Bolsonaro entra no modo “não me deixem só”

A Folha traduz, hoje, uma percepção que já é a de muitos: Jair Bolsonaro vai se tornando aquilo com o que sempre se assemelhou, numa versão militarizada: Fernando Collor de Mello.

A análise de Igor Gielow sobre o fato de que incomodada com Queiroz, ala militar do governo fala em ‘ministério de notáveis’ para tentar recompor a imagem do governo registra, é certo, as semelhanças dos dois momentos históricos: da eleição consagradora à rejeição generalizada, tudo de fato se parece, além do fato de que o recém-preso Fabrício Queiroz e os filhos presidenciais em tudo lembram PC Farias e a “República de Alagoas” daqueles 30 anos atrás.

O plano, é óbvio, esbarra não só no fato do que pode ser chamado hoje de “notável” mas também no de que, merecendo esta classificação, alguém venha a se dispor a participar de um governo capitaneado por Jair Bolsonaro e seus filhos.

Só se agregará ao governo Bolsonaro quem pretenda roer a República para engordar-se.

Ou entrarão no governo novos militares, na receita do “mais do mesmo”.

Bolsonaro, que governou praticamente sem oposição, conseguiu, como Fernando Collor, ser a oposição a si mesmo.

E está a ponto de ser demolido por ser o que sempre foi e que muitos do que o contestam sabiam ser.

Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
Share on whatsapp
WhatsApp
Share on email
Email

20 respostas

  1. Bolsonaro, haverá um motivo mais contundente para mostrar aos militares que a sua participação na política (são bem vindos se eleitos) é nefasta ao país?
    O fracasso bolsonaro, incrivelmente avalizado pelos generais, é contundente e desmoralizador. Não podia ser diferente.
    Precisamos dos militares no quartel prontos para o que a constituição define. Outra coisa é desastre certo.
    Contundente.

  2. Quem sabe os milicos chamem um notável do quilate do Aecim, o Mineirinho das Geraes , para assumir o timão desta nau sem rumo ?
    Ou quem sabe algum estrategista do quilate de José Chirico Çerra, o Vampiro da Mooca ?
    Tem também aquela sumidade , ex-chanceler do Temeroso , conhecido por Aluizio ” 500 mil “….
    Sobram bons nomes e boas condecorações para a Direita Golpista estufar o peito e levar a cabo seu projeto de Brasil para poucos….
    O que falta é vergonha na cara !

  3. Nunca pensei que diria algo assim, mas é uma ofensa enorme ao Collor compará-lo ao Bozo. As semelhanças são muito relativas, é claro. A única coisa efetivamente igual é a burrice incomensurável do povo que os elegeu.

    1. É verdade. Collor, por mais descaminhos, jamais desceu tão baixo, jamais portou-se de forma tão abjeta e não se cercou de tão grande número de analfabetos, canalhas, irresponsáveis e corruptos, a despeito de toda a corrupção então reinante. O que vemos é algo novo, vemos as portas do inferno e houve intenso trabalho de Moro, Globo e outras excrescências para que se chegasse a isto.

  4. O problema neste caso é básico,trata-se de um governo de fardados ,ELES CARECEM DE CAPACIDADE PARA GOVERNAR UM PAÍS,PELA SUA FORMAÇÃO .
    Isso é regra ,hà exceções que confirmam a regra,Perón,Chavez,DeGaulle, sobram os dedos duma mão.
    São treinados como câes ,é sim treinamento constante e rígido ,a obedecer sem questionamentos o superior e a serem obedecidos sem contestação pelos subordinados.
    Portanto,eles não lidam com o disenso ,o contraditório,a negociação que GOVERNAR,ADMINISTRAR UMA SOCIEDADE DE MÚLTIPLOS INTERESSES E OPINÕES EXIGE.
    Todos eles são ditatoriais e fascistas ,por formação,—eu mando,vc obedece—até as próprias exceções,mencionadas acima.
    Em soma ,quando me refiro a eles como PRIMATAS,o faço do convencimento que estuprar a nossa natural capacidade cognitiva ,é nos convertirmos nisso,em selvagens com forma humana.

  5. Eu não sou “notável” nem aqui no meu bairro, mas não toparia ser nem estagiário nesse governo do Bozo… quem dirá alguém realmente relevante. Deve ter alguma coisa na goma da farda dos militares para fazerem uma proposta dessas.

    1. Vejam ai o Milico Pazuelo ! Como ninguém quis (depois do ) Teich aceitar ser ministro da Saúde, então o Bozó colocou lá m pau mandado, Agora vejamos já estamos chegando nos cinquenta mil mortos e parece que chegaremos já a cem mil. E estes picaretas obedecendo ordens do Bozó: Tomem Cloroquina!!!

  6. O Collor pegou a minha poupança e a poupança de todo mundo, e só por isso já se torna um dos piores presidentes, mas o Bolsonaro é 1 milhão de vezes pior. O Bolsonaro é muito além disso, ele é um dos piores e mais abjetos seres humanos( sem ofender os humanos ), que já caminharam na superfície do planeta.
    Ele sendo eleito o presidente do Brasil, foi o mais poderoso chute de 3 dedos na cabeça de cada brasileiro e terráqueo, principalmente naqueles 58 milhões de lesmas rastejantes. que votaram nele.

    1. Ha muitos culpados pela eleição do Bozo, mas, a culpa maior é da Midia venal que enchia o saco vinte e quatros atacando o PT. Depois que tiraram a Dilma, o Vampirão entrou, ai então é que o País desandou de vez e agora pra pior elegeram o Bozó Agora comam o angu que fizeram.

  7. Esse governo está coalhado de milicos fascistas, do partido da boquinha. Enquanto puderem mamar se aferram na teta.
    A lógica miliciana é a de driblar e assaltar o estado em proveito próprio.
    Qual a diferença entre isto e o milicos que se locupletam no governo? Nenhuma, nem a aparência.

  8. Até hoje eu não entendo o porquê do impeachment do Collor. Um fiat Elba? Duvideodó. O homem jé era rico. Eu acho mais que foi por confrontar interesses contra a industria fechada nacional. Ele abriu o mercado brasileiro para outros paises. E depois confiscou a poupança. Sei lá. Depois inventaram umas falcatruas do PC Farias e veio um irmão que falou umas bobagens morreu logo em seguida. Sei lá, acho a situação muito diferente da de hoje.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.