As tentações de Bolsonaro

O discurso de campanha de Jair Bolsonaro e a sua inconsistência o colocam diante de uma necessidade: a de não demorar a fazer barulho com medidas governamentais.

Um janeiro vazio de novidades, restrito a  “plano de 100 dias”, “revisão dos atos governamentais”, “grupos de estudo” e “comissões de alto nível”, serão muito ruins para o ex-capitão, que elegeu-se com o “prendo e arrebento”.

A tal “Agenda de Governo“, divulgada ontem, é um mero manual de regras de comportamento de servidores públicos, que poderia estar pronto há anos, sem que nenhuma linha precisasse ser alterada e, no restante, apenas um calendário de “reuniões de alinhamento”.

Na apresentação, Ônyx Lorenzoni apela aos futuros dirigentes estatais que até 10 de abril “seja traçada uma agenda de governo com ações prioritárias para cada um dos ministérios e, em especial, a seleção de uma política a ser efetivamente entregue para o povo brasileiro nos primeiros 100 dias de governo”.

Embora seja de se perguntar o que fizeram em 60 dias de transição, era esperado.

Este é um governo que se elegeu sem programa e vai governar sem ele, à base de factóides.

Dois meses de transição e tudo o que há como planos são declarações vagas, como “meter a faca no Sistema S”, leiloar aeroportos (em 2020!) e passar para 10 anos o prazo em que caducam as carteiras de motorista. Ah, sim: comprar alguma usina de dessalinização de Israel, transferir nossa embaixada naquele país para Jerusalém, jurar amor a Trump e a Olavo de Carvalho  e acabar com a fiscalização sanitária nos matadouros de gado.

Se esqueci de algo importante, avisem-me.

Parece evidente que não poderá ser essa a música que vai tocar em janeiro.

Apesar das declarações do General Mourão de que “não haverá impactos ou pacotes”, é improvável que Bolsonaro não “tuíte” medidas provisórias até lá.

Quem (sobre)viver, verá.

Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
Share on whatsapp
WhatsApp
Share on email
Email

31 respostas

          1. legal,
            agora os blogs, e até o 247, tbm estão divulgando tbm
            temos que divulgar muito
            isso tem que ser devidamente investigado, e só será com muita pressão

        1. não assistimos tv há mais de 10 anos. só vejo o que sai nos blogues e alguns comentários. precisamos entender que o golpe segue e não há nada normal acontecendo, em nenhuma instituição

    1. O vídeo não explora o que mais se discutiu: a falta de sangue no suposto ferimento ou as imagens que mostram o candidato entrando na S.Casa de Juiz de Fora andando livremente, sem apoio e ainda sem sinais de sangramento visíveis, e, ainda, o fato de o cirurgião do hospital Albert Einstein que o acompanhou no pós-operatório ser um Oncologista, entre outros eventos sem respostas plausíveis.

  1. Infelizmente as alternativas para esse governo são, no meu modo de ver, “tragédia ou tragédia”. A simples presença de uma figura tão escrota na presidência desse país, já é garantia disso.

    1. É isso que dá se eleger sem ter um projeto de governo. Algo como viajar sem saber o que levar e nem o que vai fazer no lugar pra onde vai…….Foi a famosa eleição pra “derrubar a esquerda” e só. Mas nem tudo está perdido, o general Mourão já andou dando declarações de que já está montando um plano para contemplar os problemas do país.Ainda bem, não é?

  2. Feliz Nunca Mais, Brazil! Foi nisso que deu deixar qualquer idiota tirar título de eleitor e, ainda por cima, obrigá-lo a votar.

  3. o texto deixa muito claro que eles não tem ideia do que fazer. Mas a charge é impagável!

  4. É gente despreparada, aventureira e profundamente ignorante e preconceituosa. Nenhum país sobrevive a tanta desgraça junta.

    #LulaLivre

  5. E governo de doido ignrantes, com bem diz o Leonardo Boff. Vão fumar o pé de goiaba da Damares.

  6. Calma, calma… segundo o maluco “Arnesto”, Olavete e Bozo vão trazer “Deus” de volta para o Brasil. O problema é que ele é gazeteiro, não vem mesmo

  7. O Brasil é a quarta democracia do mundo, só perde em número de eleitores para India, EUA e Indonésia e, além de populoso, é muito grande territorialmente. Desde 94 só disputam PT e PSDB, os analistas falam de uma forte barreira à entrada de uma terceira via. Ou seja, de um grupo político sem a estrutura partidária do PT e PSDB. Quem justamente quebra essa barreira foi a candidatura de Bolsonaro que “coincidentemente” foi quem manipulou a eleição nas redes sociais. Lembro na campanha, por exemplo,,ter recebido em grupos diversas mensagens de Zap que Haddad colocou no seu plano de governo que vai soltar presos. Era algo que não parava, feito em escala industrial e justificava uma pesada investigação.

