de Carvalho?”
    É melhor não dar ideia.
    Vao que esses imbecis conseguem mesmo mudar o nome da [email protected]

  18. Até onde eu sei, Bolivar foi um fantoche dos EUA pra impedir/parar/castrar a influência européia na – atualmente – américa latina. Como todos os “grandes homens”, apenas uma imagem fabricada pelos verdadeiros donos do poder para iludir a plebe.
    Explico isso pra dizer que esse chanceler é duplamente idiota por criticar um herói fabricado pelos mestres dele e resignificado pelos governos “socialistas” da AL

    Att

    Tio_Zé

  19. “E NÃO SOBRE A CIDADE DA BAIXADA”, FERNANDO? SÓ HÁ UMA CAXIAS NO BRASIL. E É CAXIAS-MA, ONDE, DEPOIS DE LUTAR CONTRA A BALAIADA, O CAPITÃO LUÍS ALVES SE TORNOU O BARÃO DE CAXIAS.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *