Bandidos, à luz do dia

A foto de capa do Estadão é um retrato do que se tornou a política no Brasil.

O que era antes apenas um quisto, a bancada dos “justiceiros”, agora está no comando do parlamento e, em boa parte, do país.

Este sujeito, o tal Delegado Waldir, que é líder do partido de Jair Bolsonaro, é um personagem impensável em qualquer regime democrático, andando armado (ou mesmo com um coldre que, vazio, ainda adverte do que pode have ali) é algo impensável em qualquer regime democrático.

Se a foto é um retrato da intimidação, sua entrevista a Luiz Macklouf Carvalho é uma exposição quase tão assustadora quanto a de sua pistola .380 e carga de 19 projéteis. Porque os disparos que faz contrao próprio governo são mesmo de grosso calibre:

“Rodrigo Maia é o primeiro ministro. Se a reforma da Previdência passar, é mérito dele”.

“Pessoas que querem dizer que ele [Jair Bolsonaro] tem 308 votos aqui, e ele não tem. Não tem 200 votos. Ele tem, estourando, 100 votos.

“O governo quer [como líder] alguém que seja manipulado, e eu não sou manipulável.(…)Não. Eu tenho uma força, eu tenho cartas na manga. Seria bom um deputado como eu na oposição ao governo Bolsonaro? Um deputado de dentro da Casa, que conhece os segredos da Casa?”

Em condições normais, claro, este personagem não poderia ser o líder de um partido no governo, com responsabilidades sobre o que está sendo proposto ao parlamento.

Mas este país tornou-se uma república de bandidos e eles já não tem o menor pudor em exibir suas armas à luz do dia.

Nem que elas sejam só um coldre vazio.

Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
Share on whatsapp
WhatsApp
Share on email
Email

34 respostas

    1. um Freud básico podia ajudar esses “rapazes” (as aspas são por conta da idade deles, que já deiaxram há muito de ser rapazes, mas se comportam como crianças)

        1. rsrs sempre ajuda. com algum esforço poderiam entender pq fazem questão de mostrar tanta agressividade

          1. mas aí que tá
            eles se acham certos, os detentores da verdade libertadora

          2. pra qq terapia a pessoa tem que ter o que chamam de “impulso de mudança”. Não adianta ir à força e uma das principais características da ignorância é nunca duvidar, pq as certezas são crenças e não conhecimentos embasados. Então, seria difícil até pro Freud. Mas ruim mesmo é a gente gastar tempo com esses factoides

          3. exatamentre, é esse o ponto
            eles se acham o suprassumo da maravilha
            os outros (resto do mundo) é que estão errados

  1. Primeiro,ao senhor Antonio Passos.O que produz tal eleitor,á a SOCIEDADE DE CLASSES,onde A NANICA BURGUESIA,assume o comando das tropas.Segundo,o resto ,ou restolho,o que se chama na minha terra,os dejetos do MILHO,que quando colhido,sobram somente RESTOLHOS,que se dá,aos animais,esta no comando das TROPAS.Quanto aos que sobram,incluam-se ali,os ELEITORES,que creem na NORMALIDADE DEMOCRÁTICA,cuja única garantia,é deixa-los votar,como se voto,decidisse alguma coisa,além de ILUSÕES,e que os MAMADORES BURGUESES,desde seu nascimento,como primeira lição,é fazer com que a CLASSE IGNARA,faça com que o povo,quando morrer,acredite que vai para o céu..

  2. É como eu digo, de forma até grosseira: todos eleitos pelo povo mais ALIENADO e IMBECIL da história da humanidade.
    Não há nenhum povo que tenha sido tão estúpido em toda a história. Que foi às ruas em 2013 protestar contra o pleno emprego, contra a empresa que fez a maior descoberta de petróleo do século, contra uma transposição que acabou com um problema de séculos, contra usina hidrelétrica construída com todos os cuidados, contra a honra de organizar uma copa e uma olimpíada.
    É ou não é o povo mais imbecil da história humana ?

    1. é. não gosto de responsabilizar o povo, pq sempre fomos alijados da política, há décadas somos induzidos a achar que política é um negócio sujo, a educação precária é alienante, etc.. etc… Mas, como vc diz, ir às ruas protestar contra um mínimo de bem estar social que estávamos conseguindo é desconsiderar demais a própria percepção da realidade.

    2. Principalmente os insanos e raivosos integrantes das classes “mérdias” brasileiras que sonham em ser elites quando são somente uma massa de manobra das classes dominantes. Junta-se a este povo os mais que dementes seguidores das seitas evangélicas que vem se espalhando pelo Brasil, seitas estas donas de emissoras de televisão. E todos estes insanos, raivosos e desqualificados cidadãos tem acesso às informações, sabiam quem eram os bandidos e quem eram as pessoas que estavam melhorando a vida do povo e do país. Estes insanos preferiram os bandidos.