  8. A vacina que Bolsonaro utiliza para abafar acorrupção do laranjal e a comprovada incompetência para conduzir o país é atacar Lula e o PT. É o que mantém os bolsominions sob controle.

  9. “Se esqueci de algo importante, avisem-me.”

    Olá Fernando Brito.
    Tem a parte que é a única coisa que o Capetão Doidim sabe fazer:
    Atiçar seus fanáticos seguidores contra os “comunistas”.
    Ele não vai parar e, pior, com o poder, promete radicalizar. Ao contrário do que fazem todos os políticos quando assumem. Isso por quê esta é, de fato, a única competência do Capetão. Décadas no Congresso e foi a única coisa que ele aprendeu. Nada mais. Logo, ele vai seguir fazendo o que sempre fez.
    A massa ignara de jumentos, alimentada diariamente com ração twitter, já mostrou que não importa a lógica ou a racionalidade das provocações do Bozzo & Família. Eles acompanham o “mito” e reverberam as hostilidades. Sem raciocinar.
    O aparato de segurança que cerca Bozzo é surreal e as provas de que está sofrendo ameaças não existem. Apenas disse-me-disse.
    Ou seja: este aparato de segurança não é para um Adélio da vida ou para a posse.
    Ela está sendo implantada para DEPOIS da posse. Para o que virá nessa nova versão dos “Anos de Chumbo” que se aproxima.
    Pense bem: as relações com a Venezuela irão ficar muito tensas. Isso é claro. Não haveria outro motivo para colocar um verdadeiro idiota no MRE. Marotamente, também uma idiota foi colocada para tratar de direitos humanos.
    As más intenções ficam claras. Haverá conflito com a Venezuela.
    Mas vai mais longe ainda. Havendo conflito, seria fácil, com uns bons pacotes de disparo nas redes, auxiliados pelos grupelhos de radicais da direita, colocar a esquerda como inimigos do Brasil. E aí…
    Por trás disso corre o rearmamento da população e os interesses do império em vender – e até doar! – armas e desestabilizar a região. Com certeza seria o mote para uma ocupação branca. O que serviria também aos inimigos de Trump, pois internacionalizar a Amazônia serve aos Democratas.
    Sabemos que na questão geopolítica eles não brincam,
    O caldo está todo aí.
    É só mexer.

  10. Vão chamar o Zeca Pagodinho e o Alexandre Frota para regado a uma cerveja e muita conversa fiada resolver os problemas do clã emBolsonaro. Num botequim é claro.

  11. Agora vai o Nataniahu dar corda para imbecilidade do Bozo. Depois de abrir teremos outro primeiro ministro Israelense. E o Bozo vai tomar no cu direitinho !

  12. PT e PSOL acertam na mosca em boicotar a posse de Bolsonaro. O cara passou a perna em todo mundo e eles ainda querem que beijemos os pés dele? Hah, nos poupem. Masoquismo tem limites.

  13. Já tive aqui, no Tijolaço (e em diversos outros blogs progressistas) muitos comentários meus não publicados, vários classificados como ‘spam’, alguns considerados inadequados etc. Mas não se enganem que isso aqui tá cheio de verdadeiros diversionistas, intencionais ou não. Tem muita gente aqui que você juraria enfiando a mão (direita) no fogo serem esquerdistas de primeiro time mas que trabalham, conscientemente ou não, para a direita. E não é só diferença pouca, questões de ajuste fino, entre (minhas) percepções e outras, não : a coisa é que a direitona bota de tudo no caminho dos/das progressistas para lhes desviar a atenção, o foco, fazendo-lhes desperdiçar esforços e tempo em vão, tentando impedir-lhes(nos) de alcançar uma maior e melhor consciência da realidade local, brasileira e mundial, humana, vital. Portanto, muito cuidado com os outros comentários alheios: há que se ser profundamente criterioso e cuidadoso com tudo, nos mínimos detalhes, que podem ser muito relevantes e esclarecedores de uma farsa em andamento. Isso é a ideologia, cada vez mais sofisticada, mesmo quando usa de aparente simplicidade.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.