Agora, sim, vamos ser como os EUA: bang, bang, bang…

petecao

Já está pronto para ser votado no Senado o projeto que  libera a  comercialização, posse e porte de armas de fogo e munição em todo o país para maiores de 18 anos, com parecer favorável deste aí da foto, um senador apelidado de Sérgio Petecão, que poderá trocar seu nome eleitoral pra  Sérgio Trezoitão.

Os interessados em adquiri-las teriam que comprovar apenas estarem aptos psicologicamente, ter bons antecedentes e demonstrarem capacidade técnica de manuseá-las.

O “apto psicologicamente”, provavelmente, vai ser como estes dos exames psicotécnicos de motorista: só fica reprovado quem não conseguir acertar o sorvete na própria testa três vezes seguidas.

Então, qualquer garoto poderá ter seu 38, prontinho para ser usado na primeira frustração, na primeira neura, no primeiro porre ou doideira.

Ah, claro, se a arma for para defender-se de um assalto na rua, não tem sentido pedir “um instantinho” para ir buscar o trabuco em casa. Portanto, vai andar na cintura ou no porta-luvas, para ser usado na primeira discussão de trânsito, não é?

E na saída da balada, então? Um espetáculo!

Estamos chegando lá nos padrões americanos, sempre pronto para tragédias de loucos atirando em todo mundo, no show, na igreja, na escola….

Ainda falta liberarem as armas automáticas, mas isso fica para quando Bolsonaro cumprir a promessa de dar fuzis para os fazendeiros.

Vamos chegar lá, calma, não precisa atirar…

 

contrib1

Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
Share on whatsapp
WhatsApp
Share on email
Email