    3. O povo brasileiro de hoje não tem nem a metade da educação que tinha o povo alemão da primeira metade do século XX (e apoiou Hitler e os demais nazistas), espoliado que é até do mínimo para sua própria sobrevivência. E você, esquecendo que mesmo gente da classe média baixa, que detém parte do patrimônio cultural da Nação, votou no pior candidato – preciso dizer quem é? O PT estava no poder desde 2002 e não são poucos os envolvidos nos movimentos sociais que o vem criticando; até mesmo alguns dos militantes petistas saíram ou foram excluídos das hostes petistas e você chama o povo de imbecil!?!?…Peço-lhe que reveja sua posição.

  3. “Em condições normais…este personagem não poderia ser o líder de um partido no governo”
    Quem já ouviu esse sujeito falar sabe que ele não tem condições de ser vereador de um vilarejo qualquer. Eu sairia de uma sala onde ele entrasse. E como eles, muitos outros.

  4. Não tenho dúvidas que a polarização política no Brasil, acima da média mundial, é consequência da campanha de ódio e difamação que a grande mídia protagonizou contra o PT e contra a esquerda em geral, para viabilizar:
    – o retorno ao poder dos ricos e brancos conservadores de direita;
    – o retrocesso de todas as conquistas democráticas do Brasil nas últimas décadas;
    – a devolução dos privilégios criminosos aos ricos e poderosos;
    – e a volta da politicagem e da corrupção como mola mestra dos governos no poder.

    1. Exatamente. Acrescentaria que essa campanha sórdida foi também responsável pela idiotização de boa parcela da população de forma quase que irreversível. Não tenho dúvidas de que o pig é nosso maior inimigo interno; mais do que togados, parlamentares ou milicos. A informação é uma força muito poderosa; a esquerda deveria concentrar esforços nesse campo. Mas a luta é muito desigual.

    2. Já estamos sentindo no bolso, na saúde, na segurança e na educação os efeitos desse retrocesso. Tá ficando bem difícil, é desesperador saber que o pior ainda está por vir.
      Suportaremos até o fim desse governo insano?

  5. Não, há república de bandidos. Há um pântano em que bandidos mandam. República é para pessoas civilizadas. Para quem aprendeu a respeitar instituições e coletividade

  6. Acredito que merecemos passar por isso para aprender a dar valor às conquistas democráticas.
    Este momento também servirá de lição à esquerda, notadamente ao PT, que é imperativo enfrentar o capital financeiro e o poder da Globo, Estadão e Folha. Nunca me esqueço de Lula chorando no sepultamento de Roberto Marinho, demitindo Lacerda e abraçando os bancos.
    Se não houver um golpe dos militares para tirarem Bolsonada e colocarem Mourão no lugar e ocorrerem as eleições de 2022, temos uma oportunidade histórica para começarmos uma revolução no Brasil.

  7. País de loucos extremistas. Um país que tem um ministro da educassão (sic) que na falta de argumentos manda xingar os adversários políticos, o que esperar desta coisa. É um sanatório geral!

  8. O POVÃO foi às ruas contra Dilma que lutava contra uma crise mundial. Mulher idônea, digna e capaz. Agora, esse mesmo POVÃO, sem perspectivas de emprego, com aumento generalizado dos preços, perdendo os parcos direitos que possuíam à saúde e educação, ficam QUIETINHOS. Certo é que milhares desses são vítimas da EVANGELIZAÇÃO DIABÓLICA orquestrada por parte da Grande Mídia vigarista. Desses, não há o que se esperar. Morrerão na mais profunda miséria econômica e espiritual. Já a outra parcela do POVÃO que “desconfia” da Globo (mas não deixam as novelas) está quietinha. Assistem ao desemprego enquanto esse não lhes bate à porta, assiste aos famintos enquanto se alimentam daquilo que o orçamento parco permite….. Resumindo: O POVÃO NÃO É SOLIDÁRIO UNS AOS OUTROS. Unem-se apenas para a desgraça alheia, sem avaliar que essa desgraça será a sua própria.

    1. Antes ouvia direto sobre a tal solidariedade do brasileiro, mentira total. Somos um povo egoísta e alienado pelo pig. E ajudando as religiões que só servem para manter a elite sem perigo de enfrentar uma revolta. E tome Jesus, Alá, Buda e demais

  9. “Eu tenho uma força, eu tenho cartas na manga. Seria bom um deputado como eu na oposição ao governo Bolsonaro? Um deputado de dentro da Casa, que conhece os segredos da Casa?” Quais seriam os segredos de dentro da casa que ele conhece?? Fiquei com um elefante atrás da orelha!

  10. Pelo menos, por enquanto, está ameaçando o lado de lá. O problema não são caras com pistola. O problema são caras com metralhadoras e granadas. E no congresso o Rodrigo Maia é muito mais venal que o Bolsonaro. Tá flertando direto com o mercado.

  11. sugiro a leitura de um texto intitulado “Por que votamos em Hitler”, acho que no el pais Brasil

  12. (Poema) Metamorfose III OU O Eterno Retorno :

    POLÍCIA
    POLÍCIO
    POLÍCDO
    POLÍIDO
    POLDIDO
    PONDIDO
    PANDIDO
    BANDIDO

    #LulaLivre
    #anarcoexistencialismo
    #AssangeLivre
    #FreeAssange

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.