Bala é dinheiro: projeto do “01” libera fábrica de armas no Brasil

Há 85 anos, desde o decreto 24.602, de 1934, instalar uma fábrica de armas era proibido, salvo se o governo brasileiro decidisse dar-lhe autorização de instalação.

É um poder discricionário dado ao Governo brasileiro de escolher quem poderia viar a fabricar armas no país.

Mas ontem, o senador  Flávio Bolsonaro apresentou um projeto – seu primeiro projeto – mudando isso.

“Fica autorizada a instalação, no país, de fábricas civis destinadas ao fabrico de armas de fogo e munições”, diz a proposta, bastanto que o interessado se registre no Ministério da Defesa e aceite fiscalização das Forças Armadas.

Se aceitar, não há como proibir.

Pior, o Governo brasileiro e suas Forças Armadas ficam proibidos de dar preferência, em suas compras, a fabricantes nacionais ante as fábricas estrangeiras que montem armas aqui.

Não é à toa que, mais cedo, chamou-se a atenção aqui para a quantidade de dinheiro envolvida no interesse de empresas de armamento de se instalarem no Brasil, mirando um mercado de R$ 1 bilhão por ano.

O Fabrício Queiroz vai poder ganhar muito mais do que com a compra e venda de automóveis usados.

Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
Share on whatsapp
WhatsApp
Share on email
Email

6 respostas

  1. Bill Gates que se cuide, o Queiroz vem aí.
    Agora falando sério, antigamente eu ouvia chamarem as armas de “máquina de fazer defunto”. É disso que essa canalhada quer encher o Brasil ?

  2. Miliciano só pensa naquilo…em armas e mortes.

    O pior é que – segundo o 247 – o imbecil disse que o povo venezuelano não pode se insurgir porque foi desarmado pelo governo de lá.

    Quero ver – por exemplo – um estadunidense se insurgir contra seu governo com um “revolvim”, uma “pistolim” ou até mesmo um “fuzilzim”. Vai levar um tiro de canhão 155mm no meio da testa.

  3. Brito, ontem tivemos uma grande vitoria da justiça com a soltura do prefeito da nossa cidade. Evidente que nao posso dizer se ele é culpado ou inocente no caso. Mas era um completo absurdo que o prefeito fosse preso antes mesmo de ser ouvido, quando a lei de qualquer pais do planeta garante a todos a presunção de inocência e o direito ao duplo grau de jurisdição.
    Ainda assim, achei notável que a justiça tenha soltado um político acusado de corrupção nos dias em que vivemos. E mais notável ainda que ele tenha sido recebido com festa por centenas de pessoas na porta de sua casa.
    Ou os ventos estão mudando ou o prefeitonmostrou muita força. Pq não um post sobre o assunto?

  4. Como eu tenho comentado e como Fernando Brito tem mostrado nestes últimos dias, o crime organizado está infiltrado/instalado/incrustado no aparelho de Estado brasileiro, sobretudo nas instituições repressivas (sistema judiciário e FFAA), além das históricas infiltrações nos poderes políticos, que agora são também comandados por organizações criminosas, a começar pelo clã Bozo e de forma também escancarada no RJ onde os milicianos dominam quase todo o aparelho de Estado, incluindo a cúpula dos três poderes e larga parcela do sistema judiciário.

    O que se poderia esperar de um miliano, filho de outro e irmão de outros dois? O pit-Bozo 01 está fazendo jus às farsas, fraudes e crimes que o levaram a ocupar uma cadeira no senado. A mim não surpreende que ele apresente um projeto como esse, escancarando o Brasil para fabricantes de armas estadunidenses e israelenses, principalmente.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *