Bob Fernandes: acordo entre covardes, oportunistas e bolsonaristas. Veja

O comentário preciso de Bob Fernandes, hoje, no Jornal da Gazeta, indo ao ponto: “evidente o acordo tácito entre acovardados e oportunistas e o bolsonarismo”.

Eduardo Bolsonaro, deputado federal, anunciou: “Pra fechar o Supremo Tribunal você não manda nem jipe, manda um cabo e um soldado”.

Disse em julho, vídeo vazou agora. No mesmo julho, uma semana antes, Bolsonaro-pai propunha nomear mais 10 ministros para o Supremo.

Bolsonaro fatura com ameaça do filho. Diz: “Quem fala em fechar o Supremo precisa de psiquiatra (…). Adverti o garoto”.

Neste domingo, 21, via celular, Bolsonaro atiçou seguidores na Paulista:

-(…) A faxina será ampla… Ou vão pra fora (exílio) ou vão pra cadeia. (…) Esses marginais vermelhos serão banidos de nossa Pátria…

As ameaças dos Bolsonaro são essência do fascismo. Autorização para violência e eliminação de adversários.

O sociólogo Fernando Henrique, enfim, despertou. Disse:

-Essas declarações (de Eduardo Bolsonaro) cruzaram a linha, cheiram a fascismo…

Rosa Weber preside o TSE… O TSE vetou Haddad lembrar no programa eleitoral que Bolsonaro, historicamente, defende tortura e torturador.

Supremo ameaçado… Rosa Weber, do Supremo e TSE, encolheu. Falou em “declarações inadequadas”.

O ministro Alexandre de Moraes cobrou “investigação” da Procuradoria-Geral da República. Que segue calada. Tofolli, presidente do Supremo, afirmou em nota oficial:

-Atacar o Poder Judiciário é atacar a democracia…

E o Juiz Moro, sempre tão atento a Caixa 2? O jornal Valor noticia: Moro estaria disposto a aceitar convite bolsonárico para uma vaga no Supremo….

Faz sentido, tem nexo…

A Mônica Bergamo, da Folha, Celso de Mello, ministro decano do Supremo, disse o que deve ser dito:

-(…) Declaração golpista, inconsequente, visão autoritária que só comprometerá a integridade da ordem democrática e respeito à Constituição.

Tudo isso serviu a Bolsonaro para disfarçar o grande escândalo. Noticiado por Patrícia Campos Mello, na Folha…

…Campanha de Bolsonaro usou caixa 2, ilegal. Para comprar e disparar mensagens contra Haddad e PT no WhatsApp.

Segundo a Folha, “cada contrato chega a R$ 12 milhões”. Mensagens com infindáveis asnices…

….Do tipo “Haddad distribuiu Kit Gay” e “mamadeira erótica”, “Hitler era comunista”… “a Globo a Veja, a ONU e o Papa são comunistas…”

Há meses mentiras e asneiras do gênero inundam o WhatsApp e dali se espalham.

Agora, depois da repercussão do escândalo nas Mídias mundo afora, Polícia Federal e TSE abriram investigações…

…Aposta ingênua em “investigações” como freio, como espada sobre a cabeça de Bolsonaro no futuro.

Tardio. Evidente o acordo tácito entre acovardados e oportunistas e o bolsonarismo.

Tentam, só agora, deter fascistas. Quando já se anuncia, em tom de deboche, “fechar o Supremo” e “faxina” para “banir” (exilar) ou prender adversários…

Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
Share on whatsapp
WhatsApp
Share on email
Email

21 respostas

  1. Perfeito uma vez mais Bob Fernandes, que como Fernando Brito vão estar entre os homens que ousaram lutar e enfrentar o mal sem meias palavras e sem se acovardar ou apelar para o oportunismo.

    1. não vai adiantar NADA. o TSE JÁ DEFINIU BOLNOSSAURO PRESIDENTE DO BRASIL! desespero puro desse 247. nem perca seu tempo.

  2. Segundo eu entendi da fala da ministra do TSE , o controle das fake news esbarra no direito a liberdade de expressão e o direito a informação. Acontece que a disseminação e a replicação de notícias falsas pelo WhatsApp não é informação e sim desinformação. Nao existe o direito a desinformaçao na nossa constituição. Além do mais, colocar em risco o regime democrático para proteger o direito a ‘informacao me parece um contrasenso, eis que fora da democracia e do estado de direito não é possível garantir os direitos fundamentais, dentre os quais está o próprio direito a informação.

  3. Muita gente por puro ressentimento, egoísmo e inveja por ver uma parte da população ter acesso aos seus privilégios, vai votar por pirraça no candidato Bolsonaro. Pra essa gente não interessa as propostas de governo para o país. O que elas querem é “excluir” qualquer um que pense diferente. É o voto “do contra” e do separativismo. Esse tipo de vingança costuma ter um efeito bumerangue, voltando para aqueles que o jogaram contra os outros.

  4. Francamente, não sei como parte de eleitores e as instituições podem levar um Napoleão de hospício a sério ou temê-lo. O país é bipolar.

  5. O que devemos esperar de eleitores que dizem que Hitler era de esquerda, quando a própria Alemanha sabe que ele era de extrema direita, fascista e ditador? Ontem conversei com um segurança particular de empresa prestadora de serviços e ele disse que não vê a hora de comprar sua arma e sair por aí matando bandido. Ele não aceitou o argumento de que ele não é policial e, por isso, não tem essa “licença para matar”, pois acredita piamente que, com o Bolsonaro, vai ter esse direito. Por aí podemos medir a insanidade dessa gente.

  6. Bando de idiotas comunistas que preferem um presidiário e serem saqueados a plena luz do dia em vez de ordem e prosperidade.

    1. Ai o bobalhão, idiota é aquela que usou remédio para te abortar, e o mesmo afetou o seu cérebro, ou seria, no seu caso “célebro”.
      Vá comentar no chiqueiro, quem sabe lá os porcos te escutam,

    2. Cara vai comentar no ANTAgonista, textos que o Fernando faz aqui vão derreter o minusculo cérebro que você possui.

  7. Segundo a Folha. Toda fala sobre esse assunto tem um “…segundo a Folha…”. A Folha poderia apresentar provas para facilitar as investigações. Lá se vai uma semana e continuamos “…segundo a Folha…”

  8. o judiciário inteiro perdeu ao pisotear a constituição, agora vão ter que aguentar o asno pisoteando as cabeças deles e com razão o asno dirá que a constituição já foi afrontada antes, por eles mesmos – será que os ministros estão com uma metralhadora apontada na cabeça? ou eles fazem tudo isso espontaneamente? Por burrice? Por dinheiro? Por chantagem?

  9. Eu não vi a reportagem ou seja os comentários, mas, pelo visto o cidadão é como uma víbora peçonhenta que irá picar a mão daqueles que lhe criaram.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.