Bolsonaro admite fim do auxílio. Mas o que virá no lugar?

Jair Bolsonaro disse hoje que “não dá pra continuar muito” o pagamento do auxílio emergencial de R$ 600 para pessoas que não têm emprego formal ou aposentadorias.

“Não dá para continuar muito porque, por mês, custa R$ 50 bi. A economia tem que funcionar. E alguns governadores teimam ainda em manter tudo fechado”

Ok, é verdade que o auxílio custa perto deste valor, o que daria, em um ano, R$ 600 milhões, ou cerca de 9% de todo o Produto Interno Bruto, ou ainda perto de metade de toda a arrecadação de impostos brasileira por ano.

Muito bem, e como fica o pagamento do tal “Renda Brasil”, que o substituiria dentro de algum tempo?

Simplesmente não fica, seja porque não há recursos para isso, seja porque não haja onde obtê-los sem provocar uma brutal elevação de impostos.

Ainda que o pagamento fosse de 1/4 do atual valor (R$ 150) o custo seria de R$ 150 bilhões por ano, que não existem, é claro, nem mesmo se fosse para isso toda a receita obtida com a criação da nova CPMF, para a qual se estima uma arrecadação anual de R$ 120 bilhões.

Tudo o que Guedes concede dar ao “Renda Brasil” é um “catadão” que tira renda dos mais pobres: fim do abono salarial, do salário-família, do seguro-defeso a pescadores, o que não dá para pagar sequer um décimo do que custa o auxílio emergencial.

 

 

 

Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
Share on whatsapp
WhatsApp
Share on email
Email

4 respostas

  1. Lula já havia resolvido esse problema com o crescimento da economia, contando com investimentos de estatais em obras e financiamentos à iniciativa privada …
    Agora os bandidos querem privatizar tudo, aumentar impostos e ainda retirar benefícios sociais … tudo para bancar marajás togados, milicianos e politicos…

  2. Minha casa , minha vida, que seria parte da solução, ou seja investimento, foi ACABADO. Ao fim deste desgoverno o Brasil se auto destruiu!

  3. A grafia no terceiro balão talvez devesse ser “helminto”.
    Seria mais apropriado – e descritivo da criatura em questão.

  4. O Brasil ainda tem reservas em dólares de U$ 315 BILHÕES. Isso dá cerca de R$ 1,8 TRILHÃO. Tem dinheiro sim, e tem que usar para essa emergência.

    “Ah, mas as reservas em dólares são para ajudar os exportadores”.
    Tem gente passando fome. Danem-se os exportadores. Tem que abrir o cofre. Esse dinheiro não pertence ao Paulo Guedes, mas sim ao povo brasileiro.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *