Bolsonaro e “o ataque é a melhor defesa”

A desproporcional atitude de Jair Bolsonaro, emitindo uma nota oficial da Previdência da república onde, além de repetir que o ex-capitão Adriano da Nóbrega, foragido morto há uma semana num mal-explicado cerco policial na Bahia, era “um herói” e acusando o governo baiano de tê-lo executado é uma degrau abaixo dentro do pântano das ligações da família presidencial no pântano de seu envolvimento com as milícias.

Não que torne razoável a posição do Governador Rui Costa, que deveria estar, a esta altura, abrindo o caso à mais completa investigação, porque está sendo imprudente ao “comprar” a versão da PM baiana antes do completo esclarecimento do caso num caso que a ele não diz respeito senão pelo controle sobre as ações da corporação.

O que não é o caso de Jair Bolsonaro e seus filhos, que são, evidentemente, os cui prodest, quem se beneficia, da morte de um miliciano com o qual tinham relações pessoais, como evidenciam as medalhas e discursos concedidas e proferidos ao “herói” matador.

Do ponto de vista objetivo, o que se tem?

Primeiro, que é incontestável a origem da ligação Adriano-Bolsonaro, pela via do relacionamento que o ex-PM mantinha com Fabrício Queiroz, confessado amigo do capitão-presidente e corréu com o capitão-miliciano num caso de homicídio.

E que a ligação era próxima, como o atesta a confissão presidencial de que “mandou” o filho condecorá-lo e o discurso feito em sua defesa na Câmara dos Deputados.

E ainda mais a contração da mãe e da mulher do miliciano para o gabinete do “01”.

Não era, portanto, apenas “o amigo do amigo”, por quem claro, ninguém vai pondo a mão no fogo.

Dá e sobra para qualquer powerpoint que se quisesse fazer mas, ao que se saiba, ninguém está fazendo acusações de que este ou aquele seja o mandante de uma – como o próprio Bolsonaro reconheceu haver indícios – “queima de arquivo” ou, como disse ele , “execução sumária”.

Ainda assim, fica evidente que a tática presidencial é partir para o ataque para evitar ser encurralado com suspeitas.

A esta altura, poucos duvidarão que há dossies de informação sobre a morte de Adriano, na PM e na inteligência militar.

E se tem a certeza de que a Casa Civil da Presidência está para ser assumida por um oficial que sabe mais do que ninguém sobre as milícias cariocas, porque comandou por um ano a intervenção.

Só o que não se sabe é se é por Bolsonaro ou contra ele.

Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
Share on whatsapp
WhatsApp
Share on email
Email

30 respostas

  1. O governador Rui Costa é da ala direita do PT, um verdadeiro tucano travestido de petista. Recentemente, ele disse que queria que Lula “pacificasse o país”, ou seja, que o PT se acomodasse ao golpe e ficasse quietinho. Agora vemos que isso não é uma boa ideia, pois estamos sob um governo fascista.
    E aí, Governador? Vai demitir o secretário de segurança e instaurar inquérito para investigar a morte de Adriano?

    1. Mas, segundo investigações da Polícia do RJ, Adriano deve ter sido morto pela PM da Bahia como “queima de arquivo”. Diz a matéria do Correio Braziliense: “A principal linha de investigação é a de que ele (Adriano) estava tentando implantar um núcleo criminoso na região (cidade de Esplanada-BA onde se encontrava). Ao mesmo tempo que as autoridades avançam no caso, surgem suspeitas de que ele foi executado em uma operação policial com o objetivo de queima de arquivo – levou boa parte dos segredos sobre a organização de grupos formados por agentes da lei que passaram para o lado do crime”. Por aí se verifica que existe dentre da PM bahiana gente que se bandeou para o crime. E o PT da Bahia tem que ter cuidado pois estão querendo transformar a Bahia em um Estado dominado pelas milicias, como acontece com o RJ. E isso só pode ter o dedo sujo dos Bozzos. Lembrar que a Bahia é o estado do Nordeste com o maior colégio eleitoral. E sujar a imagem do PT no Estado da Bahia favorece Bozzo. https://www.correiobraziliense.com.br/app/noticia/politica/2020/02/15/interna_politica,828214/policia-do-rio-investiga-por-que-miliciano-morto-ia-tanto-a-bahia.shtml

    2. Para se eleger foi à Curitiba se agarrar no saco de Lula. Infelizmente o que nunca faltou no Brasil foi traidor.

      1. De repente o Lula duz assim tudo bem Rui… Vc disputa a presidencia e eu governador da Bahia… Topas?

      2. Nunca isso. Rui é o governador bem avaliado, e que não dependia do apoio de Lula, por mais que Lula tenha sido um excelente presidente. Tanto, que eleitores de ACM Neto votaram em Rui, e eleitores estes, que odeiam Lula.

    3. Mas, segundo investigações da Polícia do RJ, Adriano deve ter sido morto pela PM da Bahia como “queima de arquivo”. Diz a matéria do Correio Braziliense: “A principal linha de investigação é a de que ele (Adriano) estava tentando implantar um núcleo criminoso na região (cidade de Esplanada-BA onde se encontrava). Ao mesmo tempo que as autoridades avançam no caso, surgem suspeitas de que ele foi executado em uma operação policial com o objetivo de queima de arquivo – levou boa parte dos segredos sobre a organização de grupos formados por agentes da lei que passaram para o lado do crime”. Por aí se verifica que existe dentre da PM bahiana gente que se bandeou para o crime. E o PT da Bahia tem que ter cuidado pois estão querendo transformar a Bahia em um Estado dominado pelas milicias, como acontece com o RJ. E isso só pode ter o dedo sujo dos Bozzos. Lembrar que a Bahia é o estado do Nordeste com o maior colégio eleitoral. E sujar a imagem do PT no Estado da Bahia favorece Bozzo. https://www.correiobraziliense.com.br/app/noticia/politica/2020/02/15/interna_politica,828214/policia-do-rio-investiga-por-que-miliciano-morto-ia-tanto-a-bahia.shtml

      1. Esta versão de queima de arquivo pela polícia baiana não parece ser real em nada. Ele estava na região há pouco tempo. E seu envolvimento por lá até agora se resumia ao fazendeiro. Se ele estivesse tentando montar este núcleo criminoso, estaria muito no começo, seria tudo muito incipiente, não daria para já envolver tanta gente que até contasse com tanto apoio na polícia. Mas com certeza ele, para ser recebido com tanta deferência, deu ao fazendeiro sinais de que tinha muito dinheiro. Como andam as investigações sobre suas movimentações financeiras?

        1. Eu estava pensando outro dia: por que Adriano estava na Bahia, justamente um Estado governado pelo PT? E lendo essa notícia do Correio Brasiliense acho que a Polícia Civil do RJ está fazendo as abordagens corretas. Lembrar que a PM da Bahia fez uma greve no ano passado que só deu dor de cabeça para Rui Costa. Quem sabe a milícia do RJ percebeu aí o descontentamento que estava sendo gerado na PM e aproveitou o bote para aliciar alguns para o crime, e para isso Adriano foi escalado por alguém, sabe-se lá quem, para iniciar esse tal núcleo criminoso. São investigações que devem ser aprofundadas. Quanto às suas movimentações financeiras a matéria não diz nada, mas esse submundo das milícias deve ter muita grana estocada, pois já li na internet que essa turma cobra até “pedágios” do pessoal que mora nas favelas para sairem e entrarem nelas. Acho que tudo que está acontecendo na Bahia é uma tática do Bozzo para começar a desmoralizar o governo PT na Bahia, já que é um estado com o maior colégio eleitoral da região do Nordeste, região onde ele perdeu as eleições em 2018. Que o PT da Bahia tome cuidado, pois com essa turma do Bozzo e milicianos todo cuidado é pouco, pois está na cara que tudo isso é para preparar o terreno para as eleições de 2022.

          1. Podem também tentando fazer do limão uma limonada anti-petista. No início das especulações correu uma notícia de que ele estaria no Ceará, outro estado governado por petistas, e de lá veio à Bahia. E se seus assassinos vissem que lá no Ceará não dava para fazer a execução, e sugerissem ao próprio Adriano que ele deveria ir se esconder na Bahia, onde seria mais fácil armar uma cilada para ele? Talvez Adriano não estivesse a trabalho, mas apenas interessado em se esconder, já que sabia que queriam matá-lo. E há o problema do dinheiro. Quanto dinheiro rolou nisso tudo? Quanto donheiro estava com o Adriano? O dinheiro quase sempre é, senão determinante, um grande coadjuvante de tais assassinatos.

          2. Hoje eu acredito mais na Polícia Civil do que na Militar e Federal. Então é aguardar o desenrolar das investigações, que ainda estão no início e espero que não abafem o caso.

          3. Realmente, o pior cego é aquele que não deseja ver!! Em nenhum momento o governador da Bahia jogou luz sobre os fatos. Ele se enrolou todo!! Se a polícia bahiana estava comprometida, por que o governador não colocou na operação pessoas leais? Se ele não sabia, porque defendeu a operação, cujo resultado foi a morte da principal testemunha de acusação contra a familícia? Perdoe-me, mas vc está querendo tapar o sol com a peneira.

            É óbvio, que escolheram a Bahia para que a direita tivesse álibi. Agora o discurso é que o miliciano foi morto pelo PT. Lembre-se que o PT teve em seus quadros a Marta Suplicy. Quem diria que ela fosse trair milhões de eleitores?

    4. Às bazófias do Bozo todos já se acostumaram, mas o governador da Bahia tem disparado a esmo como se estivesse perdido neste episódio. Bater boca com quem diz considerar o presidente Lula como um criminoso igual ao miliciano Adriano, não vale a mínima pena. Ele parece não entender que a única forma de se livrar do abacaxi é tentar pacientemente descascá-lo com a faca da verdade. Sua resposta cheia de furor, antes de mais nada, reconhece que foram baianos, e não cariocas, os que mataram o Adriano. Aí a coisa se complica, já que não se sabe até que ponto a polícia carioca se envolveu nesse assassinato. Se é verdade o que diz o governador, então por que os baianos o mataram? Por que foram fazer esse favor àqueles que no Rio queriam calá-lo para sempre? Haveria uma conexão forte entre milícias dos dois estados? Ou já havia também na Bahia alguma razão para silenciá-lo, algum embrião de seu sindicato do crime? Se o governador reconhece que foram baianos os matadores, então por que não descreve toda a operação, como ela se desenvolveu, quem estava em seu comando e como aconteceu o desfecho? É incrível, mas ele parece não ver as fotos que já surgiram publicamente, e continua com a ladainha de que a polícia foi recebida à bala e reagiu. Ele quer dar a entender que os baianos foram recebidos por uma chuva de balas e não tiveram outra alternativa senão revidar com outra saraivada, deixando a casa toda pipinada de balas. Ele parece não perceber que suas declarações não batem com as fotos que mostram a casa intacta, e sugerem que o rapaz foi dominado com uma coronhada de fuzil, recebendo então à queima roupa os dois balaços que o mataram. Se ele não entende sua responsabilidade no caso, então pelo menos saia da frente para que seu secretário e os comandos de sua polícia promovam uma ampla e incondicional entrevista coletiva de imprensa. O que este caso precisa é de muita luz sobre ele, e não que deixem prevalecer seus aspectos nebulosos.

  2. Seria bom se a matança de milicianos começasse pela Marinha e Exercito sob alegaçao de limpar o ambiente p a eleiçao do final do ano

  3. O pior de tudo,são os PERSONÁGENS MARGINAIS,desses absurdos que ocorrem no país,pois a QUADRILHA DE MUITOS,NÃO SOMENTE DE QUATRO,tem a anuência de milhões de sem-vergonhas,que apoiam tudo isso.Estou falando do personagem maior do enredo.O POVO CANALHA BRASILEIRO.

  4. A dinastia militar voltou. Manda e desmanda na corte. Bozó é apenas o palhaço da corte, do “circo”. Em breve será jogado aos leões. Não terá mais serventia.

  5. Imagens fotográficas podem ser manipuladas……houve DNA do morto? Lembro que se demorou muito pra “capturar” ou “abater” o miliciano….TEMPO PRA ENSAIAR E POR EM PRÁTICA UM PLANO?

  6. Ele está falando em “execução” e chamando de “herói” pra atrair a simpatia da família do cara….Em breve alguém da família vai receber alguma proposta de emprego, publico ou em alguma Havan da vida…..tudo pra ficarem caladinhos….

  7. Vai mais além…posso estar errado…mas essa fala dela, falo da Rosangela “Conja” Moro, se vc juntar com
    a do BOZo….conclui-se que o Moro tem papel fundamental num incidente
    recente da Bahia que apagou um arquivo bem vivo dos milicianos….Bozo
    agora DEVE ao Moro….não se iludam….a máquina de assassinato de
    reputação e de pessoas vai trabalhar agora para uma candidatura do
    capanga. Duvido inclusive que a ordem de invasão tenha partido do
    Governador da BA. O que se tem de saber é…QUEM DEU A ORDEM PRA
    INVADIR….OU QUEM DETERMINOU A ORDEM….E acho que pelo histórico do
    Secretário da BA….foi o MORO…sugiro a leitura mais elaborada das peças do xadrez do golpe e da imposição de um estado miliciano totalitário, um fato que pode comprovar isso…após o apagamento do arquivo, desandaram a falar….

  8. https://youtu.be/euhKQh5l-tc A família do BOZO é o interior de SP. Três Estados relativamente próximos…. e de grandes colégio eleitorais…..RJ, SP e PR….Suspeito de um projeto de destruição da Federação e da República…..eles querem VOLTAR….OS NAZIS. Sob os auspícios do Deep State Norte Americano…..Assim como na Alemanha o poder financeiro os alçou ao poder….aqui também.

    1. Se infiltraram nas FFAA, Polícias, Carreiras de Estado, Postos eletivos na política, em Denominações religiosas….mídia.

  9. Fico pasmo de ver que o republicanismo burocrático do PT ainda vigora, mesmo depois de todas as lições (aparentemente não aprendidas). No episódio do grampo da NSA, o governo Dilma devia ter partido para o ataque, acusando os estadunidenses e mostrando que era a vítima, ao invés de esperar por pareceres técnicos definitivos. Agora o Rui Costa comete o mesmo erro, deixando o campo livre para Bolsonaro deitar e rolar. Não acho que o governo da Bahia tenha participação nenhuma na queima de arquivo. Levantar essa hipótese é fazer fogo amigo dentre nós. Acho sim que ele é um vacilão de não ter acusado logo de cara a PM do RJ e possíveis comparsas na PM baiana, em nome do republicanismo.

  10. Fico pasmo de ver que o republicanismo burocrático do PT ainda vigora, mesmo depois de todas as lições (aparentemente não aprendidas). No episódio do grampo da NSA, o governo Dilma devia ter partido para o ataque, acusando os estadunidenses e mostrando que era a vítima, ao invés de esperar por pareceres técnicos definitivos. Agora o Rui Costa comete o mesmo erro, deixando o campo livre para Bolsonaro deitar e rolar. Não acho que o governo da Bahia tenha participação nenhuma na queima de arquivo. Levantar essa hipótese é fazer fogo amigo dentre nós. Acho sim que ele é um vacilão de não ter acusado logo de cara a PM do RJ e possíveis comparsas na PM baiana, em nome do republicanismo.

  11. Acorda gente! O processo continua o mesmo. Causa um escândalo pera encobrir outro, e assim vamos nos desgastando dia-a-dia e esquecendo do que já foi feito e diro. esquece as bananas e se concentra no tema que provocou o destempero do garoto malcriado.

  12. O assecla se tornou um arquivo vivo e perigoso. A Gestapo investigou, a SS foi tentar prendê-lo e a SA chegou junto quebrando tudo e destruiu o arquivo…???? Ops! Confundi as histórias.

  13. desde aquele artigo escrito ou apenas assinado na veja por bozonildo q ele virou o doce de coco dos fardados. Todas sao amiguchas dele, em especial a prato feito sob o descomando do sege conge. Alguns apontam bozonaldo como uma das liderancas por detras daquelas greves de PM – quando as patroas acampam na porta do quartel – que deixaram centenas de morte e deixaram as populacoes a merce de tudo. Desde a redemocratizacao q eh meio dificil acreditar q algum governador tenha comandado de fato suas policias, essas coisastomaram vida propria, sao como corpos fora do organismo. A convivencia suponho deve ser complicada e o baiano esta com um belo abacaxi. Essa gente nunca vai investigar nada q possa atingir o bozovaldo, mesmo depois da ferrada q levaram dele. recorde-se q nao soh as policias apoiaram em massa o MInto como em quase unissono o funcionalismo publico. Mesmo, insolito, os q trabalhavam no ministerio do trabalho e na justica idem, num autentico suicidio profissioal, pq era evidente q ele iria acabar com essas coisas ou no minimo iria esvazia-las.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *