Artilharia pesada: Queiroz movimentou R$ 7 mi em três anos

Haja carro para vender.

A coluna de Lauro Jardim, em O Globo,  noticia que, em 2014 e 2015, a conta bancária do amigo e motorista dos Bolsonaro Fabrício Queiroz serviu de vala para fluírem nada menos que R$ 5, 8 milhões.

Somados aos R$ 1,2 milhão de 2016, nada menos que R$ 7 milhões de “entra e sai” de dinheiro.

Dobra a média de movimentação mensal, agora para R$ 200 mil.

No Governo Bolsonaro, talvez só o ex-banqueiro Paulo Guedes possa se ombrear a isso.

A história que ficou, agora, totalmente implausível é a do empréstimo de R$ 40 mil do amigo Jair a um Fabrício que se meteu em dificuldades.

Quem está em dificuldades é o ex-capitão, de viagem marcada para hoje para Davos, onde vai mostrar que está “moralizando o país”.

Ele e Sérgio Moro, o ex-fiscal do que seriam indícios “consistentes” de corrupção no Governo.

O “capitão do mato” do capital, eleito sobre o alicerce da indignação da classe média com a corrução está assistindo sem reação ruir aquilo em que se apoiava.

Achava-se tão forte que poderia reinar com seus fanáticos, sua guarda pretoriana e a “turma da bufunfa”. Com o bispo e sem a Globo.

Agora, está visivelmente perdido sobre que tipo de acordo poderia ainda fazer para parar o incêndio.

Fogo é mil vezes mais fácil de acender do que de apagar.

 

 

Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
Share on whatsapp
WhatsApp
Share on email
Email

28 respostas

  1. O escândalo PC Faria já vai ficando pequeno perto do caso Queiroz. Aliás, escândalo Queiroz-Bolsonaro!

  2. Salva de canhões para a família bozolina….e com provas…cadê o Moro? Falta convicção?

  3. quero ver esse cabaré pegando fogo, muito fogo
    quero ver eles tendo que engolir todas as injurias e difamações que fizeram contra o PT

    1. E contra LULA também….Que sairá pela porta da frente, esfregando sua inocência na cara desse judiciário FDP

    2. E contra LULA também….Que sairá pela porta da frente, esfregando sua inocência na cara desse judiciário FDP

    3. Também estou nessa. Quero mais é ver o circo pegar fogo! Ninguém pode ficar impune depois de assumir o poder em “eleições” fraudulentas.

      #LulaLivre

    4. Não esquece que, justo no ponto em que a coisa está chegando, ele pode firmar um acordo com a globo e sacrificar o filho, e dando lição de moral, como o esquizofrênico do livrinho deles, que ouvia vozes e levou a criança para degolar, só parando porque a tal voz, na cabecinha fundamentalista dele disse que bastava. Só que aqui, neste tempo, fora do livrinho, a VOZ, a globo, vai bater tambor e dançar à volta e não vai ter volta. Assim, e só assim, ele poderá se sustentar mais alguns dias no poder. O general já está polindo a espada e engomando a farda. O ajudante de ordens já repassa o discurso com o velho soldado.

  4. A autofagia do Golpe só vai acabar quando devorar sua última carne. O acerto de contas não vai acabar enquanto o mesmo “projeto de poder” e de “país” de sempre (do 1% para o 1% e pelo 1%) não se estabilize. O problema é que para estabilizar vão precisar finalizar a transição lenta, gradual e segura para uma ditadura completa (não nos esqueçamos que o último ciclo ditatorial foi vivido pela maioria como se “não houvesse ditadura”). Nós, a cidadania, não estamos em seus planos a não ser como massa de manobra, capanga ou serviçais (em harmonia ou revoltados com nossos “donos”). Eles nos declararam guerra, nós inicialmente não levamos a sério tal declaração, depois fingimos não escutar a ordem de nos eliminarem e por hora estamos “aceitando” sermos eliminados lentamente. MAs sem deixar de antes nos dedicar a fazer debates, réplicas e tréplicas, autocríticas, troca de acusações, purgas, cisões, disputas paroquiais, etc etc etc. Somos os adversários ideais para nossos algozes, todos “homens práticos”, muito “práticos”.

    1. “Nós”, não corresponde corretamente aos protagonistas desta tragédia. Eu, pelo menos, não faço parte disso. Massa de manobra, capangas ou serviçais são os evangélicos (vamos começar a dar nomes aos bois e responsabilizá-los pelos crimes de cidadania que vêm cometendo, ao invés de usar o pronome nós?). Há um antagonismo agudo, uma divisão clara entre nós e eles e nós não devemos dar trégua a estes palhações com a bíblia no sovaco. Somente com o aprofundamento do antagonismo a profundidades nas quais só se resolve com quebras e dissoluções violentas é que estas porções da sociedade brasileira ficarão desmascaradas. É preciso definir corretamente quem é quem, e uma das partes precisa ser eliminada. Sem essa de dar trégua e respeitar “o resultado das eleições”. Se merdas votam em bostas eu não preço respeitar coisa nenhuma.

      1. Todos somos protagonistas desta tragédia. Ainda que vivida individualmente, o país é uma tragédia e uma realidade coletiva.

  5. E assim com sucedeu a PC Farias, Queiroz representa a crônica da morte anunciada de um arquivo ainda vivo.

  6. Cai Bolsonaro e s trouxe de generais de pijamas juntos.bater na tecla novas eleições né barroso!??

    1. Novas eleições é o mínimo, até porque eles ganharam na base das fake news e na falta de debates, e como se não bastasse, fraudaram o resultado das eleições. De outro ângulo, o chefe-mor sequer poderia ter concorrido uma vez que, na base do conchavo, um ministro do STF – prá lá de suspeito – deixou de julga-lo e torna-lo inelegivel.

  7. Não entendo, sinceramente não entendo porque deixaram esse demente ser eleito. Nas rodinhas de conversa eu falava: não votem no Bozo, vai ser um novo COLLOR. Eu dava 2 anos para o Bozo cair. Acho que errei feio.

  8. Os Bolsonaros são arrogantes, metidos a valentões com uma arma na mao – coisa de covardes, diga-se de passagem – preconceituosos, ignorantes – para não dizer, burros – paranóicos e moralistas. É de assustar tantos defeitos numa só família. Eles são um poço de hipocrisa. Acusam os outros de corruptos mais são igualmente corruptos. Falaram que as eleições iam ser fraudadas mais eles é que fraudaram as eleições. Falaram que Haddad estuprou uma criança, mas não demora a aparecer um estuprador na igreja da primeira dama. Eles angariaram muitos inimigos. A Globo surge como um ápice entre tais inimigos. Estamos simplesmente assistindo uma briga de demônios onde um vai engolir o outro? Alguém tem dúvida de quem vai ser engolido?

  9. De repente, o país parece ter virado um convento trapista: silêncio absoluto. Os Moro, Dellagnol, Gilmar Mendes, Barroso…Alguém sabe se Ana do Relho ainda vive? Álvaro Dias, o bêbado do debate, alguém viu? Mas, por favor, que ninguém se engane, a Globo não tem qualquer interesse pelo povo.

  10. o discovery channel vai convidar o queiroz, para ser apresentador do ‘jóias sobre rodas’ versão brazuca

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.